Publicidade
Sexta, 03 Janeiro 2014 02:01

Intercessão dos santos - versão bíblica e versão crente

Postado por

"Deixando claro que sou devoto de santos e que os admiro bastante e acredito no poder intercessor deles, mas, por que nós, católicos, rezamos para vários santos para que eles possam interceder por nós? Se na Bíblia diz que Jesus é o único intercessor entre o homem e Deus?"

- Víctor Henrique Machado

O leitor que nos enviou a mensagem acima se refere à seguinte afirmação: “Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem que Se entregou para resgatar a todos (1 Tim 2, 5-6). Então, isso significa que os santos não podem interceder por nós junto a Deus? Não! Eles podem sim, na medida em que estão em comunhão com Cristo.

Na citada passagem, São Paulo fala de "mediador" no sentido de "salvador". De fato, somente Jesus nos reconcilia com o Pai, pois Ele morreu na cruz para nos salvar. Os santos, por sua vez,  não podem salvar ninguém; mesmo a Virgem Maria necessita da salvação de Cristo. Os santos podem, porém, ser mediadores das graças divinas, pois são membros do Corpo de Cristo.

Se Cristo tem um Corpo, do qual Ele é a cabeça, como nos explicou São Paulo (I Cor 12), então os membros desse Corpo participam também de Sua ação mediadora. Quatro fatores provam isso, na Bíblia:

  1. os cristãos rezam (intercedem) uns pelos outros;
  2. os santos (vivos ou mortos) realizam milagres, tal como Cristo;
  3. todo batizado exerce um “sacerdócio régio” (1 Pd 2,9);
  4. Jesus vincula o perdão dos pecados à mediação dos seus Apóstolos.

Pra desespero dos filhos de Lutero e Calvino, todos esses quatro pontos constituem ações de... mediação! E isso faz muito sentido: segundo São Pedro, os cristãos são “participantes da natureza divina” (II Pd 1,4). E  São Paulo disse: "Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim" (Gal 2,20). Seguindo a lógica, se Cristo vive na pessoa, Ele realiza Suas maravilhas por meio dela. Por MEIO = mediação!

Por isso, disse Jesus: “Não é na vossa Lei que está escrito: ‘Eu disse: vós sois deuses’? Ninguém pode anular a Escritura. Ora, a Lei chama deuses as pessoas às quais a palavra de Deus foi dirigida” (Jo 10,34-35).

Em Atos, está dito que os Apóstolos impuseram as mãos sobre as pessoas, e elas receberam o Espírito Santo. Se a intercessão dos santos não fosse uma realidade, isso seria totalmente ilógico: aquelas pessoas poderiam receber o Espírito Santo diretamente de Deus, sem a mediação dos Apóstolos. Seria um tipo de... auto-unção! Ô grória! O "auto-unxido" tem pudê!

sao_pedro_sombra

Portanto, se alguém diz que os membros do Corpo de Cristo não participam da Sua mediação (como afirmam os irmãos evangélicos), deve necessariamente dizer que a Bíblia está se contradizendo. Porém, a Palavra de Deus é perfeita, e nela não há confusão. Pra tudo fica bem claro, vamos destrinchar no próximo post os quatro fatores de mediação dos santos que citamos antes, fazendo um breve estudo bíblico.

Quanto mais perfeita é a comunhão de um membro com o Corpo de Cristo, mais perfeita também é a sua capacidade de intercessão. Por isso, o povo católico pede a intercessão, em especial, daqueles cristãos cuja santidade é notável. Afinal, São Tiago ensinou que "A oração do justo tem grande eficácia” (Tgo 5,14-16).

Pensando bem, os irmãos protestantes não se diferem muito de nós, quando pedem bênçãos e orações a seus pastores! Ora, porque não oram e pedem bênçãos diretamente a Jesus, já que entendem que Ele é estritamente, sozinho, o único mediador? Hein?

chico_buarque_crente

*****

Siga-nos no Twitter: @ocatequista

3170 Quarta, 30 Agosto 2017 17:28

Comentários   

0 # Iolanda 08-06-2016 23:13
Só uma coisa que eu discordo literalmente! Por quê não a Virgem Maria a mãe de Jesus, que com certeza está ao lado dele agora e sempre não pode interceder por nós também????! Pode sim! Ela foi uma escolhida de Deus, para engravidar do Espírito Santo,e de nosso maior mediador Jesus!Assim também anjos podem interceder por nós e todos que morreram em Cristo. Uma coisa é dizer que tudo nos vem por Maria e outra coisa dizer que muitas graças nos vêm através da prece de Maria. Se eu oro por você ao Pai em nome de Jesus, ou a Jesus diretamente e você me diz que recebeu a graça, não estou errado ao dizer que, por minha intercessão junto a Jesus, você recebeu aquela graça. Senão, que sentido teria os pais orarem pelos filhos ou os padres e pastores orarem por seus fiéis? Não é intercessão? Se nós intercedemos o tempo todo uns pelos outros, porque negar que Maria faça o mesmo a quem pede sua ajuda? Seria a prece dela menor do que a dos padres e pastores? faço o que sinto vontade de fazer, muitas vezes falo direto com Jesus. Outras, com a mãe dele. Quando falo com Maria, peço a ela que fale comigo a Jesus e interceda comigo e por mim. Se ela falar direto ao Pai, vai usar o nome do Filho dela, como eu faço quando falo com o Pai. Mas sei que a oração de Maria é incomparavelmente mais pura do que a minha. É claro que quero a ajuda dela. Se aceito a ajuda dos padres e reverendos que dizem orar por mim, porque não aceitaria a de Maria que creio estar salva e viva na outra dimensão do existir, dimensão que chamamos de céu? Não acho que Maria se magoe, por falarmos ao seu Filho sem recorrer a ela. É tudo que ela quer! Que alemos com seu Filho! Quando nossa Igreja diz que Maria é “medianeira de graças” ( o Catecismo não tem a palavra “todas”) nossa Igreja não está dizendo que Deus Pai que age através de Jesus só atenderá nossas preces, se elas também passarem por Maria. Isso a Igreja nunca disse! O que a Igreja diz é que, se quisermos pedir, qualquer graça, qualquer que seja o pedido, podemos pedir por Maria, porque ela pedirá conosco e levará tudo a Jesus. Não há graça que Maria não peça conosco! A Igreja sugere, inclusive, que os católicos usem o santo nome de Maria nas suas orações, mas sem esquecer que o nome que salva é o de Jesus. Não usamos os nomes de amigos e de outras pessoas quando pedimos algum favor de alguém que as conhece? Se soubermos usar o nome certo do jeito certo, porque não? Desde que saibamos que o poder e foi dado a Jesus e ele o delega a quem ele quiser (Mt 13,11), não erraremos. Jesus deu poder aos apóstolos, desde que se reunissem no seu nome ou que usassem seu nome. ( Mt 18,20, Jo 14,13) Na Bíblia há centenas de passagens em que se usa o nome de profetas e servos de Deus durante as orações (1 Re 13,6 ). Reis pediam aos profetas que orassem por eles. Nós cristãos usamos o nome de Jesus porque não há nenhum nome maior do que este para nós. ( Fl 2,9 ) Mas não está proibido usar nomes menores. O de Maria é menor que o de Jesus, mas é bem maior do que o nosso. Estava certa aquela senhora que orava: -“ Pai, falo com o senhor em nome de Jesus” -“ Jesus, falo com o senhor em nome de Maria” -“ Maria, falo com senhora pedindo que me ajude a falar com Jesus, porque de falar com ele a senhora entende mais do que eu “ Estava orando a Maria do jeito certo ! MARIA: MEDIANEIRA JUNTO A JESUS Posso falar diretamente com Jesus sem procurar nenhum mediador. Mas posso pedir ao padre que ore comigo e por mim. E posso pedir a um pastor que faça o mesmo. Posso usar de sua intercessão enquanto eu mesmo falo com Jesus. Melhor para mim que tenho mais duas pessoas orando por mim e comigo! Se não desprezo a intercessão dos homens piedosos deste mundo porque faria pouco caso da intercessão da Mãe do Cristo que está no céu com seu Filho? O pregador evangélico que dizia que não precisava de nenhuma outra intercessora junto a Deus, porque já tinha Jesus, o santo, estava querendo marcar um ponto contra os católicos, mas marcou contra si mesmo. Os mesmos ofereceu-se para orar pelos seus fiéis. Se ele podia ser intercessor junto a Deus em nome de Jesus, porque a mãe de Jesus não pode? Ou será que ele é dos que pregam que Maria está morta e ainda não foi para o céu? Neste caso, onde ele espera ir quando morrer? Se a mãe de Jesus ainda está esperando e, por isso, não pode orar, onde estão todos os fiéis da sua Igreja? Os vivos têm mais poder do que os que morreram em Jesus? Os fiéis da Terra têm mais poder do que os fiéis do céu? Não há ninguém no céu? E onde estão todos os piedosos cristãos que morreram nestes 20 séculos? Onde está o ladrão a quem Jesus disse que naquele mesmo dia estaria no paraíso? Céu é uma coisa e paraíso é outra? Uma questão suscita outra quando afirmamos que só nós podemos orar pelos outros e que os que morreram em Jesus não podem. Ficamos com um trecho da Bíblia que dá a entender que os mortos não podem fazer nada pelos vivos e ignoramos os outros que dizem que é bom orar e fazer oferendas em favor dos mortos? Ignoramos passagens que mostram que Moisés e Elias estavam vivos em Deus e oravam com Jesus? Então, se a Bíblia merece crédito no que afirma, e eles apostam nisso, existe gente viva e orando no céu. É lá que Maria está. Se Moisés e Elias estão no céu e oram, então Maria a mãe do Cristo também está e ora. Não parece natural e lógico que Jesus tenha levado sua mãe para o céu? A catequese sobre Maria é bem clara na Igreja. O único mediador junto ao Pai é Jesus. Mas Maria também intercede, só que age como alguém que depende. Ela faz o que qualquer cristão pode fazer, só que faz melhor: intercede por nós a Jesus, ou ao Pai em nome de Jesus. Foi o que Jesus mandou seus discípulos fazerem no Pai Nosso (Mt 6,9 ) e em (Jo 14, 13-15 ) Mas deixou claro que quem usasse seu nome de maneira errada teria que responder pelo desrespeito ( Mt 7,22) A fé em Jesus, se for pura e sincera, purifica o nosso trato com Maria. A fé em Maria, se for pura, acaba levando a Jesus, de tal maneira que nosso viver passa a ser Ele. ( Gl 2,20 ) Se no céu se batesse palmas é isso o que ela faria ao cristão que a saúda respeitosamente, mas vai falar horas e horas com seu filho. Que mãe não gostaria disso? Quando alguém diz que Jesus é o único mediador junto ao Pai está dizendo que ele é a única autoridade para isso. Mas não está negando aos seus discípulos o direito de serem mediadores com Jesus. Senão, por que é que ele iria ensinar, no Pai Nosso, que devemos nos dirigir diretamente ao Pai e que deveríamos usar seu nome e orar uns pelos outros? Se Jesus manda interceder é porque podemos também nós ser intercessores. Então, também somos mediadores com ele. É claro que não tão plenos como Ele, mas sempre depois dele e por causa dele, da mesma forma que somos filhos por causa dele. Se podemos nos proclamar filhos de Deus por causa de Jesus, o Filho, podemos ser intercessores uns pelos outros por causa de Jesus o intercessor. Não é isso que fazem as igrejas cristãs quando incentivam que oremos e intercedamos uns pelos outros em nome do intercessor maior que é Jesus? Quando os católicos chamam Maria de intercessora estão seguindo a mesma lógica . Continuo perguntando… Se padre e pastor podem, porque Maria não poderia interceder? Se nas missas e cultos intercedemos a Jesus pelos nossos doentes e pedimos a ele que nos conceda o que pedimos, por que não pedir a outros discípulos já no céu, que orem junto? E por que excluir Maria? Não sigo nenhuma doutrina religiosa, exemplo: católica, espírita, assembléia de Deus, adventista, sabatista, Batista, testemunha de Jeová etc. Porém creio em Deus pai, e no maior mediador dele Jesus e todos os anjos inclusive mãe de Jesus que com certeza está na glória eterna com ele. Prova porque os que você citou pode interceder por nós é mãe de Jesus não?!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Angélica 01-06-2016 11:41
Olá, Fui questionada por um evangélico dizendo que a intercessão dos apóstolos e/ou Santos assim como de qualquer outra pessoa só é válida enquanto estavam vivos. Segundo ele, somente Cristo vive após a morte. Todos os demais assim como nós um dia, depois q morrermos, não temos mais como interceder por ninguem! por isso nao acreditam na intercessão de Maria ou dos Santos. Como respondê-lo?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 03-06-2016 17:54
Angélica, já falamos sobre isso neste post aqui; Santos do Céu – intercessores para os católicos, ociosos para os protestantes http://ocatequista.com.br/archives/11817
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 01-06-2016 14:12
Angélica, antes de mais nada, quando um protestante vem como neste seu caso, tem que se perguntar qual a igreja que ele pertence, pois entre os protestante, não há um consenso geral sobre o além tumulo. Alguns acreditam na dormição da alma, ou seja, que a alma esteja dormindo junto com o corpo inerte na sepultura, ou que ela esteja morta mesmo juntamente com o corpo, entre o que assim acreditam, estão os Adventistas, Testemunhas de Jeová. Outros acreditam na imortalidade da alma, mas não creem que elas estejam nos céus, mas, como acreditavam os antigos judeus, elas estão ainda, no mundo inferior, cheol, seio de Abraão. E outros ainda, acreditam, também na imortalidade da alma, e que já se encontram nos céus, mas, que mesmo estando nos céus, são incapazes de fazer alguma coisa para nós. E nós católicos, cremos, na imortalidade da alma, que elas estão junto de DEUS, mesmo antes da ressurreição do último dia, e sim, cremos que eles podem fazer algo por nós, como orar, interceder por nós, pois mesmo que eles estejam mortos fisicamente, porém, espiritualmente, eles estão bem vivos, e unidos a nós, naquilo que chamamos de Comunhão dos Santos, aonde todos os que estão em CRISTO, quer no céu quanto na terra, estamos todos unidos em uma único corpo que é a Igreja, em estados diferente (Igreja Triunfante, padecente e militante)mas unidos e é nesta unidade, que os santos podem interceder por nós nos céus. Sobre a imortalidade da alma, tem este matéria muito boa do site Veritatis, que desmente os argumentos protestantes http://www.veritatis.com.br/apologetica/protestantismo/911-a-alma-e-imortal, e quanto a Comunhão cos Santos e a caridade que nunca se acabará, entre os cristãos, leia o cap. 12 e 13 de 1º Corintos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # DIAS 05-10-2016 00:32
Os argumentos não são "protestantes"e sim bíblicos e tradições meramente humanas não podem estar acima da verdade.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 05-10-2016 01:28
Dias, nisso estamos de acordo: tradições meramente humanas não podem estar acima da verdade. E a verdade é que a grade maioria dos protestantes (inclusive você) não faz a menor ideia que a Igreja Católica faz uma diferenciação bem clara do que são as suas tradições e do que é a Sagrada Tradição, que não é meramente humana, mas sim fruto de revelação divina. Para entender, leia: “A” Tradição e as tradições da Igreja – entenda a diferença http://ocatequista.com.br/archives/15194
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Izabella 08-05-2016 00:15
Atos 16,9: "De noite, Paulo teve uma visão, um macedônio, de pé, diante dele, LHE ROGAVA: Passa a Macedônia e vem em nosso auxílio!"
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Izabella 07-05-2016 22:56
Adorei esta matéria! Não podemos nos esquecer do Espírito Santo que intercede por nós com gemidos inefáveis (Rm 8,26-27).
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 13-04-2016 22:50
"“…A última classe, de idolatria a homens e a anjos, você pode encontrar primeiro em Atos 10:26, quando Pedro corrige Cornélio, dizendo, “Ergue-te, que eu também sou homem”, e em Colossenses 2:18, que fala de “culto dos anjos, baseando-se em visões”, e também em Apocalipse 19:10 e 22:9, onde nas duas ocasiões o anjo rejeita a adoração do apóstolo João dizendo: “Não faças isso, eu sou conservo teu…” Não caia na lábia destes protestantes, que distorcem tudo que vem das Sagradas Escrituras e da Igreja Católica. Atos de prostrar diante de pessoas em sinal de honra, respeito e reverência não é e nunca foi idolatria, há centenas de casos descritos na Bíblia de pessoas que fizeram tal gesto sem ver neles atos de idolatria: Gen. 18,2; Ex. 18,7; 1º Sam. 25,3; 2º Reis 1,13; e por ai afora. Agora se prostrar diante de alguém ou até de uma imagem que representa uma pessoa não é idolatria, mas sim, sinal de honra, respeito e reverência, porque em Atos 10,26 Pedro repreende Cornélio por tal ato assim como o Anjo repreendeu a São João Evangelista no Apocalipse?. A resposta é que Cornélio era pagão e tal costume não era apenas por sinal de honra, respeito e reverência, mas para adoração também, e como Cornélio sendo pagão talvez acreditasse que São Pedro fosse um deus ou um semi-deus, e por isto, São Pedro já começa a corrigir a Cornélio dizendo que ele era como Cornélio, apenas um homem como ele, e por isto tal ato de adoração dirigida a São Pedro não seria permitida por parte do próprio São Pedro. Já em Apocalipse, São João se prostra perante o Anjo em sinal de adoração por acreditar não esta diante de uma criatura angelical, mas diante do próprio DEUS, o que fora corrigido pelo Anjo. Portanto diante disto fica claro que nenhuma destas passagens desabona o culto que damos a Maria, aos Anjos e aos Santo pois como citou muito bem o Augusto Paiva que recorreu ao Catecismos da Igreja Católica, não damos a Maria, aos Anjos e aos Santos nada mais do que eles merecem que é a honra, o respeito e a reverência, enquanto a adoração só damos ao PAI, AO FILHO E AOS ESPÍRITO SANTO. Quanto a Colossenses 2,18 esta se falando do culto dos Anjos e não culto aos Anjos. E quanto a velha cantinela protestante de que o imperador Constantino fundou a Igreja Católica ou que ele introduziu costumes pagãos na Igreja Católica, há um ditado na aqui na minha região que diz: "que vão mijar para dormir", que pessoas mais sem noção, primeiro que Constantino não fundou igreja alguma, ele promulgou pelo edito de Milão a liberdade de culto aos cristãos, e segundo, ele não introduziu coisa alguma, pois qualquer um que estudar os padres da Igreja anterior ao edito de Milão vão ver que muito antes de Constantino decretar alguma coisa, muito do que a Igreja Católica crê hoje, já vinha sendo acreditado desde a igreja primitiva, já que tanto a igreja primitiva quanto a Igreja Católica constitui em um única e mesma Igreja, não que a Igreja primitiva fosse uma e a Igreja Católica fosse outra, isto só existe na cabeça de gente mau intencionada o ignorante mesmo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Danilo 08-04-2016 12:42
Olá, eu queria pedir a ajuda de vocês para compreender melhor um argumento protestante (e refuta-lo)à luz da própria doutrina católica. Desculpa acho que ficou um pouco longo. Se puderem me indicar algum lugar que já tenha as respostas eu fico grato tbm. O texto se encontra aqui http://www.respondi.com.br/2013/01/como-um-catolico-pode-ser-salvos-se.html e do Mario Persona. Fui confrontado com essas palavras por uma amigo protestante, em um tom bem amistoso de busca da verdade, e eu percebi que não sabia como corrigir alguns erros de determinado pensamento. Destaco alguns trechos. "...Não demorou para que o conhecimento de Deus fosse deixado de lado e a superstição tomasse o lugar. O homem sem Deus tem medo, e para aplacar esse medo se agarra a algo que acaba se transformando em seu ídolo. Esse algo podem ser meras criaturas (como os hindus e suas vacas sagradas), pode ser fruto de sua imaginação (duendes, fadas, elementais, elfos etc.), demônios com os quais os homens querem se dar bem para evitar problemas (como no budismo tibetano e religiões africanas) e podem também ser outros homens mais destacados ou anjos (não os caídos), que os homens adotam por considerá-los superiores, uma categoria na qual também se encaixam seres humanos comumente chamados de "santos" no sentido religioso da palavra..." "...A última classe, de idolatria a homens e a anjos, você pode encontrar primeiro em Atos 10:26, quando Pedro corrige Cornélio, dizendo, "Ergue-te, que eu também sou homem", e em Colossenses 2:18, que fala de "culto dos anjos, baseando-se em visões", e também em Apocalipse 19:10 e 22:9, onde nas duas ocasiões o anjo rejeita a adoração do apóstolo João dizendo: "Não faças isso, eu sou conservo teu..." "...Portanto, a pessoa mais pecadora da face da terra, a mais supersticiosa, a mais idólatra, se tão somente crer no testemunho que Deus dá de Seu filho, ela é IMEDIATAMENTE salva. Mesmo que não tenha tido tempo de tirar as medalhinhas que carrega no pescoço ou desmontar o altar cheio de ídolos que tem em casa. Veja que foi DEPOIS que se converteram que os que seguiam artes mágicas se livraram dos objetos de sua superstição: Ats 19:18-19 E muitos dos que tinham crido vinham, confessando e publicando os seus feitos. Também muitos dos que seguiam artes mágicas trouxeram os seus livros, e os queimaram na presença de todos e, feita a conta do seu preço, acharam que montava a cinqüenta mil peças de prata. Uma pessoa pode já ter sido salva pela fé em Cristo, mas ainda carregar em si sentimentos supersticiosos, e é por isso que tenho a certeza de que muitos católicos que verdadeiramente creem no Salvador estão salvos e irei encontrá-los no céu. Não por serem católicos, evidentemente, mas porque em algum momento o Espírito Santo de Deus tocou neles e creram no Salvador..." "...Agora, para tirar qualquer dúvida quanto à possibilidade de alguém que faça parte da igreja católica poder ter a salvação pela fé em Jesus considere isto. No ano 312 o Imperador Constantino decidiu unir o Império Romano sob uma igreja universal, fazendo de Roma não só a sede do Império, mas também do cristianismo. No ano 380 o Imperador Teodósio emitiu um edito chamado "De Fide Catolica" na cidade de Tessalônica, o qual foi publicado em Constantinopla, declarando o cristianismo católico como a religião oficial do Império Romano. Portanto, durante muitos séculos quem fosse cristão seria automaticamente membro da igreja católica. Foi só muito depois que surgiram alguns movimentos contrários à igreja de Roma, os quais foram duramente perseguidos e muitos massacrados. Por volta do ano mil e alguma coisa houve uma divisão que deu origem à igreja ortodoxa, que se espalhou mais pelo Oriente. A reforma protestante só viria a acontecer por volta de 1500. Agora faça as contas (arredondando): De cerca de 400 a 1500 são 1100 anos. Ao afirmar que nenhum católico pode ser salvo (mesmo se crer em Cristo) se for católico você está afirmando que durante 1100 anos ninguém teve a salvação e nesse período a entrada para o céu esteve fechada porque o catolicismo era algo compulsório. Felizmente a salvação não depende de estar ou não estar em alguma organização religiosa; a salvação depende apenas de crer em Cristo, o Salvador..."
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto Paiva 13-04-2016 15:12
Prezado Danilo, Salve Maria, a sempre Virgem Imaculada, a Mãe do meu Senhor (Lc 1,43). Nós católicos não somos idólatras, pois em nosso credo professamos a crença EM UM SÓ DEUS, Criador dos Céus e da Terra, e em seu único filho, Jesus Cristo. Não existem deuses (ídolos), senão um só Deus (1 Cor 8,6). As imagens de Jesus, Maria e dos santos não são ídolos (falsos deuses), mas meramente imagens. CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA: §2096 A adoração é o primeiro ato da virtude da religião. Adorar a Deus é reconhecê-lo como Deus, como o Criador e o Salvador, o Senhor é o Dono de tudo o que existe, o Ator infinito e misericordioso. “Adorarás o Senhor, teu Deus, e só a Ele prestarás culto” (Lc 4,8), diz Jesus, citando o Deuteronômio (6,13). §1418 Visto que Cristo mesmo está presente no Sacramento do altar, é preciso honrá-lo com um culto de adoração. “A visita ao Santíssimo Sacramento é uma prova de gratidão, um sinal de amor e um dever de adoração para com Cristo, nosso Senhor. §2083 Jesus resumiu os deveres do homem para com Deus com estas palavras: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o coração, de toda a alma e de todo o entendimento” (Mt 22,37); Estas palavras são um eco imediato do apelo solene: “Escuta; Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único” (Dt 6,4-5). 2097. Adorar a Deus é reconhecer, com respeito e submissão absoluta, o ''nada da criatura'', que só por Deus existe. Adorar a Deus é, como Maria no Magnificat, louvá-Lo, exaltá-Lo e humilhar-se, confessando com gratidão que Ele fez grandes coisas e que o seu Nome é santo (10). A adoração do Deus único liberta o homem de se fechar sobre si próprio, da escravidão do pecado e da idolatria do mundo. ☩ ☩ ☩ Me surpreende um católico compartilhar o lixo ''apologético'' desses sites. Esse referido sr. Mário Persona é mais um desses sem denominação, um herege que nega alguns artigos óbvios de fé, revisitando as velhas heresias, como por exemplo, a nestoriana - heresias entre mais as quais eu abri mão depois de um estudo sério. Esse gente cheia de si mesma, ou fechada em si mesma, acha que só precisa da Bíblia, se achando superior a mais de 2.000 anos de magistério, crendo saber mais do que até mesmo dos Pais da Igreja, como se tivessem descobrido o Cristianismo Primitivo. Todas essas diatribes contra nós católicos já estão mais do que batidas. Infelizmente, o sr. Mário Persona propaga mentiras contra Igreja, desmentidas inclusive a aqui n'O Catequista, ele que em um de seus artigos chama por pura má-fé o bem-aventurado Pio XII de ''Papa de Hitler''. Quem mente uma vez perde a credibilidade, mas quem vive com as mesmas lorotas, pra mim é um enganador. Ele reconhece o óbvio em um de seus artigos: ''Das denominações que existem por aí o catolicismo é uma que ainda mantém o CERNE DA FÉ CRISTÃ (veja o Credo dos Apóstolos que é rezado nas missas, ele está correto). Os católicos creem na divindade de Jesus, algo que algumas igrejas evangélicas modernas colocam em dúvida e organizações como Testemunhas de Jeová e Mórmons excluem totalmente de suas doutrinas.'' Ele continua e faz esta concessão difícil para os protestantes: ''Entenda que por mais de mil anos a ÚNICA fonte do evangelho foi o CATOLICISMO. Hoje existem cristãos no Japão, um dos países mais fechados às influências externas até o século 19, porque São Francisco Xavier conseguiu entrar e proclamar a palavra da cruz, muito antes que qualquer missionário protestante o fizesse.'' O heresiasrca alemão reconheceu: “Reconhecemos – como devemos – que muito do que os papistas [católicos] dizem é verdade: que o papado possui a Palavra de Deus e o ofício dos Apóstolos, e que recebemos as Sagradas Escrituras, o Batismo, o Sacramento e o púlpito deles. O que saberíamos nós acerca disso se não fosse por eles?’’ (Martinho Lutero, Sermão sobre o Evangelho de São João, cap 14 a 16, pregado em 1537; “Obras de Lutero’’, Vol 24, Sn. Louis. Mo.: Concórdia, 1961, pag. 304) O protestantismo não passa de doutrina de homens heresiarcas (cf. Ef 4,14). Eu repito com Santo Hilário de Poitiers: ''Chegastes tarde demais! Nascestes muito tarde para pretenderdes ser Igreja de Cristo.'' Isso já é o suficiente para negar o protestantismo (heterodoxo). Tire as suas dúvidas em sites católicos: > Apologistas Católicos > Apologética Cristã Católica > A Fé Explicada > As Mentiras do Apocalipse Protestante > Berakash > Bizarrices Protestantes > Blog da Família Católica > Ciência confirma a Igreja > Cleofas > Cai a Farsa > Deus lo Vult > ECCLESIA MILITANS > Fim da Farsa > Flores da Modéstia > Fratres in Unum > Frente Universitária Lepanto > Front Católico > MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA > Montfort > Pio XII Caluniado > O Catequista > O Fiel Católico > Ofício Católico > Padre Paulo Ricardo.org > www.papista.com.br > Paraclitus > Pergunte e Responderemos > Permanência > Porque Creio blogspot > Respostas Católicas > Veritatis Splendor Paz e Bem.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Iara Borges 21-03-2016 02:21
Jesus do Céu… A que ponto chegam esses protestantes para criticar-nos com alegações disparatadas! Desdenham de tudo quanto fala a Igreja, mas creem em qualquer zé ruela que chega e diz estar tendo “visões”… :O E detalhe: ninguém questiona que provas há de que tais pessoas estão realmente falando com Deus. Desde que digam o que querem ouvir, tudo é válido... Estou simplesmente chocada com tanta sandice… Só se Deus fosse um ignorante pra dizer esse tipo de coisa em uma “revelação”… Aliás, e as revelações aos santos católicos? Essas não contam, né?... Seria bom se tivéssemos um post aqui a esse respeito. Esse negócio de "Nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre todos os povos, os seus filhos e as suas filhas profetizarão, os jovens terão visões, os velhos terão sonhos" (Atos 2, 17) está rendendo na cabeça desse povo... Qualquer um que diga estar falando com Jesus, com anjos ou algo parecido, arrebanha seguidores... E se fala mal da Igreja e dos santos, então... Eis um bom exemplo: https://www.youtube.com/watch?v=4LxkvyMcjrw Só me pergunto onde fica Mateus 24, 11 e 23-26 nisso tudo...
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Augusto Paiva 20-03-2016 06:00
A todos a Paz do Nosso Senhor Jesus Cristo (Jo 14,27). Nenhum católico nega 1 Tm 2,5, muito pelo contrário, reafirmamos isso contra os pagãos e aqueles que negam o Filho de Deus (1 Jo 2,22), sem cujo qual ninguém vai ao Pai (Jo 14,6). Jesus é o Sumo Sacerdote, mas Ele disse na Oração do Pai-Nosso que ''seja feita a vossa vontade, assim na terra COMO NO CÉU'' (Mt 6,10), e OS SANTOS SÃO COMO ANJOS NO CÉU (Mt 22,30-32), ORANDO A DEUS (Ap 5,8/ Ap 7,10/ Ap 6,10), eles que JULGARÃO O MUNDO (Mt 19,27-28/ 1 Cor 6,2/ Ap 20,4). Jesus disse que pela FÉ DOS SANTOS far-se-iam OBRAS AINDA MAIORES QUE ELE FEZ E FAZ (Jo 14,12), Cristo que deu aos seus apóstolos a mesma glória que lhe deram (Jo 17,22). Quem os ouve, a Cristo ouve; e quem os rejeita, a Cristo rejeita; e quem rejeita a Cristo, rejeita Aquele que O enviou (Lc 10,16). Portanto, desempenhamos o encargo de EMBAIXADORES em nome de Cristo, e é Deus mesmo que exorta por NOSSO INTERMÉDIO (2 Cor 5,20). Os santos apóstolos intercedem por muitos. São Paulo Apóstolo diz que todo pontífice é constituído a favor dos homens como MEDIADOR nas coisas que dizem respeito a Deus (Hb 5,1). E vide os sacerdotes do AT na expiação dos pecados. Deus fazia milagres extraordinários por INTERMÉDIO de São Paulo, de modo que lenços e outros panos que tinham tocado o seu corpo eram levados aos enfermos; e afastavam-se deles as doenças e retiravam-se os espíritos malignos (At 19,11-12). Sem falar em São Pedro, de maneira que traziam os doentes para as ruas e punham-nos em leitos e macas, a fim de que, quando Pedro passasse, ao menos a sua sombra cobrisse alguns deles (At 5,15). A viúva recorreu até Eliseu para INTERCEDER por ela perante Deus (2 Rs 4,1-44). Deus enviou Santo Ananias para INTERCEDER por São Paulo (At 9,10-21). É necessário que Jesus permaneça no céu até que chegue o tempo em que Deus restaurará todas as coisas, conforme já decretou há muito tempo, por INTERMÉDIO dos seus santos profetas (At 3,21). São Paulo disse: ''Com efeito, ainda que tivésseis dez mil mestres em Cristo, não tendes muitos PAIS; ora, fui eu que vos gerei em Cristo Jesus pelo Evangelho. Por isso, vos conjuro a que sejais meus imitadores (1 Cor 4,15-16)''. Devemos imitá-lo como ele era imitador de Cristo (1 Cor 11,1). Por que ele não disse para imitarmos Cristo de uma vez? Ora, porque ele é apóstolo de Cristo (1 Tm 1,1), e quem ouve os apóstolos ouve a Cristo (Lc 10,16). Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando as mãos puras, superando todo ódio e ressentimento (1 Tm 2,8). Vejam também 1 Tm 2,1. ''De fato, só Cristo é mediador e caminho de salvação. Ora, Ele torna-se-nos presente no seu Corpo, que é a Igreja. Ao afirmar-nos expressamente a necessidade da fé e do Batismo, Cristo confirma-nos, ao mesmo tempo, a necessidade da própria Igreja, na qual os homens entram pela porta do Batismo. É por isso que não se podem salvar aqueles que, não ignorando que Deus, por Jesus Cristo, fundou a Igreja Católica como necessária, se recusam a entrar nela ou a nela perseverar.'' (Catecismo da Igreja Católica, n. 846) ☩ ☩ ☩ SOBRE OS QUE JÁ DORMEM Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, NEM TODOS DORMIREMOS, mas todos seremos transformados (1 Cor 15,51). Estamos, repito, cheios de confiança, preferindo ausentar-nos deste corpo para ir habitar junto do Senhor. É também por isso que, VIVOS OU MORTOS, nos esforçamos por agradar-lhe (2 Cor 5,8-9). E que seja feita a vontade dele, ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU (Mt 6,10). Cristo PREGOU a Boa Nova ATÉ PARA OS MORTOS, conforme vemos em 1 Pedro 3,18-19 e 1 Pedro 4,6. Pela fé, Abel, depois de morto, AINDA FALA (Hb 11,4). Enoque ''NÃO VIU A MORTE'' (cf. 2 Rs 2,11/ Hb 11,5). O Senhor arrebatou Elias ao céu num turbilhão (2 Rs 2,1). Sem falar de Moisés e Elias conversando com Jesus (Mt 17,2-3). Até no INFERNO, os mortos estão CONSCIENTES (Is 14,9/ Ez 32,21/ Lc 16,23-24). Nada nos poderá separar do amor que Deus nos testemunha em Cristo Jesus, nosso Senhor (Rm 8,38-39), nem mesmo a morte! Aqui São Paulo Apóstolo queixa-se ante as perseguições e a dura vida, vendo-se num enleio: ''Sinto-me pressionado dos dois lados: por uma parte, desejaria desprender-me [morrer no corpo e partir] para estar com Cristo - o que seria imensamente melhor (Fp 1,23). Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro (Fp 1,21). São Paulo conheceu um homem em Cristo que (se no corpo, não o sabia, se fora do corpo, não o sabia; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu (2 Cor 12,2). E lembremo-nos de uma vez por todas do ladrão arrependido (cuja Santa Tradição deu o nome de São Dimas) que ESTÁ junto a Cristo misericordioso no Paraíso (Lc 23,43). Nisso eu creio, pois Deus é Fiel. E todo aquele que vive e crê em Jesus Cristo, JAMAIS MORRERÁ. Crês nisto? (cf. Jo 11,26). Mas AS ALMAS DOS JUSTOS ESTÃO NA MÃO DE DEUS, e nenhum tormento os tocará (Sab 3,1). Cabe, pois, que o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu (Ecle 12,7). ''Os sepulcros se abriram e os corpos de muitos justos ressuscitaram. Saindo de suas sepulturas, entraram na Cidade Santa depois da ressurreição de Jesus e apareceram a muitas pessoas (Mt 27,52-53). Para mais, recomendo: http://www.ofielcatolico.com.br/2004/09/a-morte-o-juizo-particular-e-o-juizo.html Estas são as razões da nossa fé e esperança (1 Pe 3,15).
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Augusto Paiva 22-03-2016 01:56
Vale aqui a reiteração. Lembrai-vos dos que vos guiam e IMITAI-LHES a fé (Hb 13,7). São Paulo conjurou que o imitássemos (1 Cor 4,15-16). Por que ele não disse para imitarmos Jesus de uma vez, sendo que Jesus é o caminho, a verdade e a vida (Jo 14,6)? Porque ele mesmo era um imitador de Cristo (1 Cor 11,1) - e Cristo é que é o modelo do cristão. Mas São Paulo não disse ser o primeiro dos pecadores (1 Tm 1,15)? Cristo veio ao mundo e não teve pecados (Hb 4,15/ 2Pe 1,18-19). Mas São Paulo foi salvo pela graça que limpa a mancha do pecado, ele que mostra-se arrependido por outrora ter perseguido a IGREJA DE DEUS (At 26,10-11/ 1 Cor 15,9/ Gl 1,13-22/ Fp 3,4-7/ 1 Tm 1,12-13). Deus fê-lo um vaso de eleição (At 9,15). Enfim, faz-se muita confusão acerca da intercessão dos santos. Os santos podem sim interceder por nós no Céu (Gn 4,10/ Jr 15,1/ Hb 11,4/ Ap 5,8; 6,9-10/ 2 Mac 15,12-16). Seja o nosso amor para com todos os santos. ''Deus não é injusto e NÃO ESQUECERÁ VOSSAS BOAS OBRAS E A CARIDADE QUE MOSTRASTES POR AMOR DE SEU NOME, vós que SERVISTES e CONTINUAIS A SERVIR OS SANTOS. Desejamos, apenas, que ponhais todo o empenho em guardar intata a vossa esperança até o fim, e que, longe de vos tornardes negligentes, sejais IMITADORES DAQUELES QUE PELA FÉ E PACIÊNCIA se tornam herdeiros das promessas.'' (Hebreus 6,10-12) Omnes sancti, orate pro nobis: https://www.youtube.com/watch?v=CKWRuFjIRFo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ivo Veríssimo Arantes Pereira 19-03-2016 14:54
Para enriquecer o post deixo um texto bíblico: Respondeu Jesus: Há tanto tempo que estou convosco e não me conheceste, Filipe! Aquele que me viu, viu também o Pai. Como, pois, dizes: Mostra-nos o Pai... Não credes que estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que vos digo não as digo de mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é que realiza as suas próprias obras. Crede-me: estou no Pai, e o Pai em mim. Crede-o ao menos por causa destas obras. Em verdade, em verdade vos digo: aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas, porque vou para junto do Pai. E tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, vo-lo farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Qualquer coisa que me pedirdes em meu nome, vo-lo farei. Se me amais, guardareis os meus mandamentos. João 14:9-15 Deus abençoe todos nós. Um abraço fraternal em todos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 20-03-2016 11:02
Ivo, entenda uma coisa, ninguém ora em nome de sí mesmo, eu não chego a DEUS PAI, dizendo: “SENHOR DEUS venho em meu nome pedir isto e aquilo, para mim e para o Ivo”, e chego a DEUS PIA dizendo: “SENHOR DEUS venho pedir em nome de JESUS, isto e aquilo, para mime para o Ivo”, assim como eu faço tais orações na terra, assim farão os Anjos, os Santos e Maria nos céus.Todos eles e todos nós sempre faremos nossas preces em nosso favor ou em favor de alguém quer estas pessoas peçam ou não nossas intercessões, em nome de JESUS, e é neste sentido que entendemos João 14, 9-15. “E que coisa estranha orar para um santo para que este comunique com Cristo para que este transmita a Deus uma oração” É evidente que você pode orar diretamente a DEUS PAI em nome de JESUS, ou ao próprio JESUS que interceda ao PAI por você, nós católicos fazemos isto direto nas missas, no ato penitencial e no canto do glória, porém, não há problema alguma de você pedir a intercessão de Maria dos Anjos e dos Santos, para que estes orem por você a JESUS ou em nome DELE a DEUS PAI por você, pois se entre nós aqui na terra pode acontecer isto, porque nós céus não pode?, eles lá nos céus não estão unidos a nós tanto quanto nós estamos unidos uns aos outros?, não acontece na igreja que frequentas, de um irmão pedir que você ore por ele a JESUS ou a DEUS PAI em nome de JESUS?. Você continuará achando estranho caso isto acontecer?, então acharás estranho quando há varias situações de pedidos de intercessões na Bíblia em que toda a igreja orava em favor de São Pedro quando este estava na prisão (Atos 12, 5), acharás estranho, que São Paulo pede aos fieis que orem por ele assim como ele orava por todos(Ef. 1,16; Fil. 1,4; Col. 1 ,3, 9; 1º Tes. 1,2; 3,10; Rom. 15,30; 2º Tes. 3,1; Fm 22; Heb. 13,18), e ainda São paulo agradece a intercessão dos mais diversos irmãos (2º Cor. 1,11), você continuará achando estranho que nos céus há aqueles que apresentam as orações dos cristãos, sendo uma forma de intercessão, sendo que JESUS segundo vocês creem interpretando erroneamente 1º Tim, 2 5, é o nosso único intercessor nos céus (Ap. 5, 8; 8, 3-4). Diante de todas estas passagens bíblicas, você ainda continuará estranho que a quem pede a intercessão de Maria, dos Anjos e dos Santos, já que estes como nós, sempre pedirão a JESUS ou a DEUS PAI em nome de JESUS?. “Prefiro orar a Cristo, evita dúvidas e debates desnecessários, é bíblico também.” Você pode orar a CRISTO como quiser, quanto a debates desnecessários, e só por parte de protestantes que não entende nossa fé na Comunhão dos Santos e por isto vivem enchendo nosso saco. E quanto o que é bíblico, depende, JESUS nos único salvador isto é bíblico, nosso único intercessor, isto não é bíblico, nosso intercessor eminente, principal, no qual, todas as demais intercessões estão subordinadas, isto é bíblico, que todos nós somos intercessores em CRISTO JESUS isto é bíblico. “e sou um miserável pecador que, apesar de fazer boas obras, tenho certeza que nenhuma delas me levará ao céu.” Se não vier com a fé verdadeira que é em CRISTO JESUS, não levará mesmo, mas se for relaciona na fé em JESUS CRISTO, não só deverão ser realizadas como serão necessárias em realiza-las.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 19-03-2016 16:34
Ivo, entendi. Você está usando um texto bíblico para tentar dar uma alfinetada na crença da intercessão dos santos. Não seria mais honesto e menos escroto falar de forma direta, expondo sua tentativa de proselitismo protestante? Bem, o capeta também tentou Jesus no deserto citando as Escrituras... Para garantir a devida interpretação a seu texto bíblico, lembro que quando se pede a intercessão de um santo, o fiel sabe que a graça só pode ser obtida no nome de Jesus. Assim como as pessoas que eram curadas por intermédio dos lenços usados de Paulo (isso está na Bíblia, pode chorar), também sabiam que o milagre só acontecia porque Paulo era um bom servo de Jesus - e continuou sendo após a morte. Santos do Céu – intercessores para os católicos, ociosos para os protestantes http://ocatequista.com.br/archives/11817 Relíquias de santos: SIM, eu venero! http://ocatequista.com.br/archives/9739 Comparar devoção aos santos com espiritismo é como confundir tomada com focinho de porco http://ocatequista.com.br/archives/12950 A Bíblia católica é a única que não é mutilada http://ocatequista.com.br/archives/12278
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 19-03-2016 20:29
Ivo, entenda uma coisa, ninguém ora em nome de sí mesmo, eu não chego a DEUS PAI, dizendo: "SENHOR DEUS venho em meu nome pedir isto e aquilo, para mim e para o Ivo", e chego a DEUS PIA dizendo: "SENHOR DEUS venho pedir em nome de JESUS, isto e aquilo, para mime para o Ivo", assim como eu faço tais orações na terra, assim farão os Anjos, os Santos e Maria nos céus.Todos eles e todos nós sempre faremos nossas preces em nosso favor ou em favor de alguém quer estas pessoas peçam ou não nossas intercessões, em nome de JESUS, e é neste sentido que entendemos João 14, 9-15. "E que coisa estranha orar para um santo para que este comunique com Cristo para que este transmita a Deus uma oração" É evidente que você pode orar diretamente a DEUS PAI em nome de JESUS, ou ao próprio JESUS que interceda ao PAI por você, nós católicos fazemos isto direto nas missas, no ato penitencial e no canto do glória, porém, não há problema alguma de você pedir a intercessão de Maria dos Anjos e dos Santos, para que estes orem por você a JESUS ou em nome DELE a DEUS PAI por você, pois se entre nós aqui na terra pode acontecer isto, porque nós céus não pode?, eles lá nos céus não estão unidos a nós tanto quanto nós estamos unidos uns aos outros?, não acontece na igreja que frequentas, de um irmão pedir que você ore por ele a JESUS ou a DEUS PAI em nome de JESUS?. Você continuará achando estranho caso isto acontecer?, então acharás estranho quando há varias situações de pedidos de intercessões na Bíblia em que toda a igreja orava em favor de São Pedro quando este estava na prisão (Atos 12, 5), acharás estranho, que São Paulo pede aos fieis que orem por ele assim como ele orava por todos(Ef. 1,16; Fil. 1,4; Col. 1 ,3, 9; 1º Tes. 1,2; 3,10; Rom. 15,30; 2º Tes. 3,1; Fm 22; Heb. 13,18), e ainda São paulo agradece a intercessão dos mais diversos irmãos (2º Cor. 1,11), você continuará achando estranho que nos céus há aqueles que apresentam as orações dos cristãos, sendo uma forma de intercessão, sendo que JESUS segundo vocês creem interpretando erroneamente 1º Tim, 2 5, é o nosso único intercessor nos céus (Ap. 5, 8; 8, 3-4). Diante de todas estas passagens bíblicas, você ainda continuará estranho que a quem pede a intercessão de Maria, dos Anjos e dos Santos, já que estes como nós, sempre pedirão a JESUS ou a DEUS PAI em nome de JESUS?. "Prefiro orar a Cristo, evita dúvidas e debates desnecessários, é bíblico também." Você pode orar a CRISTO como quiser, quanto a debates desnecessários, e só por parte de protestantes que não entende nossa fé na Comunhão dos Santos e por isto vivem enchendo nosso saco. E quanto o que é bíblico, depende, JESUS nos único salvador isto é bíblico, nosso único intercessor, isto não é bíblico, nosso intercessor eminente, principal, no qual, todas as demais intercessões estão subordinadas, isto é bíblico, que todos nós somos intercessores em CRISTO JESUS isto é bíblico. "e sou um miserável pecador que, apesar de fazer boas obras, tenho certeza que nenhuma delas me levará ao céu." Se não vier com a fé verdadeira que é em CRISTO JESUS, não levará mesmo, mas se for relaciona na fé em JESUS CRISTO, não só deverão ser realizadas como serão necessárias em realiza-las.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # DIAS 05-10-2016 00:18
Em qual passagem na bíblia diz que Maria intercede por nós?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 05-10-2016 01:24
Dias, A Bíblia fala da intercessão de Maria, mas ainda que eu te mostrasse essa passagem de nada adiantaria. Veja, a Bíblia fala claramente da Eucaristia (Jesus diz que a Sua carne é VERDADEIRAMENTE comida), mas ainda assim os protestantes insistem em dizer que é só um símbolo, certo? Sendo assim, de nada adianta uma doutrina estar expressa com todas as letras na Bíblia, se os protestantes insistirem em submeter tudo à manipulação de suas interpretações arbitrárias. Pelo que entendi, você reflete sobre as questões do cristianismo com base na crença de que somente a Bíblia é autoridade (Sola Scriptura). Portanto, já começa mal, já parte de um pressuposto totalmente equivocado, que não tem qualquer fundamento na Bíblia. E isso torna o diálogo entre nós travado, já que partimos de pressupostos muito diferentes. Então, para começarmos "com o pé direito", façamos assim: você me prova, com base em alguma passagem bíblica, que a Bíblia é a ÚNICA fonte de revelação infalível da Palavra de Deus, e, portanto, a única autoridade. Pode ser? Se você me mostrar isso, eu te mostro o fundamento bíblico da crença da intercessão de Maria e dos demais santos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # JOÃO 22-11-2015 19:10
JUNTO A JESUS ATÉ UM MORTO VOLTA A VIDA COMO LAZARO VOLTOU ATÉ UM LEPROSO FICA SEM LEPRA E ATÉ UM CEGO VOLTA A ENXERGAR E AGORA ME DIGAM PORQUE QUE JUNTO A JESUS CRISTO NÃO PODEMOS FAZER A MEDIAÇÃO E A INTERCESSÃO É CLARO QUE PODEMOS POIS,SOMOS O CORPO DE CRISTO E PORQUÊ JESUS É O FILHO DE JEOVÁ O NOSSO DEUS TODO PODEROSO E POR CONTA DISSO QUE ESTÁ COM JESUS CRISTO ESTÁ COM DEUS E SE ESTÁ COM DEUS PODE TUDO.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # JOÃO 22-11-2015 19:05
SE JESUS CRISTO VIVE PELA PESSOA ELE EXECUTA MARAVILHAS POR MEIO DELA E MEIO É MEDIAÇÃO ,OU SEJA, NOS PARTICIPAMOS DA MEDIAÇÃO SE NÃO FOSSE POSSÍVEL A INTERCESSÃO POR MEIO DE NOS O QUE É QUE NOS ESTAMOS FAZENDO REZANDO UNS PELOS OUTROS ENTÃO ESTARIAMOS DESOBEDECENDO O MANDAMENTO SE JESUS É O ÚNICO INTERCESSOR QUE ESTAMOS FAZENDO ACONTEÇE QUE JUNTO A JESUS PODEMOS INTERCEDER E OS SANTOS,ANJOS E ARCAJOS TAMBÉM PODEM INTERCEDER IGREJA MAIS JESUS É IGUAL AO CRISTO TOTAL
Responder | Responder com citação | Citar
0 # JOÃO 22-11-2015 19:00
DEUS MANDOU MOÍSES FAZER DOIS QUERUBINS E MANDOU FAZER A SERPENTE DE BRONZE ENTÃO DEUS NÃO É CONTRA IMAGENS E SIM CONTRA A ADORAÇÃO DE IMAGENS QUE É A IDOLATRIA QUE É VOCÊ COLOCAR UM DEUS FALSO NO LUGAR DO DEUS VERDADEIRO MAS PODE TER ESSAS IMAGENS COMO ÍCONES JANELA INVISIVEL QUE TRANSCENDE A DEUS
Responder | Responder com citação | Citar
0 # JOÃO 22-11-2015 18:53
NÃO ADORAR IMAGENS TU SÓ TEM UM ÚNICO DEUS É VERDADE MAS NÃO EXISTE IDOLATRIA NOS CATOLICOS EXISTE ÍCONES ÍDOLOS É DIFERENTE DE ÍCONES ÍDOLO COLOCAR OUTROS DEUS OU UM DEUS NO LUGAR DO DEUS VERDADEIRO QUE É JEOVÁ OU JAVÉ QUE SIGNIFICA EU SOU QUEM EU SOU ÍCONE É AQUILO QUE NOS LEVA ATÉ DEUS ENFIM QUE NOS LEMBRA DE DE DEUS E QUE NOS TRAZ PRA PERTO DE DEUS É UMA JANELA INVISIVEL QUE NOS TRANSCENDE A DEUS VOCÊ OLHA PRA UMA IMAGEM E DIZ COMO O SENHOR NOSSO DEUS E MARAVILHOSO OLHA QUE OBRA MARAVILHOSA ELE FEZ
Responder | Responder com citação | Citar
0 # JOÃO 22-11-2015 18:50
A VERSÃO BÍBLICA SÃO PEDRO CUROU O HOMEM COM A SUA SOMBRA ESTANDO JUNTO A JESUS CRISTO DE NAZARÉ PODEMOS FAZER A INTERCESSÃO DIVINA COMO PODER DE CRISTO PODEMOS FAZER QUALQUER COISA E COM ELE PODEMOS PARTICIPAR DA MEDIAÇÃO OS ARCANJOS,ANJOS PODEM INTERCEDER POR NOS SE ESTIVEREM EM COMUNHÃO COM CRISTO
Responder | Responder com citação | Citar
0 # JOÃO 22-11-2015 18:38
JESUS CRISTO É O ÚNICO MEDIADOR MAS SE VOCÊ ESTÁ COM CRISTO ENFIM SE VOCÊ VIVE PELO CRISTO E SE ELE ESTÁ DENTRO DE VOCÊ VOCÊ PODE PARTICIPAR DA MEDIAÇÃO OU DA INTERCESSÃO JESUS E A CABEÇA E NOS SOMOS O CORPO ENFIM NOS SOMOS OS MEMBROS DE CRISTO E POR ISSO SE ESTAMOS JUNTOS COM O PODER DE JESUS CRISTO PODEMOS INTERCEDER OU FAZER MEDIAÇÃO OS CRENTES ACREDITAM NO CRISTO EM SENTIDO ESTRITO QUE SÓ EXISTE A CABEÇA DO CRISTO QUE É JESUS ELES NÃO ACREDITAM NO CORPO DE CRISTO ENFIM NOS MEMBROS DE CRISTO QUE É A IGREJA QUE É REPRESENTADA PELOS SEUS MEMBROS QUE SOMOS NOS OS CATOLICOS POR SERMOS MEMBROS DE CRISTO JUNTO COM JESUS QUE É A CABEÇA DE CRISTO PODEMOS FAZER A MEDIAÇÃO OU INTERCESSÃO MAS PARA ISSO É NECESSÁRIO ESTÁ EM COMUNHÃO COM O FILHO DE DEUS INTERESSANTE É QUE SE A INTERCESSÃO DOS SANTOS OU MEDIAÇÃO NÃO VALESSE DE NADA A CURA NÃO VIRIA DO GUARDANAPO DE SÃO PAULO E NEM DA PALAVRA DE SÃO PEDRO E OS APOSTOLOS COMO CITADO AI NÃO PODERIAM DAR O ESPÍRITO SANTO QUE É O PODER DE DEUS NA FORMA MAIS PROFUNDA PARA AS PESSOAS CLARO QUE ESSA INTERCESSÃO E ATÉ MESMO A MEDIAÇÃO SE FOR PELO PODER DE CRISTO PODERÁ SER FEITA SE A MEDIAÇÃO SÓ VALESSE EM SENTIDO ESTRITO COMO OS CRENTES ACREDITAM POIS OS MESMOS SÓ TEM FÉ NA CABEÇA DE CRISTO QUE É JESUS CRISTO ENTÃO SÓ JESUS PODERIA FAZER ESSES MILAGRES ENFIM SERIA NECESSÁRIO DE JESUS PRA DAR OS ESPÍRITO SANTO E NÃO PRECISARIA DOS APOSTOLOS E A CURA NÃO PODERIA VIM DO GUARDANAPO DE SÃO PAULO E NEM DA PALAVRA DE SÃO PAULO POIS SE JESUS É O ÚNICO MEDIADOR E NOS NÃO PODEMOS DE NENHUMA MANEIRA PARTICIPAR DA MEDIAÇÃO ENTÃO JESUS TERIA QUE FAZER TUDO PORQUÊ OS SANTOS NÃO PODEM FAZER A MEDIAÇÃO E NEM INTERCESSÃO E NEM ARCANJOS OU ANJOS PODEM. RESPOSTA AOS EVANGELICOS TODOS NOS PODEMOS FAZER A MEDIAÇÃO SE ESTAMOS EM COMUNHÃO COM CRISTO SE ESTAMOS COM CRISTO PODEMOS INTERCERDER JUNTO A ELE AO NOSSO DEUS EU SOU QUEM EU SOU MAS PARA ISSO É NECESSA´RIOA ESTÁ JUNTO AO FILHO DE JEOVÁ JESUS CRISTO DE NAZARÉ
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Marina 26-10-2015 12:26
Exatamente Sidnei, viver nossa fé é a melhor escolha. Obrigada!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Marina 23-10-2015 16:13
Oiee Sidnei, Obrigada eu entendi, eu perguntei porque quando pergunto para eles, "por que em vida vocês oram um pelos os outros, e nós não podemos pedir orações pelos santos ? " eles sempre respondem com a passagem de Timoteos, e falam também, que é porque santo " não existe" e porque eles estão mortos, não estão na Glória de Deus. Só que eu não consigo entender, o porque deles acharem que quem morre esta no Seio de Abrãao, Xeol, Hades, Mundo Inferior, Limbo ...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 24-10-2015 00:05
Marina, como havia colocado, somente alguns protestantes, creem na imortalidade da alma, porém, estas almas não entram no juízo particular após deixarem o corpo, mas vão para aquilo que a Bília identificava como: Seio de Abrãao, Xeol, Hades, Mundo Inferior, Limbo …, para lá esperarem a ressurreição e o juízo final. Este pessoal não crê que haverá dois juízos, um o particular, após a morte, em que se decretará a situação da pessoa, que estará para sempre no céu ou no inferno, e o final, no final dos tempos, quando JESUS voltar, em que serão julgados os últimos que estiverem aqui, e se confirmará, a sentença que houve no juízo particular. Esta é uma interpretação deste pessoal, a respeito das últimas, coisas, que destoam de nós católicos, ortodoxos,e de uma boa parte do protestantismo, fora daqueles que nem acreditam na imortalidade da alma, tal como os adventistas e testemunhas de Jeová. Também não entendo o porque eles creem assim, pois a base suficiente para crer que logo após a morte a alma já entre em seu juízo particular e recebe a sentença da condenação ou do gozo eterno, sem precisar estar em um lugar para esperar a ressurreição final, e nem estar em um túmulo, dormindo o sono da morte. Mas não me preocupo e tentar intende-los, ao invés disto, prefiro viver minha fé, e seguir em paz. Faça isto também e o resto deixe nas mãos de DEUS, que ELE sabe o que fazer com cada um de seus filhos, mesmo aqueles mais rebeldes.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Marina 23-10-2015 14:33
Adoro esse blog de vcs, aprendo bastante. Acontece que os protestantes também não acreditam na intercessão dos Santos, porque pra eles todos estão dormindo ou mortos, ninguem esta na gloria do Senhor, e sim em um "sono dos justos" Ou seja estão mortos e mortos não fazem milagres. Vocês podem me esclarecer essa questão, porque eles acreditam que todo mundo que morreu até agora, só vão ressucitar ir para o céu ou inferno na 2° volta de Cristo ? Obrigada
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 23-10-2015 15:37
Marina, nem todos os protestantes acreditam no sono da alma, pelo que eu sei, somente Adventistas e Testemunhas de Jeová não creem na imortalidade da alma. Outros protestantes, creem na imortalidade da alma, mas não acreditam que nenhuma está no céu, ainda, mas estão no que nas Sagradas Escrituras, chama de Seio de Abrãao, Xeol, Hades, Mundo Inferior, Limbo, ou seja, seria uma lugar em que não haveria nem dor nem sofrimento, pois não seria o inferno ainda, e nem o céu, pois não gozariam da visão beatífica de DEUS, e isto, só ocorreria, depois que eles teriam sido tirados de lá, através da ressurreição do último dia, e daí seriam julgados e receberiam o céu ou o inferno, conforme as obras de cada um. Por outro lado, existem outros protestantes, que creem sim, que as almas dos Santos já se encontram nos céus, mas, não creem na intercessão deles, pois acreditam, que somente JESUS é nosso único intercessor, pois eles levam em consideração algumas passagens como 1º Tim. 2,5-6 que diz: "Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus, o qual se entregou a si mesmo como resgate por todos. Esse foi o testemunho dado em seu próprio tempo." Eles interpretam esta passagem dizendo que somente JESUS é nosso único mediador entre DEUS e os homens, porem tal interpretação esta errada, pois aí não diz que JESUS é nosso único intercessor, mas nosso mediador, mas mediador de que?, São Paulo dá a resposta na própria passagem: "o qual se entregou a si mesmo como resgate por todos", ou seja JESUS é nosso único mediador com relação a nossa salvação, ELE é nosso único Salvador, ELE poderá ser sim, nosso intercessor Eminente, principal, no qual, todas as outras intercessões estão subordinadas, e nunca paralelas a de JESUS CRISTO, no qual, todas nossas orações, em favor de nós mesmos ou dos outros, devemos fazer em nome de JESUS, e assim serão os: os Anjos, os Santos e a Virgem Maria nos céus, que sempre que intercederem por nós, irão fazer em nome de JESUS. Esta e mais alguns, que segundo os protestantes, dizem ser empecilho para os Santos intercederem por nós no céu, como, por exemplo, se eles não são oniscientes, como poderão atender as preces de milhões e até bilhões de pessoas ao mesmo tempo, não são impedimentos que os Santos assim o façam, pois eles mesmo não sendo oniscientes, mas como estão nos céus, e lá há a eternidade, e não o tempo, ou se há, é algo relativo, que não será como neste mundo, e dentro disto, os Santos poderão receber as orações de milhões e até bilhões de pessoas e apresenta-las diante de DEUS PAI, em nome de JESUS. Espero ter ajudado sobre isto.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Eder Soares 03-08-2015 09:53
Orar aos mortos é estritamente proibido na Bíblia. Deuteronômio 18:11 nos diz que quem "consulta os mortos" é "abominação ao SENHOR." A história de Saul consultando um médium para trazer o espírito do morto Samuel resultou em sua morte "por causa da sua transgressão cometida contra o SENHOR, por causa da palavra do SENHOR, que ele não guardara; e também porque interrogara e consultara uma necromante" (1 Samuel 28:1-25; 1 Crônicas 10:13-14). Claramente, Deus declarou que essas coisas não devem ser feitas. Tudo me é licito mas nem tudo me convém . Muito cuidado com orações para com os mortos . Lembre-de se Saul. Que Deus os abençoes e vos guarde.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 03-08-2015 14:25
Eder, convenhamos: CONSULTAR os mortos tem um sentido muito diferente de ORAR aos mortos. Então, não force a barra para dizer que se tratam se coisas iguais, porque não são. A intercessão dos santos - vivos ou mortos - tem amplo fundamento na Bíblia. Pena que a bíblia protestante foi mutilada, o que impede a sua plena compreensão... Recomendo que você leia: Intercessão dos santos – versão bíblica e versão crente http://ocatequista.com.br/archives/11796 Santos do Céu – intercessores para os católicos, ociosos para os protestantes http://ocatequista.com.br/archives/11817 Relíquias de santos: SIM, eu venero! http://ocatequista.com.br/archives/9739 Comparar devoção aos santos com espiritismo é como confundir tomada com focinho de porco http://ocatequista.com.br/archives/12950 A Bíblia católica é a única que não é mutilada http://ocatequista.com.br/archives/12278 Que Deus te abençoe e te guarde tb!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # jefferson 02-08-2015 15:18
Posso copiar e imprimir pra minha comunidade?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 02-08-2015 20:15
Fique à vontade!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Gilberto 12-06-2015 10:48
Todos os santos estão na glória do Pai! Enquanto eles estiveram aqui na Terra, tinham dons incríveis que o Espírito Santo concedia a eles. Esses dons não morreram com eles. Aliás, eles também não estão mortos! O Espírito Santo, pode muito bem revelar a eles por meio de visões e revelações, o que o seu devoto está pedindo aqui na Terra. E, eles tendo essa visão ou revelação, intercede pelo amado irmão que encontra-se na Terra. Mas, tudo isso ocorre mediante a vontade do Deus Vivo. A vida não termina aqui e nem mesmo a intercessão dos santos. Aliás, dentro da Bíblia, está escrito que devemos orar uns pelos outros: Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranqüila, com toda a piedade e honestidade. Isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade. 1° Timóteo 2.1-4
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rubens Mauricio Silva 30-05-2015 00:02
Na minha concepção a Igreja fundada por JESUS Mt 16, 9-20 deveria combater estas heresias fundadas pelos homens . Ora como comparar a Igreja fundada por JESUS com a fundada por Lutero , Calvino , John Smith e etc. eles , fizeram alguma coisa pela humanidade ? Estão no mesmo patamar de JESUS ? O que veja são pseudo igrejas que se beneficiam da fragilidade da maioria das pessoas que não tem conhecimento adequado que possam defender-se e o que vemos hoje é vários pastores ricos devido o uso do nome de JESUS nos comercio deles , não é igreja ... uma resposta para meu e-mail ...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jamilly 02-05-2015 16:53
Gostei muito das suas colocações e não havia parado para refletir sobre essas questões, Sidnei
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Joyce 01-05-2015 21:13
Boa noite! Sou feliz por ser católica e conto sempre com a intercessão dos santos e de NSA de Fátima em minhas orações. Mas gostaria de perguntar uma coisa que nunca entendi muito bem... Quando pedimos alguma graça a nossa senhora e os santos e recebemos esse milagre quem fez o milagre? Foi Deus pela intercessão dos santos ou os santos?? Santo de fato fazem milagres ou eles intercedem por nós mas quem faz o milagre é Deus?? Espero ansiosamente a resposta! Desde já agradeço! Paz e bem!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 02-05-2015 11:36
Joyce, com relação a esta questão que você levantou, há algumas discordâncias o qual não anula nossa fé na Comunhão dos Santos e portanto na possibilidades de os Anjos e os Santos e Maria nos céus orarem por nós a JESUS e a DEUS PAIS em nome de JESUS. A discordância ao meu ver se relaciona em que há os que acreditam que os Anjos, os Santos e Nossa Senhora possam fazer milagres, há os que a creditam que eles distribuem as graças, isto incluem os milagres e outros que apenas creditam que eles apenas intercedem por nós o qual os milagres e as demais graças são todas concedidas por DEUS. Já li aqui algumas vezes a Vivi colocando que Maria, os Anjos e os Santos podem fazer sim tais milagres e ela cita a passagem do Evangelho de São João 14, 12 o qual esta escrito: "Em verdade, em verdade vos digo: aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas, porque vou para junto do Pai.", nisto vemos que sim há a possibilidade muito grande de os Anjos, os Santos e Maria nos céus realizarem tais milagres, e eis que muitos Santos já na terra já faziam diversos milagres, basta ler a vida de muitos santos, e se eles já realizavam estes milagres em vida, imaginem nos céus, mas é bom frisar que o poder de realizar estes milagres não vinham deles mesmos, porque ele não eram deuses, mas sim, que isto era uma graça que DEUS concedia a tais pessoas, para uma maior honra e gloria a DEUS e não a eles mesmos. Outras passagens pode nos elucidar a este respeito, vejamos: Estendei a vossa mão para que se realizem curas, milagres e prodígios pelo nome de Jesus, vosso santo servo! (Atos dos Apóstolos 4, 30) Enquanto isso, realizavam-se entre o povo pelas mãos dos apóstolos muitos milagres e prodígios. Reuniam-se eles todos unânimes no pórtico de Salomão. (Atos dos Apóstolos 5, 12) Estêvão, cheio de graça e fortaleza, fazia grandes milagres e prodígios entre o povo. (Atos dos Apóstolos 6, 8) Não obstante, eles se demoraram ali por muito tempo, falando com desassombro e confiança no Senhor, que dava testemunho à palavra da sua graça pelos milagres e prodígios que ele operava por mãos dos apóstolos. (Atos dos Apóstolos 14, 3) Toda a assembléia o ouviu silenciosamente. Em seguida, ouviram Barnabé e Paulo contar quantos milagres e prodígios Deus fizera por meio deles entre os gentios. (Atos dos Apóstolos 15, 12) Deus fazia milagres extraordinários por intermédio de Paulo, de modo que lenços e outros panos que tinham tocado o seu corpo eram levados aos enfermos; (Atos dos Apóstolos 19, 11) "7. A cada um é dada a manifestação do Espírito para proveito comum. 8. A um é dada pelo Espírito uma palavra de sabedoria; a outro, uma palavra de ciência, por esse mesmo Espírito; 9. a outro, a fé, pelo mesmo Espírito; a outro, a graça de curar as doenças, no mesmo Espírito; 10. a outro, o dom de milagres; a outro, a profecia; a outro, o discernimento dos espíritos; a outro, a variedade de línguas; a outro, por fim, a interpretação das línguas." (1º Cor. 12, 7-10) Pelas passagens acima vemos que sim, os Santos nos céus podem realizar milagres, se os Santos Apóstolos assim faziam em via na terra, e na fé na Comunhão dos Santos o qual cremos que morte terrena não elimina nossa comunhão com nossos irmãos que estão nos céus, então cremos que eles ainda continuam a fazer estes milagres, porém, estes milagres são manifestações do próprio DEUS, que em nome de seu filho JESUS, utiliza estes Santos para manifestar sua glória, pois é DEUS quem realiza estes milagres através do Santos, assim como ELE fazia com os Santos Apóstolos quando estavam na terra, ELE continua fazendo com eles, estando eles já nos céus em sua companhia. Podemos dizer então que os Santos realizam tais milagres indiretamente, por concessão, mas a graça e o poder de realiza-los vem diretamente de DEUS, e portanto a fonte primaria de todas as graças e milagres é DEUS, e as secundárias, a via em que chegam estas graças e milagres, são os Santos Anjos, os Santos e Nossa Senhora, que em nome de JESUS, primeiramente intercedem por nós e em seguida realizam a distribuição destas graças e milagres. Espero não ter sido muito confuso nesta explanação, mas se você acreditar que os Santos só intercedem por nós a DEUS em nome de JESUS e que eles não realizam milagres alguns, e que todos os milagres são realizados por DEUS, não estarás errada, mas se você acredita que os Santos Anjos, que Maria e os Santos nos céus realizam tais milagres, que tal poder foi concedido por DEUS para sua maior glória, também não estarás erradas, pois a fonte primeira sempre será DEUS PAI e NOSSO SENHOR JESUS CRISTO e os ESPIRITO SANTO. Para finalizar coloco aqui, uma passagem da carta de São Tiago que nos traz uma bela lembrança de como os justos que na terra já faziam milagres, podemos concluir o quanto eles ainda realizam no céu, e diz respeito a Elias, vejamos: "A oração do justo tem grande eficácia2. 17. Elias era um homem pobre como nós e orou com fervor para que não chovesse sobre a terra, e por três anos e seis meses não choveu. 18. Orou de novo, e o céu deu chuva, e a terra deu o seu fruto." (Tiago 5, 16c-17)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Igor 06-04-2015 17:36
Achei até relevante o que você escreveu, mas digo uma coisa intercessão de pessoas vivas é real e existe, mas os mortos não podem intercede pelos vivos, santos(VIVOS)pode intercede por outros vivos. A gente pede também para Jesus.Agora para os que já morreram e aguardam o dia da ressurreição eles não podem interceder por nós muito menos nos ouvir.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 06-04-2015 19:08
A sua afirmação é anti-bíblica. Já falamos sobre isso neste post: Santos do Céu – intercessores para os católicos, ociosos para os protestantes http://ocatequista.com.br/archives/11817 E é sempre importante lembrar... A Bíblia católica é a única que não é mutilada http://ocatequista.com.br/archives/12278
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rafael 14-03-2015 01:34
Ola Amei este post!tenho uma duvida sobre um titulo que Nossa Senhora recebe,pesquisei e me parece que há um impasse sobre o titulo de "Co-redentora",este titulo ate consta na música de Dalvimar Gallo(Senhora dos Céus),porém não encontrei nada que me cofirme tal titulo,e ai turma posso chamar Nossa Senhora assim?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # marcos 07-11-2014 11:32
entendo que quando se diz que Jesus é único mediador, o autor bíblico está se referindo à impossibilidade de existirem "mediadores alternativos" a Jesus, ou seja, fora de Jesus, sem Jesus, que não passem por ele, não? Na verdade, pra mim isso é claro. por outro lado, nossos santos intercessores nos LEVAM a Jesus, ou seja, não são alternativas a Ele.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Scarlet Frota 20-10-2014 00:34
Boa tarde à todos,e gostaria de parabenizá-los por demonstrar sempre um conhecimento teológico bem fundamentado. Mas gostaria de pontuar um detalhe: o porquê a citação de ''crentes'' ou ''protestantes'' é sempre tão discriminadora? Se nós servimos a Cristo, cremos na Bíblia como livro sagrado, temos em Deus,o único, a razão da nossa fé e confiança, porque a razão da desunião? Eu nasci em um lar ''protestante''no entanto fui alfabetizada em um colégio de freiras, onde convivi 12 anos da minha vida pacifica e respeitosamente com as irmãs do centro educacional,que sempre me aplicaram lições valorosíssimas e jamais me trataram com nenhuma diferença ou desdém de minha fé,mesmo quando em alguma conversa,entravámos em uma discordância de interpretações.Fui à missa inúmeras vezes,no próprio colégio e com amigas de família católica, e essas amigas também frequentavam os cultos comigo normalmente.Aliás, eu considero todos os que creem em Cristo como meus irmãos,porque o maior mandamento que ele nos deixou é o amor. Eu creio,sinceramente,que se a exegese da Bíblia passa a ser motivo de discussão e acepção de pessoas,está faltando a leitura de um texto,com o qual finalizo minha humilde colocação: ''O conhecimento traz orgulho, mas o amor edifica" 1 Corintios 8:1
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 20-10-2014 14:45
Boa tarde, Scarlet! Nós da equipe do blog pensamos neste espaço como um local onde os católicos aflitos e acuados por todos os lados pudessem desabafar, e nada melhor do que desabafar com zoação. Costumamos dizer que isso aqui é como um papo de boteco! :-) Então, além de abordar os temas teologicamente, nossos posts funcionam como um alívio cômico para o drama que os católicos vivem em seu dia a dia: são achacados na escola, na universidade e no trabalho por ateus e protestantes malas (certamente, nem todos os ateus e protestantes são malas). É isso. Gostamos de responder aos ataques alheios à nossa fé com humor e, sim, com insolência! Sobre a nossa forma de abordagem, já falamos sobre isso neste post: Católicos brutos também amam http://ocatequista.com.br/archives/3609 Não, não somos intolerantes com os protestantes; somos intolerantes com as calúnias que eles armam contra nós. Não toleramos mesmo que difamem nossa Igreja e esculhambem nossas crenças. Reagimos no campo intelectual: apenas respondemos de modo firme e sem frescuras politicamente corretas. Todos nós da equipe do blog temos amigos e parentes protestantes. Não temos motivo algum para incitar a hostilidade contra aqueles que amamos. Mas não temos problema algum de nos referir de forma insolente àqueles protestantes que vivem a difamar aquilo que mais prezamos - a nossa fé. Além do mais, temos alguns posts elogiosos para com determinadas atitudes de protestantes, como esses aqui: Irã: pastor evangélico condenado à forca foi libertado http://ocatequista.com.br/archives/6616 Multinacional indenizará funcionário cristão obrigado a ver pornô http://ocatequista.com.br/archives/6536 Católicos X Obama – a guerra contra a violação da liberdade religiosa está travada http://ocatequista.com.br/archives/13385 Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rosângela Sayd 19-10-2014 10:32
A santidade de Deus é o modelo que temos para a nossa vida. A Bíblia diz em 1 Pedro 1:15 “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em todo o vosso procedimento.” A santidade de Deus não tolera o pecado. A Bíblia diz em Isaías 59:2 “Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça.” Santidade é um dom da graça de Deus. A Bíblia diz em Êxodo 19:5-6 “Agora, pois, se atentamente ouvirdes a minha voz e guardardes o meu pacto, então sereis a minha possessão peculiar dentre todos os povos, porque minha é toda a terra; e vós sereis para mim reino sacerdotal e nação santa. São estas as palavras que falarás aos filhos de Israel.” Quanto mais lemos a Palavra de Deus mais santidade adquirimos. A Bíblia diz em João 17:17 “Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade.”
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Endyara 05-09-2014 01:18
Não se preocupe, minha dúvida foi tirada. Eu não encontrei exatamente a resposta que queria porque não esperava ser entendida desta forma.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Endyara 04-09-2014 20:59
Sidnei, me desculpe, mas em momento algum eu vim com gracinha ou faltei com respeito com qualquer um aqui. Eu vim até este site com meus justos questionamentos a respeito desse assunto e achei que encontraria pessoas de boa vontade pra me ajudar.Eu realmente tenho uma posição a respeito do assunto. Mas sei que se vocês pensam diferente de mim, vocês tem suas razões e em busca delas eu vim aqui. Tive vontade de conhecer o outro lado da questão. Só não esperava ser tão mal compreendida assim, e nem acho que agi de forma errada. Não encontrei exatamente a resposta para o que eu procurava. Peço desculpas se não compreendo como se processa a vossa fé na Comunhão dos Santos mas sei que o entendimento vem de Deus, então continuarei pedindo a Ele o entendimento para que eu ande pelo caminho correto. A paz de Deus a todos vocês, de coração.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 04-09-2014 22:27
Pessoas de boa vontade tem aos montes aqui para te ajudar a responder aos seus e aos questionamentos de de mais tantos outros protestantes que vierem aqui, porém, será que vocês tem boa vontade de querer aprender alguma coisa?, poque por mais que nós explicamos as coisas vocês sempre sai com: "Não encontrei exatamente a resposta para o que eu procurava", horas, se não esta adiantando ficar por aqui para obter suas respostas, então, vá em paz e fique com DEUS, porque nem precisaria ter feito questionamento algum, porque se você tivesse lido, a matéria e os comentários, se tivesse boa vontade, já teria encontrado as resposta aí, mas como a vontade é pouca, sua e de seus demais irmãozinhos, então não adianta ficar o tempo inteiro querendo respostas e mais respostas, porque nenhuma a satisfará, então, é perda de tempo, sua e nossa, ficar aqui discutindo algo, do qual vocês não querem saber resposta alguma, mas sim, só querem levantar dúvidas e mais dúvidas, para querer vencer pelo cansaço e fazer que concordamos com vocês. Não, a matéria é esclarecedora, os comentários, idem, aceita quem quer, quem não quer, pt. saudações.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Endyara 01-09-2014 19:27
Quer dizer que as perguntas aqui são respondidas às náuseas? Obrigada por quem me respondeu de boa vontade, Deus os abençoe. E aos que sentirem náuseas,espero que os frutos do espírito se manifestem em sua vida. Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.(Gálatas 5:22) Abraços.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 01-09-2014 23:06
Pois é Endyara, espero também que os frutos dos ESPIRITO SANTO, também se manifestem em você, para que entenda de uma vez por todas como é e como se processa a nossa fé na Comunhão dos Santos e dentro desta comunhão como funciona a Intercessão dos Santos, caso contrário, nem adianta vir aqui com gracinhas, que estas suas gracinhas e de mais de alguns irmãozinhos protestantes como você não vai colar por aqui.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Endyara 07-07-2014 14:35
Bom, minha questão é a seguinte: Se Deus ouve a oração de um justo e por isso é feita a intercessão aos santos católicos, por que então, essa intercessão não é feita por Cristo? Pois ele, sem dúvida, é o cordeiro perfeito, aquele que não pecou e é o maior dos santos! Se era mesmo correta a intercessão a outras pessoas, por que nao vemos isso na Bíblia? os apóstolos nao interecederam em nome dos santos do A.T. Paulo, por exemplo: “…dou graças a meu Deus mediante Jesus Cristo.” E assim mesmo Cristo fala: “E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho.” Cristo também fala: "Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai, Ele vo-lo conceda." Sei que temos aquilo que se chama tradições, que na bíblia diz que devemos guardar as tradições deixadas pelos apóstolos. Mas NEM eles ensinaram a prece à Maria, pelo menos não vejo isso na bíblia. Eles nunca foram de encontro com as palavras de Cristo. Nunca em nenhum momento é citado algum outro nome pelo qual devamos rogar. E se isso vai além do que é ensinado no evangelho, a própria Bíblia diz algo a respeito: “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” ainda: "Eu, João, aviso solenemente aos que ouvem as palavras proféticas deste livro: se alguma pessoa acrescentar a elas alguma coisa, Deus acrescentará ao castigo dela as pragas descritas neste livro. E, se alguma pessoa tirar alguma coisa das palavras proféticas deste livro, Deus tirará dela as bênçãos descritas neste livro, isto é, a sua parte da fruta da árvore da vida e também a sua parte da Cidade Santa." e por último: "Toda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele. Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda e sejas achado mentiroso." Detalhe, neste ultimo, "Palavra" está em letra maiúscula, o que se refere à revelação bíblica.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 21-08-2014 00:06
Endyara, A intercessão dos santos é uma realidade evidente na Bíblia. Sobre isso, leia nossos posts: Intercessão dos santos – versão bíblica e versão crente http://ocatequista.com.br/archives/11796 Santos do Céu – intercessores para os católicos, ociosos para os protestantes http://ocatequista.com.br/archives/11817 Lutero, Calvino e Zwinglio: devotos da Virgem Maria! http://ocatequista.com.br/archives/12970
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 21-08-2014 09:18
Vivi, você está muito paciente em responder para esta gente toda com suas questões e mais questões, que são respondidas a náuseas mas, que este pessoal tem uma má vontade incrível de entender. Vou contribuir aqui com alguns conhecimentos que tenho. "“Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai, Ele vo-lo conceda.” Pois é, tudo que pedimos a DEUS, devemos pedir me nome de JESUS, até mesmo quando iremos orar, interceder por nossos irmãos, não deixa de ser verdade, então, que tudo o que Maria, os Anjos e os Santos venham a pedir por nós nos céus, também pedirão a DEUS PAI em nome de JESUS, simples assim. "Sei que temos aquilo que se chama tradições, que na bíblia diz que devemos guardar as tradições deixadas pelos apóstolos. Mas NEM eles ensinaram a prece à Maria, pelo menos não vejo isso na bíblia. Eles nunca foram de encontro com as palavras de Cristo. Nunca em nenhum momento é citado algum outro nome pelo qual devamos rogar." Que não há outro nome que devamos rogar, se não no nome de JESUS isto é fato, e isto esta de acordo a minha resposta anterior, mas isto não impede que eu possa orar, interceder pelos irmãos quer eles me peçam ou não, assim como não me impede que eu peça a alguém, que ore, que interceda por mim, quer este meu irmãos, esta minha irmã esteja na terra ou não, pois a comunhão que há em CRISTO entre os irmãos não se desfaz com a morte, pois se estamos em CRISTO, e nossos irmãos no céu também estão, então estamos todos juntos, unidos naquilo que chamamos de Comunhão dos Santos. Quanto aos Santos Apóstolos não terem dirigidos suas preces pedindo a intercessão de Maria, esta questão volta e meia volta a ser levantada pelos protestantes, porém a reposta parece ser complicada, mas não é, o fato de eles não dirigirem as preces a Maria pedindo a sua intercessão deve-se porque ela ainda estaria aqui na terra, o que poderia muito bem São Paulo e os outros Apóstolos pedirem a ela que mesmo ainda aqui na terra já orassem por eles, e não duvido que isto acontecesse, pois embora isto não esteja explicitamente na Bíblia, mas esta implicitamente, já que o pedido que os Santos Apóstolos faziam para que os outros orassem por eles era uma constante, e isto esta na Bíblia, outro fato seria de que a doutrina da Comunhão dos Santos não estava tanto ilucidado ainda, porém, conforme as promessa de JESUS CRISTO, que iria enviar o ESPIRITO SANTO aos seus Apóstolos toda a Verdade, mas isto não aconteceria de uma hora para outra, e nem estaria tudo tim, tim, por tim, tim, como teimosamente os protestantes querem que estejam na Bíblia, porém, que ler as Sagradas Escrituras com mais atenção, com as luzes do ESPIRITO SANTO, verá que já há um germe desta Verdade em 1º Cor. 12, 12-25 o qual se encontra: "12. Porque, como o corpo é um todo tendo muitos membros, e todos os membros do corpo, embora muitos, formam um só corpo, assim também é Cristo. 13. Em um só Espírito fomos batizados todos nós, para formar um só corpo, judeus ou gregos, escravos ou livres; e todos fomos impregnados do mesmo Espírito. 14. Assim o corpo não consiste em um só membro, mas em muitos. 15. Se o pé dissesse: Eu não sou a mão; por isso, não sou do corpo, acaso deixaria ele de ser do corpo? 16. E se a orelha dissesse: Eu não sou o olho; por isso, não sou do corpo, deixaria ela de ser do corpo? 17. Se o corpo todo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se fosse todo ouvido, onde estaria o olfato? 18. Mas Deus dispôs no corpo cada um dos membros como lhe aprouve. 19. Se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo? 20. Há, pois, muitos membros, mas um só corpo. 21. O olho não pode dizer à mão: Eu não preciso de ti; nem a cabeça aos pés: Não necessito de vós. 22. Antes, pelo contrário, os membros do corpo que parecem os mais fracos, são os mais necessários. 23. E os membros do corpo que temos por menos honrosos, a esses cobrimos com mais decoro. Os que em nós são menos decentes, recatamo-los com maior empenho, 24. ao passo que os membros decentes não reclamam tal cuidado. Deus dispôs o corpo de tal modo que deu maior honra aos membros que não a têm, 25. para que não haja dissensões no corpo e que os membros tenham o mesmo cuidado uns para com os outros." Nesta passagem São Paulo deixa claro que ninguém no corpo de CRISTO deve ser deixado no trato do auxílio a caridade para com os irmãos, todos nós dependemos uns dos outros, quer queira, quer não, então, podemos diante disto chegar e dizer: Santa Maria mãe de DEUS, eu não preciso de vós, São José eu não preciso de vós, São Paulo Apóstolo eu não preciso de vós, São Jorge eu não preciso de vós, Santa Lucia eu não preciso de vós, Santa Madre Paulina eu não preciso de vós (ladainha as avessas), não, se estamos todos unidos em um só corpo em CRISTOS, estes membros que acreditamos que não nos servem para nada, porque hajamos que estão mortos e que não podem fazer mais nada por nós, é que justamente, mais poderão o fazer, pois estão diante de DEUS PAI, e na medida em que eles poderão ouvir as nossas preces pedindo a sua intercessão, eles poderão fazer em nome de JESUS.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # 18-06-2014 17:07
Uma das expressões bíblicas mais mal compreendidas é a expressão “santo”. Ela ganhou um significado popular um pouco diferente do significado bíblico. Normalmente, quando falamos em santo o que logo vem à mente das pessoas são as imagens (fotos ou esculturas) de homens exemplares em seus procedimentos, que têm status de milagreiros diante do povo e foram canonizados pela igreja Católica Romana. As pessoas também usam a expressão para designar alguém com um procedimento exemplar e diferente do padrão normal da sociedade. Quando alguém tem um procedimento muito correto é chamado de santo ou de santinho pelas pessoas. Santo na Bíblia é aquele que possui santidade. Ser santo significa a separação de uma pessoa dos costumes mundanos e de tudo aquilo que é contrário a vontade de Deus. A característica do santo é a obediência e a fidelidade a Deus. Dessa forma, a vida do santo reflete as virtudes ensinadas pelo Senhor em Sua Palavra. Nesse sentido, qualquer pessoa pode ser santa, não necessitando que seja perfeita (o que ninguém consegue ser) e nem que milagres aconteçam pelas suas mãos. A única exigência é a santidade estar presente em sua vida. Por isso, a Bíblia declara: “pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento” (1Pe 1. 15)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # JP Santana 17-06-2014 23:57
Esse papo de idolatria ja deu "fror" como se diz aqui em Taubaté! Crente começa com essa história pro meu lado já mando conversar com meu dedão do pé...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Raimundo Cesar 04-03-2014 15:50
Interssecao eh permitida.... mas onde ha garantias na biblia de interssecao apos a morte? E como saber quem eh Santo ou n? Afinal... qnd nos referimos a santos.. estamos supondo q estejam com Deus... mas e se n tiverem? N acontece d de repente estarmos orando para pessoas q n estao com Deus?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 04-03-2014 19:33
Raimundo, como a própria Bíblia ensina, a fé cristã deve estar baseada não só na Bíblia, mas também na Tradição: “Assim, pois, irmãos, ficai inabaláveis e guardai firmemente as tradições que vos ensinamos, de viva voz ou por carta” (2 Ts 2,15). E quem é o guardião da Tradição da Igreja? O bispo de Roma. E quem é o nosso bispo de Roma hoje? O Papa Francisco, assim como foram os demais papas, ao longo da história. Foi Jesus mesmo quem garantiu que a Igreja que ele fundou sobre Pedro - que se tornou bispo de Roma - não seria jamais vencida pelo demônio. Então, Raimundo, quem dá a garantia é Jesus Cristo. Se a Igreja reconhece a santidade de uma pessoa, esse fato é certo, é digno de fé. Então, é mesmo impossível que estejamos orando para pessoas que não estão com Deus.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Leonardo Santana 17-01-2014 20:32
A cara do Chico Buarque no final foi demais!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. A heresia protestante é um poço sem fundo de contradições.Por isso eu amo com todo meu ser o catolicismo pois é a ÚNICA Religião verdadeira que não existe NENHUMA contradição!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 07-01-2014 09:16
Luiz, eu não percebi nada de errado nesse comentário da Christiane. Ela parece saber muito bem que precisa trabalhar pela sua própria salvação, mas confia, com base nos ensinamentos da Igreja, em que os santos no Céu intercedem por nós na Terra. A Comunhão dos Santos ensina exatamente isso: a continuidade entre a Igreja Militante, a Igreja Triunfante e a Igreja Padecente. Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 07-01-2014 17:04
:)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # LUIZ DASCENZIO 06-01-2014 23:07
Ola, Christiane, eu li um comentario seu e fiquei meio intrigado, com o que voce disse, tem muitas almas a ser resgatadas e o santos no ceu trabalham para isso! Cara amiga só voce pode salvar sua alma, os santos não estão la no ceu para isso não, os santos só ganharam o reino do ceu, porque agiram com o principio de DEUS, viverão no amor de Cristo pelo proximo. O Santo intercede a cristo por voce, pela confiança que voce tem nele e pela sua fé. Quanto as almas a ser rasgatada, não tem muito o que fazer não! se elas estão no purgatorio é porque elas estão pagando pelo pecado que cometeram, e ficaram la ate o julgamento do juizo final, quando Jesus Cristo vier para julgar os vivo e os mortos. Mas as nossas Orações pelas almas ajuda muito,somente as nossas oarções pode salvar as almas do pulgatorio.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 07-01-2014 16:55
Os santos no céu oram incessantemente por nós, Luiz! Não estava falando das almas do purgatório, mas das almas dos viventes. Mas nossas orações também podem tirar as almas do purgatório, sabia? E elas não sairão de lá somente no dia do Julgamento. Cada uma tem um tempo definido de permanência lá, dependendo do que precisa ser purificado. É assunto para um post. Eu estava falando da intercessão dos santos pelos que crêem e principalmente pelos que não crêem, juntamente com nossas orações aqui na terra. É a intercessão. O Anjo de Portugal nos deu esta oração, para rezarmos após a comunhão: "Meu Deus eu creio, adoro, espero e amo-vos; peço-vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e não vos amam." Achas mesmo que lá no Céu eles também não rezam assim? Já dizia Santa Terezinha que, quando morresse e fosse para junto de Deus, faria muito mais pelas almas do que quando em vida! E olha, essa de salvação individual tem seus pontos-chaves: A salvação individual é importantíssima, pois ela resulta de livre e pessoal decisão de seguir ao Senhor, mas veja: as pessoas contribuem para a salvação umas das outras, sim. Se sou casada e mãe, tenho co-responsabilidade pela salvação de minha família. Se os edifico, contribuo para a sua salvação; se os afasto de Deus... terei que responder por isso perante o Senhor. Isso vale para todo o tipo de relacionamento: Catequistas, sacerdotes, coordenadores de grupos e movimentos, namorados, colegas de trabalho, etc. Nada de cada um por si, isso não é de Deus! Como já diz em Gênesis: "O homem não nasceu para ser só". E ele também não se salva só. Somos comunidade, somos Igreja, somos uns pelos outros! Somos o povo de Deus! Nunca esqueça esse binômio: Igreja Militante e Igreja Triunfante. As duas são intimamente interligadas.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 07-01-2014 17:04
É, na verdade, uma tríade: Igreja Militante, Igreja Padecente e Igreja Triunfante, como falou o Harun.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 07-01-2014 17:07
Agora parei pra refletir: No Céu eles não rezam essa oração do Anjo de Portugal assim, pois estão Face a Face com Deus e não têm mais o que esperar... É, só a Igreja Militante que reza, mesmo. Mas não invalida o resto do texto!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Kérley do Rêgo Freire 05-01-2014 21:55
Sou católico, não muito praticante. Mas tenho a convicção de que desde o começo do mundo Deus deixou sua única igreja, a católica.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 05-01-2014 23:21
Oi, Kérley! Na verdade, a Igreja Católica não existe desde o começo do mundo. Ela nasceu do sangue de Cristo, derramado no Calvário. E você falou uma coisa certíssima: ela foi a única Igreja que Deus deixou sobre a Terra. Afinal, assim como Deus manda que os homens tenham uma só esposa, também o Cristo tem uma só esposa, a Sua Igreja.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Amanda 05-01-2014 19:03
Adorei, realmente é lindo perceber que Deus nos dá tantas oportunidades de conversão, e o exemplo dos santos exatamente isso, para auxiliar na conversão das pessoas. Assim, os santos vivos ou mortos cooperam com Nosso Senhor.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Maria Aparecida leite assis 05-01-2014 18:52
Estou engatinhando no conhecimento da palavra, mas em Deus espero aprender muito com vocês. Obrigada.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # fatima 05-01-2014 12:56
amei esse site, esse debate é fantástico, porém pelo amor que jesus tem por nós jamais ofensas sobre qualquer pessoa ou religião, tá lindo assim , como não tenho muito conhecimento sobre a sagrada escritura e sobre as religiões aproveito e vou lendo o que vcs escrevem, bjs.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 05-01-2014 20:23
Fátima, o blog não pretende ofender ninguém. Mas também não se furta de dizer a verdade só porque alguém, muito melindroso, sente-se ofendido. Corrigir os que erram é uma obra de misericórdia e não há direito superior ao da verdade. Os Catequistas procuram transmitir com bom embasamento o que a Igreja, Mãe e Mestra, nos ensina. Nem sempre é possível fazê-lo sem ferir suscetibilidades exacerbadas. Não obstante, somos movidos pela caridade, que não deve ser confundida com leniência em relação ao erro. Não podemos pedir desculpas por dizer a verdade, ok? Em nome dos responsáveis pelo blog, se eles me permitem, seja bem vinda!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # VALDEMIR COLLA 04-01-2014 22:09
Perguntas: O que é um Mediador no sentido supremo? O que é um intercessor? Qual a diferença? Sou católico e vivo a minha fé. Distingui identificar uma Criatura de Deus de um Filho de Deus batizado com Espírito Santo. Um filho de Deus tem direito a herança no processo de santidade, a criatura de Deus pela purificação de acordo com sua consciência por causa do grande amor de Deus. Distingui também que existem imagens sagradas que Deus permite e que existem imagens e ídolos profanos que Deus proíbe. Descobri também que nossa igreja Católica não tem placa, nas sim tem o sinal do Poder de Deus - a Cruz que nos salva. Descobri também que a Igreja Católica tem fundamentos importantes que outras denominações evangélicas e as grandes religiões não tem: 1º Magistério Ordenado. 2º Sacramentos - 7 graças essenciais de salvação. 3º A verdadeira Bíblia - fechada pelo Espírito Santo com 73 livros. 4º Maria - Mãe de Deus e nossa Mãe. 5º Os Santos todos Entre tantas outras verdades de fé reveladas - Dogmas e orações perfeitas.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 05-01-2014 20:11
"Mediador no sentido supremo" é o Filho, que se encarnou para a salvação do homem. "Intercessor" é qualquer um que peça a Deus, uno e trino, por um outro. Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Juliana Gonçalves 04-01-2014 16:42
Sidnei, muito obrigada por sua atenção, ficou longo, mas eu amo ler e adquirir conhecimento sobre a minha fé. Acho que vai ser um pouco difícil deixar esta discussão de lado pois, a pessoa em questão é da família, mas vou ler o material que vc indicou e ver como saio dessa. Parabéns pelo trabalho de vcs, é maravilhoso, muito bom para pessoas como eu que tem sede de conhecimento da palavra de Deus e da história da Igreja. Mais uma vez, obrigada por poder contar com vcs na minha formação. Que a paz do nosso Senhor Jesus Cristo e a luz do Espírito Santo estejam sempre com vcs.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 05-01-2014 11:21
Não há de quer Juliana, para facilitar sua vida está aqui o link da matéria que o pessoal aqui do catequista colocou a respeito de debates infrutíferos que temos com os protestantes: "http://ocatequista.com.br/archives/11328". Se você quer continuar a debater com este protestantes que faz parte de sua família, boa sorte, contribuí apenas com uma pequena parte para com seu conhecimento, agora é o ESPIRITO SANTO que vai te iluminar e dizer as palavras corretas para rebater o tal protestante durante algum debate que tiver com ele, portanto, não esqueças de pedir a luz ao ESPIRITO SANTO para te iluminar e dar as respostas certas, como bem disse JESUS em Mateus 10,20. Fique com DEUS e eu também estarei orando por você e por todos que como você sofrem quanto a alguns debates que travamos as vezes com pessoas de outras religiões e pior ainda quando são pessoas de nossa própria família ou amigos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # silvia 04-01-2014 16:38
Por favor me explique como os santos estando mortos ainda podem interceder por nós?Sei que Cristo recebeu a visita de Moises e Elias quando orava perto de sua morte.Creio que muitos foram resgatados por Deus e levados aos céus.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 05-01-2014 17:05
Oi, Silvia! Responderemos isso no próximo artigo, que será publicado nesta segunda-feira.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 05-01-2014 16:43
Porque quando os santos morrem, vão para junto de Jesus e estão em plena comunhão com Ele, face a face. Já não há mais tempo ou espaço ou qualquer tipo de entrave ou limitação e, estando nessa plena comunhão, partilham da sua onipotência e onisciência através da... intercessão! Eles ouvem nossas preces e as colocam diante de Deus, pedindo por nós. Não é tão difícil de entender. Os que morrem na graça de Deus não dormem, mana, tem muitas almas a serem resgatadas e os santos no Céu trabalham incessantemente para isso!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Cibeli Salles 04-01-2014 12:24
Cara, onde esse povo de O catequista arruma essas coisas como esse vídeo, meu?! kkkkkkkkkk Eu não aguentei aqui! O povo comédia! kkkkkkkkkkkkkkkk #RindoLitros!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 04-01-2014 09:27
Amigos, desculpe se demorarmos para responder e moderar os comentários. Estamos em viagem, em Petrópolis. Voltamos no domingo.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # LUIZ DASCENZIO 04-01-2014 00:05
Ola seus comentarista, eu achei muito interesante seus comentarios,eu só gostaria de fazer uma pergunta, alguem de voces já viu ou já viu dizer, que existe santo vivo.Olha um santo antes de chegar a ser santo, ele era um ser humano como nos mesmo. Mas foi um ser humano que doou sua vida ao proximo,fazendo tudo pela dor do outro, sem medir esforços, não por um dia, mas pela sua vida inteira. assim merecendo o amor de jesus cristo,por este merito de amor ele se tornou santo. quando voce pede uma intercessão a um santo com amor e fé. porque ele tem poder de intercessão junto a jesus cristo. Santo não faze milagre, mas ele pode pedir por voce junto a jesus cristo, este sim pode te dar o milagre que espera, mas veja bem se voce for merecedor, da missericordia de DEUS.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 04-01-2014 13:53
Luiz, como disse A Catequista na sua resposta a Fernanda, no dia 3, os santos realizam milagres, sim. E reconhecer isso não contradiz a noção de que, na verdade, esses milagres são obra de Deus através dos santos, Seus instrumentos. Sobre santos vivos: claro que eles existem! Acho que o mundo nem existiria mais, se eles não existissem! Eu creio que Madre Teresa foi uma santa, assim como Irmã Adélia, a vidente de Cimbres. Eu acredito que Irmã Agnes Sesugawa é uma santa, assim como a Irmã Alphonsine da Cruz Gloriosa e Anathalie Mukamazimpaka. As últimas três ainda estão vivas. Claro que quando eu digo que elas são santas, isso é um juízo pessoal, com base na minha experiência e eu não pretendo de modo algum me sobrepor a um futuro juízo da Igreja. Não obstante, na medida em que eu posso, eu creio na santidade dessas pessoas e de outras que talvez nem cheguem a ser conhecidas do resto do mundo. Sem problema. A Igreja reconhece que há mais santos do que os que chegam a ser canonizados. Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # João Silva 03-01-2014 23:40
Na pintura do post, em que São Pedro cura os doentes com sua sombra, relatando o que ocorreu na passagem dos Atos dos Apóstolos, há outro ensinamento grandioso que desmonta uma outra falácia protestante: eles dizem que não devemos nos prostrar perante outras pessoas, nem diante do papa, o próprio São Pedro repreendeu Cornélio quando este quis realizar tal ato, etc, e blablabla, tumtointoin... acontece que, para que os doentes fossem curados pela sombra de São Pedro eles, necessariamente, deveriam se prostrar, deitar no chão perante o Príncipe dos Apóstolos, que era o local onde a sombra deveria estar...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 05-01-2014 21:14
João, Muito boa a sua observação! Sobre essa questão de se ajoelhar diante do Papa, já escrevemos um post: Oscar Schmidt “adorou” o Papa Francisco? http://ocatequista.com.br/archives/10814
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Junior 03-01-2014 23:35
Conheci recentemente o site e só posso dizer uma coisa: excelente! Parabéns pelo trabalho; continuem firmes neste apostolado. Aproveito o comentário - não sei se este é o espaço adequado, todavia... - para solicitar uma bibliografia sobre temas como: * Protestantismo * Espiritismo * História da Igreja * Patrística Devoro muitos livros, mas creio que as atuais editoras católicas estão devendo um pouquinho... conto com as sugestões de vocês. Obrigado.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 04-01-2014 14:24
Júnior, para História da Igreja leia Daniel-Rops e Leopold Von Ranke. São essenciais. E a partir deles você saberá o que mais ler. Sobre o espiritismo, o blog tem uma série muito boa de artigos. Se quiser uma refutação completa do espiritismo, de um ponto de vista não católico, leia "O Erro Espírita" e "O Teosofismo", de René Guénon. Sobre patrística, eu recomendo que você comece com o clássico de Servais Pinckaers, "La Morale Catholique", que tem boas traduções tanto para o inglês, quanto para o espanhol. Um abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 04-01-2014 14:31
Júnior, von Ranke não existe em português! Disseram-me que a tradução espanhola é muito boa, mas eu não conheço. Daniel-Rops tem em português, com certeza.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # João Silva 03-01-2014 22:43
Uma outra passagem que relata a intercessão é quando São Paulo chama os santos de 'nuvem de testemunhas'....Ora se testemunham que percorremos o caminho do Senhor é porque é preciso estarem conscientes; tem acesso ao Pai; sabem o que se passa na terra mesmo sem serem Onipresentes; e, podem saber o que lhe pedimos para interceder junto ao Senhor.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Juliana Gonçalves 03-01-2014 19:38
Me diz o que posso dizer para uma pessoa protestante, que mesmo diante a toda essa matéria incrível e esclarecedora, me responde assim:"Eu li toda a matéria, e o que pode se perceber é que há uma confusão entre o que é intercessão e o que é mediação, e me parece que eles não tem argumentos suficientes para sustentar suas teses, e fazem algumas contradições. Mas já que acham que a intercessão de pastores se confunde com ao que os católicos fazem aos santos sugiro que leiam 1 Timoteo 2.1-8. Para questão do local para onde vão os mortos em Cristo leia Lucas 16.19-31 e Apocalipse 20.11-15. Acho que isso será bem esclarecedor!"......espero uma resposta, obrigada.....paz
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 04-01-2014 13:13
Quanto a passagem de 1º Tim. 2, 1-8, parece que quem não entendeu e fez confusão entre mediação e intercessão é o tal protestante, pois esta passagem deixa claro que todos nós devemos orar, interceder por todos os seres humanos, por todas as pessoas como atesta São Paulo no vers. 1:"Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graças por todos os homens", e que JESUS é nosso único mediador enquanto nosso salvador como esta nos vers. 5-6: "Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem que se entregou como resgate por todos. Tal é o fato, atestado em seu tempo;", se nesta passagem dissesse que JESUS é nosso único intercessor então ficaria estranha o mandato de São Paulo orar por todas as pessoas, pois sabemos que quado oramos por alguém estamos intercedendo em favor destas pessoas, tal como nós aqui na terra, assim serão os Santos nos céus, não vejo aonde este protestante acreditar que estamos fazendo confusão com esta passagem, acredito que ele que não esta sabendo rebater o que aqui foi exposto, aí ele apela em dizer que fazemos confusão com isto com aquilo e manda ler passagens bíblicas segundo a interpretação dele ou do pastor dele, e entre a interpretação dele ou do pastor dele, e da Igreja constituída por JESUS CRISTO, o qual enviou o ESPIRITO SANTO para ensinar toda a Verdade e que já esta aí a 2000 anos com quem devemos ficar?. Desculpe Juliana se a resposta foi muita prolongada, mas as vezes tais resposta não são assim tão simples de serem respondidas, as vezes uma coisa puxa outra e quando vemos a resposta vira um documentário, mas se não adiantar demonstrar isto (s fosse você nem demonstraria mais tal resposta) ao dito protestante, esquece, eles sempre serão do contra, sugiro que você leia um post que o pessoal aqui do Catequista colocou a algum tempo atras intitulado: "Não jogues perolas aos porcos" para saber quando temos que parar em um debate com um protestante quando vermos que não aditará gastar tempo e saliva com gente que não quer nos ouvir, a este respeito só devemos orar, porque gastar tempo, paciência e energia é perca de tempo, vai arrumar coisas mais interessantes para fazer do que discutir com gente cabeçuda.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 05-01-2014 17:08
Sidnei, Obrigada pelos seus comentários!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 04-01-2014 12:16
Com relação a passagem de Ap. 20. 11-15 aqui apenas relata o juízo final, e não a condição das almas dos justos no além túmulo, o fato de nesta passagem dizer que o Mar restituiu seus mortos, o mundo dos mortos restituiu seus mortos, isto se encaixa em meu comentário anterior, o qual no mundo dos mortos, ou o mundo inferior, no Hades ou Xeol, o qual os bons iriam para o Seio de Abraão, os que não conheceram JESUS CRISTO nesta vida, como os justos do A.T. são guardados neste lugar, até a vinda de JESUS CRISTO, quando haverá a ressurreição geral dos mortos e o juízo final, tal como descrito em Ap. 20, 11-15, aí os justos que não conheceram a JESUS CRISTO sairão daí, diretamente para seus corpos ressurrectos, e então se apresentarão diante do divino Juiz e receberão a recompensa pelo que tiver feito durante esta vida, mas veja que isto acontecera com os pagãos, os que não conheceram JESUS CRISTO, e que serão julgados segundo o bem que fizeram e que seguiram a lei natural escrita por DEUS no coração dos homens como atesta São Paulo em suas cartas aos Romanos 2, 14-16: "13. Pois não são aqueles que ouvem a Lei que são justos diante de Deus, mas aqueles que praticam o que a Lei manda. 14. Os pagãos não têm a Lei. Mas, embora não a tenham, se fazem espontaneamente o que a Lei manda, eles próprios são Lei para si mesmos. 15. Assim mostram que os preceitos da Lei estão escritos nos seus corações; a sua consciência também testemunha isso, assim como os julgamentos interiores, que ora os condenam, ora os aprovam. 16. É o que vai acontecer no dia em que Deus, segundo o meu Evangelho, vai julgar, por meio de Jesus Cristo, o comportamento secreto dos homens." É claro que nós também haveremos de ressuscitar em nossos corpos transformados tal como o de CRISTO, mas quando ao juízo final, não há do que temer, porque nós já estaremos passado por ele, como atesta o próprio SENHOR JESUS CRISTO: " Eu vos garanto: quem ouve a minha palavra e acredita n'Aquele que Me enviou, possui a vida eterna. Não será condenado, porque já passou da morte para a vida. Eu vos garanto: vai chegar, ou melhor, já chegou a hora em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus: aqueles que ouvirem a sua voz terão a vida." (João 5, 24-25) e também São Paulo nos atesta a este respeito: "De facto, todos deveremos comparecer diante do tribunal de Cristo, a fim de que cada um receba a recompensa daquilo que tiver feito durante a sua vida no corpo, tanto para o bem, como para o mal." (2º Cor. 5,10), portanto tenho para comigo que nós cristãos que conhecemos a JESUS CRISTO seremos privilegiados (ou não) de sermos julgados por primeiro imediatamente após a morte, após a alma se separar do corpo e ir ao encontro com DEUS, enquanto que os pagãos só serão julgado na ressurreição do último dia. Tenho que esta interpretação é minha, outros interpretam que tantos os que conheceram a JESUS CRISTO quanto os que não conheceram já receberão sua recompensa imediatamente após a morte, mas não vejo como interpretar Ap. 20, 11-15, da maneira como descrevi, se há outra interpretação a esta passagem de meus irmãos católicos gostaria de saber, mas finalizando este comentário antes de passar para outro, basta lembrar que as passagens bíblicas que demonstram aonde estão as almas dos justos no céu são estas: "Sim, estamos cheios de confiança e preferimos deixar a mansão deste corpo, para irmos morar junto do Senhor. Em todo o caso, quer fiquemos na nossa morada, quer a deixemos, esforçamo-nos por agradar ao Senhor." (2º Cor. 5, 8-9); "Fico na indecisão: o meu desejo é partir desta vida e estar com Cristo, o que é muito melhor." (Fil. 1,23); "Entretanto, vós aproximastes-vos do monte Sião e da Jerusalém celeste, a cidade do Deus vivo. Vós aproximastes-vos de milhares de anjos reunidos em festa,e da assembleia dos primogénitos que têm o nome inscrito no Céu. Aproximastes-vos de Deus, que é juiz de todos. Aproximastes-vos dos espíritos justos que chegaram à meta final, e de Jesus, o mediador de uma nova aliança. Aproximastes-vos do sangue da aspersão, que fala muito mais alto que o sangue de Abel." (Heb. 13, 22-24); "Quando ele abriu o quinto selo, vi, debaixo do altar, as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que sustentavam" (Ap. 6,9); "Vi também tronos, e nestes sentaram-se aqueles aos quais foi dada autoridade de julgar. Vi ainda as almas dos decapitados por causa do testemunho de Jesus, bem como por causa da palavra de Deus, tantos quantos não adoraram a besta, nem tampouco a sua imagem, e não receberam a marca na fronte e na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos." (Ap. 20,4), estas passagens que são mais contundentes e outras mais nos demonstram como se encontram agora as almas dos cristãos justos no céu, ao contrário do protestante que acredita que as almas dos mortos ainda se encontram no Seio de Abrão muitas passagens do N.T. não nos deixam dúvidas que as almas dos cristãos justos já se encontram junto de DEUS e NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, a passagem de Lucas 16, 19-31 nos serve para demonstrar que entre os judeus havia a crença na imortalidade da alma e como eles acreditavam o que acontecia como as almas dos justos no além túmulo, pois se os judeus não acreditassem na vida do além túmulo, na imortalidade da alma, se isto fosse somente uma crença pagã, como creem os mortalistas como os Adventistas e Testemunhas de Jeová não faria sentido algum JESUS contar uma parábola que não fizesse parte da fé do povo judeu, do que eles acreditavam naquele tempo, esta aí a resposta para os mortalistas que teimam em não acreditar na imortalidade da alma, quando as Sagradas Escrituras nos dão testemunho inequívocos dela.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 04-01-2014 11:39
Juliana, pelo que vejo o tal protestante é que faz uma enorme confusão. As passagens citadas em nada negam a intercessão dos Santos, muito pelo contrário. Veja em Lucas 16. 19-31 que conta a parábola do homem rico e de Lázaro JESUS conta esta parábola segundo a crença do além túmulo da época, ou seja, os judeus e também os gregos e muitos povos daquela época acreditavam que as almas dos mortos iriam para o mundo inferior, os inferos, o que deriva a palavra, inferno, um lugar no interior da terra, abaixo da terra, no mundo subterrâneo, o mundo inferior, que os gregos chamavam de Hades e os judeus de Xeol, ficando as almas dos mortos aí, nós os vivos aqui neste mundo e DEUS ou os deuses entre os pagãos nos céus. Todos acreditavam que tanto os bons como os maus iriam todos para o este lugar localizado no interior da terra, no mundo inferior e sem esperança alguma de uma futura ressurreição, por isto que as vezes achamos passagens tão pessimista no A.T. como estas: "Porque no seio da morte não há quem de vós se lembre; quem vos glorificará na habitação dos mortos?" (Salmos 6, 6);"Não são os mortos que louvam o Senhor, nem nenhum daqueles que descem aos lugares infernais." (Salmos 113, 25); "Entre tudo que se faz debaixo do sol, é uma desgraça só existir para todos um mesmo destino: por isso o espírito dos homens transborda de malícia, a loucura ocupa o coração deles durante a vida, depois da qual vão para a casa dos mortos." (Eclesiastes 9, 3); "Com efeito, os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem mais nada; para eles não há mais recompensa, porque sua lembrança está esquecida." (Eclesiastes 9, 5), veja que estas passagens são em pessimista com relação a vida além tumulo, nem si quer parece haver a esperança na ressurreição, coisa que só pareceria mais tarde, porém, com o passar dos tempos, DEUS foi revelando aos povos, não somente os judeus, mas aos pagãos também, que no mundo inferior, aonde iram as almas dos mortos, haviam dois compartimentos os quais iam as almas dos justos e a dos não justos, os quais os gregos passaram a chamar de campos elísios e os judeus de Seio de Abraão, e nós conhecemos também como limbo, e foi com respeito a esta crença que JESUS fala que o pobre Lázaro foi parar junto com Abraão, portanto nunca confundamos os Seio de Abraão com o céu, o Paraíso junto de DEUS, são duas coisas distintas, no seio de Abraão as almas não sofriam mas também não gozavam da felicidade plena do céu, aí as almas estavam em um estado de paz e esperança de algum dia saírem daí pela ressurreição dos mortos ou que alguém viessem libertar daí para levar definitivamente para junto de DEUS aonde haveria o descanso eterno, já que nós enquanto seres espirituais só alcançaremos o gozo eterno quando estivermos para sempre com DEUS nos céus como dizia Santo Agostinho: "Minha alma não descansará enquanto não repousar em TI meu DEUS". Somente com a Morte de JESUS e sua descida a este lugar, ao mundo inferior, a região dos mortos aos Seio de Abraão, que JESUS libertou as almas dos justos do A.T. e conduziu elas para céu como atesta Efésios 4, 8-9: "Por isso diz a Escritura: «Subiu às alturas levando prisioneiros; distribuiu dons aos homens». Que quer dizer «subiu»? Quer dizer que primeiro desceu aos lugares mais baixos da Terra.", alguns traduzem esta passagem como dizendo que JESUS desceu a esta terra, mas não ao mundo inferior, a região dos mortos, horas, se for tal esta interpretação, São Paulo não precisaria ter colocado que JESUS desceu as partes mais baixas da terra, sendo que esta parte mais baixa da terra é onde se encontra as almas dos mortos e não esta terra em que andamos e vivemos, é só olhar outra passagem de São Paulo aos Romanos 10,7: "Quem descerá ao abismo?" Isto é: para fazer Cristo subir dos mortos», para São Paulo não resta dúvida que as partes mais baixas da terra ou o grande abismo, é aonde se encontravam as almas dos justos do A.T. e é para onde CRISTO foi entre sua morte e ressurreição, e foi daí que ELE tirou as almas dos justos do A.T. e levou para o céu. É por isto que este tal protestante cita Lucas 16. 19-31 para dizer qual o estado das almas do A.T., porém ele se esquece que este estado era dos justos do A.T. antes de JESUS descer até lá e libertar as almas dos justos e levá-los para o céu, hoje neste lugar talvez se encontre somente aqueles que ainda não conheceram a JESUS CRISTO, ou ainda alguns interpretam que neste lugar se encontra o purgatório e tinha a crença que para aí iam as crianças não batizadas, o chamado limbo dos infantes, que era uma solução teológica e portanto nunca foi um dogma, do que aconteciam com as almas das crianças não batizadas, mas que tal conceito foi abolido pelo Papa emérito Bento XVI.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # mateus francisco antunes 03-01-2014 18:18
isso não quer dizer evocação dos mortos como muitos afirmam, e estão ai para confundir. Assim como atribuem ao demônio as aparições de Nossa Senhora, e afirmam ser o papa a besta. Creio na comunhão dos santos e se nós participamos do corpo místico de Cristo, podemos interceder em Cristo, como os apóstolos. São argumentos consistentes por isso Creio na Santa Igreja católica,fundada na rocha e nos traz a verdade da qual não podemos contestar, porque não da margens para contestação nem em matéria de fé nem da razão.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # jeronimo r fonseca 03-01-2014 17:29
os protestante que conheço acreditam na interseção uns pelos outros, não acreditam na interseção de nossos santos, acreditam que estão dormindo no Senhor, esquecem do que disse Jesus; Lucas 20:38 Ora, Deus não é Deus de mortos, e sim de vivos; porque para ele todos vivem.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Everton 03-01-2014 16:50
Boa tarde a todos os irmãos! Eu sei que minha dúvida não tem nada a ver com o assunto, mas por favor me tirem essa dúvida... Eu estava debatendo com protestantes usando algumas citações da Patrística... quando eles viram que não dava certo entrar nesse campo... rsrsrs Começaram a negar a mesma Patrística que eles muitas vezes deturpam. Nisso começaram a usar somente a Bíblia no debate. Eles citaram um termo que eu não conhecia de estudo bíblico... método histórico-gramatical... que método é esse? Alguém pode me ajudar?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 04-01-2014 14:05
Não tem mistério, Everton! Método histórico-gramatical é apenas um modo de rastrear relações lógicas entre textos e autores, através da etimologia do vocabulário ou das peculiaridades das sintaxes. É algo usado, por exemplo, quando se quer avaliar a autenticidade de um texto: se ele pode ser atribuído a um determinado autor ou se há alguma anacronicidade que torne isso impossível. Um abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 05-01-2014 17:06
Harun, Estávamos viajando esses dias, e ficamos devendo nas respostas aos comentários. Mas você nos ajudou muito, obrigada!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 05-01-2014 19:31
Não há que agradecer! Jogamos pelo mesmo time! Pelé foi descansar um pouco, Rivelino entrou em campo! Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Gêneto eugenio 06-01-2014 10:19
Eu sou o garoto da água...Feliz sou do time!!!!rrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Everton 04-01-2014 19:31
Agradeço por sua resposta! Haru Salman, esse método foi criado pelos "reformadores" para atacar a exegese católica? No caso do artigo daqui do Catequista sobre intercessão dos Santos, esse método é usado para que eles possam fazer suas "ginásticas mentais" rsrsrs diante do fato como esse da sombra de São Pedro curar o doente?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 05-01-2014 19:29
Que nada, Everton! Exegese bíblica é uma criação católica! São João Crisóstomo já usava esse "método histórico-gramatical" muito antes dos protestantes se organizarem como seita! E com muito mais precisão e simplicidade! Esconder-se por trás de uma terminologia rebuscada é artimanha pseudo-intelectual das mais baixas. Quando alguém falar difícil, desconfie. Quem pensa claramente, fala claramente. Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Everton 08-01-2014 08:57
Muito obrigado por sua atenção e resposta! Que Deus o abençoe, Harun Salman!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Edson Thadeu Rogério Mallmann 03-01-2014 16:30
Nós católicos acreditamos na COMUNHÃO DOS SANTOS,incluindo a Igreja Militante (nós aqui na Terra); a Igreja Padecente (os que estão ainda no purgatório); e a Igreja Trinfante (que já estão no céu com a Santíssima Trindade)= Igreja Católica. Cristo é a cabeça e nós somos o corpo. Ninguém pode chegar a Deus sem santificação, pois Deus é o Santo dos santos!!! Por isso Cristo aceita a intercessão dos santos, anjos e a Santa Virgem Maria. Amém!!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Katia Fronza 03-01-2014 16:11
Ótimo post, e muito bem explicado! Obrigado!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # José Nelson 03-01-2014 15:51
Há uma outra passagem bíblica que também gera conflito com essa crença na "dormição": a da transfiguração, quando estão Moisés e Elias junto a Jesus no monte. Será que algum anjo, ao pedido do Pai, foi acordá-los do sono "profundo" de centenas de anos para testemunhar Jesus "brilhando" para os apóstolos? Ou a resposta "evangélica" seria que a aparição foi apenas uma conotação da Lei e dos Profetas que deveriam dar lugar à revelação do Filho? Quem poderá responder? rs. Grande abraço, e que nosso Senhor os abençoe. Seu blog é espetacular... é tremendo! rs
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Farias 03-01-2014 15:10
Para acrescentar a tudo que será dito pela catequista, posto este vídeo do nosso querido Pe. Paulo, falando sobre o tema e dando uma explicação muito boa sobre o assunto. http://padrepauloricardo.org/episodios/intercessao-dos-santos
Responder | Responder com citação | Citar
0 # cristiano 03-01-2014 12:49
Jesus disse que o único caminho pra chegar ate Deus e passando por ele, isso esta claro nas escrituras . Mas não disse que pra chegar ate jesus não possa usar intercessores como a sua Mãe e os santos , que também esta bem claro nas escrituras. Sua mãe intercedeu a ele por um casal na festa de casamento.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 05-01-2014 16:32
Exatamente! Eles sempre confundem o Filho com o Pai, dada a sua incompreensão da Santíssima Trindade como nós a compreendemos enquanto um único Deus em três pessoas distintas. Maria intercede por nós junto a seu Filho e nunca diretamente ao Pai, mas o povo insiste em ignorar isso.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 04-01-2014 13:57
Muito bem lembrado, Cristiano! Essa bela intercessão de Maria Santíssima é um exemplo tão claro que só com muita malícia alguém a pode negar!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Luis Otávio Falcão 03-01-2014 11:52
Deixo aqui minha singela colaboração. Quando jesus padecia no Calvário, o bom ladrão se arrependeu, e Nosso Senhor disse: Hoje mesmo estarás Comigo no Paraíso. Isso foi dito a ha 2014 anos atrás, o que confirma que os eleitos já estão juntos ao Pai. O que os protestantes não entendem é esse lapso temporal, explicado pela fé.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 03-01-2014 11:32
Todos batendo palmas, isso é tremendo!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, adorei o vídeo, eu era fã deles na aborrescência! Excelente post! Vou aguardar o próximo,porque a grande argumentação protestante não é a intercessão dos vivos, mas dos mortos. Para eles, mortos não intercedem, porque não sabem do que acontece no mundo dos vivos, tá todo mundo dormindo! Mas acho que vocês já postaram algo relacionado a isso, não? Abraços!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 04-01-2014 14:43
Christiane, fui ver o vídeo por sua causa. Espero que você tenha feito muita penitência! Lembrei-me de quando descobri quem era o tal "Faustão". Acho que vivi meu purgatório naquele momento. Saí santo daqueles segundos intermináveis em que aquele homem berrava alguma coisa incompreensível! Vou ouvir minha Birgit Nilsson agora! Em desagravo aos meus ouvidos! Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 05-01-2014 16:29
Aborrescência, quem nunca...? O Tremendo de ontem é o Restart de hoje... tudo num ciclo sem fim de trashices... Minha penitência é ser obrigada hoje a ouvir funk e tecnobrega, afffff! Mas foi bom relembrar, kkkkkkkkk! GRande abraço, Harun!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 05-01-2014 19:40
"O Tremendo de ontem é o Restart de hoje." Frase imortal, minha irmã! E com essa sua penitência, em breve teremos mais uma santa no Nordeste brasileiro... Christiane, rogai por nós! Palavra de quem já teve cabelo azul e cantou punk-rock na Crepúsculo de Cubatão! Não fui nem trash, fui lixo radioativo! Resíduo de Chernobyll! Imenso abraço, minha querida!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 15-01-2014 00:16
Harun* Vish, juntei o nome e o sobrenome...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 07-01-2014 16:28
No Norte, Sarun! Sou de Belém do Pará, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! Deus te ouça, minha meta é a santidade, mas do jeito que a coisa tá pegando com a minha falta de paciência, se eu for para o Purgatório já faço festa! Jura que tu já teve cabelo azul? #Vish Abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sa 03-01-2014 14:50
Temos que lembrá-los dessa passagem: "Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?" (João 11, 25-26)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Felipe 03-01-2014 11:09
Eu sempre cito o livro de jó (42,8) onde o próprio Deus manda Jó interceder e diz que só vai considerar aquele sacrifício por que Jó intecederá. "Oferecei por vós este holocausto, e meu servo Jó intercederá por vós. É em consideração a ele que não vos infligirei ignomínias por não terdes falado bem de mim, como Jó, meu servo."
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Leniéverson Azeredo 03-01-2014 11:09
Realmente, é um tema espinhoso, mas de fácil explicação. Parabéns pela postagem.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Eduardo Fernandes 03-01-2014 10:28
Na verdade o problema dos protestantes está em uma coisa simples que até agora nunca vi responderem em nenhum blog que trata do assunto (intercessão dos santos). É o seguinte: o fato é que os santos estão mortos, independente de se acreditar na vida eterna, se os mortos dormem ou não. Outro fato é que somente Deus é onisciente e onipresente, ou seja, apenas Deus está em todo lugar e sabe tudo, pode ouvir tudo. A questão é deles é: se somente Deus é onisciente, como é que os santos podem ouvir nossos pedidos de oração? Ora, os santos para interceder precisam ouvir o que pedimos. Mas eles não são oniscientes. Como é que os santos ficam sabendo dos nossos pedidos? Essa é a questão, que eu ainda não encontrei resposta satisfatória, apesar de acreditar piamente na intercessão dos santos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 03-01-2014 15:29
Olá, Eduardo! Na verdade, o Renato Louro já respondeu isso no seu primeiro (e ótimo) comentário. Os santos intercedem por nós não enquanto indivíduos, mas enquanto membros do Corpo Místico de Cristo, que é onipresente. Acho essa uma forma muito inteligente de dizer que as condições pós-morte são diferentes: tempo e espaço já não se aplicam. Um abraço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Harun Salman 06-01-2014 09:18
Esclarecendo: eu quis dizer que, depois da morte, tempo e espaço não se aplicam necessariamente, podendo aplicar-se de modo contingente e essa aplicação contingente é também importante para a intercessão dos santos. Afinal, nós, que estamos vivos, estamos localizados no tempo e no espaço!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Fernanda 03-01-2014 10:22
Gostaria de comentar a respeito da Leitura no parte: os santos (vivos ou mortos) realizam milagres, tal como Cristo (os santos não realizam milagres. Só Deus realiza milagre). E comentar o comentário da Renata Louro. Os protestantes, só questionam a intercessão aos santos porque eles estão mortos, baseados na palavra: Não conversei com mortos. Em deuteronomio. E aí como fica?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Renato Louro 06-01-2014 12:15
Opa Fernanda, Eu evolui um pouco mais com minha resposta acima, veja se me posicionei melhor. http://ocatequista.com.br/archives/11796/comment-page-1#comment-114830 Quanto a não 'conversar' com mortos, bem, não creio que possa chamar a relação que tenho com 'Santa Maria Goretti' de conversa. Não me lembro de já ter conversado com ela. Mas de fato já recorri a sua intercessão. O que a bíblia condena é a evocação dos mortos e isso é outra coisa.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 03-01-2014 10:39
Fernanda, É correto dizer que os santos de Deus realizam milagres, sim. Obviamente, eles são instrumentos do poder de Deus. Tanto isso é verdade que Jesus disse que aqueles que nEle creem farão obras como as suas, e até maiores do que aquelas! Quanto à passagem q vc citou, se referia à prática de consultar os mortos. Ora, os católicos não invocam os espíritos dos santos para deles receberem mensagens (necromancia). Simplesmente temos a certeza de que os santos falecidos estão vivos e servem a Deus dia e noite, conforme a revelação do Apocalipse. Explicaremos esses pontos com mais detalhes no próximo post.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # fabiana 04-01-2014 00:15
boa explicacao.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # vania maria 03-01-2014 10:15
nos nunca devemos falar que eles são evangélicos por que nos somos também;nós somos CATÒLICOS e eles são PROTESTANTESSSSSSSS.........
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 05-01-2014 17:04
Vania, Uma mesma palavra pode ter diversos significados, que variam conforme a sua aplicação. Então, o termo “crente” pode ser usado tanto para designar aqueles que creem, quanto para se referir especificamente aos protestantes. Esse já é um termo consagrado na linguagem coloquial. Da mesma forma, o termo “evangélico” pode se referir a tudo que se relaciona aos Evangelhos (nesse caso, obviamente, a fé católica está incluída), ou pode se referir de forma estrita aos protestantes. Esta última é uma aplicação consagrada não só na linguagem coloquial, mas também formal (jornais, livros etc.).
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Gêneto eugenio 03-01-2014 09:34
Muito bom!!! Acho que os protestas não tem muito problemas sobre a intercessão feita a eles por seus pastores aqui na terra.Eles como os Saduceus tem dificuldade sobre a vida eterna, muitos acham que os "santos mortos" estão em um sono aguardando a 2ª volta de Cristo para só depois disso desfrutar do céu.Pulam a parte da bíblia em que Jesus diz ao Bom ladrão "hoje mesmo estarás comigo no paraíso";então começar um diálogo fica quase impossível e o erro deles persiste de geração em geração. Pai tem misericórdia pois não sabem o que fazem. Firmes na Fé dentro da barca paz e bem...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 03-01-2014 11:35
Na verdade há protestantes como os adventistas e testemunhas de Jeová e outros grupos protestantes que não acreditam na imortalidade da alma e outros que acreditam mas não acreditam que as almas estejam no céus mas no seio de Abrãao ou Xeol ou Hades ou Limbo, ou seja, no mundo inferior tal como os antigos judeus acreditavam, sendo que as almas só irão para o céu somente depois da ressurreição após a alma voltar ao corpo ressurrecto para depois irem para o céu, e há os que acreditam que as almas dos mortos já se encontram no céu mas que não há nenhuma comunicação conosco aqui na terra para que haja a intercessão deles por nós por justamente acreditarem não ser possível isto por causa de eles creem que somente JESUS é o único mediador entre DEUS e os homens, e pelo fato dos Santos não serem oniscientes como DEUS para ouvir tantas preces ao mesmos tempo. Isto para demonstrar que quanto a interpretação bíblica do além túmulos há pelo menos três interpretações vindas dos protestantes, qual deles esta correta, quais deles está errada, isto nunca saberemos já que nunca haverá um consenso entre eles, graças a Sola Escriptura.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Gêneto eugenio 03-01-2014 15:17
Renato Louro em minha região o que mais escuto por muitos neo-petencostais(grande maioria das portas de barigreja) é esses achismos loucos, sem contexto e interpretados de acordo com a posição do sol ou da lua que ilumina a cabeça do PAXTÔ. Analisando Igrejas protestantes um pouco mais tradicionais percebemos um esforço sincero de querer acertar ou uma vontade de encontrar A Verdade a tanto professada por nós;Só que erram como foi dito pelo Sidnei "graças a Sola Escriptura" citar Santo Agostinho em primeira análise não adiantaria. Paz e bem!!!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Renato Louro 06-01-2014 09:49
Isso é verdade Gêneto, sei como é... Uma vez tentei dialogar com um neo-petencostal e o papo foi totalmente desconexo. Não existe razoabilidade que resista. Já com os ditos 'reformados', muitas vezes citar santo agostinho pode ajudar. Agostinho tem alguma 'moral' com eles, apesar do sola scriptura. Eles tentam se apoderar de Santo Agostinho, da mesma forma que fazem com a bíblia, através de citações retiradas do contexto, e muitos dizem que ele teria sido 'o primeiro protestante'. É o cúmulo. Basta apenas ler o livro que indiquei acima 'O Cuidado Devido aos mortos' para perceber o quão longe do protestantismo está Santo Agostinho.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Farias 03-01-2014 15:03
Com Luterano, Anglicano até se discute.. Mas com Testemunha de Jeová , Adventista e Pentecostais, nem vale a pena...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Renato Louro 03-01-2014 10:10
Na verdade acredito que não, Gêneto. A minoria deles é que são 'aniquilacionistas' como os Anabatistas, Testemunhas de Jeová, e Adventistas. A maioria aceita a consciência da alma após a morte. O 'problema' para eles é mais na questão de Jesus, ser o único mediador. O outro 'problema' que eles usam na argumentação deles é que os santos não são onipresentes, e principalmente não sabem o que se passa aqui na Terra. Mas isso é muito bem respondido por Santo Agostinho que diz que é pela própria ação de Deus, que os Santos tem ciência de nossos pedidos. Fora algumas passagens do apocalipse que indicam esta realidade de intercessão após a morte.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Iara Maria 03-01-2014 22:05
Renato li todo o artigo aqui postado mas ficaram essas lacunas que você meio que iniciou uma explicação. Você poderia me enviar as passagens bíblicas especificas em Apocalipse? Sou muito leiga no assuntos muitos mesmo cientes que sou leiga ainda me questionam com relaão a isso. Por favor tenho gana de me aprofundar mais nesse assunto. Obrigada desde já. Se não ver meu e-mail ai esta ()
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Renato Louro 05-01-2014 23:57
Opa Iara, tudo bem? Acabei não retornando aqui e não vi a resposta. Sim, é verdade, eu iniciei a explicação mas não continuei até porque a Viviane (A Catequista) ficou de aprofundar nesta semana. Mas vou evoluir um pouco o que comecei a falar. Em primeiro lugar, sabendo que os falecidos continuam conscientes após a morte - e a grande maioria dos protestantes concordam com isso-, não temos porque não acreditar que eles não possam interceder por nós. Veja por exemplo esta passagem bíblica: "Disse-me, então, o Senhor: Mesmo que Moisés e Samuel se apresentassem diante de mim, meu coração não se voltaria para esse povo. Expulsai-o para longe de minha presença! Que se afaste de mim!? (Jr 15,1). Perceba que no tempo de Jeremias, Moisés e Samuel já estavam mortos. Com isso podemos perceber duas coisas: 1o A possibilidade concreta de Moisés e Samuel intercederem mesmo após a morte pelos vivos. 2o Que o pedido destes dois tinha grande valor para Deus porque "ATÉ MESMO SE ELES" naquele caso excepcional, Deus não se moveria pelo povo. Mas vamos ver de fato esse 'ministério' da intercessão dos santos funcionando? "Os quatro viventes e os vinte e quatro anciões se prostraram diante do Cordeiro. Tinha cada um uma cítara e taças de ouro cheias de perfumes, que são as orações dos santos" (Ap 5,8). "A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus.(Ap 8,4). Estes versículos mostram claramente a oração dos santos sedo apresentadas à Deus. Pergunta: Em favor de quem você acha que estes santos estão rezando? Em favor deles mesmos que já estão salvos? Iara, É ponto pacífico - mesmo entre os protestantes - que é função dos cristãos rezar um pelo outro. Acho que é muito razoável acreditar que o fato de estar ao lado de Deus não pode dificultar esta tarefa, concorda? É como dizia São Jerônimo(340-420) "Se os Apóstolos e mártires, enquanto estavam em sua carne mortal, e ainda necessitados de cuidar de si, ainda podiam orar pelos outros, muito mais agora que já receberam a Coroa de suas vitórias e triunfos." Mas vamos parar de 'sola scriptura' por aqui. É fato que a Igreja SEMPRE acreditou nisso. São inúmeros textos comprovando. Vamos ficar com este se santo Inácio de Antioquia (que aprendeu diretamente de São Pedro, foi feito bispo por ele) “Meu espírito se sacrifica por vós, não somente agora, mas também quando eu chegar a Deus”. (Aos Tralianos, n. 13,3) Veja também esta imagem: http://universovozes.com.br/editoravozes/web/view/BlogDaCatequese/wp-content/uploads/2012/05/Inscricao-da-catacumba.jpg Inscrição: “Paule ed Petre Petite pro Victore”, tradução: “Paulo e Pedro intercedam por Victor Bem, a intercessão dos Santos Sempre foi fato. Só agora, 1500 anos depois que os protestantes começaram a problematizar a questão nos chamando inclusive de idólatras por recorrermos aos santos. Não tema por isso. Até mesmo Santo Agostinho também foi acusado de idólatra por sua devoção aos santos. Fausto dizia que a devoção dos cristãos pelos santos eram equivalentes à adoração que os pagãos prestavam aos ídolos. Resposta de Santo Agostinho: “Quanto à nossa honra que damos à memória dos mártires, e a acusação de Fausto, que os adoramos, ao invés de ídolos, eu não deveria me importar em responder este tipo de acusação, se não fosse por uma questão de mostrar como Fausto, em seu desejo de lançar opróbrio sobre nós, ultrapassou as invenções maniqueístas, e caiu descuidadamente em uma noção popular que encontrou na poesia pagã, embora ele seja tão ansioso para se distinguir dos pagãos [...] O que é propriamente o culto divino, que os gregos chamam de latria, e para o qual não existe uma palavra em latim, tanto na doutrina, quanto na prática, damos somente a Deus. Pois este culto pertence a oferta de sacrifícios, como podemos ver na palavra idolatria, que significa que a doação deste culto aos ídolos. Assim nós nunca oferecemos ou exigimos que qualquer um ofereça, sacrificios a um mártir, para uma alma santa, ou a qualquer anjo. Qualquer um que cair neste erro é instruído pela doutrina, seja na forma de correção ou de cautela.” (Resposta a Faustus o maniqueísta - Livro XX, 21)[2] Existem vários textos de Agostinho mostrando o fato da intercessão dos santos. Bem tendo como fato a intercessão dos santos surge um problema teológico: como é que o santo pode saber de nossa oração? Pois é fato e também ponto pacífico que os santos, pela sua própria natureza, não tem como saber das nossas orações. Então como sabem? Certamente não é por eles mesmos. Santo Agostinho, em "O cuidado devido aos mortos", depois de testemunhar sobre a veracidade da intercessão dos santos, em contrapartida, mostra algumas passagens bíblicas que dão a entender que os mortos não ficam sabendo o que ocorre aqui na terra. "Portanto, as almas dos mortos encontram-se em um lugar onde não podem ver o que se passa ou acontece aos homens da terra." Então Santo Agostinho se pergunta: Como é que ficam sabendo das nossas orações? Bem, isso pode se dar de várias maneiras. Vou deixar Santo Agostinho falar: "Convenhamos que os mortos ignoram o que acontece na terra, pelo menos no momento em que ocorrem. Pode vir a conhecer mais tarde, por intermédio daqueles que vão ao seu encontro, uma vez falecidos. Certamente, não ficam sabendo de tudo, mas apenas aquilo que lhe for autorizado saber e que têm necessidade de saber. Os anjos, que velam sobre as coisas deste mundo, também podem lhes revelar alguns pontos que julguem convenientes a cada um, por Aquele que tudo governa, pois se os anjos não tivessem o poder de estarem presentes tanto na morada dos vivos quanto na dos mortos, o próprio Senhor Jesus não teria dito: "Aconteceu que o pobre [Lázaro] morreu e foi levado pelos anjos ao seio de Abraão". Eles estão, assim, ora na terra, ora no céu, já que foi da terra que levaram aquele homem que Deus os confiou. As almas dos mortos também podem conhecer alguns acontecimentos aqui da terra por revelação do Espírito Santo, acontecimentos estes cujo conhecimento seja necessário. E isto não se restringe somente a fatos passados ou presentes, mas também futuros. É assim que os homens - não todos, mas apenas os profetas - conheceram durante sua vida mortal, não todas as coisas, mas apenas aquelas que a Providência Divina julgava bom lhes revelar." E é isso Iara, vou parar por aqui. Tem MUITO material sobre este assunto e muito mais do que posto aqui. Vamos deixar a Viviane aprofundar também o assunto. E qualquer coisa volte a perguntar!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 06-01-2014 08:29
Uma coisa que me chamou a atenção das proposições de Santo Agostinho em relação aos Santos de conhecerem ou não nossas preces para que eles intercedam por nós foi o fato dos anjos de revelar as coisas que acontecem no mundo para os que estão nos céus, sempre me lembro do meu e de todos os nossos Anjos da Guarda que nos acompanham o tempo todo, eles é que podem ser a via de comunicação entre nós e os santo nos céus, por exemplo, quando eu oro a Santa Terezinha do Menino Jesus, pedindo a intercessão dela, talvez Santa Terezinha no céu não me ouvirá de imediato mas poderá saber de minha oração através de meu Anjo da Guarda que poderá servir como um "carteiro", que levará minha carta em forma de oração até Santa Terezinha e aí Santa Terezinha sabendo do que se passa comigo, das minhas necessidades e do que eu quero dela, ela irá apresentar minhas preces e minhas necessidades perante a DEUS. Outra seria pelo fato da revelação do ESPIRITO SANTO, temos muitas passagens da Bíblia referente a revelações proféticas e visões de todos os tipos, se aqui na terra ocorriam coisa assim, imaginem nos céus aonde tudo deve ser mais límpido e até corriqueiros com relação as visões, revelações de tudo que acontece na terra, e através destas revelações e visões levando em consideração que o tempo na eternidade não existe, e que portanto, os santos no céus tem o tempo necessário para obter a orações e os pedidos de todo o mundo e apresenta-los diante de DEUS, sem serem oniscientes como DEUS. Então vemos que há diversas formas de os Santos saberem no céus do que se passa sobre a terra, e daí apresentarem nossas preces no céus diante de DEUS, intercedendo por nós, portanto, não é nada impossível de eles intercederem por nós no céu, muito pelo contrário, as evidências apontam mais para que isto ocorra do que não ocorra.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Renato Louro 03-01-2014 09:08
Incrível coincidência! Ontem, segundos antes de ver o post de vocês no facebook, havia publicado o seguinte comentário num debate: "...vi acima que uma das suas dificuldades é justamente a questão da intercessão dos santos. Não sei se isso te ajuda: Uma das críticas protestantes contra a intercessão dos santos é que "Jesus é o único mediador entre Deus e os homens", como está escrito: "Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo.", não é verdade? Mas se este é o caso, então pergunto, o que torna lícito que oremos uns pelos outros? O que torna lícito que peçamos: -'Irmão, ore pelo meu filho que está com câncer!'? Não deveria o outro responder: '-Ore você mesmo! Jesus é o único mediador. Não posso orar pelo seu filho. Na verdade nem você deveria. Que ore ele diretamente com Cristo!' Tem sentido? Então pergunto: em que sentido Jesus é o único mediador? Respondendo: 1o - O primeiro ponto é nós, enquanto Igreja, somos o corpo místico de Cristo. Também agimos em nome Dele no mundo "quem vos ouve a mim ouve", então quando nós intercedemos, ocorre uma mediação, mas agimos como parte de corpo de Cristo. 2o - Enquanto corpo, Cristo é a cabeça. Então percebe que tudo passa por Ele? As orações, em última análise, passa sempre por Ele. Então ele nunca é usurpado deste papel de Único Mediador. Veja, seu amigo pede para você orar por seu filho. E você intercede pedindo à Cristo pelo filho de seu amigo. Percebe que no final das contas Cristo continua sendo o único mediador verdadeiro?"
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade