Publicidade
Domingo, 21 Janeiro 2018 20:52

Evo Morales suspendeu o novo Código Penal – mas os cristãos ainda estão com as barbas de molho

Postado por

O jornal boliviano El Deber noticiou hoje que o presidente boliviano Evo Morales desistiu de colocar em vigor o novo Código Penal, cujo texto havia sido divulgado em dezembro do ano passado.

Muitos cristãos – católicos e “evangélicos” – protestaram, jejuaram e rezaram para que o novo código não fosse aprovado. Para quem deseja se informar sobre os motivos de tanta preocupação com determinados artigos desse Código Penal, confira os artigos que publicamos antes: aqui e aqui.

Morales alegou que estava recuando para não dar à oposição motivos para “conspirar” contra seu governo. Esse recuo parece positivo, mas não permite ainda que os cristãos respirem aliviados. O texto anterior do novo Código Penal foi suspenso, mas Morales garantiu que VAI ELABORAR UM NOVO CÓDIGO PENAL, desta vez, em consenso com os grupos sociais.

Por grupos sociais, devemos entender todos os setores da sociedade, democraticamente representados? Ou será um clubinho restrito aos puxa-sacos aliados do governo? 

Agora é preciso aguardar para ver o que vai sair dessa cartola marxista-cocaleira. Só então poderemos saber se a população boliviana será ou não prejudicada em seu direito de liberdade religiosa e de expressão.

Na fanpage do Jornal El Deber é possível conferir um vídeo com o momento em que Evo Morales anuncia, na TV, a suspensão do novo Código Penal publicado em dezembro de 2017 (clique aqui para ver).

896 Domingo, 21 Janeiro 2018 21:36

Comentários   

0 # Adão 16-02-2018 17:39
É mais fácil o papa Francisco largar a cátedra de Pedro e se casar do que a CNBB fazer um pronunciamento contra o governo de Evo Morales e caso isso aconteça logo chegaria ao Brasil algum pronunciamento do Vaticano sobre a não intervenção em assuntos fora de lugar da CNBB.
Responder | Responder com citação | Citar
# Geraldo 23-01-2018 23:13
O Bernardo Kuster está estimulando (com toda razão) uma campanha popular católica para pressionar por um posicionamento critico da CNBB em relação a esse assunto. E é importante que também haja um pronunciamento do CELAM já que as posições de Evo encontram respaldo numa articulação esquerdista continental.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # João Pedro Strabelli 23-01-2018 13:05
Chaves, na Chavezuela, mandou o projeto de ficar eternamente no poder um milhão de vezes até se aprovado. O seguidor dele vai fazer diferente?
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Gêneto Eugenio 22-01-2018 00:27
Agora a pouco na Missa nosso Padre insistiu para que orassemos sem cessar pelos Cristão, na Bolívia em especial.
Uma boa notícia mas como alerta aqui não podemos relaxar.

Abraço.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade