Publicidade
Segunda, 30 Novembro -0001 00:00

O Papa e a homilia do “fracasso” da Cruz: um evangélico inteligente explica

Postado por

“E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz”. Essas palavras cheias de sabedoria foram ditas pelo Papa Francisco em sua homilia em Nova Iorque (24/09). Algumas pessoas – por ódio, maldade ou por pura ignorância – estão tirando a frase de seu contexto e distorcendo o seu sentido.

Em um dos muitos sites furrecas evangélicos que estão distorcendo essa homilia e xingando o Papa de “Besta do Apocalipse”, tive a alegria de encontrar entre os comentários de leitores esse prudente comentário de um irmão evangélico:

evangelico_cruz

Em meio a tantas criaturas com o cérebro embotado e a língua cheia de veneno, é bom saber que há pessoas intelectualmente honestas e atentas, que não servem como instrumentos de Satanás – o pai da mentira – para a difusão de inverdades.

Afinal, o Papa não disse nada diferente do que Isaías e São Paulo proclamam na Bíblia: o Messias é desprezado, é visto como “escória da humanidade”; a cruz é um escândalo, é loucura, DO PONTO DE VISTA HUMANO.

Era desprezado, era a escória da humanidade, homem das dores, experimentado nos sofrimentos; como aqueles, diante dos quais se cobre o rosto, era amaldiçoado e não fazíamos caso dele.”

- Is 53,3

“Já que o mundo, com a sua sabedoria, não reconheceu a Deus na sabedoria divina, aprouve a Deus salvar os que creem pela loucura de sua mensagem. Os judeus pedem milagres, os gregos reclamam a sabedoria; mas nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos.

- I Cor 1, 21-23

Acaso Isaías chamou o Messias de “escória da humanidade”? Claro que não! Ele estava dizendo que, com sua visão limitada, as pessoas O veriam assim. Acaso São Paulo afirmou a mensagem de Deus é uma “loucura”? Óbvio que não! Ele quis dizer que tal mensagem é loucura somente do ponto de vista humano.

Da mesma forma, o Papa Francisco não disse que a cruz de Cristo é um fracasso. Reparem na expressão que o Papa usa: “HUMANAMENTE FALANDO”. Ou seja, a morte na cruz é um fracasso sob o olhar dos homens, não de Deus.

fracasso_cruz

E o Papa continua, nessa homilia, convidando os cristãos a imitar Cristo, tomando a sua cruz. Pois muitas vezes parece que a nossa missão não dá frutos, não é eficiente; aos olhos do mundo, é como se não tivéssemos sucesso. Mas Deus nos chama a ver as coisas de outro modo. Confira:

Podemos ficar encastrados quando medimos o valor dos nossos esforços apostólicos pelo critério da eficiência, do funcionamento e do sucesso externo que governa o mundo dos negócios. Não digo que estas coisas não sejam importantes! Foi-nos confiada uma grande responsabilidade e o povo de Deus, justamente, espera resultados. Mas o verdadeiro valor do nosso apostolado é medido pelo valor que o mesmo tem aos olhos de Deus. Ver e avaliar as coisas a partir da perspectiva de Deus chama-nos para uma conversão constante ao primeiro tempo da nossa vocação e – nem é preciso dizê-lo – a uma grande humildade. A cruz mostra-nos uma maneira diferente de medir o sucesso: a nós cabe-nos semear, e Deus vê os frutos do nosso trabalho. E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz.
“Sei que muitos de vós estais a enfrentar o desafio que supõe a adaptação a um programa pastoral em evolução. Como São Pedro, peço-vos que, perante qualquer prova que tenhais de enfrentar, não percais a paz e respondei como fez Cristo: deu graças ao Pai, tomou a sua cruz e seguiu em frente.”

- Homilia completa: site do Vaticano

Portanto o Papa falou com clareza e em plena conformidade com as Escrituras. Ninguém é obrigado a gostar do sucessor de Pedro, mas quem sair espalhando infâmias com seu nome terá que responder por isso no Dia do Juízo. São Tiago disse que a língua, mesmo sendo um órgão pequeno, é capaz de levar o corpo todo para o inferno. Calúnia é pecado grave, pessoal!

2151 Segunda, 24 Julho 2017 18:53

Comentários   

+1 # Suris 28-11-2016 08:42
Paz e Bem, muito bom sua postagem até colhi subsídios para explicar aos colegas protestantes e, como alguém disse nos comentários, não são muitos que compreendem. Pois aqui no RS quando falo sobre qualquer assunto relacionado ao querido Papa Francisco os irmãos assembleianos ficam perplexos (neste assunto ficou claríssimo a fala do Papa sobre o pensamento humano da cruz) e poucos ainda com dificuldades aceitam minhas colocações ou engolem em seco. Devagar está mudando, dentre treze contando filhos, nora e genro alem da mãe, na minha família seis me compreendem.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Emerson 17-11-2016 20:40
Obrigado catequista!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Emerson 10-11-2016 16:46
Ah! Sim, vi alguns comentários de pessoas citando evangélicos acessando fóruns e sites católicos e vice-versa. Bem, vim parar aqui exatamente em busca do vídeo completo ou da homilia escrita do caso citado. Desculpem por alguns erros de ortografia que os identifiquei após ter enviado. Eu também erro, sou humano, rs...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 10-11-2016 17:47
Nós linkamos a homilia completa em nosso texto. De qualquer forma, aí vai o link: http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/homilies/2015/documents/papa-francesco_20150924_usa-omelia-vespri-nyc.html
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Emerson 10-11-2016 16:38
Eu ainda não pude dar uma posição firme sobre o fato, pois para isso teria que assistir ao vídeo inteiro. Caso o Francisco tenha falado fora de contexto de maneira nua e crua como vemos no vídeo de poucos minutos, realmente foi uma heresia. Posso até explicar o porquê para quem realmente estiver disposto e aberto para a verdade bíblica. Porém, para eu dizer isso, preciso ver o vídeo inteiro, ver o contexto, se realmente ele estava falando da perspectiva humana sobre a Via Crucis ou é a opinião dele. Eu seria desonesto pegando somente um trecho do vídeo e emitindo uma opinião. Seja com ele ou com qualquer líder religioso, bom ou ruim. Só que as pessoas são muito tendenciosas e muito irracionais quando se trata de fé, a Palavra de Deus nos chama para um culto racional, (Romanos 12:1) e por isso fiz um teste. Apesar de não ser da Universal, perguntei para alguns católicos que odeiam o Edir Macedo, o seguinte: O que você pensaria se ouvisse da boca do Edir Macedo a seguinte frase: "A via-crucis foi o fracasso de Deus". Até agora todos disseram: Heresia, abominação, falta de temor. De repente os ouvintes, pensaram na minha pergunta e disseram: - Você disse que caso eu ouvisse da boca do Edir, isso significa que ele disse ou não? - Eu respondi: não, ele não disse. - Me perguntaram, alguém disse isso? - Respondi: Sim - Quem foi? Me questionaram. - Foi o Papa Francisco, respondi. Logo em seguida vem o mesmo argumento que está sendo dito aqui: Ah! Mas temos que ver o contexto. As pessoas que não são católicas que falar mal dele etc. CONCORDO em ver o contexto! Mas se estamos ao lado da verdade, deveria ter o mesmo critério para o Edir Macedo! Ou para o time rival! Escuto muitas coisas de pessoas com fé diferente e muitas delas estão certas! Não posso deixar de concordar só porque a frase veio de alguém que não torce pelo mesmo time, que não levanta a mesma bandeira ou que não professa a mesma fé! O próprio Jesus cita um juíz iniquo (Lucas 18.1-8). Paulo cita frase de poetas seculares (Atos 17:28). Mesmo não sendo do mesmo time, citam atitudes ou frases ditas por aqueles que nem tinham a mesma fé. Jesus poderia deixar de citar que esse juiz não era temente a Deus. Paulo não precisava citar um apanhado de frases dos poetas gregos Epimênides e Arato, ou ainda de Cleanto. No entanto, fizeram. Porque outras pessoas de outras formas de fé (ou sem fé) também podem produzir coisas boas ou podem ser mal interpretadas. E por esse motivo, venho aqui pedir a vocês que tem acesso a todo conteúdo da homilia que me passassem, pois se realmente é algo fora de contexto, não terei problema nenhum em dizer para aqueles que estão criticando que a coisa não foi bem assim. Agora sobre a tirinha. Podem-se usar diversos argumentos, mas usar Isaías falando sobre escória da sociedade não é uma explicação razoável, pois o significado de escória é: "a parte mais desprezível". E realmente foi o que fizeram com Cristo e esse é o contexto: "e não fazíamos caso dele". É na perspectiva do homem que ele era desprezível. Não era a perspectiva de Deus (pois seu filho é precioso) nem de Isaías. Isaías estava relatando dentro de um contexto da profecia quem seria Jesus para os homens. Não era a opinião de Isaías. A segunda frase da tirinha cita o apóstolo Paulo. Mas vamos para o versículo em que ele disse tal coisa: “Já que o mundo, com a sua sabedoria, não reconheceu a Deus na sabedoria divina, aprouve a Deus salvar os que creem pela loucura de sua mensagem. Os judeus pedem milagres, os gregos reclamam a sabedoria; mas nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos. – I Cor 1, 21-23 O apóstolo Paulo deixa claro para quem é loucura: "Já que o mundo, com a sua sabedoria", "loucura para os pagãos". A tirinha ficou fora de contexto e não rebateu a crítica. Porque se o Francisco disse fora de contexto, ele afirma: "Esse é o fracasso de Deus", então, é ele afirmando e não outra pessoa. O correto seria ele explanar como o apóstolo Paulo, e poderia dizer assim: "Esse é o fracasso de Deus para o mundo" ou "Esse é o fracasso de Deus para os pagãos". Estou rebatendo a tirinha, independente de quem tenha dito. Poderia ter sido o Edir Macedo e a tirinha viesse de seus fiéis, o questionamento seria o mesmo. Não estou preocupado com a opinião dos católicos, dos evangélicos, nem flamenguistas, corinthianos ou são paulinos sobre o que foi dito. O importante é ver o que realmente foi dito e se está dentro de um contexto ou não. Outro problema, é que escuto muito católico ou evangélico dizendo: o padre errou, o pastor errou, mas é impressionante que o papa não pode errar (até os evangélicos o defende devido a sua carisma). Mesmo aqueles que consideram primeiro papa que foi Pedro errou! Por que os outros não podem? Ah! Sim... a história da infalibilidade papal que hoje anda de mãos dadas com infalibilidade pastoral... é engraçado que o pessoal acha supostos erros na bíblia, mas seus líderes nunca erram. Outro dia li os comentários aqui e fiquei impressionado com a rivalidade de algumas pessoas. Um se identifica como católico e fala dos protestantes, os quais, acredito que se existe são poucos. Porque ultimamente se temos que protestar contra alguma coisa é contra as aberrações que o povo faz contra a Palavra de Deus. Outro se identifica como evangélico e parte para a discussão. E os evangélicos, normalmente não protestam, pelo menos eu não me lembro de algo que eles venham protestar. O que sei é que muitos estão preocupados com seu bem estar e ser prósperos (outra distorção do evangelho). O máximo que fazem a maioria é criticar os outros (tem minoria de pessoais fiéis, mas infelizmente é minoria mesmo, assim como em outros lugares onde pessoas piedosas são de menor número). Resumindo, fica uma briguinha de times e isso faz me lembrar das palavras do apóstolo Paulo: 1 Coríntios 3 4 Quando, entre vós, um diz: Eu sou de Paulo, e outro: Eu, de Apolo, não é isto modo de pensar totalmente humano? 11 Quanto ao fundamento, ninguém pode pôr outro diverso daquele que já foi posto: Jesus Cristo. 22 Paulo, Apolo, Cefas, o mundo, a vida, a morte, o presente e o futuro. Tudo é vosso! 23 Mas vós sois de Cristo, e Cristo é de Deus.
Responder | Responder com citação | Citar
-1 # João Carlos Salvador Pereira 10-09-2016 16:20
Perdoem-me mas, é inaceitável os medíocres discursos de muitos protestantes ao afirmarem que o nosso Papa Chico (o chamo assim carinhosamente) é herege, anti-Cristo, filho do demônio e tantos outros. O nível inteligível deles é ridículo e o nível teológico ultrapassa o cúmulo do absurdo. Quando eu soube dessa fala do Papa Chico por comentários de colegas, me coloquei em postura de silêncio e posteriormente fui buscar algum vídeo desse conteúdo, encontrei e atentamente assisti. Após ter assistido duas vezes eu soltei uma altíssima gargalhada devido a insuficiência teórica dos protestantes que se dizem evangélicos kkkkkk. Só gargalhando mesmo. Pois, quem tem pelo menos o basicão de estudos teológicos sabe que a linguagem pelo Papa utilizada é uma linguagem exegética e por tanto a exegese teologal é a interpretação.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # devanildo 17-06-2016 09:50
Boa dia! Jesus era esperado por todos como A VINDA DO MESSIAS. Quando surge, Ele O Salvador, os discípulos vivem com ele, viram as maravilhas que ele fazia, expulsava demônios, curava doenças...Então, eles os discípulos, estavam ao lado do Grande mestre. Mas quando chegou a hora de Jesus, eles não imaginavam o que iria acontecer. "O fracasso". Visto Jesus sempre forte, poderoso,invencível. E ali ele preso, sendo humilhado, condenado a morrer na Cruz. ( Naquele tempo morrer em uma Cruz é ser um fracassado. Gálatas 3.13 – “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar. Porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro)” O que passou na cabeça dos Cristãos? O fracassado? O derrotado? São Lucas 9, 43-44 43.Todos ficaram pasmados ante a grandeza de Deus. Como todos se admirassem de tudo o que Jesus fazia, disse ele a seus discípulos: 44.Gravai nos vossos corações estas palavras: O Filho do Homem há de ser entregue às mãos dos homens!) É isto que o Papa quer nos passar nos dias de hoje. Pensamos que Deus esqueceu de seus filhos, que Jesus não é forte o bastante para estar conosco em dias tão atamancado. Vivemos sempre egoístas, esquecemos do próximo. Sabendo que Deus criou o Paraíso para nós, e para viver no "PARAÍSO TERRA", devemos cuidar, perdoar e o mais importante amar. Mas Jesus venceu a Cruz (O Fracasso), e como Jesus se vez homem como nós, para mostrar que também devemos passar pelo caminho da Cruz , e enfim vencer a morte como ele venceu!!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # João Pedro Strabelli 29-12-2015 10:53
Há algum tempo percebo que, nos comentários, há uma tendência a generalizar todos os protestantes. É como se todos eles fossem apenas de um único jeito, com uma única forma de agir e responder e uma única forma de conseguir adeptos. Mais que isso, fica parecendo que todos os cristãos que não seguem a Igreja Católica são automaticamente protestantes. E todos iguaizinhos. É fácil de perceber isso quando algum comentário elogia algo que algum protestante fez ou falou. Aí chovem reclamações. Bom, lembrando que o bom samaritano era de outra religião, e foi exatamente por isso que Jesus Cristo usou ele como exemplo, há protestantes de todos os tipos, como também há evangélicos de todos os tipos, católicos de todos os tipos e até cristãos de todos os tipos que não seguem religião nenhuma. Bons e ruins, que seguem de coração ou por costume. Não, não estou diminuindo minha Igreja nem minha fé. Se eu achasse que outro caminho me levaria mais perto de Deus já teria ido para ele fazia tempo. Mas é que a coisa não funciona desse jeito. Entender errado uma questão é agir errado. E neste ponto, o que aprendi neste meu quase meio século de vida, é que exemplo de vida, humildade e respeito funcionam muito. Muito mesmo. Aquela arrogância do eu estou certo e você está errado nunca funcionou — aliás, isso não é correção fraterna.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paulo 28-12-2015 17:14
Hoje mesmo, meses após essa polêmica, um colega meu de trabalho "abriu o verbo" em voz alta questionando repetindo mimeticamente a ladainha evangélica do "fracasso"...Apenas falei: Você leu a frase toda ou apenas aquela que a mídia publicou?? Você leu o contexto??? E repeti a mesma frase usada por São Paulo acerca da "loucura" da cruz para os homens... Meu colega botou a viola no saco...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Mário 26-10-2015 16:57
Ora, o próprio Cristo falava a verdade e era distorcido pelos fariseus e escribas, como por exemplo quando disse: "Eu não vim para trazer a paz...". Os fariseus de hoje são os protestantes, não entendem nada do significado da fala do papa, e ficam se expondo ao ridículo. Não perdemos tempo com esses fariseus, que afinal de contas são PROTESTANTES, que de toda formar tentam denegrir a igreja de Jesus.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Mário 26-10-2015 16:47
Protestantes lêem e entendem tudo ao pé da letra, sem analisar o contexto, ou por ignorância, ou porque não sabem mesmo, da mesma forma que fazem com a bíblia sagrada, fazem com a fala de Francisco. É triste, muito triste, a perseguição a igreja de Jesus continua e nunca cessará, mais Jesus já alertava para isso, quando disse que as portas do inferno não prevaleceria sobre a sua igreja.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Josué 10-10-2015 21:03
No entanto o "papa" deveria ser prudente nas palavras e se acaso viesse utilizar essas palavras, que ele deixasse bem explícito o que realmente ele queria expor, e Paulo "jamais" quis deixar explícito ou implícito na passagem de coríntios que o "sacrifício da Cruz teria sido mesmo na visão humana um fracasso", nunca! Nunca entenderemos isso nessa passagem nem tampouco em Isaías 53, você quis contextualizar biblicamente o que o papa falou de forma errônea. Ele foi descuidado, isso sim. Anticristo, com certeza ele não é, Satanás não seria tão burro a ponto de si expor assim.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sara Morais 06-10-2015 02:08
Clap, clap, clap! *-*
Responder | Responder com citação | Citar
0 # CARLOS 02-10-2015 01:21
E quando os grandes poderes econômicos e politico-ideológicos já tiverem alcançados seus propósitos de isolar o indivíduo para que eles tenham domínio sobre esse sujeito frágil e indefeso, talvez muitas escolas (quiçá "católicas" nem se lembrarão do "inocente" apoio que deram a isso, abolindo um patrimônio da comunidade - como o dia da mãe ou o dia do pai - trocando-o por um "inocente" "DIA DO AMOR". O que me faz lembrar um menino que riscando um mero fósforo para fazer foguinho miúdo, foi-se do quintal todo inocente. Quando horas mais tarde um enorme incêndio arrasou com o bairro, o menino estava no meio da multidão apavorada e em fuga, dizendo: "Caramba de onde veio todo esse fogo!!??!!" Ideologia de Gênero = NOVA COLONIZAÇÃO DA RAÇA HUMANA!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # João 01-10-2015 22:30
Corrijam o RSS do site? Por favor e pelo amor de Deus!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Giovani Rodrigues 01-10-2015 09:05
Deus lhe recompense por tão lúcido, simples e esclarecedor texto. Que Deus recompense também a estes evangélicos que demonstrando honestidade intelectual, ajudam na compreensão. Não havia lido a homilia do Santo Padre, mas fui questionado sobre suas palavras. Em momento nenhum vacilei. Minha resposta foi sempre: "tem de ver o contexto". Esta publicação será de grande valia para elucidar a muitos. Muito obrigado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Elizia Pereira de Souza 30-09-2015 22:56
É muito raro mesmo um protestante aceitar o que nós católicos falamos,melhor não falar,não argumentar!Mas quando vemos um homem de outra denominação entendendo o que fala o Nosso Papa,este homem é guiado também pelo Espírito Santo!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Vinicius 30-09-2015 21:18
Gostaria de mandar esta mensagem de forma mais pessoal, mas como vocês não tem um contato, vou mandar por aqui mesmo: Na sua visita aos EUA, o Papa Francisco afirmou que funcionários públicos têm o direito de recusar licença para casamento gay se ato violar a consciência, Abaixo, segue o link sobre o assunto no G1. Sei que o fato de o papa ter dito, não significa que seja a plena verdade. Como ser humano, ele tem o direito de errar ao emitir opiniões pessoais. Com isso, venho dizer que, de certa forma, discordo do que ele disse. Não que eu seja adepto do casamento gay, mas não sei até onde vai o nosso direito como funcionários contratados para determinada função. Gostaria que comentassem, ainda que apenas em resposta a este comentário, sobre se esse é realmente um direito do funcionário, em vista da bagagem cultural e política que vocês têm. Desde já, agradeço e parabenizo pelo site. Sou um leitor assíduo e já li quase todas as postagens. Uso-as bastante nas minhas aulas de catequese (sou catequista de Crisma). Fiquem com Deus!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paulo 05-10-2015 15:29
Olá Vinicius. Aqui no Brasil mesmo a objeção de consciência é (ainda) guardada, inclusive pela Constituição Federal, que prevê prestação alternativa para aqueles que por motivo de credo religioso ou convicção filosófica ou política, eximirem-se de cumprir obrigação a todos imposta, tendo como exemplo clássico a prestação do serviço militar obrigatório. Também são respeitados, por exemplo, os dias de guarda de adventistas (por do sol da sexta-feira ao por do sol do sabado). Acredito que isso já dê base a objeção de consciência à celebração de união homossexual.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Vinicius 05-10-2015 20:13
Obrigado, Paulo! De fato, o exemplo dos adventistas ilustra bastante o caso da violação de consciência. Só perguntei porque gostaria de uma resposta à luz da Lei. Obrigado pelo esclarecimento.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Vinicius 30-09-2015 21:19
Esqueci de mandar o link: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2015/09/papa-diz-que-funcionarios-podem-recusar-licenca-para-casamento-gay.html
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Mauro Carvalho 30-09-2015 16:03
Em tempo, parabéns pelo belo trabalho de evangelização! Fiquem com Deus
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Mauro Carvalho 30-09-2015 15:50
As dúvidas foram dirimidas pois o "humanamente falando" não foi muito bem digerido ou percebido pelos plantonistas que todos conhecemos, porém a maneira pastoral como Papa Francisco aborda determinados temas tem obrigado a mídia católica em geral a sair em seu socorro. Discordar é algo natural na Igreja Católica, e com o devido respeito e o conhecimento necessário, é importante que todos nós estejamos vigilantes. Os papas passam e a Igreja de Cristo permanece. Desde o foicefixo na Bolívia entregue pelo socialista Moralez, o "Não existe um Deus Católico" e o "Quem sou eu para julgar", além da passagem superficial por Cuba, foi lançado na base da Igreja várias discordâncias. Papa Francisco é o líder espiritual da Igreja, tem autoridade para falar de questões doutrinárias e teológicas, e eu o sigo 100% nessas questões. Mas como indivíduo também tem opiniões políticas. E quanto a essas, é evidente, temos liberdade para discordar. Graça e Paz
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 30-09-2015 14:54
Não podemos generalizar a tudo e a todos, pois vemos que há protestantes que são sérios e dão testemunho disto, como o Roger Sola Gratia e este Andre, cujo comentário foi colocado nesta matéria. Mas, infelizmente, eles são minoria, pois a maioria, sim, tem um ódio e uma raiva imensa contra a Igreja Católica, tentam de todas as formas distorcer tudo, mas tudo mesmo, daquilo que a Igreja católica crê e ensina, e tudo o que o Papa faz e diz. Esta de o Papa ter dito que CRISTO e sua cruz foi um fracasso, é só a ponta o iceberg, porque o que se coloca sobre o Papa e a Igreja Católica em sites e blogs protestantes, e em comentários em notícias que envolvem a Igreja Católica e o Papa, da a noção de quanto amor eles tem por nós. Mas o que mais de deixa fulo da vida não é tanto os protestantes fazerem isto, porque disto, nós podemos esperar deles, mas são os católicos sem noção que vão aos sites e blogs deles, para batem boca com eles. Devo dizer para estes católicos deixarem de serem bocós, que bater boca com esta gente, é pura perda de tempo, vão arrumar outras coisas mais sadias para fazer, e não ficar batendo boca com gente que não quer nos escutar, que não quer saber de nossos argumentos, e só querem saber de julgar e condenar a todos que não se coadunam com eles. Tenham mais amor em sua vidas, parem de dar audiência indo a estes sites e blogs protestantes. Vão cuidar de quem precisa, vão ser catequistas, vamos ensinar a tantos católicos que precisam de um conhecimentos mais apurado de nossa fé, pois vivem em uma verdadeira ignorância religiosa, e aos outros, deixa DEUS guiá-los, porque se nós não podemos fazer eles enxergarem as coisas, somente DEUS poderá fazê-lo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Patrick 30-09-2015 15:12
Verdade Sidnei. Eu não acesso sites protestantes, mas as poucas vezes que acessei, pelo que se vê no Facebook, e pelo que me falam, o agravante é que os católicos que vão "bater boca" são despreparados. Aí por falta de conhecimento, estes católicos ainda acabam deixando uma imagem da Igreja distorcida, pois usam argumento errados ou fracos e ainda são ofensivos em muitos casos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 30-09-2015 21:56
Patrick, todo católico que tivesse vergonha na cara, não coloca os pés em blogs ou site e paginas de rede sociais protestante, não estou colocando isto para você, porque eu como você também não frequento a nenhum site, somente dirigi poucas vezes a estes blog ou pagina de redes sociais protestante, mas, dirijo aqueles que insistem em frequentar tais lugares, pois, além de não saberem se defender, e ficar em um bate boca vazio e sem sentido, faz a nós católicos passarem vergonha, passando um atestado de idiotas, não sabendo nem defender a sua própria fé. Se não sabem defender sua própria fé, e mesmo que saiba, não vá lá, para que?. Local aonde eu seu que minha mãe (igreja) é chamada de prostituta o tempo inteiro e seu pai (o Papa) de besta, eu não ponho meus pés nem por decreto, agora, se vier a um sítio católico, como neste blog por exemplo, e começar falara mau da Igreja, do Papa e de quem quer que seja ligado a nossa fé, aí o bixo peca aí o pau quebra.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jorge Lima 30-09-2015 14:33
Estou ansioso para chegar o tempo dos comentários d'O Catequista sobre o Sínodo da Família que se avizinha...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Irlei Geraldo da Silva 30-09-2015 14:27
Mas, não são os protestantes a chamar a Santa Cruz de símbolo da derrota? E principalmente o católico que traz o crucifixo no peito é muito criticado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # ana clara 30-09-2015 13:15
Mas evangélicos até os católicos são, no caso ele é protestante.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Juliana 30-09-2015 11:10
O problema dos protestantes é que eles protestam demais. E protestam demais porque são desobedientes. E são desobedientes porque não respeitam o a própria Mãe. A Mãe ensina pelo exemplo e o exemplo está escrito com bastante clareza: MARIA GUARDAVA E MEDITAVA TUDO NO SEU CORAÇÃO Lc 2,16-21
Responder | Responder com citação | Citar
0 # MARCOS 30-09-2015 10:29
ESSE NÃO É UM CASO DE FALA DUBIA DO PAPA, QUE PRECISA SER EXPLICADA; É CASO DE MALDADE EXTREMA DOS PROTESTAS, UMA VEZ QUE É EVIDENTE QUE A MORTE DE CRISTO, DE INÍCIO, FOI UM APARENTE FRACASSO... É MUITA MALDADE DE QUEM ESCREVEU AS CALÚNIAS... E PARABENS AO ANDRÉ, QUE SOUBE SER HONESTO EM SEU COMENTÁRIO.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto Paiva 30-09-2015 04:49
Muito bem! Basta lermos também os Salmos Messiânicos para vermos como Cristo foi ''HUMANAMENTE FRACASSADO'', pois zombavam d'Ele, repartiam suas vestes e lançavam sortes sobre elas, traspassaram-lhe as mãos e os pés e tal. Quando esses caluniadores citam Colossenses 2,14-15 (que prega contra os judaizantes), significa que Cristo tomou para si o que era para nós, ou seja, Cristo remiu-nos da maldição da lei, FAZENDO-SE POR NÓS MALDIÇÃO (Gl 3,13) e triunfando delas pela cruz (Cl 2,15). Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo 3,16). Portanto, sim, podemos dizer que Cristo FRACASSOU HUMANAMENTE FALANDO (como sublinhado o escrito honesto do internauta André), quando as mulheres de Jerusalém batiam no peito e se lamentavam por Ele (Lc 23,17-28), ou quando as pessoas Lhe diziam, com pena, diante do seu estado (Gl 3,13), para Ele salvar-se a si mesmo e descer da cruz (Mt 27,39-43/ Mc 15,29-32/ Lc 23,35-37), já que ele era o Messias, para pô-lo à prova, tal como Lhe fez o demônio (Mt 4,6/ Lc 4,12). Mas Cristo VENCEU, ele que desceu à mansão dos mortos e ressuscitou ao terceiro dia (Mt 12,40/ At 3,15/ Rm 8,11/ 1 Cor 15,20/ Ef 4,9-10) e deixou o mundo e voltou para o Pai (Jo 16,18), de onde veio, estando sentado à direita de Deus Pai-Todo Poderoso (Sl 109,1/ Mc 16,19/ Cl 3,1) - Ele e o Pai que são um (Jo 10,10/ 14,7-12/ 17,5) -, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Eu proclamo do alto dos telhados: ☨ CHRISTUS VINCIT, CHRISTUS REGNAT, CHRISTUS IMPERAT! ☨ A Paz do Nosso Senhor Jesus Cristo (Jo 14,27).
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto Paiva 01-10-2015 00:39
''Cristo não se agradou a si mesmo; pelo contrário, como está escrito: Os insultos dos que vos ultrajam caíram sobre mim (Sl 68,10).'' (Romanos 15,3) O prezado Pe. Paulo Ricardo falou sobre isso, sobre o tal ''fracasso'': https://www.youtube.com/watch?v=4RrAEFSh73E
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto Paiva 01-10-2015 06:03
''Sendo ele de CONDIÇÃO DIVINA, não se prevaleceu de sua IGUALDADE COM DEUS, mas ANIQUILOU-SE A SI MESMO, assumindo a CONDIÇÃO DE ESCRAVO e ASSEMELHANDO-SE AOS HOMENS. E, sendo **EXTERIORMENTE** RECONHECIDO COMO HOMEM, HUMILHOU-SE AINDA MAIS, tornando-se obediente até a morte, e MORTE DE CRUZ. Por isso Deus o EXALTOU SOBERANAMENTE, e lhe outorgou o nome que está acima de todos os nomes, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho no céu, na terra e nos infernos.'' (Filipenses 2,6-10)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ariane 30-09-2015 00:09
Olá! Recentemente, vi uma notícia afirmando que o Papa disse que os ateus não precisam crer para serem salvos (http://noticias.gospelmais.com.br/papa-francisco-ateus-precisam-crer-deus-salvos-60461.html). Obviamente, achei a notícia muito suspeita, sem falar que a fonte não me parece confiável. Vocês ficaram sabendo algo sobre isso? Desde já agradeço :D
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 30-09-2015 00:22
Ariane, se eu fosse Papa, teria respondido de modo um pouco diferente, rsrs. De qualquer forma, o que o Papa disse de forma muito correta é que o fato de uma pessoa ser ateia não necessariamente vai impedi-la de ter acesso à salvação. É difícil que um ateus se salve? Sim, é muito difícil. Todo aquele que renega Jesus Cristo de modo consciente será condenado: isso foi dito pelo próprio Deus Encarnado. Mas é impossível que um ateu se salve? Não, não é impossível, porque só Deus lê os corações e conhece profundamente a consciência de cada um. A doutrina católica da "ignorância invencível" (da qual já falamos aqui no blog) pode se aplicar a um ateu. Na minhão opinião, a maioria dos ateus renega a Deus pelo pecado do orgulho e pelo apego ao hedonismo; esses dificilmente se salvarão. Mas há outros ateus que, por traumas ou outros fortes motivos, foram levados à descrença. Talvez Deus julgue que tais pessoas tenham seu pecado de descrença atenuado ou justificado. É possível. Por isso o Papa Francisco diz muito bem que o pecado dos que não creem em Deus é desobedecer a sua consciência. Muitos dos que dizem ateus, no fundo de suas consciências, sabem que Deus existe, mas o negam por pura maldade. Ou seja, não são fiéis à sua consciência. Sobre essa questão dos ateus e das declarações do Papa, já escrevemos um post: http://ocatequista.com.br/archives/9652
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alisson Celestino 30-09-2015 00:02
Boa noite, a paz de nosso Senhor Jesus Cristo! Nossa, esse post veio em boa hora, ontem estava tentando fazer alguns protestantes entenderem o que o papa quis dizer, mas como vocês sabem a maioria deles são cabeças duras. Enfim ótimo post, reitero aqui tudo que o nosso irmão Erick falou, vocês não imaginam o quanto me ajudaram e me ajudam desde a minha adesão a Cristo há pouco mais de um ano, não sabia quase nada sobre a doutrina Católica e foi aqui e nos ensinamentos do Pe. Paulo Ricardo que eu busquei e busco me formar, louvado seja Deus pela vida de cada um de vocês, que a Virgem Santíssima e os Santos arcanjos Miguel, Rafael e Gabriel roguem pelas suas vidas e trabalho catequético, grande abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Nykolas 29-09-2015 23:21
Muito boa essa informação. Conforme esta escrito, os entendidos entenderão.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Erick José 29-09-2015 22:16
Administradores do blog, Salve Maria. Lendo algumas de suas publicações, excelentes diga-se de passagem, imagino o quão trabalhoso é...Queria deixar aqui a minha gratidão pela sua missão evangelizadora, que nos ensina tanto de um modo mais simplório, por vezes, e mais descontraído. Espero que apesar de todas as dificuldades que vocês possam enfrentar para que o blog tenha vida, e assim muitos de nos leigos possam ter dentro de uma fé baseada nos pilares da história e doutrinas católicas, vocês perseverem. Se eu que sou um desconhecido para vocês e para as pessoas que eventualmente leram isso, fico muuuuuuuito feliz ao ver esse site quanto mais Jesus...Tenham paciência e muita perseverança. O trabalho de vocês é muito importante para nós. Que Deus os abençoe cada vez mais. Paz e bem.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 29-09-2015 22:37
Salve Maria! Erick, suas palavras nos dão grande conforto, de verdade. Fiquei mesmo comovida. Grande abraço, que Deus te abençoe também.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # João Pedro Strabelli 29-09-2015 19:33
O que isso serve mais de exemplo para nós é exatamente o que o rapaz fez. Não pegar um trechinho e falar o que puder de mal do outro, mas analisar com honestidade.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Heloisa Araújo 29-09-2015 17:16
excelente post, como sempre!!!!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Roger Sola Gratia 29-09-2015 17:04
Sou protestante e escrevi ontem uma reflexão a respeito do assunto http://mestresteologiaedebates.blogspot.com.br/2015/09/o-fracasso-humano-na-cruz.html
Responder | Responder com citação | Citar
0 # MARCOS 30-09-2015 10:38
QUE TEXTO, AMIGO!... VOU SER OBRIGADO A SALVÁ-LO, PARA PODER VOLTAR A ELE, VEZ EM QUANDO...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cledson Brito 30-09-2015 04:42
Parabéns, Róger seu comentário foi muito iluminado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Carlos 29-09-2015 19:43
Parabéns. O senhor é um dos pouquissímos protestantes brasileiros lúcidos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # VTR 29-09-2015 22:34
Não são pouquíssimos. São muitos, sou católico e conheço muitos lúcidos, honestos, sensatos, santos. Infelizmente, são mais silenciosos. Os poderosos, que chamam atenção da mídia, das redes sociais e até do povo, eu diria, sabemos quais são, e são os mesmos que por fanatismo, ou por motivos mercadológicos e má-fé saem vendo chifre em cabeça de cavalo, como se diz lá na roça, e difamando a Igreja. Obrigado pelo texto, irmão Roger. Grande abraço.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Carlos 30-09-2015 10:35
Perdoe-me, senhor VTR, mas discordo. O orgulho, a mentira, a soberba, são ínsitos a esse sistema de crenças herético que é o protestantismo. Já tive contato com pessoas as quais, à primeira vista, pareciam ser como o Sr. diz. Todavia, à primeira oportunidade, qual o escorpião da fábula, mostraram sua real natureza. São, nas palavras de Santo Irineu:“Quando, por nossa vez, os levamos à Tradição que vem dos apóstolos e que é conservada nas várias igrejas, pela sucessão dos presbíteros, então se opõem à tradição, dizendo que sendo mais sábios que os presbíteros, não somente, mas até dos apóstolos, foram os únicos capazes de encontrar a verdade. (...) Nossa batalha, caríssimo, é contra estes, que escorregadios como serpentes, tentam se esgueirar de todos os lados.” De fato deve haver alguns acorde o Sr. descreve no que tange à religião, todavia não creio que sejam muitos.Paz e bem!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ana Vaz 02-10-2015 10:37
Porquanto, nossa luta não é contra seres humanos, e sim contra principados e potestades. Efésios 6:12 A pessoa fica discutindo que a religião "y" é a errada? Quanta ignorância! Vai ler a bíblia :)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 03-10-2015 14:01
Quem tem que ler a Bíblia aqui é você. Ou talvez você já a leia muito, mas lhe falte o devido entendimento... e daí vem o pouco proveito! Por que Elias desmascarou (e zombou) os profetas de Baal, e São Paulo deixa bem claro que denunciar as falsas religiões - especialmente aquelas que ensinam um evangelho deturpado - é essencial. "Estou admirado de que tão depressa passeis daquele que vos chamou à graça de Cristo para um evangelho diferente. De fato, não há dois (evangelhos): há apenas pessoas que semeiam a confusão entre vós e querem perturbar o Evangelho de Cristo. Mas, ainda que alguém - nós ou um anjo baixado do céu - vos anunciasse um evangelho diferente do que vos temos anunciado, que ele seja anátema. Repito aqui o que acabamos de dizer: se alguém pregar doutrina diferente da que recebestes, seja ele excomungado!" (Galatas 1, 6-9)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Renan 01-10-2015 10:52
Correto! Julgam-se os "fiotes" de Lutero os donos da verdade - apesar de serem todas as seitas de fundamentação humana, dissensos entre si e se atacarem chamando-se mutuamente de hereges - além de a maioria quase total das igrejas protestantes atuais serem pentecostais - tais como nos centros espíritas inclusive de baixarem entidades e repassarem "revelações". Cada um se acha o senhor deus da bíblia e dar a interpretação que acha ou que lhe convém! Como religiosos, não passam pregadores da parodia da bíblia e da doutrina da Igreja católica! Os raros protestantes tradicionais tratam a esses como "espíritas disfarçados de evangélicos", tendo razão! À realidade, evangélicos somos nós católicos; eles, sectários protestantes, nada mais!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 29-09-2015 17:06
Bom texto! Obrigada.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jorge Ribeiro 29-09-2015 16:47
Que Deus tenha misericórdia dessas almas que atacam o Papa dessa maneira. Só querem enxergar a ponta do seu nariz e interpretam as falas dele da mesma forma que eles querem interpretar as Sagradas Escrituras. Era grotesto ler os comentários da maioria, que insistem em chamá-lo de "o anti-cristo do Apocalipse". Que Deus realmente tenha piedade com essas pessoas.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade