Publicidade
Segunda, 14 Março 2016 01:34

Em defesa de Madre Teresa... Mais uma vez!

Postado por

Povo Católico, que a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja sempre convosco!

Vou começar este post propondo um exercício de imaginação. Pense em uma mulher miserável, mendigando pelas ruas com seu filho faminto no colo. Em certo momento do dia, para diante dela o traficante e assassino Pablo Escobar, e lhe dá uma nota de 100 reais. Então... O que ela deve fazer? Tente se colocar no lugar da mulher, e escolha uma dessas opções:

a) Aceitar a esmola.

b) Rejeitar a esmola, mesmo diante do choro de fome da criança.

teresa_orfao

Se você optou pela alternativa "a", você é plenamente capaz de entender as razões que levaram Madre Teresa de Calcutá a aceitar doações de ditadores e de homens de honestidade duvidosa. Em seus braços, ela carregava uma multidão de milhares de famintos, moribundos, órfãos e sofredores de todo tipo. Toda ajuda era bem-vinda para aquela mãe, continuamente mergulhada na dor de seus filhos.

Outra crítica que se faz é ao fato de as casas de acolhida das Missionárias da Caridade não oferecerem tratamento médico avançado, apesar das muitas doações. Em primeiro lugar, quem diz isso não faz a menor ideia do cenário em que a Madre e suas irmãs trabalhavam: Calcutá, na Índia, é a cidade do mundo com maior número de mendigos e leprosos. As doações recebidas nem de longe seriam suficientes para oferecer a essa multidão uma atendimento hospitalar de qualidade.

Em segundo lugar, a Madre jamais teve a intenção de oferecer tratamento hospitalar. A administração de uma rede hospitalar exigiria uma estrutura organizacional robusta, incluindo uma ampla equipe de profissionais - médicos, contadores, recepcionistas, enfermeiros, faxineiros, instrumentadores etc. Madre Teresa deixaria de ser uma simples irmã de caridade para ser gestora de uma rede de hospitais, com toda a imensa responsabilidade administrativa que isso implica (tanto isso é verdade que, quando a brasileira irmã Dulce lhe ofereceu a gestão de suas obras, ela não aceitou). Ela queria uma obra simples, que pudesse ser movida pelo amor das irmãs religiosas e dos voluntários.

Madre Teresa abraçou, isso sim, a missão de oferecer amor e conforto aos mais pobres entre os pobres, aqueles que eram rejeitados por suas famílias e pelos hospitais públicos. Ela recolhia pessoas que eram simplesmente largadas nas ruas por seus parentes para morrer, ou até mesmo em lixões, cuja imundície ela tantas vezes revirava para encontrar ali no meio um filho de Deus.

Os doentes que não eram moribundos eram transferidos do asilo das Missionárias da Caridade para os hospitais públicos. Era comum que os voluntários mais fortes carregassem essas pessoas nas costas até o hospital, pois nem sempre havia ambulância disponível ou dinheiro para pegar um táxi.

massagem_voluntario

Quem difama uma mulher dessas é vacilão, sim! A canalhice chegou ao ponto de dizerem que ela gostava que os pobres sofressem e não fazia nada para lhes aliviar o sofrimento. Se assim fosse, a Madre simplesmente os deixaria apodrecer nas ruas! Se a Madre não fosse boa para os pobres e não lhes desse alegria, não seria cercada por eles dia e noite, como um pote de mel que atrai as abelhas!

Os atelhos e a comunistada estão em polvorosa ao saber que a Igreja decidiu elevá-la aos altares. A canonização de Madre Teresa é uma derrota monumental para essa gente e mais uma prova para os cegos de que Jesus está vivo e o Espírito Santo não nos abandona.

A seguir, apresento a vocês a tradução de um excelente texto do do padre jesuíta James Martin, atacando os principais argumentos dos detratores da Santa Madre. É, em si, autoexplicativo.

Boa leitura!

EM DEFESA DE MADRE TERESA

por James Martin, S.J.

Então Madre Teresa não era perfeita. Ela tinha, como Murray Kempton notou em sua resenha do livro de Christopher Hitchens (A Sombra do Santo, NYR, 11 de julho), aceito doações de ditadores e outros personagens repugnantes. A Madre também tolerou condições médicas inferiores em seus asilos. Ainda assim, o histérico ataque do Sr. Kempton a ela é injustificado e injusto.

Ele reclama que Madre Teresa se internava em hospitais elegantes quando ficava doente, enquanto em seus próprios asilos tratava pacientes com somente mínimos cuidados de saúde. Mas, alguém familiarizado com ordens religiosas estará ciente que um superior doente é, frequentemente, persuadido pelos membros de sua comunidade tratando-o melhor do que ele mesmo cuidaria de si. (...) Neste caso, no entanto, as subordinadas de Madre Teresa forçaram-na a aceitar o melhor tratamento para si, talvez contra a vontade. Isto é um pecado contra a pobreza, uma hipocrisia, ou, mais provavelmente, uma demonstração de profunda afeição das Missionárias da Caridade para com sua fundadora?

voluntario_teresa

A mais séria objeção de Mr. Kempton é que Madre Teresa na realidade apressava a morte por não prover o pobre em seus asilos com um descente cuidado médico. Mas a oferta de serviço de saúde não é o que a ordem de Madre Teresa foi fundada para fazer. Há centenas de ordens médicas católicas que generosamente preenchem essa necessidade (as Médicas Missionárias de Maria, que operam além mar e as Filhas da Caridade, que tem por décadas, gerenciou numerosos hospitais neste país, para citar não uma, mas duas). Bem, o carisma das Missionárias da Caridade (com quem eu tenho trabalhado) é, quase especificamente, prover consolo para muitos pacientes pobres que, de outra forma, morreriam sozinhos.

(...)

voluntaria

E então, respeitando a Pobreza do Pobre, que hoje morre negligenciado, parece haver duas escolhas. Primeiro, cacarejar que tal grupo de pessoas não deveria mesmo existir. Segundo, agir e providenciar conforto e consolo para aqueles indivíduos em fase da morte.

Mr. Kempton escolheu o primeiro, Madre Teresa, com todos os seus defeitos, escolheu o último.

Publicado na revista American Magazine.

Aos Editores:

Bater em uma freira idosa colocando-a sob um rótulo obsceno não parece ser uma particularmente brava ou estilosa coisa a se fazer. Ainda, parece que os ataques direcionados a Madre Teresa podem ser reduzidos a um único crime por ela cometido: ela tentou ser cristã, no mais literal sentido da palavra – que é (sempre foi, sempre será) o mais impróprio e inaceitável empreendimento do mundo.

Assim sendo, considere esses pecados de Madre Teresa:

  1. Ela ocasionalmente aceitou a hospitalidade de vigaristas, milionários e criminosos. Mas é difícil de ver que, como cristã, ela não poderia estar mais de acordo com a escolha de seu mestre, cuja a frequência em más companhias era notória e chocou toda a elite de seu tempo.
  2. Em vez de prover serviços eficientes e higiênicos para doentes e moribundos destituídos, ela meramente oferecia seus cuidados e seu amor. Quando eu estiver em meu leito de morte, acho que preferiria ter uma das irmãs ao meu lado em vez de um moderno trabalhador social.

(...)

Jesus foi cuspido – mas não pelos jornalistas, como nunca o foi em seu tempo. E agora Madre Teresa tem o privilégio de experimentar essa particular atualização dos problemas pelos quais seu Mestre passou.

4805 Terça, 22 Agosto 2017 17:49

Comentários   

+2 # Albari 05-09-2016 19:02
Santa Tereza de Calcutá>>Suas rugas profundas eram como os leitos de um rio, onde corria amor e sofrimento. Mas muitos não se comovem com essa mulher; antes à odeiam. A mesma acusação que se fez a ela poder-se-ia fazer a São Francisco de Assis: ele era a maior riqueza dos pobres, em seu tempo. Que Deus tenha misericórdia da alma dos descrentes. A verdade é que o mundo odeia Cristo, e lógico, se o mundo odeia Jesus Cristo, logicamente também odeará Sua Igreja, e usará de todos os meios para destruí-la. Mas Jesus já previa isso, por isso disse: E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Mt 16,18
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas 01-09-2016 14:08
Quem conhece e não gosta da Madre Teresa, bom sujeito COM CERTEZA não é! Servidores de Satanás espalhando mentiras descaradamente sobre uma mulher que renunciou sua VIDA para ajudar o próximo. Infelizmente esse mito em cima de Teresa está ficando cada vez mais forte, basta colocarem no youtube: Madre Teresa de Calcutá e pronto, terá centenas de milhares de vídeos difamando esta grande mulher. Odiadores mais um vez tentam sujar a imagem da Santa Igreja e de seus santos, como fizeram com outros homens e mulheres, como faz em relação a diversos assuntos que cercam a Igreja, como a inquisição, por exemplo. Mais um mito para nós, católicos, derrubarmos! Pode ser otimismo da minha parte, mas a mentira tem "perna curta", se nos mobilizarmos rapidamente e não aceitarmos passivamente mais essa mentira odiosa(como fizemos durante muito tempo em outros temas), esse mito não tardará para ser esfarelado. obs: sobre as doações dos ditadores e a aceitação de Madre Teresa, não foi ela que fez algo errado e sim os ditadores que fizeram algo certo.
Responder | Responder com citação | Citar
-1 # Francisco Silva de Castro 07-04-2016 17:53
Caríssimos não estou contra ninguém. Estou a apresentando um fato. Vocês viram o texto completo? Como podem afirmar com tanta certeza que há um contexto, que ameniza o dito, se também não viram o texto? É muito fácil julgar as intenções dos outros e sua posições apenas por um pequeno texto não é? Já me tornei por um breve texto um red-Trad ou seja lá o que. Só porque questionei um dito de uma santa da modernidade e dos valores atuais. Há tantos que recusam os santos guerreiros e reis da Idade média e nem dizem que são santos. Estou colocando um dito da Madre Teresa. Não estou afirmando que sua canonização é inválida (Nem posso fazer isto) Até a de D. Helder Câmara a gente como bom católico deverá aceitar se esta vier. Quanto a ser devotos de um santo ninguém é obrigado. Já vi em diversos livros e textos esta frase de Madre teresa inclusive defendida por ateus e liberais e e esotéricos. Já que não encontraram o texto completo seria bom que vocês que abriram o a assunto o colocassem. Agradeço.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Francisco Silva de Castro 06-04-2016 12:02
A Questão é que ela não disse no contexto de um Hindu ser melhor hindu antes da conversão. Mas que não era necessária a conversão. foi perguntado a ela procurava converter os hindus e ela deu esta resposta. E não só um hindu mas de outras religiões pagãs como o budismo. Creio que ela se deixou levar pela onda do ecumenismo distorcido para ser politicamente correta.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Padre Orlando Henriques 06-04-2016 13:13
Sim, Francisco, mostre o texto completo e, já agora, cuide também um pouco a sua maneira de escrever, isto é, seja claro, que é o mínimo para poder vir aqui debater, porque eu cá, sinceramente, se não fosse a última frase do seu comentário nem sequer seira capaz de perceber se você, afinal, estava a favor ou contra a Madre Teresa...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # joao 06-04-2016 12:57
Eu fico extremamente irritado em como esses radtrastes passam HORAS (ou dias, quem sabe) procurando areia nos olhos dos outros. Eles têm uma trave imensa de orgulho na sua vista, mas acham que podem "criticar" Deus e o mundo. Nunca vi um "crítico" que tivesse passado da 2ª Morada, pelo menos. Assim fica fácil. Vai rezar, limpar o quarto, ajudar os pais e os doentes. Depois vem bancar o Santo Ofício (curiosamente, os inquisidores eram DOMINICANOS, membros de uma ordem MENDICANTE. Criticar do alto do seu teclado é fácil, difícil é fazer os 03 votos)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 06-04-2016 12:35
Duvido que ela afirmou tal heresia, de que não era necessária a conversão. Você leu essa afirmação dela, literalmente? Ou está dizendo isso influenciado por discursos alheios? Então mostre aqui o texto completo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Francisco Silva de Castro 04-04-2016 12:47
Gostaria de esclarecimentos sobre o ecumenismo de madre Teresa. Isto para mim é muito mais grave. Realmente é verdade que ela disse que o Hindu não precisava se converter mas se um hindu mais fervoroso? Se realmente houver dito isto foi de encontro a toda doutrina católica e ao próprio Cristo que disse. Tornai discípulos todos os povos...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 04-04-2016 15:39
Francisco, não sei se ela disse isso mesmo, mas me parece que sim. Foi essa a frase que encontrei em um site infame, que a acusa de heresia: “Podemos nos tornar um Hindu melhor, um Muçulmano melhor, um Católico melhor” (Madre Teresa de Calcutá, "Her People and Her Work", by Desmond Doig) Vamos partir do princípio que a Madre realmente disse isso. Em primeiro lugar, está evidente que o nosso julgamento, a nossa análise sobre essa frase fica prejudicada pela ausência do contexto. Essas palavras estão soltas, não sabemos em meio a que outras afirmações ela disse isso. Em segundo lugar. Não há nenhum erro teológico nessa afirmação. Ela não está dizendo que basta ser um bom hindu, ou um bom muçulmano para ser salvo. Ela está dizendo algo que, pela lógica, temos que concordar: se um hindu se torna uma pessoa melhor, então ele está mais próximo da verdade e do bem; e se está mais próximo da verdade e do bem, certamente está mais próximo de Cristo, está em melhores condições de reconhecer o Senhor. Por exemplo, há poucas décadas, o sistema de castas na Índia era praticamente intocável. Hoje, essa tradição hindu ainda é fortíssima, mas já há sinais de enfraquecimento relevante, graças á influência dos cristãos. Por exemplo, antes algumas ONGs tinham enorme dificuldade em conseguir permissão para dar aulas de artesanato para mulheres catadoras de fezes (que são párias), porque se acredita que quem nasce para ser miserável tem que viver e morrer miserável, para pagar seu carma; se essas mulheres arrumassem um emprego mais digno e mais rentável, não estariam pagando seu carma. Atualmente, isso está sendo muito contestado pelos próprios hindus, e assim podemos dizer que, graças aos valores cristãos, alguns hindus se tornaram hindus melhores. Alguém pode dizer que isso é ruim? Certamente isso não basta para a salvação, mas é um bom passo para chegar ao Bem supremo, que é Cristo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # igortotustuus 27-03-2016 21:16
https://www.youtube.com/watch?v=dPEgo38Ovrc como eles atacam
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Farias 25-03-2016 12:56
Lendo sobre Madre Teresa, lembro do Harun..
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ivo Veríssimo Arantes Pereira 18-03-2016 18:51
Parabéns a Madre Tereza de Calcutá. O trabalho e ensinamento voltado a caridade pregado por ela deve inspirar todos os cristão espalhados pelo mundo. Ela certamente terá uma recompensa no céu da parte de Jesus Cristo, nosso Senhor, e do próprio Deus.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex Hoffmann 17-03-2016 18:56
Peço ao povo que aqui comenta, gostaria de um esclarecimento mais exato quanto os santos, como homens que o são, eles estão acima de nós ou estão a nossa frente?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 17-03-2016 23:18
Alex, acredito que os Anjos e os Santos estão acima de nós, que Maria esta acima de nós e dos Anjos e dos Santos e que DEUS está acima de Maria dos Anjos e dos Santos e de todos nós. Muitos acreditam que os Santos são colocados para pedirmos a intercessão deles, ledo engano, os Santos são colocados em nossa Igreja para serem exemplos no seguimento a JESUS CRISTO, pois assim se colocava São Paulo como exemplo a ser seguido e imitado: "Tornai-vos os meus imitadores, como eu o sou de Cristo." (1º Cor. 11,1), assim como o autor da carta aos Hebreus nos ensina a imitar a fé daqueles que nos transmitiram a fé: "Lembrai-vos de vossos guias que vos pregaram a palavra de Deus. Considerai como souberam encerrar a carreira. E imitai-lhes a fé." (Hebreus 13, 7) assim como São Tiago nos ensina a imitar a fé dos profetas: "Tomai, irmãos, por modelo de paciência e de coragem os profetas, que falaram em nome do Senhor.Vós sabeis que felicitamos os que suportam os sofrimentos de Jó. Vós conheceis o fim em que o Senhor o colocou, porque o Senhor é misericordioso e compassivo." (Tiago 5, 10-11), portanto a Igreja tem bases bíblicas suficiente para colocar tantos exemplos de homens e mulheres no seguimento a JESUS CRISTO. Eles estão a nossa frente e a cima de nós, pois se encontram nos céus, e podemos recorrer sua intercessão embora este último não é o objetivo número 1 para a Igreja venerar os santos, ma sim, de colocar eles como nossos modelos de como imitar a JESUS CRISTO e assim chegarmos aos céus como eles chegaram. Isto é o que eu creio, e espero ter te ajudado Alex.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex Hoffmann 18-03-2016 23:21
Obrigado Sidnei, portanto, não estão somente a nossa frente, mesmo em vida, os santos estão afrente no serviço para com o povo, levando muito mais pessoas para o Céu, e, portanto acima porque são postos por Deus lá para que sejam eles, os santos, luz para iluminar a escuridão das nossas vidas.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex Hoffmann 16-03-2016 00:05
Caros catequistas, isto aqui, estaria meio estranho ou confere? http://fratresinunum.com/2016/03/14/das-conversas-com-frei-betto/
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Leandro Mendes 15-03-2016 21:44
"AQUELE QUE OUSASSE AFIRMAR QUE O PONTÍFICE TERIA ERRADO NESTA OU NAQUELA CANONIZAÇÃO, e que este ou aquele santo por ele canonizado não deveria ser honrado com culto de dulia, qualificaríamos, senão como herético, entretanto como temerário; como causador de escândalo a toda a Igreja; como injuriador dos santos como favorecedor dos hereges que negam a autoridade da Igreja na canonização dos santos; como tendo sabor de heresia, uma vez que ele abriria caminho para que os infiéis ridicularizassem os fiéis; como defensor de uma preposição errônea e como sujeito a penas gravíssimas." (Bento XIV). Que dizer então do proscrito(pra não dizer apócrifo) São Domingos de Val e outros santos de origem duvidosa ?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Thiago Castro 16-03-2016 14:46
Verdade. O CVII suprimiu o culto dele por causa da história duvidosa de seu martírio basedo nos antisemiticos libelos de sangue.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Leandro Mendes 16-03-2016 18:44
Exato Thigo diante disto.... como continuar acreditando na infalibilidade das canonizações ? A história desse "santo" é um desrespeito para santos judeus como Santa Edith Stein !
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Aparecida Chiarini Naleto 15-03-2016 17:27
Uma Santa. Fez tudo por amor. E com certeza, vela por todos os pobres, e flagelados neste mundo. Bendita Madre Tereza!!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei. 15-03-2016 14:26
Fico pensando, se a Madre Teresa desse ouvido a esta gente, de ao invés acolher o maior número de pessoas possíveis dando um mínimo de dignidade antes da morte, em um barracão, construir um hospital e lá colocar leitos confortáveis, porém, diminuindo o número de pessoas atendidas por ela e suas religiosas, viriam gente criticando que ainda seria pouco, pois tais hospitais ainda eram pobres, e que deveria oferecer mais conforto ainda. Aí a Madre Teresa construiria hospitais perecendo um hotel 5 estrelas, em que cada um teria um quarto partícula, porém as criticas continuariam, dizendo que tais hospitais deveria ter mais conforto, como em um hotel 10 estrelas, e lá vai a pobre da Madre Tereza construir hospitais de luxo tipo Albert Einstein ou o Sírio Libanês, e aí iriam aparecer pessoas, dizendo que a Madre Teresa é insensível que o invés de acolher a todos só faz hospitais de luxo para colher a poucos. Não sei qual seria a reação de Madre Teresa, provavelmente seria de uma santa paciência, porém se fosse eu, que não sou santo e muito menos paciente, partiria para ignorância sem dó e nem piedade.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # João Pedro Strabelli 15-03-2016 19:19
Uma das leis de Murphy dizia que nenhum gênio sobrevive à preocupação com detalhes. Acho que santos também. Ou história dos dois caminhantes e a tempestade sub-saariana. Lá vinham os dois quando a tempestade mostrou as caras. Como ela não é de brincadeira, eles tinham que montar logo as barracas em local firme. O primeiro mais afoito, já pegou meia dúzia de galhos, enfiou no chão como deu, montou a barraca torta o suficiente para caber ele e vazou pra dentro. O outro viajante não. Ele procurou galhos do tamanho exato, procurou o terreno corretamente nivelado, fixou os galhos no chão em um ângulo preciso e, quando ia começar a montagem, veio a tempestade e levou ele embora. Bem entendido: se você ficar se atendo a minúcias dispensáveis, vai viver entre minúcias dispensáveis. Acho que a madre Teresa fez isso.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # iracema Grassi Piscinini 15-03-2016 13:23
Infelizmente o mundo está cheio de gente da elite que não são capazes de mover um dedo e até tem nojo dos pobres, mas sabem muito bem criticar e defamam os que acolhem. Para mim Madre teresa ja é santa. 15 de março 2016.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Leniéverson 15-03-2016 22:22
Sim, certos políticos supostamente defensores de pobres, também são da elite e fazem dos pobres escravos do seu projeto de poder.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex Hoffmann 17-04-2016 11:29
Iracema e Leniéverson, contudo, alerto que, a elite que assim procede, não deve ser pensada como só aqueles que possuem dinheiro, mas devemos incluir aqueles que são a elite pensante também, filósofos, sociólogos, professores, políticos, jornalistas. Porque, para um homem rico (dinheiro), não se incomoda em ajudar por meio de obras de caridade outros menos favorecidos, mas aqueles que (acha que) são os promotores do pensamento mais nobre e elevado, que acham serem eles a vanguarda da modernidade e da liberdade (e o são de fato, afinal, quem fica na frente da carroça? O burro), que propagam todas as idéias mais elevadas do pensamento humano (que não passa de idéias hedonistas/anticlericais/anticatólicas/ateias/maçô nicas/comunistas/gaysistas/feministas/etc...), a caridade e a ajuda aos menos favorecidos é algo inconcebível, pois para estes, o que pessoas como Madre Tereza de Calcutá fez, e suas sucessoras continuam a fazer não passa de uma ação da ideologia dominante que por osmose e translucidação episcodélica transmutada e espalhoafetadas por meio dos buracos de minhoca espaciais que a elite capitalista/católica usa para manter os pobres e oprimidos sob seu comando eterno e eles, possam perpetuar no poder eternamente.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # marcos 14-03-2016 15:11
Puxa vida. Quando vi que o texto era do Paulo Ricardo, pensei: lá vem porrada. Mas depois vi que pegou leve... Eu queria mesmo era ver o pau comer (brinks).
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paulo Ricardo 16-04-2016 23:48
Hoje, procuro ser um pouco mais suave. Tenho ainda o sentimento revolta que Jesus colocou em mim, mas ele apascentou meu coração em muitas maneiras. A temperança e a tolerância são dádivas incríveis. Mas podes crer que ainda vou chutar uns rabos heréticos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # salomão 14-03-2016 13:49
Olá amigos, Salve Maria, Este post me faz lembrar da passagem do evangelho de São Lucas 16, 1-8, do administrador desonesto, "E o senhor elogiou o administrador desonesto, porque agiu com esperteza. De fato, os filhos deste mundo são mais espertos em seus negócios do que os filhos da luz" Não que a Madre Teresa seja desonesta, mas sim de como agiu com lucidez, por que em vez deixar o dinheiro voltar para o mundo sujo, digamos que "lavou" dando à ele o verdadeiro destino, como que do mesmo modo o poder de Cristo tem seu efeito nas mãos do sacerdote mesmo sendo ele indigno de ministrar tal sacramento.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # André Bohn 14-03-2016 13:23
É nítido que os sacerdotes do encardido são grande parte de repórteres produzindo todo o tipo de mentira, distorção da realidade e sensacionalismo para vender suas matérias. Na escola da fé com Pe Paulo Ricardo, onde ele fala sobre a teologia da libertação, um repórter gaúcho manda um recado que tenta desmoralizar a quem segue o caminho da verdade, e o Padre da uma resposta digna de Oscar - "Meu filho, todos tentam destruir o cristianismo, mas ele é duro de matar!!". Eles estão desesperados, pois a cada dia provas e mais provas que Jesus Cristo é a verdade, e o mundo vai aos poucos recobrando a sanidade. Vai demorar mais vai dar tudo certo. Se pensar bem, nosso momento histórico ainda sofre com as sequelas da revolução francesa, suas bases os filosóficas e o materialismo ateu. Estamos falando em 200 anos de erro moderno, uma hora irá se esgotar e a verdade virá a tona. As portas do inferno são largas, mas na igreja nunca prevalecerão. Eles sempre tentarão destruir a reputação dos santos e quem apresenta um caminho de salvação real. O encardido não quer apenas matar fisicamente as pessoas, ele quer suas almas, e para isso quanto mais desacreditado for a igreja melhor para ele, pois terá muitas almas a sua disposição. A mesma mídia que tenta sujar a imagem dos nossos santos, servem de espelho para mostrar suas vidas e servirem de exemplo para todo Cristão. Eu vi todos os filmes dos nossos queridos santos disponíveis no Youtube, e me faz refletir e aumentar minha busca por uma vida santa. São Pio de Pietrelcina, São Antônio, São Francisco, Santa Bakita, Santa Rita de Cássia, Santa Clara, São Maxiliano Kolbe, Santa Terezinha do Menino Jesus, Santa Faustina Kowalska, São Felipe Neri, e muitos outros. Cada um deles tem um exemplo, tem um testemunho, que duvido que alguém não seja tocado a se converter vendo esses filmes. É por isso que se combate tanto os santos, o encardido não quer que ninguém se espelhe neles.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Odacir 14-03-2016 12:51
O demonio não suporta a humildade!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ceci 14-03-2016 12:25
“A alma distraída é facilmente enganada.” São Pio de Pietrelcina.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ludi 14-03-2016 12:23
Vemos que nível o mundo está quando se critica Madre Teresa. Exemplo concreto do Amor.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Pe. Manoel Viana 14-03-2016 11:44
Excelente artigo! Conheci Madre Tereza aqui em São Paulo quando tinha 16 anos... Naquele tempo, não tinha muito noção da Santa que Deus me presenteava conhecer. Criticar sempre foi mais fácil, mas, no caso de Madre Tereza, fazer o que ela fez, isso sim é um milagre!!! Disse Jesus: "pelos frutos conhecereis a árvore" (cf. Lc 6,43-45)! Deus abençoe a todos!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paulo Izidoro 14-03-2016 11:35
Eu sei que não tem tudo a ver com esse assunto, mas eu sempre tive dúvida sobre o seguinte: a Igreja é infalível nas canonizações? Eu pergunto isso por causa do processo de beatificação de D. Hélder. Obrigado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # adriano 14-03-2016 12:45
Olá Paulo, Não há nenhum documento do magistério da Igreja que defina as canonizações como infalíveis, contudo a maioria dos teólogos e 3 doutores da Igreja consideram as canonizações como infalíveis sim. Do ponto de vista prático: é mais seguro pensar que as canonizações são infalíveis (afinal, a maioria dos teólogos e 3 doutores da Igreja pensam assim). Agora se você, após estudar e refletir muito (pois a opinião menos provável sempre precisa de maior fundamentação), chegar à opinião contrária, não estará em heresia. Evidentemente, um fiel que supõe a falibilidade das canonizações deve agir com discrição e evitar qualquer escândalo no trato com os demais fiéis, até porque a opinião contrária é a mais provável. Sobre este assunto, veja: http://www.veritatis.com.br/doutrina/a-igreja/8341-sobre-a-infalibilidade-das-canonizacoes http://www.apologistascatolicos.com.br/index.php/apologetica/santos/608-as-canonizacoes-sao-infaliveis Se por acaso quiser ter acesso a textos de teólogos que defendem a falibilidade das canonizações, pode procurar no site do Pe. Daniel Pinheiro, do IBP. http://scutumfidei.org/ Um abraço.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 14-03-2016 14:13
Isso mesmo! Agradeço muito a ajuda na resposta, Adriano!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paulo Ricardo Costa Pinto 14-03-2016 12:18
Por isso existem os processos Paulo. Podem fazer um para beatificar Pol Pot, se quiserem. Isso é um princípio básico do Direito Processual, em qualquer lugar, em qualquer instância, inclusive no Direito Canônico. Quanto a infalibilidade, como relação ao processo canônico, veja, quem é infalível é Jesus Cristo que atende o pedido de um cristão de vida exemplar como tal e promove feitos que não podem ser explicados humanamente. Mas, para além disso, no imaginário popular o Santo é uma espécie de Super-Homem com auréola. Não é bem assim. É para nós um exemplo de vida como cristão e uma pessoa salva (Sã), auscultada por Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Os processos canônicos do passado eram bem diferentes dos atuais, mas a tradição e os registros históricos dos feitos dos santos confirmam a obra salvífica do Espírito Santo. Em outras palavras a Igreja apenas corrobora uma realidade que grita dos céus que Jesus está vivo e atende aos pedidos daqueles que partiram em amizade com ele.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Fabão 14-03-2016 11:32
O demônio não suporta que sigamos a Cristo, e tenta de todas as formas nos afatar do reto caminho. E tem gente que, de tanto cair nas armadilhas de Satanás, começa a chamar o bem de mal. Rezemos! Catando piolho: No finalzinho do texto, no item 1, tem um "cuja a frequência". Esse "a" não existe. O correto seria "cuja frequência". Paz e Bem!
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade