Publicidade
Sexta, 14 Junho 2013 06:00

Jesus tinha brothers, e não irmãos

Postado por

Os evangélicos são praticamente unânimes ao afirmar que Nossa Senhora teve outros filhos depois de Jesus Cristo. Bem, o que esperar das ovelhas que se recusam a serem apascentadas pelo sucessor de Pedro, e preferem ser guiadas pelos pastô?

Para entender melhor essa questão dos "irmãos" de Jesus, precisamos nos dar conta do contexto social e familiar da época. Hoje em dia, quando pensamos em família, pensamos em pai, mãe e filhos (família nuclear). No máximo, incluímos os avós.

Porém, naquele tempo, a família “mais chegada” era um conceito bem mais amplo, incluindo tios e primos. Como o Estado não garantia a segurança dos cidadãos comuns (não havia “polícia”) e não eram concedidos benefícios sociais, as pessoas dependiam muito de seus parentes.

Os parentes se defendiam de ameaças de roubo, de violência e de disputas. Também se socorriam em casos de necessidade material e se uniam para plantar ou colher em conjunto, caso possuíssem terras cultivadas. Então, era comum que alguém chamasse um primo ou tio de "irmão".

Os chamados “irmãos" de Jesus (citados em Mc 3,31; Jo 2,12; At 1,14; 1Cor 9,5; Gl 1,19) eram, na verdade, seus primos ou parentes próximos. A Escritura não somente designa com o nome de irmãos aqueles que são filhos do mesmo pai ou da mesma mãe, mas também aqueles que são parentes próximos, como tios e primos. Até mesmo o herege Lutero reconhecia essa verdade.

Vamos ver os exemplos da Bíblia:

  • Abraão chama de Irmão a Lot, seu sobrinho (Gen 11, 27; 13-8); quando a própria Escritura diz que Lot era filho do irmão de Abraão (Gn 12, 4-5);
  • Labão também chama Jacó de irmão (Gn 29-15), quando este era, na verdade, seu sobrinho.

Quero apontar três grandes evidências que nos levam, pela lógica, a concluir que o dogma da virgindade perpétua de Nossa Senhora faz todo o sentido.

Evidência 1. Após a morte de Seu Filho na cruz, Nossa Senhora corria o risco de se tornar uma viúva desamparada, sem apoio social e sem sustento. Era preciso que um parente generoso a acolhesse em seu lar, e isso, naturalmente, caberia a um de seus outros filhos, se ela os tivesse.

Mas seu pastô... se Maria tinha mesmo outros filhos, os muléke era tudo filho desnaturado! Em vez de apoiarem a Mãe, os mano di Zizuiz deixaram que outro homem, João, que nem era da família, a assumisse como mãe e a levasse consigo para casa. Será?

“Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa.”

- João 19, 26-27

Se liga, pastô! O fato da Mãe de Jesus ter sido acolhida por um homem que não era de sua família indica que ela não tinha outra opção de proteção masculina, ou seja, não tinha marido, filhos ou genros com quem pudesse contar.

Evidência 2. A Arca da Aliança era tão sagrada que somente os homens da tribo de Levi - a tribo sacerdotal - podiam tocá-la. Um hebreu, certa vez, na maior boa intenção, segurou a Arca pra impedir que ela caísse no chão, mas como não era levita, morreu na hora (sente o drama!). Se o Senhor tinha tamanho zelo pela Arca que continha as tábuas da Lei, não teria Ele zelo infinitamente maior pela Arca da Nova Aliança, ou seja, pela mulher carregou Seu Filho dentro de Si?

Se a Arca da Aliança era sagrada, quanto mais sagrado não seria o ventre onde o corpo do Rei dos Reis tomou forma! Faria mesmo sentido que essa Nova Arca, esse espaço sacratíssimo onde Deus habitou fosse depois habitado por seres humanos manchados pelo pecado original?

Evidência 3. Como sabemos, a fé da Igreja se baseia na Bíblia e na Tradição. Pois bem: dois historiadores da Igreja Antiga, Rufino ("Comentário ao Credo dos Apóstolos", 37) e Eusébio de Cesaréia ("História Eclesiástica", II, 23) registraram a Tradição Apostólica que identifica Tiago, autor da Epístola de Tiago, como irmão do Senhor. E está claro que este Tiago é filho de Alfeu, irmão de Judas Tadeu (Jd 1,1), o autor da Epístola de Judas.

As citações bíblicas dos “irmãos” de Jesus, longe de serem uma contrariedade para a doutrina da Igreja, são mais um forte indício de que a Bíblia NÃO foi adulterada pelos padres antigos, como muitos dizem por aí. Afinal, se assim fosse, os copistas teriam substituindo "irmãos" por "primos", eliminando a necessidade de os teólogos explicarem essa aparente objeção ao dogma da virgindade perpétua de Nossa Senhora.

Para quem quiser estudar mais o assunto, recomendo os artigos do site Veritatis Splendor:

 

643 Segunda, 19 Junho 2017 18:08

Comentários   

0 # Augusto Paiva 13-06-2016 04:53
São Paulo Apóstolo diz que quem se descuida dos seus, e principalmente dos de sua própria família, é um renegado, pior que um infiel (1 Tm 5,8). Em Eclesiástico 3,1-18 também fala sobre os cuidados que uma pessoa deve ter pelos seus pais. É de se notar, portanto, que os supostos filhos de Maria e irmãos de sangue de Jesus (o que é uma balela tremenda) são uns desnaturados e piores que um infiel (1 Tm 5,8), pois, além de terem se ausentado no dia da crucificação (Jo 19,25), deixando a sua suposta Mãe desamparada, não cuidaram dela até o fim de sua vida (o que era um dever deles), já que ela foi confiada aos cuidados de São João (que não tinha parentesco com ela), que a levou para a sua casa (Jo 19,26-27). Mas essa mentira é deveras pertinaz! O heresiarca Lutero disse: ''Uma nova mentira sobre mim está circulando. Dizem que eu preguei e escrevi que Maria, a Mãe de Deus, não era virgem antes ou depois do nascimento de Cristo, mas que ela concebeu Cristo através de José e teve mais filhos depois dEle''. Ademais, vê-se de muitos estúpidos - o próprio heresiarca Calvino chama isso de estupidez [1] - que dizem que Maria teve outros filhos além de Jesus, mas tem um ''pastô'' zé mané que foi mais além desse absurdo: o herege disse que Jesus não tem mãe [2]. Haja paciência! Ora pro nobis, Sancta Dei Genetrix. Ut digni efficiamur promissionibus Christi. _________ NOTAS: [1] http://www.apologistascatolicos.com.br/index.php/apologetica/protestantismo/787-jesus-teve-irmaos-uma-resposta-de-joao-calvino [2] https://www.youtube.com/watch?v=OgZ-RuEaxp8
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Elvis 19-10-2014 02:35
Oi, gostaria de saber sua(s) opinião(ões) por sobre o Ossuário de Tiago , suposto "irmão" de Jesus, que li no site Criacionismo de Michelson Borges,(há algum tempo, mas só agora tive idéia de perguntar) http://www.arqueologia.criacionismo.com.br/2010/11/veredito-ossuario-do-irmao-de-jesus-e.html , que é adventista ,pois gosto do tema Criacismo não sou protestante. Acredito que Maria tenha permanecido virgem e pura (no Dogma da Imaculada Conceição), mas não entendi a citação da urna: Tiago, filho de José, irmão de Jesus. Afinal por que é dada uma informação tão estranha? E José teve outros filhos antes de se casar com Maria? E qual parentesco da Sagrada Família com todos seus parentes naturais (descritos ou não na bíblia, mas histórica e arqueologicamente [re]conhecidos), e principalmente os apóstolos e evangelistas? E quanto as hipóteses (mesmo que sejam pouco prováveis) do Design Inteligente e Criacionismo Científico vocês trabalham com estes temas? Obrigado e desculpe-me o grande incômodo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 22-10-2014 15:42
Oi, Elvis! Desculpe a demora em responder. "E José teve outros filhos antes de se casar com Maria?". Bem, há uma tradição oriental diz que sim, e que justamente Tiago seria irmão de Jesus por parte de pai. José seria viúvo ao se casar com Maria. Pode ser verdade? Pode, mas a Igreja não nega nem confirma. É uma tradição venerável, mas não necessariamente verdadeira. Quanto a esse ossuário, uma coisa que é esquisita neste caso é que a questão sobre a autenticidade ou falsidade da urna foi resolvida NUM TRIBUNAL, através de um PROCESSO JUDICIAL. Um processo judicial não é uma discussão científica, por mais que as testemunhas no processo sejam especialistas em ciências. No final é a decisão do juiz e do júri PERSUADIDOS do veredito que conta, não a discussão científica em si. Um amigo meu e participante da Liga dos Blogueiros Católicos, o Bruno Linhares, disse ainda sobre isso: "reparem outra coisa que também me deixou com a pulga atrás da orelha, mas essa é mais difícil de apontar para o público em geral: a urna com o ossuário está em posse da FAMÍLIA ROCKFELLER?! Não é conhecida propriamente por ser uma família cristã...". Quanto ao tema da evolução das espécies, temos dois posts: Criação X Evolução – quem nasceu pra Chita, nunca chega a Jane. Ou não… http://ocatequista.com.br/archives/13014 Glória ao Acaso nas Alturas! http://ocatequista.com.br/archives/438
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Felipe 02-09-2014 12:11
Muito boa a Explicação, Eu sempre adquiro mais conhecimentos nessa pagina, Enquanto os Protestantes sempre atacam com informações mal estudadas, e Bom nós Católicos ter esses conhecimentos aprofundados sobre a verdade.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Marcelo 13-07-2014 00:08
Mas qual o problema de Maria e José terem filhos? Eles eram casados, família é benção de Deus.E se Maria não fosse virgem, isto a tornaria menos bem-aventurada?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 14-07-2014 01:16
Marcelo, O sexo dentro do casamento é algo bom, é abençoado e faz parte do plano de Deus. Portanto, afirmar que a Virgem Maria e São José não consumaram seu casamento nada tem a ver com achar que uma mulher é menos honrada porque pratica sexo. Na verdade, a crença na virgindade perpétua de Nossa Senhora é uma REALIDADE revelada, é um FATO. Nós cremos porque isso nos é ensinado de modo infalível pelo sucessor de Pedro e porque faz parte da Tradição ensinada oralmente pelos padres da Igreja primitiva. Basta estudar os escritos dos padres da Igreja primitiva e você verá que os cristãos dos primeiros séculos criam firmemente que Maria permaneceu Virgem após o parto. Eles, que foram contemporâneos dos Apóstolos, sabiam que Maria não teve outros filhos e aprenderam com os Apóstolos sobre a sua virgindade perpétua. Essa Tradição oral chegou até nos hoje, reafirmada pelo Magistério do Papa. É um tanto incoerente a incredulidade das pessoas que creem que Maria engravidou de Jesus sendo Virgem, mas não creem que ela pode ter permanecido Virgem mesmo sendo casada. Ora, o que é mais difícil: Maria engravidar sem fazer sexo ou permanecer virgem, mesmo sendo casada? Será que é tão difícil imaginar o quão maravilhoso e imenso é o fato de uma mulher ter a consciência de que foi escolhida para gerar dentro de Si o Salvador, o Filho do Altíssimo? Será que é tão difícil imaginar que tal mulher, plena da graça de Deus, já não se interessa em mais nada na vida, a não ser vir a Deus e se consagrar a ele plenamente e exclusivamente, de corpo e alma? É tão difícil imaginar que o ventre onde Deus - Deus!!! - foi gerado é terreno sagrado, é a Nova Arca da Aliança, e assim deve permanecer intocado?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Marcel 11-07-2014 18:37
Parabéns pela explicação. Muito objetiva e clara. Que sirva de lição para todos aqueles que tem necessidade de esclarecimento e coração aberto para a verdade divina que permeia o coração de todo bom Católico.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Carlos 11-07-2014 17:05
Escrevi um arquivo onde resolvo a questão provando na Sagrada Escritura que os "irmãos" são filhos da irmã da Virgem Maria. http://mariamaedoredentor.blogspot.com.br/2014/07/irmaos.html
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Carlos 11-07-2014 17:08
Escrevi um artigo onde resolvo a questão, provando na Sagrada Escritura que os “irmãos” são filhos da irmã da Virgem Maria. http://mariamaedoredentor.blogspot.com.br/2014/07/irmaos.html
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 13-12-2013 22:18
Por falar em Maria, gostaria que alguém me respondesse se conhecem uma ladainha chamada: "Ladainha dos Nomes Misteriosos de Maria", como vocês podem ver neste link: http://www.oracoes.info/LadainhasVirgemMaria02.html Em um debate com um protestante no blog: igrejamilitante.wordpress.com, um protestante apresentou esta ladainha, o qual nunca havia lido nada a respeito dela. Ao ler a ladainha achei muito suspeito, pois há várias coisas aí que não concordo e parece que vai muito contra a doutrina da Igreja Católica, sobre tudo, quando se diz para adorar a Maria, ou quando se dirigi a ela como complemento da SANTÍSSIMA TRINDADE, luz inacessível ou escada para o céu, títulos estes muito duvidosos, pois complemento da SANTÍSSIMA TRINDADE, dá para aparecer que falta uma pessoa na SANTÍSSIMA TRINDADE e esta pessoa é Maria, e aí não seria mais uma trindade mas uma quarteidade, e luz inacessível e escada do céu pelo que me lembro segundo as Sagradas Escrituras somente JESUS é a escada que se sobre para o céu e somente DEUS é que vive em uma luz inacessível. São títulos muito duvidosos para não dizer, temerários, talvez seja por isto que a Igreja Católica não a divulga tanto assim, pelas posições imprecisas para não dizer até heréticas dela. Enviei estas ladainhas pedindo explicação ao Pe. Paulo Ricardo e ao Prof. Felipe Aquivo, e até agora não obtive resposta, portanto, gosta de saber de alguém aqui do blog ou de qualquer um que venha passar por aqui, para saber se esta ladainha é aprovada pela Igreja e qual a explicação aplausível sobre os inúmeros títulos dirigidos a Maria em que na lembram das doutrinas da Igreja Católica a respeito dela. Obrigado e que DEUS E NOSSO SENHOR JESUS CRISTO abençoe a todos pela Intercessão Materna de Maria, amém.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Gabriel Henrique 13-12-2013 17:17
Bem meu amigos, são muito bons os artigos do site, só por questão de curiosidade: Eu estava esses dias lendo um apócrifo, acho que era de São Tomé, e nele dizia que TALVEZ, José fosse viúvo, já que era um homem temente a Deus em sua religião e integro, ele já teria sido casado pois ele seguia sua tradição. Bem o problema era provar que ele realmente foi casado, inclusive um santo da igreja já até levantou essa possibilidade também, só não me lembro qual. Então da podemos ver que além de tradução, poderia também ser os irmãos de Jesus por parte de pai. Pois bem fico por aqui, lembrando que não estou afirmando nada pois a igreja não se pronunciou sobre isso que falei, simplesmente uma questão de curiosidade :). Pax et Bonum :)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sara 13-12-2013 15:56
Muito esclarecedor! :) Ótimo texto!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Gêneto 21-06-2013 17:20
OBRIGADO AUGUSTO PELO "AO MENOS, PRA MIM INTERESSANTE" USEI UMA LINGUAGEM MUITO POPULAR AO FAZER AFIRMAÇÃO QUE DEIXA UM QUÊ NO AR...LINGUAGEM FIGURADA NÃO BEM EXPLICADA DA NISSO.COMO VINHA EU LENDO OS COMENTÁRIOS E SE TRATANDO DE TENTAR EXPLICAR ALGUMA COISA AOS "PROTESTAS" ERREI FEIO DE ESQUECER QUE ESTOU NUM BLOG CATÓLICO, NO QUAL É VISITADOS POR PESSOAS DE OPINIÕES CONCRETAS E SÁBIAS NO QUE DIZ RESPEITO A SANTA IGREJA CATÓLICA(CONTINUEM POIS APRENDO MUITO)... ENTÃO, NO CALOR DA LEITURA ESCREVI UM CONTO POPULAR NO QUAL PESSOAS COMO EU NO DIA A DIA LEMBRO E FALO ATÉ COM ORGULHO QUE SOU DO SANGUE DOS EUGENIO, QUE É MEU SOBRENOME(FAMÍLIA LINDA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA RSRSRS)...FICAREI MAIS ATENTO OK SIDNEI PARA NÃO FALAR "MAIS ESSAS BESTEIRAS" COMO BEM ME LEMBROU EM SUA FIEL CORREÇÃO AMOROSA QUE COLOCA O "HEREGE NOS TRILHOS". E CADU SINDONA OBRIGADO TAMBÉM PELA CORREÇÃO, SÓ QUERIA DEIXAR FRISADO QUE USEI DE QUASE UMA METÁFORA E CÁ PRA NÓS, CÁ PRA NÓS O SIDNEI FALOU, MAS VOCÊS ACHAM MESMO QUE OS PROTESTAS AO OUVIREM MINHA RESPOSTA SIMPLISTA(NA MINHA PEQUENÊS DE SABER)VÃO REFUTAR ALGUMA COISA??? PAZ E BEM.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # augusto 25-06-2013 07:39
blz, champz, tudo nosso,ou melhor, tudo do Senhor Jesus que concede por graça a nós. O Cadu também, gentilmente, refutou as minhas concepções, e a explicação dele pareceu ser mais válida que a minha. Só manera no caps: dói no olho. :D
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Fabio Rocha 20-06-2013 21:13
Em primeiro lugar não nego o valor do exemplo de Maria, respeito e considero suas convicções que tem argumentações bem formadas. Tenho algumas perguntas se puder me responder. Mas não acredito que ela tenha virado uma divindade igual ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, e nem depois de morta tenha a capacidade de ouvir pedidos de 1 bilhão de pessoas simultaneamente para dar recado a Deus, nem que realize milagres, pois penso que isso é inerente a Deus. Eu concordo que Tiago não é irmão de Jesus, pois fica claro quando ele designa os 12 apóstolos os pais de cada um. Tenho uma pergunta se por gentileza puder me responder sem uma exegese tendenciosa, ficaria grato. 1) Porque a bíblia não cita Jesus como filho UNIGÊNITO e sim primogênito? Como diz: Enquanto estavam lá, chegou o tempo de nascer o bebê, e ela deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria. Lucas 2:6-7 O significado de primogênito é "aquele que nasceu antes dos outros irmãos; filho mais velho" pressupõe-se ser ele o primeiro e não o único. Temos então dois entendimento ou a bíblia está errada, ou teve mais filhos. Não concorda? 2)No versículo: Mas não teve relações com ela ENQUANTO ela não deu à luz um filho. E ele lhe pôs o nome de Jesus. Mateus 1:25 A palavra em destaque é um advérbio e este pode ser uma conjunção subordinativa conformativa, temporal ou proporcional, sabemos que não é conformativa (significando: na qualidade de; como;) pois fica sem sentido, mas nas outros possíveis entendimento entendemos como um lapso de tempo ou período, minha pergunta é qual as bases bíblica para justificar que Maria não teve relações sexuais? Só quero acrescentar que ter relações sexuais não a torna menos santa (no sentido de santidade), nem menos mulher de Deus. Desde já agradeço e continue com seus post seus argumento são interessantes, os melhores no meio católico na minha opinião.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # A Catequista 20-06-2013 22:38
Oi, Fábio! Que bom que você não crê que Nossa Senhora tenha virado uma divindade igual ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Nós católicos também não! Mas repare: obviamente nenhum cristão possa se igualar a Cristo e, no entanto, Ele disse que "aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas" (João 14, 12). Coitados dos pobres cristãos! Fazer obras maiores do que as de Cristo? Sim, mas não com a própria capacidade: é o poder do Espírito Santo. Da mesma forma, o Senhor se agrada de que Sua Mãe ouça os apelos de toda a humanidade. Não, Nossa Senhora não é onisciente nem onipresente nem Toda-Poderosa, mas ela é a mulher a quem Deus mais cumulou de graças. E, de alguma forma misteriosa, sabemos que ela nos ouve e intercede por nós, seus filhos. Ela é a Virgem Poderosa, e todo o Seu poder provém de Deus, não de si mesma. Quanto à sua pergunta sobre Jesus ser chamado de primogênito... Copio e colo aqui um trecho do artigo Quem são os "irmãos" de Jesus?, do blog Veritatis Splendor: http://www.veritatis.com.br/apologetica/maria-santissima/547-quem-sao-os-irmaos-de-jesus Ora, a palavra "primogênito" só significa primeiro filho, podendo ele ser filho único ou não. A própria Escritura Sagrada dá testemunho disto, vejamos: "O Senhor disse a Moisés: "Faze o recenseamento de todos os primogênitos varões entre os israelitas, da idade de um mês para cima, e faze o levantamento dos seus nomes." (Num 3,40) (grifos meus). Se para que seja primogênito é preciso que haja outros irmãos, como pode haver primogênitos "da idade de um mês para cima"? Um outro exemplo está no livro do Êxodo: "e morrerá todo primogênito na terra do Egito, desde o primogênito do faraó, que deveria assentar-se no seu trono, até o primogênito do escravo que faz girar a mó, assim como todo primogênito dos animais." (Ex. 11,5). (...) A própria tradição ensina que o Faraó só tinha um único filho. Desta forma, a palavra "primogênito" em Lc 2,7 não prova que o Senhor teve outros irmãos." Quanto à sua pergunta número 2, pro meu comentário não ficar muito longo, recomendo que vc acesse o artigo que citei. Lá isso está claramente explicado. Sim, ter relações sexuais dentro do casamento não torna ninguém menos santo. Portanto, não é por isso que a Igreja Católica ensina que a Mãe de Jesus é Virgem. Essa doutrina vem do ensinamento oral, a Tradição que herdamos dos Apóstolos. Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto 16-06-2013 16:52
o ódio dos protestas contra a Santa Mãe é, pelo menos no meu mínimo entendimento, uma forma subconciente de misoginia. Afinal de contas, e até o monge maluco Lutero reconhecia isso, Maria é a mais importante criatura de Deus. Se o cara imagina que lugar da mulher é na cozinha, ele não vai engolir isso nunca!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Gêneto 14-06-2013 18:49
Ao longo da minha vida já tentei explicar essa questão tantas vezes aos "protesta" que como foi levantado em uma resposta a cima ..."mas não devemos esquecer que eles são orgulhosos e um orgulho muito arraigado e difícil de vencer"...que no fim, no final veremos.Sobre ao falarem mal da nossa mãe, eu logo lembro da célebre frases tão a torto e a direita dita por eles O SANGUE DE JESUS TEM PODER e explico que Jesus sendo filho de Deus geneticamente(tá na moda)só contem o DNA de Maria então o sangue que pendeu na cruz tão "clamado" por eles é o sangue de Maria.Ainda não encontrei nenhum que depois de ouvir isso, refutasse minhas palavras. Paz e bem...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto 16-06-2013 16:58
concordo com o Sidnei e o Cadu, mas a questão levantada pelo Geneto é, pelo menos para mim, interessante. Uma hipótese à qual eu cheguei é que o Espírito Santo, de maneira milagrosa, alterou o DNA do segundo cromossomo X, fazendo-o tornar-se um Y, para que desse origem ao corpo humano do Senhor. Outra é de que o Espírito Santo imprimiu, do zero, um zigoto com genoma único, que não devesse nada, genéticamente falando, a Maria e seus ancestrais. Mas vai saber, né?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cadu Sindona 17-06-2013 10:29
Sobre a 1ª hipótese digo assim: possível ao Espírito tudo é, porém não acho que assim o foi, já que o processo de fecundação é bem diferente. O óvulo comporta apenas metade da carga genética da mulher, assim como o espermatozóide para com o homem. Portanto, se o Espírito assim o fisesse, Cristo não teria sido fecundado (concebido) no ventre da Virgem, Ele seria um clone masculino dEla, o que muito provavalemente não aconteceu. Sobre a segunda, rebato com o mesmo argumento: se o Espírito simplesmente impôs um zigoto ali, então Cristo não teria sido concebido. Penso eu que o Espírito de fato fecundou a Virgem (não de uma maneira natural). Seja como for, este milagre inefável me emociona muito.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # augusto 25-06-2013 07:32
cadu, se isso aqui fosse facebook, te daria meu like. de fato, eu não tinha entendido as implicações lógicas das minhas concepções, que contradiriam o que a Igreja tem nos ensinado a respeito de Maria. As suas explicações me mostraram que são pouco prováveis as minhas hipoteses.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cadu Sindona 13-12-2013 13:04
Augusto, não penso que suas hipóteses teológicas sejam heréticas, apenas coloquei objeções que achei pertinentes.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto 16-06-2013 16:59
é óbvio que essas possibilidades não alteram, em nada, a importancia de Maria na história da salvação.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 15-06-2013 13:11
Não Geneto, não caia nisto de dizer que o sangue que pendeu na cruz não foi de Jesus mas de Maria, se eu sofro um acidente e venho perder muito sangue, é meu sangue que eu perco, não dos meus pais. Podemos e devemos atribuir muitas coisas a Maria, porém, de salvadora, como se seu sangue que salvou a humanidade, não, somente Jesus é nosso único Salvador, Maria pode ter cooperado por nossa salvação dando seu sim, para que Cristo fosse concebido em seu seio virginal, porém, o ápice de nossa salvação esta na entrega vicaria de Cristo na cruz, quando derramou todo o seu sangue em favor de nós para o perdão de nossos pecados. Portanto, não diga mais estas besteira, pois isto só é mais combustível de os protestantes de nos acusar de mais e uma série de outras coisas além do que eles já nos acusam.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cadu Sindona 14-06-2013 19:01
Genêto, é incorreto dizer biologicamente que o Sangue de Cristo era o Sangue da Virgem, pois Maria deu a luz a seu Filho por milagre, o que aconteceu fora pura manifestação e obra do Espírito Santo, e portanto não temos idéia do "como" Cristo fora concebido no Ventre de Maria. Sabemos, no entanto, que o DNA dEle não era o mesmo DNA dEla por uma questão muito simples; DNAs iguais só tem irmãos gêmeos univeterinos. Mãe e filho nunca, até porque Jesus era homem, XY; enquanto a Virgem era XX. Isso só para o cromossomo sexual.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Luis Fernando Lemos 14-06-2013 16:29
andei dando uma pesquisada e queria que alguem pudesse me ajudar... no grego tem as palavras certas para parente, primo e sobrinho sendo syngeni̱s (suggenes), exádelfos e anepsios respectivamente, e olha como aparece nessas 3 traduções: Col 4,10 (anepsios - sobrinho) •Grego: aspazetai ymas aristarchos o synaichmalo̱tos mou kai markos o "anepsios" varnava peri ou elavete entolas ean elthi̱ pros ymas dexasthe af̱ton •Biblia Católica: Saúda-vos Aristarco, meu companheiro de prisão, e Marcos, primo de Barnabé, a respeito do qual já recebestes instruções. (Se este for ter convosco, acolhei-o bem.). •Biblia tradução J. F. Almeida: Aristarco, que está preso comigo, vos saúda, e Marcos, o sobrinho de Barnabé, acerca do qual já recebestes mandamentos; se ele for ter convosco, recebei-o; Lucas 1,36 (syngeni̱s - parente) •Grego: kai idou elisavet i̱ "syngeni̱s" sou kai af̱ti̱ syneili̱fyia yion en gi̱ra af̱ti̱s kai outos mi̱n ektos estin af̱ti̱ ti̱ kaloumeni̱ steira •Biblia Católica: Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril, •Biblia tradução J. F. Almeida : E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril; na Biblia Católica não está primo e sim sobrinho em Col 4, 10. Eu não conheço nada de grego, mas só comparei as traduções... alguem sabe me dizer o porquê? Já na tradução de J. F. Almeida mostra como prima ao invés de parenta em Luc 1,36...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # klev 14-06-2013 15:45
Sou fã do site, catequese simples, clara e objetiva!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cadu Sindona 14-06-2013 14:59
Outro argumento é que de fato, São Lucas narra a volta de Maria Santíssima à Jerusalém com São José para procurar o menino aos 12. Ora, eles foram sozinhos, e não menção de mais ninguém. Podemos duduzir com enorme certeza que aquela família não tinha outra criança aquela altura, e se em 12 anos eles não tiveram filhos, e sabendo que José provavelmente já era alguém velho, a chance deles terem tido um filho é absurdamente mínima, para não dizer nula. Obs: logicamente que a Santíssima Virgem jamais teve conjunção carnal com São José, apenas viagem na "lógica" protestante para demonstrar que ela por si só é excludente.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Roberto R. Bettoni 14-06-2013 12:45
A Suma Teológica de São Tomás de Aquino, escrita lá por 1200 e guaraná com rolha, por si só já esclarece tudo com bases e argumentos que simplesmente não entendo como pode haver doutrina diferente dentro do cristianismo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Joálisson 14-06-2013 12:39
Ótima explicação, além disso, quero ver os protestantes interpretarem a palavra irmão literalmente em 1 Crônicas 15,4-10: 4. Reuniu os filhos de Aarão e os levitas: 5. dos filhos de Caat, Uriel, o chefe, e seus 120 irmãos; 6. dos filhos de Merari, Asaia, o chefe, e seus 220 irmãos; 7. dos filhos de Gerson, Joel, o chefe, e seus 130 irmãos; 8. dos filhos de Elisafã, Semeías, o chefe, e seus 200 irmãos; 9. dos filhos de Hebron, Eliel, o chefe, e seus 80 irmãos; 10. dos filhos de Oziel, Aminadab, o chefe, e seus 112 irmãos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto 16-06-2013 16:49
120 irmãos EITA PREULA! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKK Se eu fosse protestante, depois dessa eu me convertia na hora ao catolicismo!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Fernando Henrique 14-06-2013 12:29
Lembro me bem até hoje uma vez foi falado dentro de um grupo ao qual participava que Maria tinha outro filhos fiquei quieto, pois ainda não tinha argumentos mais sabia que estava errado no mesmo grupo em outro encontro foi falado a verdade muito parecido com esse post, e fica a dica Católicos, por favor em qualquer grupo que estejam participando se forem falar alguma coisa se preparem estudem e não digam o que acharem no primeiro site de busca. Vivi parabéns pelo post e se possível responda minha pergunta feita a dois post atrás.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Guilherme Souza 14-06-2013 12:09
Muito boa a explicação galera! E nada melhor do que a indicação do livro do Cadu sobre Maria! Minha mãe ama esse assunto: no face existem muitos "pastôs" que se acham acima da Lei... dai ela se delicia buscando informações sobre Maria e esculachando eles!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Eduardo 14-06-2013 12:04
Acho isso importante para ter argumentos contra os protestantes, mas não devemos esquecer que eles são orgulhosos e um orgulho muito arraigado e difícil de vencer. Eu mesmo já tentei argumentar com alguns protestantes e mesmo com argumentos bem fundamentados, eles não só querem repetir o mantra "somente a biblia". Eu pessoalmente acredito que o combate ao protestantismo deveria ser feito muito mais pelos bispos do propriamente pelos leigos. Os bispos tem uma assistência especial do Espírito e um preparo maior do que nós.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 14-06-2013 13:16
Oi, Eduardo! Na verdade, nossa intenção não é tanto fornecer argumentos para que os católicos venham a debater com os protestantes, mas sim vacinar os católicos do veneno das heresias protestantes. Há muitos católicos que afirmam tais mentiras, então, temos que combater esses erros, em primeiro lugar, na nossa própria Igreja.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Luis Fernando Lemos 14-06-2013 11:15
>Porei inimizade entre ti e a "mulher" >"mulher" revestida de Sol, a lua de baixo de seus pés e na cabeça uma coroa de 12 estrelas >Jesus chama Maria, sua mãe, de "Mulher" o tempo todo. Foi falta de educação de Jesus que não respeitava o mandamento de honrar pai e mãe ou ele queria dizer algo com isso? é tenso quando tem tantas coisas de baixo do nariz do povo e esses protestantes não conseguem enxergar.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Carlos Guilherme 01-03-2015 17:22
https://padrepauloricardo.org/episodios/pode-ter-jesus-desprezado-a-sua-mae Luis Fernando, acho uma boa explicação, se ainda ficar dúvida, te mando outros.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jesus tinha irmãos carnais? O que diz a bíblia? | Cristianismo Primitivo 14-06-2013 10:21
[...] informações: http://ocatequista.com.br/archives/9800 Share this:TwitterFacebookGostar disto:Gosto Carregando... Esta entrada foi publicada em Filhos [...]
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 14-06-2013 09:08
Quando se fala em Maria como a Arca da Nova Aliança, seria bom observar um fato curioso do Livro de Apocalipse, final do capítulo 11 e inicio do capitulo 12, o qual um termina com a visão da antiga arca da aliança no céu e outro inicia com a visão da Mulher vestida de Sol, tendo a Lua de baixo dos pés, coroada por doze estrelas, não seria uma grande coincidência entre uma e outra visão?, entre a arca da Antiga Aliança e a arca da Nova Aliança?.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # João Nunes 14-06-2013 08:53
Uma dúvida que tenho a respeito do assunto é quanto ao fato de que usa-se 'irmãos' para se designar os primos ou parentes próximos do Senhor, no entanto, existe a citação, em algumas traduções, de Isabel como "prima" de Nossa Senhora e de Barnabé como "primo" de São Marcos, o que levaria a entender que existia outro termo para diferenciar primos/parentes próximos do termo irmãos conhecido pelos evangelistas mas os mesmos não utilizaram nas passagens referentes a Jesus.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 14-06-2013 11:07
Oi, João! Em dos artigos que recomendamos ao final do post ("Tréplica – Quem são os “irmãos” de Jesus?"), a explicação à sua dúvida está esclarecida. Vou copiar e colar aqui: O sr. Hélio de Meneses assim contra-argumenta: "Ué, mas todos os versos que existem sobre os irmãos de Jesus são do Novo Testamento, em grego, e aqui existe uma palavra perfeita para primo e para prima, que é usada, por exemplo, em Luc 1:36 ‘E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril;’ É Deus o verdadeiro autor de cada palavra da Bíblia, Ele está escrevendo em grego e o domina melhor que ninguém, Ele não usou a palavra primo e sim irmão, por que, com que finalidades vocês querem torcer as palavras gregas de Deus???". O “exegeta” Hélio de Meneses talvez parece desconhecer que a palavra grega “suggenes” utilizada em Lc 1,36 não significa primo ou prima, mas parente, membro da mesma família, clã ou nação. É a mesma palavra usada em Mc 6,4; Lc 1,58 e Rm 9,3 só para citar alguns exemplos. Das versões mais conhecidas em língua portuguesa, somente a Almedia Corrigida e Fiel traduziu “suggenes” como prima. Todas as outras (sejam católicas ou protestantes) traduziram como parenta. Até mesmo as principais versões inglesas, KJV (King James Version) e a NIV (New International Version) traduziram “suggenes” como “kin”, “cousin” ou variações (“kinwoman”, “kinsfolk” e etc) que significam parente ou membro de um mesmo povo. A palavra grega que mais se aproxima de primo ou prima é “anepsios”, que no NT só é empregada em Cl 4,10. E mesmo assim tem sentido mais geral.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex 03-10-2016 00:36
“anepsios”=SOBRINHO,eu não sei onde raios tiraram esse primo se no grego anepsios=sobrinho e primo=exádelfos....Onde vcs tiraram isso ?A patrística ou a tradução da respaldo a isso?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cadu Sindona 14-06-2013 14:51
O nome apropriado para o post seria: "manual prático de como dar um nocaute em um argumento aparentemente bom".
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex Vasconcelos 14-06-2013 08:33
Sinceramente, eu não entendo o porque desta ojeriza dos protestantes para com a Mãe de Deus e nossa, a SEMPRE Virgem Maria! Logo ela, o primeiro sacrário!!! Meu sogro sempre comenta, em tom de brincadeira, que ele acha que as Bíblias dos protestantes só pode faltar a parte que fala do nascimento de Jesus, ou então, eles (os protestantes) não teriam tanta repulsa por Maria. Gostei muito do texto, principalmente da "Evidência 2", a qual sempre utilizo quando tento explicar tal assunto... E quanto ao livro do Cadu, indico vivamente a todos! Numa linguagem simples, mas cheia da espiritualidade mariana, ele nos aproxima ainda mais de Jesus e sua (e nossa) Mãe. In corde Iesu et Mariae hodie et semper!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Luis 14-06-2013 07:45
Muito bem explicado. Parabéns. Até me espanta o Dan Bosta (leia-se Brown) ainda não ter escrito um livro sobre esse assunto.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade