Publicidade
Quinta, 01 Outubro 2015 15:16

Quando ninguém mais souber quem é sua mãe e seu pai - A vitória da IDEOLOGIA DE GÊNERO

Postado por

Holanda. Uma lésbica está grávida de um homem gay. Não, eles não sentem a menor atração um pelo outro, mas fizeram um esforço para copularem e realizarem a fecundação. Ela é “casada” com uma mulher, e ele é “casado” com outros dois homens. Eles assinaram um documento estabelecendo que cada um dos CINCO PAIS terá direitos iguais sobre a educação e custódia da criança, que será criada em duas residências, de forma alternada (Fonte: Vice).

Mais uma vez, o “profeta” Aldous Huxley lacrou. Escritor inglês, falecido em 1963, ele é autor do livro de ficção – ficção essa cada vez mais real – “Admirável Mundo Novo”, que pinta o quadro de um futuro hipotético em que já não existe o conceito de família (a leitura dessa obra é essencial para entendermos a sociedade atual). Isolado e alienado do sentido de si, o indivíduo buscará sua realização e segurança no consumo e nas benesses do governo.

Na Europa e nos EUA, já existe um grande número de pessoas que não conhecem seus pais, pois foram gerados por inseminação artificial. Muitas dessas vítimas estão formando associações para tentar identificar o doador do esperma que os gerou. Ser “mãe solteira” já não é mais somente resultado de um abandono unilateral, mas de um capricho proposital feminino. “Dane-se se meu filho não vai ter pai, eu quero é realizar meu sonho!”.

Voltando ao caso da criança “filha” de cinco pais, na Holanda. Os casais divorciados bem sabem as dificuldades de criar uma criança em duas casas... Agora imaginem se as lésbicas se divorciarem e o trio de homens se desfizer. A criança terá sua rotina alternada em três, quatro... cinco casas? E terá que ser submetida ao drama de, eventualmente, se adaptar ao novo par de cada um de seus “pais”?

Não pensem que esse é um caso isolado. As "famílias" multiparentais estão se espalhando pelo mundo, além dos mais bisonhos tipos de caricaturas familiares (na Argentina, este ano, foi registrado o primeiro bebê com três "pais", e a Grã-Bretanha legalizou a fertilização in vitro com o DNA de três pais). E mulheres miseráveis de países pobres (Índia, Tailândia) estão tendo seus úteros alugados em verdadeiras chocadeiras humanas, para atender à demanda de consumo de bebês das pessoas mais ricas.

O fato é: se as figuras materna e paterna se esfacelam em três, quatro, cinco ou mais indivíduos, certamente a sua representatividade e importância diminuirá. Quanto mais “pais” e “mães” a criança tiver, menor será a autoridade e o papel afetivo de cada um deles, e, no fim, a família valerá cada vez menos.

Vejam o que está acontecendo com a arte: quando tudo e qualquer coisa pode ser chamada de "arte", é o fim da noção verdadeira de arte, é o fim da própria arte (até um pedaço de papel higiênico borrado de cocô pode ser exposto em grandes museus e galerias). Da mesma forma, quando tudo pode ser família, é o fim da família.

FAMÍLIA FRACA = ESTADO E MEGA-EMPRESAS MAIS FORTES

Quem ganha com o fim da família? O Estado – de quem o indivíduo será cada vez mais dependente – e as grandes corporações, que detêm o poder financeiro. Súdito teleguiado do Estado e das mega-empresas: eis o homem e a mulher do futuro.

Sobre isso, leiam com atenção o alerta do italiano Federico Iadicicco, eminente ativista pró-vida e pró-família:

A involução do sistema econômico mundial produziu a concentração do capital nas mãos de pouquíssimos, que preferem a especulação financeira e a exploração de mão de obra barata em vez de investirem para aumentar a riqueza comum. Esses poucos têm uma capacidade financeira tão grande que podem determinar e influenciar as escolhas políticas. (...) Esses poderes visam hoje a desintegração de todos os organismos intermédios, destruindo laços comunitários e relacionais para ampliar o seu poder, tornando o homem cada vez mais sozinho e incapaz de relacionamentos. Destruir a família significa tornar homem só, torná-lo um consumidor e súdito perfeito, que consome compulsivamente para tentar preencher sua solidão e que não é mais capaz de tecer relações sociais e comunitárias que possam ser um perigo para a gigantesca indústria que nos governa.
A perspectiva mais perigosa, no entanto, o verdadeiro salto para esses poderes financeiros, acontece com a prática do útero de aluguel: quando o homem não souber mais quem é a sua mãe nem o seu pai, quando forem destruídos os laços parentais e, com eles, a nossa própria identidade, então o projeto estará realizado.

- “O poder financeiro está por trás da propagação da ideologia de gênero?” Site da Zenit (recomendamos que esse artigo seja lido na íntegra).

A família é golpeada terrivelmente pelo divórcio, pela cultura do filho único e pelo sexo fora do casamento. Mas quem arrombou a porteira desse caos foi a elevação civil de uniões gays ao status de “casamento” e a permissão da adoção de crianças por duplas gays.

Ora, se uma criança pode ser registrada como filha de dois pais ou duas mães, porque não ser oficialmente reconhecida como filha de duas mães e um pai? Ou de três pais e três mães? Enfim, as possibilidades de ataque ao direito natural mais básico são infinitas.

Todos os países do chamado Ocidente promoveram leis contra a família: uma lei contra a "homofobia" para amordaçar quem pensa diferente, uma lei sobre a propagação da teoria de gênero nas escolas para manipular as nossas crianças, uma intervenção para simplificar os divórcios, uma lei que implanta o casamento entre pessoas do mesmo sexo e as adoções homossexuais. Uma verdadeira agenda ditada por oligarquias financeiras supranacionais para desintegrar a comunidade que fundamenta a sociedade.

- Federico Iadicicco

Como cristãos, não podemos ficar de braços cruzados vendo esse programa diabólico se materializar. Os jovens devem abrir os olhos e deixar de ser bocós, dizendo "amém" para tudo o que seus professores falam. E os pais, caso saibam que seus filhos estão sendo expostos à ideologia de gênero na escola, podem e devem fazer uma notificação extra-judicial. O vídeo abaixo explica como fazer isso.

*****

Por falar em casamento gay, na entrevista papal durante o seu voo EUA-Roma, questionado sobre os casos de funcionários que se recusaram a celebrar casamentos entre pessoas do mesmo sexo, Francisco afirmou: “A objeção de consciência é um direito". Essa declaração do Papa foi um evidente apoio à tabeliã americana Rowan Kim Davis, que foi presa por cinco dias em setembro, por se recusar a emitir licenças para "casamentos" gay. O Vaticano confirmou que o Papa teve um encontro com a tabeliã, durante sua visita aos EUA (Fonte: ACI).

6909 Quarta, 12 Abril 2017 14:06

Comentários   

+7 # Maria Clara Ferreira 13-04-2017 00:20
Por isto é muito importante o Escola sem Partido! Impedir que os professores passem por cima de suas atribuições e acabem colocando os filhos contra os pais em diversos assuntos... Que, diga-se de passagem, sempre foi o plano dos comunistas.
Responder | Responder com citação | Citar
+3 # Alex Hoffmann 12-07-2016 20:27
E eis que, se alguém tinha alguma dúvida, aqui está: http://www.sed.sc.gov.br/index.php/imprensa/noticias/27284-estudantes-apresentam-trabalho-sobre-direitos-humanos-em-feira-de-ciencias Ideologia de gênero sendo estudada a fundo na grande maioria das escolas, e a galera vai fundo.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Patrick 02-05-2016 14:35
ATENÇÃO - Alerta urgente: Dilma introduz ideologia de gênero por decreto: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2016/Decreto/D8727.htm Sugiro ao O Catequista, devido ao grande alcance que tem, que crie uma petição contra esta medida de nossa presidanta. Que Maria Santíssima proteja nosso País. Paz e Bem!
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # ALEXANDRA 08-03-2016 23:59
Nenhuma país é obrigado a aderir esse tipo de violência contra a criança e contra infância, é uma desconstrução da identidade, o povo brasileiro não aceita isso, por tanto cabe a toda sociedade cortar esses modismos pela raiz. VAMOS VOTAR EM MILITARES E EM CRISTÃO.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Aline 26-10-2015 16:54
Disfarçadamente eles vão inserindo os conceitos... Vejam a prova do ENEM desse ano: https://www.facebook.com/814542028664635/photos/a.825659350886236.1073741829.814542028664635/841738519278319/?type=3
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sara Morais 06-10-2015 01:39
Texto muito sensato! Mas, impossível lê-lo sem sentir tristeza pela situação assombrosa do mundo... Que o Senhor tenha misericórdia e nos dê coragem para ir de encontro a tudo isso. Enfim, mais uma vez, vocês estão de parabéns, meus catequistas!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Vinicius 05-10-2015 18:09
Ler esse texto me deixa triste e, ao mesmo tempo, assustado. Parece que não há como parar essa onda de desintegração da família. A sociedade parece voraz no ataque à moral, à sexualidade, à família e, consequentemente, A SI PRÓPRIA!!! Estou prestes a me casar e só fico pensando em como será daqui a alguns anos, quando eu tiver meus filhos e eles forem expostos a esse mundo devastado pela ação do demônio. Tenho medo, não posso negar, e me proponho a orar cada vez mais para que minha família possa ser protegida pelas mãos do Senhor. Que todos nós, povo católico, possamos orar o máximo possível para que, ainda que sejamos os únicos, permaneçamos na Vontade do Senhor. E que também possamos agir, trabalhar por isso. Que o Senhor tire esse medo de mim, e todos nós.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alisson Celestino 03-10-2015 21:43
Stéphanie, o nome do Padre é José Augusto, ótimo sacerdote, em 2010 ele mudou na hora a homilia para pedir aos católicos pra não votarem no pt, depois disso a justiça pediu pra ele não mais aparecer na tv, abaixo está o link da homilia que ele fez neste dia, no título do vídeo fala que a CN se acovardou, mas não vejo assim, pois teria o risco de perder a concessão do canal como disse a nossa irmã Christiane. https://www.youtube.com/watch?v=6Qln88pzEHU
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Stéphanie 05-10-2015 03:32
Obrigada, Alisson. Agora me lembrei de já ter visto este vídeo. Mas não sabia que tinha repercutido dessa forma. Como a verdade e o bem incomodam.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # carlos 04-10-2015 13:15
E no entanto a Doutrina da Igreja diz claramente que a igreja não pode indicar partidos e candidatos, mas pode vetar! E vetados são aqueles partidos que são comunistas ou ligados ao comunismo, os partidos abortistas, etc. Ou, seja praticamente todos os partidos do Brasil. Não podemos ter certamente um partido "católico", mas os parlamentares e candidatos católicos de fato - e não só de nome - , como Eros Biondini, tem que pensar em alternativas partidárias, não necessariamente católicas, mas que possam ser alternativas que não apresentem problemas de consciência aos cristãos e pessoas íntegras, que porventura neles votarem. E é claro que devem ser alternativas que não se limitem a serem pro-vida e pro-família no sentido antiabortista dessas palavras. Mas que também sejam fortemente a favor da emancipação econômica e politica dos mais pobres, pois como diz o papa Francisco, o comunismo nos roubou a bandeira do amor aos pobres e sabemos para quê: para usurpar uma representação não outorgada a eles pelos pobres que são usados como mera cobaia e massa de manobra de lutas ideológicas. E POR FALAR EM IDEOLOGIA de GÊNERO vejam nesse artigo a estreita proximidade afetiva e efetiva entre IDEOLOGIA DE GENERO e PEDOFILIA: https://cristianderosa.wordpress.com/2015/10/01/breve-historia-do-ativismo-pedofilo/
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Renan 03-10-2015 08:18
QUANDO NINGUÉM MAIS COMBATER COM FIRMEZA A DEFESA DA FAMILIA – A vitória da IDEOLOGIA DE GÊNERO! Concordam? A começar dos altos eclesiásticos alertando, chegando até a nós católicos, o povo, jamais votando em partidos psicopatas e anti Cristo, como nos comunistas do PT e seus apoiadores, caso PMDB, PP, PRB(do E Macedo-IURD)... Conto outra: "Por determinação da 43ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em 2005, celebra-se, em todo o Brasil, de 1 a 8 de outubro, a Semana Nacional da Vida e no dia 8 de outubro o Dia do Nascituro, ou seja, o Dia pelo direito de nascer. “A Semana Nacional da Vida e o Dia do Nascituro são ocasiões para que toda a Igreja continue afirmando sua posição favorável à vida desde o seio materno até o seu fim natural, bem como a dignidade da mulher e a proteção das crianças” (Dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário geral da CNBB). Parabéns, CNBB! No entanto... Porque a CNBB não interpela veementemente o PT que age em direção oposta, sendo o promotor e impostor oficial partidario do aborto no Brasil, além doutras mazelas, como a alucinada IDEOLOGIA DE GÊNERO e esclarece à população o motivo de suas atitudes, conclamando o povo a repudiá-lo? De como defenderia os direitos dos nascituros se não investe contra o promotor-mor do genocídio infantil - a raiz do males - a peste comunista PT? Na net há quase unanimidade de a CNBB ser sucursal dele, pois seria omissa e/ou conivente - já que não interpela seus procedimentos! Sempre menciono a "DIREÇÃO" da CNBB; nem todos os Revmos Bispos concordariam com os posicionamentos da sua estranha direção!
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Christiane 03-10-2015 13:03
Renan, o único padre que eu vi fazendo isso em rede nacional, na Canção Nova, foi condenado ao ostracismo. Não pode celebrar Missas televisionadas e nem participa de programas ou faz pregações em acampamentos televisionados, sob pena de a Canção nova perder a concessão de seu canal. É mole ou queres mais?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Mauro Carvalho 05-10-2015 19:58
Padre José Augusto, rezemos por ele.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Renan 04-10-2015 20:13
Sim e não: sim, os comunistas cassariam as licenças e daí, em cada paroquia, cada padre começaria a alertar o povo e promover uma revolta geral - uma cruzada contra os comunistas - acuaria-os, tenho certeza! Os comunistas são diabólicos: são derrotados por oração e firmeza; o diabo tem poder limitado frente à oração e destemor de pessoa de fé, certo?!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Stéphanie 03-10-2015 20:23
Qual foi esse sacerdote, Christiane?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # lenieverson 02-10-2015 17:02
Eh o que se chamam de tentativa de se fazer a tal reengenharia social.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # MARIA APARECIDA NOGUEIRA.cida 02-10-2015 08:29
É a rejeição do Deus Vivo entre nós o que querem inculturar. As ameaças que se erguem contra a vida humana são visíveis, desrespeitando seus direitos, da concepção à morte. Os meios que temos hoje nos permite conhecer em de talhes a fecundação e o desenvolvimento da vida humana. Temos conhecimento profundo de que é Deus quem tece com onipotencia cada vida humana. É no coração da família, diz o Papa, que a pessoa se integra com naturalidade e harmonia a um grupo humano, superando a falsa oposição entre o individuo e a sociedade. A experiência da Vida de Deus em nossas vidas não nos pode deixar indiferentes.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # laudivino 01-10-2015 18:09
Temos que fazer o que pertence a nos fazer, o que esta ao alcance de nossas forças.O que esta alem de nossas forças, temos que entregar nas maos de Deus e da Virgem Maria.Porque esta escrito que as portas do inferno nao prevalecera sobre a Igreja, Catolica, Apostolic, Romana.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # CARLOS 02-10-2015 01:33
E quando os grandes poderes econômicos e politico-ideológicos já tiverem alcançado seus propósitos de isolar o indivíduo para que eles tenham domínio sobre esse sujeito frágil e indefeso, talvez muitas escolas (quiçá “católicas”) nem se lembrarão do “inocente” apoio que deram a isso, abolindo um patrimônio da comunidade – como o dia da mãe ou o dia do pai – para troca-lo por um “inocente” “DIA DO AMOR”. O que me faz lembrar um menino que riscando um mero fósforo para fazer foguinho miúdo, foi-se embora do quintal todo inocente, deixando o foguinho ali. Quando horas mais tarde um enorme incêndio arrasou com o bairro, o menino estava no meio da multidão apavorada e em fuga, dizendo: “Caramba de onde veio todo esse fogo!!??!!”
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Juliano A.R.P 01-10-2015 18:04
Sem falar que depois da aprovação do Estatuto da Família aqui no Brasil, um grande grupo de alienados, manipulados pelo movimento de esquerda andam espalhando asneiras por aí. Chegam ao cúmulo de afirmar que Jesus não seria privilegiado com a definição de família estabelecida pelo estatuto. Não conseguem interpretar a lei e insatisfeitos pelo resultado, se tornam fantoches nas mãos de perversos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # CARLOS 02-10-2015 01:25
E quando os grandes poderes econômicos e politico-ideológicos já tiverem alcançados seus propósitos de isolar o indivíduo para que eles tenham domínio sobre esse sujeito frágil e indefeso, talvez muitas escolas (quiçá "católicas" nem se lembrarão do "inocente" apoio que deram a isso, abolindo um patrimônio da comunidade - como o dia da mãe ou o dia do pai - trocando-o por um "inocente" "DIA DO AMOR". O que me faz lembrar um menino que riscando um mero fósforo para fazer foguinho miúdo, foi-se do quintal todo inocente. Quando horas mais tarde um enorme incêndio arrasou com o bairro, o menino estava no meio da multidão apavorada e em fuga, dizendo: "Caramba de onde veio todo esse fogo!!??!!" Ideologia de Gênero = NOVA COLONIZAÇÃO DA RAÇA HUMANA!
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Maria Eddy 01-10-2015 17:59
Olá, Catequistas! Sim, essa "onda" de gênero está deixando todo mundo maluco, animalizado. E o que dizer daquele programete da GNT, que fala sobre "casais" de três? Numa análise rasa, eu diria que são todos imaturos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # CARLOS 02-10-2015 01:24
E quando os grandes poderes econômicos e politico-ideológicos já tiverem alcançados seus propósitos de isolar o indíviduo para que eles tenham domínio sobre esse sujeito frágil e indefeso, talvez muitas escolas (quiçá "católicas" nem se lembrarão do "inocente" apoio que deram a isso, abolindo um patrimônio da comunidade - como o dia da mãe ou o dia do pai - trocando-o por um "inocente" "DIA DO AMOR". O que me faz lembrar um menino que riscando um mero fósforo para fazer foguinho miúdo, foi-se do quintal todo inocente. Quando horas mais tarde um enorme incêndio arrasou com o bairro, o menino estava no meio da multidão apavorada e em fuga, dizendo: "Caramba de onde veio todo esse fogo!!??!!" Ideologia de Gênero = NOVA COLONIZAÇÃO DA RAÇA HUMANA!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Stéphanie 01-10-2015 17:24
Viviane, Parabéns, vc escreve muito bem. Muito pertinente o texto. Assusta-me muito esta jornada contra a família. Aproveitando o ensejo,ontem li um artigo de um medico americano do hospital John Hopkins que baniu a cirurgia de mudança de sexo, tanto para adultos, quanto, pasmem, para bebês meninos q nascessem com graves ma formações genitais. Parece que isso é tido como pratica terapêutica para evitar que a criança cresça com o genital mal formado. Como se a mutilação, extirpação das gônadas e inejeçoes de hormônio fossem soluções muito humanas. Gente doente usando crianças da firma mais torpe como objeto de pesquisa pra suas ideias torpes. A parte boa é que o médico argumenta muito bem contra tudo aquilo e explica muito bem à luz da verdadeira ciência porque tais praticas são abomináveis.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Mariana 01-10-2015 16:26
Estou nos EUA e aqui essa agenda já avançou muito. Ontem fomos visitar uma cidade aqui perto. Perdidos na cidade, porque enfim, tudo é novidade. Tudo muito bonito, arrumado, limpo, ordenado. Chegamos num bairro gay, e eu "Valha-me, homem, todas as casas tem bandeiras do arco-íris". Paramos para ele procurar um aparelho celular numa loja e eu fui tomar um sorvete. Na saída tinha um homem como se fosse um daqueles evangélicos "você já ouviu falar de Jesus?" pedindo DINHEIRO para a ""causa"" transgênera. Nas ruas as pessoas com caras de loucas. Mulheres de cabelo semi-raspado, jovens que não se distingue se homens ou mulheres. E aqui eles também dançam na mesma coreografia dos "proibidões", na rua mesmo. Um guarda-roupa digno do Kurt Cobain com toques de vulgaridade pornográfica. Muitas pessoas já vieram nos parabenizar por nossa família. Aqui onde o aborto é legal é difícil ver uma família com filhos em escadinha. É difícil ver uma família com pai e mãe.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 01-10-2015 17:19
"Muitas pessoas já vieram nos parabenizar por nossa família". Graças a Deus, em meio a essa visão do inferno que você descreveu, a beleza de uma família tradicional e numerosa ainda comove os corações. A beleza salvará o mundo, disse Dostoiewski. Que o Senhor permita que a beleza se sua família seja instrumento para a salvação de muitos.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade