Publicidade
Segunda, 09 Abril 2018 09:33

Alegrai-vos e Exultai: um chamado de Francisco à Santidade

Postado por

Seja santo, Povo Católicooo!!!

Papa Francisco lançou mais uma Exortação Apostólica e, mais uma vez, estamos aqui para te ajudar a destrinchar e aproveitar tudo da melhor maneira. 

O nome deste novo documento é GAUDETE ET EXSULTATE ("Alegrai-vos e Exultai", como em Mt 5, 12) e mais uma vez o Papa mostra estar em perfeita sintonia com o que está acontecendo com a sua Igreja. Toda a nova exortação é dedicada nos chamar à nossa verdadeira vocação: a santidade. 

"Ele (o Senhor) nos quer santos e não espera que nos conformemos com uma existência medíocre, aguada, liquefeita."

- Papa Francisco em Gaudete et Exsultate (1)

 -

CAPÍTULO I - O CHAMADO À SANTIDADE

Francisco recorda o que é verdadeiramente a santidade. Com o tempo, os membros da Igreja talvez tenham perdido a noção da sua verdadeira missão, por acreditarem que ser santo é algo reservado apenas para quem morre "bonzinho", e não algo para ser vivido no mundo atual.

Sobre isso, o Papa nos recorda que os santos que estão no Céu, estão em pleno relacionamento conosco, porém, também devemos prestar atenção aos santos que estão próximos de nós, na "porta ao lado".

"Eu gosto de ver a santidade no povo de Deus: nesta perseverança para seguir adiante dia a dia, vejo a santidade da Igreja Militante. A santidade da 'porta ao lado'; 'a classe média da santidade'."

"Não se trata de desanimarmos ao contemplar modelos de santidade que nos parecem inalcançáveis."

- Papa Francisco em Gaudete et Exsultate (7 e 11)

Com estas palavras, Francisco mostra que a santidade é um chamado para todos. Não apenas para os mártires, para os que dão a vida pelo outro ou para aqueles que conseguem viver as virtudes em níveis heroicos. É para todos, da forma como nos seja possível.

Devemos nos esforçar para sermos santos dentro da nossa realidade, que pode significar simplesmente fazer bem o nosso trabalho ou cuidar bem da nossa família. O Papa mostra a pequena via da santidade (como Santa Teresinha já havia feito) quando cunha a expressão "classe média da santidade", e mostra que não precisamos nos sentir excluídos do chamado porque olhamos para modelos que nos parecem inalcançáveis.

A santidade é um chamado para todos!

 

CAPÍTULO II - DOIS SUTIS INIMIGOS DA SANTIDADE

No segundo capítulo são apresentados os grandes vilões de quem busca ser santo nos dias de hoje: o neo-gnosticismo e o neo-pelagianismo. Se você acha que já ouviu falar disso em algum lugar, sua impressão está correta! Há pouco mais de um mês (no dia 01/03), a Sagrada Congregação para Doutrina da Fé lançou um documento falando justamente sobre esses temas. E, claro, nós de O Catequista já destrinchamos tudo e você pode ler clicando aqui.

Sobre o novo gnosticsismo:

"De fato, se trata de uma superficialidade vaidosa: muito movimento na superfície da mente, mas não move e nem comove a profundidade do pensamento."

- Papa Francisco em Gaudete et Exsultate (38)

Sobre o novo pelagianismo:

"Quando se dirigem aos mais frágeis dizendo que tudo se pode com a Graça de Deus, no fundo querem transmitir a ideia de que tudo se pode com a vontade humana"

"Muitas vezes, contra a vontade do Espírito, a vida de Igreja se converte em uma peça de museu, algo para poucos."

- Papa Francisco em Gaudete et Exsultate (49 e 58)

 

CAPÍTULO III - À LUZ DO MESTRE

Francisco explica passo a passo a grande receita para a santidade: as bem-aventuranças. E destaca o que ele chama de "Grande Protocolo", que é a atenção aos mais pobres, às periferias espirituais, que são a grande tônica do pontificado de Francisco.

AGORA PRESTE ATENÇÃO! Nesta parte da exortação, o Papa aproveita para deixar clara sua posição: explica a sua preferência pelos pobres e critica quem acha que isso é comunismo!

"Lamento que às vezes as ideologias nos levem a erros nocivos. Por uma parte, o dos cristãos que separam as exigências do Evangelho da sua relação pessoal com o Senhor, da união interior com Ele, da sua graça.

Também é nocivo e ideológico o erro de quem vem suspeitando do compromisso social dos demais, considerando algo superficial, mundano, secularista, inmamentista, comunista, populista. A defesa do inicente que não nasceu, por exemplo, deve ser clara, firme e apaixonada. Mas igualmente sagrada é a vida dos pobres que já nasceram, que vivem na miséria."

- Papa Francisco em Gaudete et Exsultate (100 e 101)

Recado dado. Límpido e claro. Quem tiver ouvidos, que ouça...

Ainda neste capítulo, o Papa fala do poder de entorpecimento das redes sociais e da quantidade de informação que recebemos todos os dias. Também cita o consumismo, como já fez várias vezes, ao falar sobre a Cultura do Descarte.

"O consumismo hedonista nos impõe um fardo. Também o consumo de informação superficial e as formas de comunicação rápida e virtual podem ser um fator de entorpecimento que leva todo o nosso tempo e nos afasta da carne sofredora dos irmãos."

- Papa Francisco em Gaudete et Exsultate (108)

 

CAPÍTULO IV - ALGUMAS NOTAS SOBRE A SANTIDADE NO MUNDO ATUAL

É um capítulo dedicado a explicar as cinco características que o Papa considera indispensáveis para a caminhada rumo à santidade. São elas:

  • Perseverança, paciência e mansidão
  • Alegria e senso de humor
  • Audácia e fervor
  • Vida comunitária
  • Oração constante

Segundo o pontífice, esses são antídotos para os males do homem do nosso tempo, que ele chama de "riscos e limites da cultura de hoje".

"(...) a ansiedade nervosa e violenta que nos debilita; a negatividade e a tristeza; a acídia (preguiça espiritual) cômoda, consumista e egoísta; o individualismo, e tantas formas de falsa espiritualidade sem encontro com Deus, que reinam no mercado religioso atual."

- Papa Francisco em Gaudete et Exsultate (111)

 

CAPÍTULO V - COMBATE, VIGILÂNCIA E DISCERNIMENTO

Uma verdadeira direção espiritual para quem deseja levar à sério o chamado à santidade!!!! Vale muito a pena destacar este capítulo em especial, e trabalhá-lo dentro do seu movimento, comunidade ou mesmo com seu diretor espiritual.

O Papa propõe um combate contra as tentações do demônio para que seja possível anunciar verdadeiramente o Evangelho.

"A vida cristã é um combate permanente. Se requer força e valentia para resistir as tentações do demônio e anunciar o Evangelho. Esta luta é muito bela, porque nos permite celebrar cada vez que o Senhor vence em nossa vida."

- Papa Francisco em Gaudete et Exsultate (158)

 

E FINALIZANDO...

Francisco fez uma grande Exortação Apostólica. Lembrando o caminho de santidade que Cristo estabeleceu há 2000 anos: as bem-aventuranças. E lembra que este não é um caminho apenas para pessoas muito especiais, mas um chamado a todos nós, principalmente através da "pequena via", de que Santa Teresinha já falava.

A santidade não é um prêmio para quem morre bonzinho, é um serviço urgente para a Igreja de Cristo.

Sejam santos!

------

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: este artigo foi escrito antes da liberação da versão do documento em português. A tradução é nossa, portanto, pode ter pequenas diferenças em relação ao documento original.

Para ler a exortação na íntegra, vá em: http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/apost_exhortations/documents/papa-francesco_esortazione-ap_20180319_gaudete-et-exsultate.html

------

Na próxima quinta, dia 12 às 19h, tem o LANÇAMENTO OFICIAL DO NOSSO NOVO LIVRO: As Verdades que nunca te contaram sobre a Igreja Católica! Será na Livraria Saraiva do Botafogo Praia Shopping (no RJ), pertinho do Metrô Botafogo! Esperamos você lá! Convide os amigos...

Ei... quer que façamos um evento de lançamento aí na sua cidade? Então deixe a sugestão nos comentários!!! A gente quer conhecer todos vocês!

2195 Segunda, 09 Abril 2018 14:57

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade