Publicidade
Terça, 02 Junho 2015 14:49

Festividade de Corpus Christi – uma resposta às heresias

Postado por

Corria o século XI. Um teólogo francês muito renomado – e também muito chapado – chamado Berengário de Tours começou a dizer que a Eucaristia não era verdadeiramente o Corpo e Sangue de Cristo. Para ele, a Eucaristia não passava de um pão bento, com um simbolismo especial. No século seguinte, Tanquelmo, outro joselito, resolveu espalhar essa e outras heresias em Flandres, arrebanhando muitos seguidores.

A alma dos fiéis estava em perigo, em especial, daqueles menos instruídos. A Igreja precisava tomar uma atitude para reafirmar a real Presença de Cristo na Eucaristia. A solução foi soprada pelo Espírito Santo no ouvido de uma monja agostiniana: foi revelado a Santa Juliana de Mont Cornillon que, na liturgia da Igreja, faltava uma solenidade em louvor ao Santíssimo Sacramento.

Um dos teólogos que investigou as revelações da santa vidente e lhes deu crédito seria eleito Papa décadas depois, com o nome de Urbano IV. Apenas três anos após a sua eleição, Urbano IV recebeu a notícia de que, em uma missa em Bolsena, a Sagrada Hóstia transformou-se visivelmente em um pedaço de carne nas mãos do celebrante, derramando muito sangue sobre os corporais. Esse sacerdote, naquele tempo, passava por provações quanto à presença real de Cristo na Eucaristia.

Diante de tantos sinais, o Papa não perdeu tempo. Naquele mesmo ano, publicou a bula Transiturus de hoc mundo determinando a solene celebração da festa de Corpus Christi em toda a Igreja. Em seu texto, a intenção de combater os hereges é clara:

"Ainda que renovemos todos os dias na Missa a memória da instituição desse Sacramento, estimamos todavia, conveniente que seja celebrada mais solenemente pelo menos uma vez ao ano para confundir particularmente os hereges; pois, na Quinta-Feira Santa a Igreja ocupa-se com a reconciliação dos penitentes, a consagração do santo crisma, o lava-pés e muitas outras funções que lhe impedem de voltar-se plenamente à veneração desse mistério". 

- Papa Urbano IV

Com o passar dos séculos, a piedade popular e a sabedoria do Magistério da Igreja formaram rica tradição eucarística. E assim surgiram, no século XIII, as grandes procissões conduzindo o Santíssimo Sacramento pelas ruas, no ostensório (peça que expõe a Hóstia consagrada, protegida pro um vidro). Também surgiu o costume de colocar de imensos tapetes florais ao longo do caminho do cortejo.

“POIS MINHA CARNE É VERDADEIRAMENTE UMA COMIDA” (Jo 6,55)

No post que publicamos sobre o sentido da Missa (veja aqui), já explicamos que as evidências bíblicas de que o Pão e o Vinho oferecidos por Cristo na Santa Ceia são DE FATO Seu Corpo e Sangue.

É importante lembrar também que o cordeiro pascal que os israelitas imolavam e comiam com pães ázimos era a imagem, o símbolo do verdadeiro Cordeiro de Deus, Jesus Cristo: "Eis o Cordeiro de Deus, Aquele que tira o pecado do mundo" (João 1,29).

Ora, se o cordeiro do Antigo Testamento era comido pelo povo de Deus, é lógico que o Cordeiro do Novo Testamento, Jesus Cristo, deveria também ser comido pelo povo. E de modo real, não figurado.

Na festa de Corpus Christi, instituída pelo Papa, com o poder das chaves que Pedro recebeu de Cristo, a Igreja nos convida a meditar sobre o mistério de um Deus que se humilha a ponto de desejar estar conosco escondido sob a imagem tão pobre de um pão. Escândalo para os incrédulos! Maravilha revelada aos pequenos!

11544 Quinta, 15 Junho 2017 14:43

Comentários   

0 # Augusto Paiva 27-05-2016 03:07
A tradução alemã do heresiarca Zwinglio contra a Eucaristia é criminosa - para não dizer diabólica. Onde os Evangelhos dizem "isto É o meu corpo", o heresiarca traduz por "isto significa o meu corpo", somente para negar a presença real de Cristo e reduzir a importância desse Sacramento. 1525 – Adulteram a Bíblia colocando o termo “significa” onde Jesus diz que “É” seu corpo: o reformador suíço Zuinglio muda a Bíblia para acomodar sua heresia contra a presença real de Cristo na eucaristia: onde os Evangelhos e São Paulo dizem "isto é o meu corpo", o heresiarca traduz por "isto significa o meu corpo"! A respeito, comenta outro protestante: "Não é possível de modo algum excusar este crime de Zuinglio; a cousa é por demais manifesta;(...) ." (Conr. Schluesselburg, Theologia calvinista, Francofurte, a M. 1592, 1. 2, f. 43 b.), escreve ainda o mesmo autor: "Não o podeis negar nem ocultar porque andam pelas mãos de muitos os exemplares dedicados por Zuinglio a Francisco, rei de França, e impressos em Zurique no mês de março de 1525, in 8o. Na aldeia de Munder, na Saxônia, no ano 60 eu vi na casa do reitor do colégio, Humberto, não sem grande maravilha e perturbação, exemplares da Bíblia alemã, impressas em Zurique, onde verifiquei que as palavras do Filho de Deus haviam sido adulteradas no sentido dos sonhos de Zuinglio. Em todos os quatro lugares (Mt., 26; Mc., 14; Lc., 22; I cor., 11) em que se referem as palavras da instituição do Filho de Deus, o texto achava-se assim falseado: Das bedeutet meinen Leib, das bedeutet meinen Blut, isto significa o meu corpo, isto significa o meu sangue." (Conr. Schluesselburg, op. cit. f. 44 a.) (citações em padre Leonel Franca, op. cit., pág. 211). As posteriores edições protestantes foram impressas corrigindo essa sabotagem de Zuinglio, que foi inclusive denunciado por Lutero, pois Lutero levantou-se contra o tal dizendo: ” ’é’ não pode ser traduzido por 'significa'”. (Uma Confissão a respeito da Ceia de Cristo - Von Abendmahl Christi, Bekenntnis WA 26, 261-509, LW 37. 151-372, PEC 287-296. - SASSE, H. Isto é o meu Corpo, p. 107). Infelizmente, por causa do estrago causado pela falsificação de Zuinglio, a maioria dos protestantes continuam a ensinar erroneamente que o pão e o vinho consagrados, “significam” o corpo e sangue de Cristo. Sendo assim eles comem e bebem indignamente a própria condenação, como bem diz as Escrituras: “Examine-se, pois, a si mesmo o homem, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Porque aquele que o come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor." (1Cor 11, 28-29) http://farfalline.blogspot.com.br/2013/09/cronologia-universal-das-mentiras-e.html ☩ ☩ ☩ Essa presença não foi contestada nem mesmo por Lutero. Em carta a seu amigo Argentino falando sobre o texto evangélico ''Isto é o meu corpo'', ele diz: ''Eu queria que alguém fosse assaz hábil para persuadir-me de que na Eucaristia não se contém senão pão e vinho: esse me prestaria um grande serviço. Eu tenho trabalhado nessa questão a suar; porém confesso que estou encadeado, e não vejo nenhum meio de sair daí. O texto do Evangelho é demais claro.'' (Respostas irrefutáveis às objeções protestantes sobre a Eucaristia por Júlio Maria de Lombaerde, Parte I) ☩ ☩ ☩ O Sacrossanto Concílio de Trento define: ''Se alguém nega que, no venerável sacramento da Eucaristia, o Cristo todo está contido em cada espécie, e em cada parte de cada espécie, quando separados, seja anátema.'' ☩ ☩ ☩ Mas esse mistério de fé é para os que crêem, e ele é tão exuberante e meditante como a encarnação do Verbo Divino (Jo 1,14). Sim, é tão sublime - unanimemente o proclamamos - o mistério da bondade divina: manifestado na carne, justificado no Espírito, visto pelos anjos, anunciado aos povos, acreditado no mundo, exaltado na glória (1 Tm 3,16). A presença real de Cristo na Eucaristia é para mim como a união hipostática (Jo 6,55 >>> Jo 10,30/ Cl 2,9), Cristo que é o Pão Vivo que desceu do Céu (Jo 6,51). Para mim, negar, portanto, a presença real de Cristo na Eucaristia (Ml 1,11/ Mt 26,26-29/ Mc 14,22-25/ Lc 22,17-20/ Jo 6,32-36/ Jo 6,48-66/ At 2,42/ At 20,7/ 1 Cor 5,7-8/ 1 Cor 10,16/ 1 Cor 11,24-34) é como negar que Jesus veio em carne (1 Jo 4,2-3). Adoremus in aeternum Sanctissimum Sacramentum.
Responder | Responder com citação | Citar
-1 # Vagner 09-07-2015 17:57
Ta certo que esse artigo ateu é bem antigo, mas toda zueira catequética de vocês vale a pena ler...
Responder | Responder com citação | Citar
-1 # Vagner 09-07-2015 17:55
Catequistas, boa tarde. leiam isso por favor: http://ceticismo.net/religiao/grandes-mentiras-religiosas/o-milagre-de-lanciano-desmascarado/ Óbvio que não dá pra dar crédito a um povo que perde tempo com aquilo que eles próprios não acreditam. Mas bem que vocês podiam dar uma refutada bem ao estilo catequista sarcástico de ser hein? rsrsrsrsrs Abraço. Deus os abençoe.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # antonio silvad69 22-06-2017 18:27
Fala sério. O site indicado é uma piada.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Luís Felipe 05-06-2015 23:41
Muito legal, mas.... ALGUÉM CONSEGUE RESPONDER SE É "DIGNÍSSIMO SACRAMENTO" OU "DIVINÍSSIMO SACRAMENTO"??
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Janes 08-06-2015 19:47
Se for a tradicional jaculatória de adoração é "Louvores e Graças se deem a todo Momento ao Santíssimo e Diviníssimo Sacramento". Um primo meu de Belo Horizonte, me disse que na catedral de lá, o Santíssimo é adorado dia e noite sem ficar sozinho um segundo sequer já fazem mais de 60 anos!!! As pessoas se revezam em turnos de uma hora para que a adoração seja perpétua. Não sei de outro lugar do mundo onde isso ocorra, mas fiquei encantado com a notícia, sinal de grande reverência e carinho pela presença de Cristo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 16-06-2015 19:16
As Irmãs Clarissas do Desagravo também têm o Santíssimo Sacramento exposto noite e dia estando sempre duas Irmãs em adoração, por turnos. A Congregação das Clarissas do Desagravo começou na Diocese de Coimbra, mais concretamente na paróquia do Louriçal, terra natal da sua fundadora, a Madre Maria do lado, cujo processo de beatificação decorre. Em 1630, houve uma grave profanação do Santíssimo Sacramento em Lisboa: assaltantes entraram na igreja de Santa Engrácia, foram ao sacrário e atiraram as Sagradas Partículas para o chão. Lá longe, no Louriçal, Maria de Brito (Maria do lado) estava em oração e Jesus disse-lhe: "Minha filha, compadece-te de Mim, que, neste momento, sou crucificado em Portugal". A Madre Maria do Lado viveu apenas 26 anos, mas foi o suficiente para fundar esta congregação destinada a adorar e desagravar o SS.mo Sacramento da Eucaristia. Infelizmente, neste pobre país governado pela maçonaria houve uma lei em 1834 que decretou a extinção das ordens religiosas, que levou a um interregno de 18 anos sem Clarissas no Louriçal. Quem quiser saber mais sobre as Clarissas do Desagravo e a Madre Maria do Lado siga estes link’s: http://www.clarissaslourical.com/convento.html http://www.clarissaslourical.com/espiritualidade.html
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 16-06-2015 19:11
Sim, há mais lugares onde se faz adoração ao Santíssimo de forma ininterupta 24 horas por dia, com pessoas que se vão revezando. Um dos casos mais famosos é o Sacré Coeur, em Paris, do qual já li que "a adoração eucarística é contínua, dia e noite, há mais de 125 anos"!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 16-06-2015 18:56
A jaculatória tal como vem no Ritual Romano é: "Graças e louvores se dêem a todo o momento ao Santíssimo e DIVINÍSSIMO Sacramento.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lara 08-06-2015 15:24
É dignissimo, já que todo sacramento é divino. Mas corrijam-me se eu estiver errada. Eu não sabia que Padre Cícero não tinha sido excomungado, Deus me perdoe! Inclusive em sites católicos, já vi pessoas comentando até que Bento XVI não quis dar continuidade a canonização de Padre Cícero.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 16-06-2015 18:54
Não,é mesmo DIVINÍSSIMO! É assim que vem no Ritual Romano, mais concretamente no "Ritual da da Sagrada Comunhão e Culto do Mistério Eucarístico Fora da Missa" (no capítulo IV, parte 4, que tem por título "Invocações, hinos antífonas, salmos e cânticos").
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 09-06-2015 16:39
Lara, até onde sei, ele ainda permanece excomungado... Mas não sou especialista no assunto, ainda estou estudando o tema. Porém, quanto a Bento XVI, foi ele quem levantou a possibilidade de Padre Cícero ser reabilitado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Janes 05-06-2015 22:14
Contagem regressiva: a educação será subvertida pela Ideologia de Gênero? http://www.midiasemmascara.org/artigos/governo-do-pt/15868-2015-06-02-22-01-20.html
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Janes 05-06-2015 19:29
Eu peço desculpas, porque meus últimos comentários (dado à urgência do tema) acabaram por se desviar do assunto proposto no post. Mas creio que estou em boa companhia já que também o Padre Paulo Ricardo (PPR) tinha uma aula-post previsto para falar do Corpo de Deus e em cima da hora ele substituiu pelo tema da Ideologia de Gênero prestes a assaltar os Planos Municipais/Estaduais de Educação, apesar da restrição legal imposta pelo povo via sua representação no Congresso Nacional (conforme o link que forneço mais acima). Mas eu só queria acrescentar aqui uma notícia que embora tímida, parece promissora. Parece que o Cardeal Odilo Scherer (Arcebispo de São Paulo) segundo uma fidedigna fonte da Arquidiocese, está começando a se mover, em relação as muitas enrascadas em se mete, no campo do politicamente correto. Ele publicamente desautorizou a sua comissão justiça e paz, dizendo que a mesma não representa necessariamente a posição católica. A posição de Dom Odilo não é nada fácil e podemos imaginar o quadro: 1) O Dom Paulo Evaristo ainda está lá em São Paulo e ele é um verdadeiro monumento nacional por n motivos. A despeito de todas as críticas que possamos lhe fazer por seus namoros e simpatias ideológicas, é fato que acolheu gente perseguida durante a ditadura militar com heroísmo, tanto quanto Dom Eugênio Sales. Até que ponto ele era consciente de que sua ação em geral, acabaria por favorecer uma ditadura mil vezes mais cruel e injusta (contra a qual a ditadura militar lutava) é outro capítulo da questão toda. Mas o fato é que a comissão Justiça e Paz, como várias outras coisas em São Paulo, tem história longa e intimamente ligada ao legado de Dom Paulo Evaristo Arns. 2) Todos se lembram do quanto Dom Odilo apanhou na questão da PUC-SP...Até manifestações pornográficas insufladas pelo esquizofrênico e decrépito José Celso Martinez houveram por ali para tentar humilhar Dom Odilo, o papa e o povo de Deus como tal. 3) O bispo emérito (também pela idade além de todo uma vida a serviço da diocese) é respeitadíssimo no Brasil. Estes restos de grupelhos ideológicos incrustrados na igreja paulista certamente usariam Dom Paulo para atacar Dom Odilo. Eu creio que se não fosse todo esse contexto Dom Odilo se sentiria mais livre para agir. Ele veio de Roma como fama de autoritário e "conservador", fui duramente atacado por Leonardo Boff que nem é de São Paulo. Com certeza ele se posiciona com o anti-comunismo que caracteriza a igreja como tal. Mas toda essa percepção do Petismo como etapa crucial do resgaste do comunismo latino-americano (hoje como movimento cultural de pretensões hegemônicas sobretudo, e não tanto como modo de organizar a economia que isso os próprios comunistas sabem ser impraticável) é algo que requer muito estudo e pesquisa. Com "trocentos" anos de estudo e investigação nas costas, o Olavo de Carvalho solta aquelas frases sintéticas que faz muita gente arrepiar os cabelos: "Dom Odilo, tecnicamente está sob excomunhão automática, por apoiar - com a CNBB - uma reforma politica que favorece o prolongamento da ditadura petista e portanto, apoia o comunismo" (aqui estou detalhando a frase de Olavo num nível que ele não o fez, pois soltou a coisa de supetão e abruptamente). Foi pena que a reação de Dom Odilo (ou será apenas a posição da tal famigerada "comissão in - justiça e paz" se limitou ao choque pelos proverbiais palavrões de Olavo. Independentemente dos puxões de orelha - no Olavo - pelo desrespeito a um homem consagrado (que podem perfeitamente ter lugar) o cardeal não podia de forma alguma fugir ao cerne do debate que se dá em torno de questões sérias: o papel do petismo na fundação e articulação do Foro de São Paulo, como plataforma de salvação - na América Latina - do que se perdeu com a queda do comunismo no leste (há documentos onde eles confessam explicitamente esse objetivo). É estarrecedor como um assunto de tão crucial importância para o nosso destino tem sido ignorado pela igreja em geral e sobretudo pela igreja latino-americana, nem mesmo diante dos horrores que ocorrem agora na vizinha Venezuela, a igreja acorda. Que jornalistas e historiadores estejam vendidos no Brasil, isso até se explica por meio da longa estratégia gramsciana em curso desde 1970, que tomou espaços chave em toda a imprensa, na universidade etc. É certo que a CNBB também foi tragada por essa essa longa e persistente estratégia gramsciana de aparelhamento cultural. Mas a grande maioria dos últimos bispos nomeados por São João Paulo II e Bento 16, é claramente ortodoxa e fiel a Jesus e sua igreja. Eles precisam urgentemente tomar a CNBB nas mãos e faze-la representar sua real posição, rompendo esse aparelhamento que ainda vigora e domina, como fizeram os bispos dos EUA. Mas eu acredito que Dom Odilo começa a acordar...E em breve teremos boas noticias.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 05-06-2015 12:01
Amigos, compartilhem do meu “luto”: em Portugal o dia de Corpo de Deus deixou de ser feriado (“temporariamente”, dizem os gajos do governo, “por causa da crise” (só se for a crise de decência…)), de forma que não celebrámos ontem essa grande solenidade, mas vamos celebrá-la transferida para o próximo Domingo… No entanto, na comunidade onde fui ontem celebrar Missa, optei por celebrar uma Missa votiva da Santíssima Eucaristia! E, como uma das opções dessa Missa votiva é usar os mesmos textos do dia de Corpo de Deus, foi mesmo esses que usámos!!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 05-06-2015 12:38
Que notícia ruim, Padre Orlando! :-(
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto Paiva 04-06-2015 04:27
''E, quando comiam, Jesus tomou o pão, e abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo. E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos; Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados. E digo-vos que, desde agora, não beberei deste fruto da vide, até aquele dia em que o beba novo convosco no reino de meu Pai.'' (S. Mateus 26,26-29 ACRF) ''E, tomando o cálice, e havendo dado graças, disse: Tomai-o, e reparti-o entre vós; Porque vos digo que já não beberei do fruto da vide, até que venha o reino de Deus. E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue, que é derramado por vós.'' (S. Lucas 22,17-20 ACRF) ''Disse-lhes, pois, Jesus: Na verdade, na verdade vos digo: Moisés não vos deu o pão do céu; mas meu Pai vos dá o verdadeiro pão do céu. Porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo. Disseram-lhe, pois: Senhor, dá-nos sempre desse pão. E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.'' (S. João 6,32-35 ACRF) ''E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim. Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha. PORTANTO, QUALQUER QUE COMER ESTE PÃO, OU BEBER O CÁLICE DO SENHOR INDIGNAMENTE, SERÁ CULPADO DO CORPO E DO SANGUE DO SENHOR. Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. PORQUE O QUE COME E BEBE INDIGNAMENTE, COME E BEBE PARA A SUA CONDENAÇÃO, NÃO DISCERNINDO O CORPO DO SENHOR. Por causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem. Porque, se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados. Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo. Portanto, meus irmãos, quando vos ajuntais para comer, esperai uns pelos outros. Mas, se algum tiver fome, coma em casa, para que não vos ajunteis para condenação. Quanto às demais coisas, ordená-las-ei quando for.'' (1 Coríntios 11,24-34 ACRF) Palavra da Salvação. Um abençoado Corpus Christi a todos. Graça e Paz.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Janes 03-06-2015 12:04
Acerca da presença do Senhor na Hóstia Santa, existe também uma explicação muito boa do Padre Paulo Ricardo (inclusive deixando muito claro o conceito de TRANSUBSTANCIAÇÃO) aqui: https://padrepauloricardo.org/episodios/a-presenca-real-de-jesus-na-eucaristia Gosto muito também de pensar na Eucaristia, como penhor (garantia antecipada) da nossa futura ressurreição. A substância da nova realidade física e espiritual (aquilo que olho algum jamais viu e ouvido algum jamais ouviu, como diz São Paulo) já existe em nós, por causa da comunhão eucarística. No "Vale de Lágrimas" da provação terrena, temos já um pedacinho da alegria celeste. Assim a Esperança Cristã é fundamentada em algo já presente, esperamos confiadamente, porque já nos foi dado, aqui e agora, algo do tesouro futuro. Pedacinho pequeno sem dúvida, mas intenso o bastante para ser chamado (por Cristo) de "O CÊNTUPLO" em relação a tudo aquilo que deixamos por causa dEle. O melhor lugar do mundo é O Senhor! "Permanecei em mim e eu ficarei em vocês!" O tentador se empenha em nos seduzir (e creio que essa seja sua mais eficiente arma) para que habitemos no passado ou no futuro, fugindo da densidade do instante presente. A Eucaristia é aquela realidade em que o eterno presente de Deus, se comunica a nós na fugacidade do tempo em que vivemos, oferecendo a melhor e mais concreta possibilidade de que esse tempo seja significativo, seja O CENTUPLO cá na terra. Vivemos num tempo (e em boa parte ele tem sido assim, por influência da cultura marxista-socialista que por sua vez herda isso das grandes heresias revolucionárias) em que parece ser inadmissível não se empenhar em projetos de um mundo novo, uma nova sociedade e um novo ser humano. A "Torre de Babel" nos seduz mais que nunca e vivemos sob o horizonte daquela paradoxal utopia descrita e criticada por T.S.Eliot, que fala da pretensão de um mundo tão perfeito, que dispense a bondade. Conheci uma freira que esteve prognosticada para morrer por três vezes (aos 15, depois aos 27 e por fim aos 56) mas morreu aos 82 anos. E toda vez que os médicos lhe anunciaram a morte próxima, a felicidade que irradiava do seu rosto chocava amigos e parentes. Mas aqueles 82 anos de vida foram extremamente fecundos em termos de bondade vivida nessa terra, de amor ao próximo, de bem efetivo feito aos outros, sem se preocupar se o mal e o sofrimento seriam ou não destruídos de modo definitivo. Ou seja: a angústia ideológica nunca perturbou sua paz, mas, nem por isso seu empenho em minorar o sofrimento alheio foi menor. Sua vida foi expressão não de um sonho, de um projeto futuro cuja ausência presente angustia e frustra. Mas foi a alegre gratidão de um dom já presente aqui e agora e por isso foi fecunda e construtiva. Olhos e corações postos no céu (por causa do pedaço dele já experimentado) tornaram sua passagem na terra , algo que deixou marcas. Olhos postos por demais na terra, empenhados na pretensiosa construção da torre de Babel terrena, com frequência deixaram ruínas e marcas de destruição, terror e morte. A história dessa freira não deixa de ser a história da igreja, cuja aparente "alienação" dos problemas terrenos, em busca das coisas do alto, mais fez por sua resolução do que qualquer outro fator que pretendeu uma resolução cabal e definitiva dos problemas que nos fazem sofrer. Por isso devemos voltar sempre a ouvir a voz do Senhor que nos diz: "Essa geração adúltera e perversa pede um sinal. Mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas!" (Mt 12, 39).
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Danilo 03-06-2015 10:15
Gente, por falar em Eucaristia e Corpus Christi... alguém poderia me explicar o que se passa aqui nessa Paróquia? Parece que o Santíssimo Sacramento servirá de visitação na casa das pessoas. É correto isso? :o https://www.facebook.com/media/set/?set=a.995700603798232.1073741970.611423245559305&type=1
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Farias 03-06-2015 23:51
Eu tô tentando arrumar motivos para dizer que estamos entendendo errado... Mas, infelizmente, não encontro. Até suspeitei de ser a católica brasileira, mas conferi no site da Arquidiocese que é - ou deveria ser - a Católica Apostólica Romana. Os comentários então... Nem se fala... #Oremos
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Luiz 02-06-2015 21:33
Pena que existem até católicos que nem mesmo tem verdadeira consciência da presença real de Cristo na Eucaristia. Quanto a mídia secular ai já é um absurdo o que dizem. Não enxergando Jesus Eucarístico dizem que o Padre caminha com um objeto de prata (ostensório) que é adorado pelos católicos. Lembro-me de uma reportagem de muitos anos atrás que um repórter falando da Eucaristia disse que a Igreja distribui ao povo como se fossem "partes" do Corpo de Cristo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cláudia 02-06-2015 21:17
Meu Deus eu creio e adoro teu Santissimo corpo e sangue. Amém!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 02-06-2015 20:23
Parece que nas épocas de crise da fé na presença real de Jesus na Eucaristia Deus responde sempre com milagres Eucarísticos. Foi assim naquela época e é assim hoje (Buenos Aires, Lourdes…). Eu conhecia era o milagre de Lanciano, mas nunca tinha ouvido falar desse de Bolsena. Sempre a aprender! Em Portugal também houve um milagre eucarístico, em Santarém, no séc. XIII, cuja Sagrada Partícula, convertida em carne, se conserva ainda hoje num ostensório, selada com cera e exposta à adoração. Mas, infelizmente, quase ninguém em Portugal tem conhecimento desse milagre! São mais os estranjeiros que, a caminho de Fátima, passam por essa igreja de Santarém do que peregrinos portugueses!... O milagre de Santarém ocorreu quando uma mulher, que tinha ido comungar, tirou a Sagrada Partícula da boca e a embrulhou num lenço para a levar a uma bruxa que tinha consultado. Era uma mulher a quem o marido batia tanto que ela resolveu consultar a bruxa. Ela prometeu-lhe que daria remédio seguro à sua situação, desde de que lhe trouxesse uma Hóstia consagrada (para fazer bruxaria, claro…). Depois da sua comunhão dissimulada, a mulher ia para ter com a bruxa, quando a Partícula começou a sangrar abundantemente nas suas mãos, ensopando o lenço em que A levava, para grande espanto das pessoas com quem ela se cruzava, que lhe perguntavam se se tinha ferido. Aflita, a mulher resolveu antes ir para casa, onde escondeu logo a Sagrada Partícula numa arca. Durante a noite, ela e o marido acordaram com a casa envolvida numa intensa luz. Ela confessou ao marido tudo o que tinha acontecido e ficaram o resto da noite em adoração. Logo de manhã, foi chamado o pároco, que trasladou solenemente a Partícula convertida em carne de volta para a igreja onde ainda hoje pode ser adorada.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex C. Vasconcelos 03-06-2015 10:24
A sua bênção, Padre Orlando! Meu Deus, que história linda... Aqui no Nordeste do Brasil também há um relato de um milagre eucarístico, numa cidade chamada Juazeiro do Norte, no Estado do Ceará. Era o ano de 1889, e, como a região é muito seca, a angústia já apertava o coração daquela gente sofrida, pois já estavam no mês de Março e nada de chuvas. A população temia que aquele fosse mais um ano de seca. O povo sertanejo já se punha a caminhar pelas estradas poeirentas em busca de uma vida melhor nas cidades maiores. Em Juazeiro do Norte, beatas piedosas varavam as noites em adoração ao Santíssimo Sacramento, clamando aos Céus que os livrassem de mais uma seca. E entre estas piedosas mulheres, estava uma humilde lavadeira, de 28 anos de idade, chamada Maria Madalena do Espírito Santo de Araújo. No dia 1º de Março de 1889, sexta-feira da Quaresma, Padre Cícero Romão Batista resolveu ministrar logo a comunhão às mulheres presentes à vigília, a fim de que retornassem logo às suas casas e repousassem um pouco antes da Missa da manhã seguinte. A primeira a comungar foi Maria de Araújo. Quando o sacerdote colocou a hóstia sobre a língua dela, esta caiu no solo de modo inesperado, em transe. Quando foi socorrida, verificou-se que a mesma estava com a boca ensanguentada, e que o sangue provinha da hóstia que recebera. O fato se repetiu várias vezes nas semanas seguintes. Padre Cícero, no entanto, manteve o fato em segredo. Mas a notícia acabou se espalhando rapidamente, até chegar aos ouvidos do Mons. Francisco Monteiro, reitor no Seminário do Crato, cidade vizinha. O mesmo organizou uma romaria, a qual contava com mais 3 mil pessoas. O fato, então, começou a tomar grandes proporções, principalmente depois que o médico, após presenciar o fato e investigá-lo, publicou um artigo afirmando que estava diante de um verdadeiro milagre. Isto provocou a indignação do Bispo de Fortaleza, que não acreditava no milagre, o qual nomeou uma comissão para investigar o fato. Tal comissão esteve no Crato por 3 dias, e em nenhum destes dias, após ministrar a comunhão, o fato se repetiu. Com base nisto, o Bispo aplicou a pena de suspensão ao Padre Cícero, privando-o de pregar, confessar e orientar seus fiéis, restando-lhe apenas celebrar. Desacreditando publicamente o fato ocorrido no Juazeiro. Mas as multidões ignoraram e continuaram a acorrer ao Juazeiro, o que provocou mais indignação no Bispo de Fortaleza, que encaminhou a questão ao Santo Ofício, o qual determinou que o Padre Cícero se afastasse de Juazeiro, ficando impedido, inclusive, de celebrar, o qual acatou prontamente, retirando-se para o município de Salgueiro, em Pernambuco, acompanhado de uma grande multidão que o seguia. Fala-se que o referido padre foi excomungado, todavia, a pena de excomunhão se daria se o mesmo voltasse a celebrar, o que não ocorreu. O povo do Nordeste o tem hoje como santo, tendo sido, inclusive, aberto o processo de canonização do Padre Cícero e da beata referida, por Dom Fernando Panico, Bispo do Crato, o qual se encontra em avançado estudo, tendo o Crato recebido a visita de Dom João Braz de Aviz, Cardeal então Prefeito da Congregação dos Institutos de Visa Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica, em setembro do ano passado, o qual sinalizou que nutre a esperança da finalização do processo e pronta canonização, indo de encontro ao clamor do povo. Desculpa o texto longo, mas é que este é um assunto que me é caro... rsrsrs
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 05-06-2015 12:01
Deus o abençoe, e obrigado por partilhar. Se vier a Fátima, aterrando em Lisboa, Santarém fica em caminho.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex C. Vasconcelos 08-06-2015 10:03
Pretendo ir à Fátima no ano que vem... Atendendo ao convite, aportarei em Santarém!!! Já estou ansioso...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Farias 03-06-2015 23:38
Alex, paz e bem ! Me corrija se eu estiver errado, mas o afastamento de Pe. Cícero não teria ocorrido devido ao ingresso dele na política (partidária), ele acabou sendo prefeito da cidade, e também por supostas ligações com Lampião ?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 03-06-2015 23:58
Não. O afastamento de Pe. Cícero envolveu acusações de heresia, por parte do Arcebispo de Fortaleza. O bispo o acusava, se me lembro bem, de afirmar que Jesus, no Juazeiro, teria derramado Seu Sangue mais uma vez para a remissão dos nossos pecados, quando sabemos que Cristo derramou Seu Sangue de uma vez por todas uma só vez, no Calvário.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Janes 04-06-2015 16:02
E a burrice - das militâncias ideológicas - é tão grande e obtusa, que elas não percebem que essa ideologia da identidade e diversidade de gênero, joga por terra todos os fundamentos que elas próprias usam para defender os 'direitos" lgbts. Pois se a pessoa não nasce com um sexo ou um gênero determinado - ou dito de outra forma: se o dado sexual não é definitivo ou determinante - , como essa militância pode se opor (como se opõe sempre) por exemplo ao sujeito (ao psicólogo, ao cientista divergente, ao terapeuta e ao próprio homossexual) que diz estar empenhando em reverter a própria orientação/condição sexual??? Pois esse sujeito também está dizendo de algum modo, que ele não aceita que sua inclinação/orientação/condição (seja lá o que for) seja algo imutável e permanente. Veja como a realidade em toda sua vasta complexidade não cabe em fórmulas ideológicas fáceis...dos CONSELHOS FEDERAIS DE PSICOLOGIA DA VIDA (devidamente aparelhados pelos ideólogos) . A complexidade da natureza e da sexualidade humana, comporta sim uma influência e até certo ponto escolhas sociais e culturais como o artigo do Boff tão bem elucida. Mas tais influencias e escolhas são elaboradas a partir de uma base biológico-sexual dada pela natureza (que tem sua mensagem própria, suas leis de funcionamento) como Boff aponta, e não em total divórcio com ela como quer a ideologia de gênero. Muitas perguntas ficam no ar, irrespondidas, como diz tão bem e lucidamete o CATECISMO da IGREJA CATÓLICA , a gênese da homossexualidade permanece assunto amplamente desconhecido no atual estágio das ciências. Mas o ideólogo não suporta lidar com a dúvida, precisa de esquemas explicativos cabais onde tudo se possa encaixar e a complexidade da vida possa ficar achatada numa figura bidimensional. Numa postura despretensiosa como a do catecismo, há lugar para a pluralidade interpretativa : Alguns psicólogos e cientistas do comportamento querem continuar pesquisando a homossexualidade como possível imaturidade afetivo-sexual e oferecer caminhos ( e resultados, como já existem!!) terapêuticos consoantes com essa hermenêutica. Outros querem trata-la como orientação irreversível e fixa. Essa pluralidade de concepções corresponde aos fatos: não há consenso cientifico. Mesmo as famosas declarações das associações terapêuticas norte americanas (que subsidiaram a posição da OMS-ONU) estão longe de terem sido consensuais e foram obtidas via pressão politica violentíssima e não via pesquisa. Não é mais lúcido lidar com essa pluralidade e complexidade? Não é sobretudo mais honesto? Mas não a ONU e o Governo Brasileiro (mas o JUDICÁRIO, sobretudo o STF) faz tábula rasa da complexidade e pluralidade existente, manipula e engana o povo apresentando a coisa como uma evolução social natural já dada, quando o que ocorre é a hegemonia forçada e autoritária de uma das posições possíveis. E em vez de favorecer o debate, a pluralidade das visões existentes, ele torna uma delas a única possível , criminalizando toda divergência por mais bem fundamentada que seja e desqualificando sumariamente as inteligências que recusam obediência cega ao esquema já fabricado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # JANES 04-06-2015 15:11
E essa ideologia de gênero (voltando ao que acabei de comentar) é um troço tão bizarro e grotesco , tão irracional - ao afirmar que somos tábula rasa ao nascer, sem nenhum dado biológico-natural, acerca de nossa sexualidade, estando tudo por ser construído social e culturalmente- que até o burro do Leonardo Bofe, embora não critique abertamente o termo, percebe inúmeros furos e contrassensos que essa ideologia tem , e o faz aqui http://www.leonardoboff.com/site/vista/outros/a-construcao.htm Se até esse cara (L.BOFF) que é podremente vendido aos maiores poderes econômicos e politico-ideológicos da terra, percebe a furada que é a radicalização ideológica da teoria da identidade e diversidade de gênero, porque essa idiota a ONU não percebe e esse governo corrupto do Brasil não percebem o óbvio. Defender o direito da mulher é uma coisa, agora subverter toda a compreensão da natureza humana (e cada um tem o direito de interpreta-la como quiser mas JAMAIS de impor sua interpretação na marra como o GOVERNO vem fazendo!) a pretexto dessa defesa da mulher, é outra bem diferente, é matar a vida da inteligência e da razão. Mas como sempre, a ideologia é assim mesmo, além de perverter moralmente as pessoas, tem também essa capacidade de tornar as pessoas irracionais, esquizofrênicas, incapazes de qualquer abordagem minimamente lúcida do real. Como a complexidade do real é trabalhosa e desafiante para o intecto humano, é mais fácil fabricar um esqueminha ideológico aparentemente lógico e cômodo("escolhemos nosso gênero , depois de nascidos") onde toda a complexidade fica "simplificada" e os contrassensos do real são enfiados debaixo do tapete. O problema é quando essa opção ideológica quer virar lei, imposição de uma minoria "ILUMINADA" ao restante do povo. Aí é um tal de fazer chantagem econômica, de fazer gente perder emprego, de impedir a liberdade de opinião, expressão e educação e até de trancafiar na cadeia quem ousa pensar diferente do esqueminha adotado. ACORDEMOS NOSSO POVO MINHA GENTE. Uma aparente questão de supostos direitos de minorias pode vitimizar (inclusive os cidadãos dessa minoria que não se identificam com os grupelhos ideológicos) muito mais gente e ferir direitos muito mais essenciais, do que possa parecer.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Farias 04-06-2015 14:48
Obrigado pela informação
Responder | Responder com citação | Citar
0 # JANES 04-06-2015 14:39
Agora que O CATEQUISTA tem a sua rede social,sua já grande influência tem sido ainda maior. E é por isso - que mudando o rumo da prosa - peço um enorme favor. Num Brasil mais ideológico que nunca - e a ideologia manipula mais quando do povão já foi subtraído, via escola e via mídia, todo o direito à razão e ele passa a pensar curto ("que mal tem? Em que isso afeta a minha vida?") - a manipulação mental sempre sai por uma porta (às vezes uma porta legal) e entra sorrateiramente por mil e uma janelas judiciárias e administrativas. É o que vem ocorrendo AGORA, NESSES DIAS. O GOVERNO QUER ENFIAR A MANIPULAÇÃO MENTAL na marra, goela abaixo. Para o governo e seus ideólogos e militantes se a manipulação do povo não vai pela lei, tem que ir na base da chantagem econômica, do truque administrativo. A nossa CNBB que tanto nos entristece por tantos furos e equívocos, dessa vez está de PARABÉNS pois vem fazendo uma campanha (em sintonia com tantos alertas do Papa Francisco) contra essa recente manipulação do governo federal que quer enfiar goela abaixo do povo A FAMIGERA E IRRACIONALÍSSIMA IDEOLOGIA DA IDENTIDADE DE GENERO. O que peço, em nome de Deus, por favor, é que O CATEQUISTA apoie e ecoe generosamente essa campanha da CNBB, particularmente endossada por Dom Leonardo Ulrich. Quem sabe um próximo post, um tuwitaço, enfim o que a criatividade e o Espírito Santo sugerirem...? Mas enfiem apoiem por favor! Padre Paulo Ricardo (no link abaixo) atualiza-nos com sua habitual competência e clareza, acerca dos detalhes desse último ataque do governo e do MEC à sensibilidade ética e cultural do nosso povo. Eis o link https://padrepauloricardo.org/episodios/a-ideologia-de-genero-nos-planos-municipais-de-educacao A partir das informações do PPR no link acima O CATEQUISTA saberá como dar sua contribuição à essa grande campanha cidadã.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Pedro 02-06-2015 18:25
Nós Vos adoramos Senhor Jesus Cristo, aqui e em todas as vossas Igrejas que estão pelo mundo inteiro, e Vos bendizemos, por que pela vossa Santa Cruz remistes o mundo! São Francisco
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Adriana 02-06-2015 16:00
Corpus Christi, presença real de Jesus na Eucaristia.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Marcelo José dos Anjos 02-06-2015 15:52
É tudo muito profundo. É uma pena que tanta gente não ligue para algo tão grandioso. Mas me alegro muito mais pelas muitas pessoas que se dedicam inteiramente para preparar os tapetes e louvar o Cristo Eucarístico. =D
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Gêneto Eugenio 02-06-2015 15:46
Esse então https://youtu.be/M2D1WPqWwhk
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 02-06-2015 20:22
Então, já que estamos numa de sugestões musicais eucarísticas, deixe-se surpreender com esta: https://www.youtube.com/watch?v=Atd15unCN6Q "Corpus Domini Nostri Iesu Christi custodiat animam meam in vitam aeternam"; isto é: "O Corpo de NOsso Senhor Jesus Cristo guarde a minha alma para a vida eterna" (são as palavras que o sacerdote diz, em silêncio, ao comungar).
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Gêneto Eugenio 02-06-2015 15:41
Sem palavras https://youtu.be/72QU7KYHMgA
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Vagner bastos 02-06-2015 15:38
vc poderiam publicar um post a respeito do marketing e a ditadura gay? (Polêmica em torno da propaganda da o boticário) tivemos conflitos no grupo de jovem em relação ao boicote q foi feito a campanha. Um post de vcs ajudaria bastante na discussão
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Flávio 02-06-2015 15:10
"Graças sempre te darei graças Senhor,pois nesta comunhão és fonte de vida eterna e salvação!"
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Hellen 02-06-2015 15:10
Jesus Sacramentado, nosso Deus amado!!!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ludmila 02-06-2015 15:04
Graças e louvores se deem a todo momento ao Santíssimo e Digníssimo Sacramento!
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade