Publicidade
Sexta, 02 Janeiro 2015 00:00

Mapa astral, Tarô, Búzios... I say NO, NO, NO!

Postado por

Ano Novo, vida nova e... velhas ilusões. Especialmente na época de virada do ano, as pessoas acorrem a cartomantes, astrólogos, médiuns e outros supostos videntes do futuro. O que motiva essa busca? A fé? Não, justamente o contrário: a FALTA DE FÉ. Por não confiarem nos desígnios e na Providência de Deus, muitos – até mesmo cristãos – tentam resolver suas inseguranças e incertezas por meio de previsões.

É bem verdade que há católicos que buscam essas coisas por ingenuidade, por não terem sido devidamente iluminados com a doutrina da Igreja, e assim imaginam não há nada de mau. Outros, mesmo tendo recebido da devida catequese, agem deliberadamente como pagãos. A uns e a outros, fica o aviso: Deus ABOMINA essas práticas.

Não é que Deus não curte, não acha legal, não aprecia... não! Ele ABOMINA!

“Não se achará no meio de ti (...) nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor.” (Deut 18,10-12)

Quando vamos entender – e crer – que Deus é Pai? Ele não abandona Seus filhos na confusão e no engano. Se temos dúvidas sobre decisões a tomar, se tememos o futuro, o caminho é simples: peçamos a Jesus, em oração, que dê rumo à nossa vida, e busquemos entre o povo de Deus homens sábios que possam nos servir como guias. É o que diz a Bíblia:

“Se alguém de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus - que a todos dá liberalmente, com simplicidade e sem recriminação - e ser-lhe-á dada.” (Tiago 1,5)

“O Senhor, teu Deus, te suscitará dentre os teus irmãos um profeta como eu: é a ele que devereis ouvir”. (Deut 18,15) Alguém pode questionar: mas essa condenação à astrologia e adivinhação não seria mais uma daquelas leis caducas do antigo Testamento? De modo algum! O Novo Testamento renovou e reafirmou esse ensinamento. Momentos antes de morrer apedrejado, Santo Estêvão disse:

“Mas Deus afastou-se e os abandonou ao culto dos astros do céu...” (Atos 7, 42)

As chamadas "previsões" – seja por meio de mapa astral, búzios, cartas, leitura de mãos etc. – nada mais são do que o que a Bíblia chama de "adivinhações". Quando uma pessoa busca essas coisas, ela está deixando claro que Deus não lhe basta.

Não basta ouvir da boca do próprio Cristo que nada devemos temer, pois até os fios de cabelo da nossa cabeça estão contados (Lc 12,7)...

Não basta saber que Ele prometeu estar conosco até o fim dos tempos (Mt 28,20)...

Não! O Deus Todo-Poderoso não basta! É preciso consultar astrólogos, adivinhos, macumbeiros... Talvez neles esteja a salvação, não é mesmo? A solução dos nossos problemas! Aham...

Especificamente em relação à astrologia, muitos encomendam aos astrólogos o mapa astral de cada ano, com a desculpa de que não buscam meramente previsões, mas sim o autoconhecimento. Se é assim, não seria mais lógico buscar no rico tesouro da Tradição da Igreja os instrumentos para se conhecer melhor, em vez de recorrer ao paganismo? Eis alguns meios católicos:

  • ler e meditar as Escrituras, em especial, o Evangelho;
  • ler sobre a vida dos santos (quanto maior é a intimidade com o Criador, maior é a consciência sobre si mesmo, seus dons, fraquezas e desejos);
  • buscar um diretor espiritual que lhe sirva como bom conselheiro e pastor (saiba mais aqui);
  • fazer os Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola.

Além da questão de ser um pecado grave contra o primeiro Mandamento – Amar a Deus sobre todas as coisas, e assim confiar somente n’Ele –, recorrer a médiuns e adivinhos expõe a pessoa ao risco de contaminação espiritual. Pois se é verdade que a maioria dos “videntes” são charlatões (veja o vídeo hilário sobre as previsões furadas de 2014), alguns deles podem realmente possuir um espírito de adivinhação. E certamente tal espírito não vem de Deus!

Seja lá o que for que o ano novo lhes reserva (risos, lágrimas, vitórias, perdas, aprendizados...), fiquem certos: na amizade e fidelidade a Cristo tudo certamente concorrerá para o seu bem!

3566 Quarta, 27 Dezembro 2017 13:32

Comentários   

0 # Luiz 27-12-2016 11:33
na minha cidade as cartomantes e feiticeiras ajudam a dar golpe financeiro nos inocentes....kkk sempre falo: que adivinhar, me dá os números da mega sena kkk
Responder | Responder com citação | Citar
0 # sara 03-01-2016 23:53
Se é pecado adivinhações quero saber pq no tempo de Davi ele consultavam os búzios e hoje em dia é pecado o que mudo se dizem que deus não muda é mesmo hoje e sempre
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 04-01-2016 11:50
Sara, de fato, não é correta essa comparação entre os búzios e Urim. Em primeiro lugar, quem consulta os búzios não consulta a Deus, e sim a ídolos de outras crenças alheias à fé no Deus de Israel. Isso é idolatria, portanto. Em segundo lugar, quem consulta os búzios busca adivinhar o futuro, enquanto o uso do Tumim era um meio de se saber a vontade de Deus em situações muito restritas - como em casos que haviam mais de uma alternativa. E somente os sacerdotes poderiam usar o Tumim. Outra questão: Deus não muda, mas sua pedagogia mudou, sim, do Antigo para o Novo Testamento. A Antiga Aliança foi uma preparação para a Nova Aliança. Sendo assim, o Antigo Testamento era uma revelação parcial e provisória; a revelação plena e perfeita só veio com Cristo, que deu pleno sentido à revelação do Antigo Testamento. Sendo assim, diversas práticas do Antigo Testamento se tornaram obsoletas, como a circuncisão (que deu lugar ao batismo), o sacrifício de animais para a expiação dos pecados (que deu lugar ao Sacramento da Penitência), a poligamia (que deu lugar à monogamia) etc. A consulta da vontade de Deus por meio do Tumim, portanto, é uma dessas práticas que tinham seu sentido no contexto da revelação do Antigo Testamento, mas que não tinha mais lugar no Novo Testamento. Tanto isso é verdade que não há qualquer referência a essa prática nos escritos dos Apóstolos e dos Padres primitivos.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Ailton Eduardo 21-12-2015 20:19
Lembro que teve um horoscopo que dizia que dia 09/07 seria um dia maravilhoso para mim e sabe o que aconteceu? Minha mãe faleceu , não acedito nestas coisas , acredito em DEUS
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex Hoffmann 04-01-2015 22:14
Boa noite e bom ano a todos! Aí catequistas, estive com minha família aí pertinho de vocês, em Aparecida no dia 2 e 3 (sexta e sábado). Foi a melhor forma de começar o ano, bem pertinho de Nossa Senhora Aparecida. Bom ano a todos. Que Deus os abençoe. Há, esqueci de dizer, eu sei ler a sorte pelas linhas da mão. Sempre dá certo, nunca falha. Se o curioso não consegue acreditar, dou uma ajudinha. E por causa da ajudinha tenho ótima condição física, pois após mostrar o futuro tenho que sair correndo pra não apanhar, mas que o curioso vê, ha, isto ele vê. Hehehe.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paulo 04-01-2015 15:51
Errata: CIC 211, leia-se 2116
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paulo 04-01-2015 15:46
É satanismo apegar-se a superstições, adivinhações e a outras "revelações" que entidades passam a esses supostos videntes. A busca para solução dos problemas da vida: curas, milagres, exorcismo, felicidade, casamento e prosperidade com essas pessoas são ilícitas, demonstram falta de fé em Deus e um orgulho camuflado de ser como Deus, desvendar as coisas ocultas... O CIC proíbe veementemente a prática do espiritismo para os católicos: “Todas as formas de adivinhação hão de ser rejeitadas: recurso a Satanás ou aos demônios, evocação dos mortos ou outras práticas que erroneamente se supõe “descobrir” o futuro. A consulta aos horóscopos, a astrologia, a quiromancia, a interpretação de presságios e da sorte, os fenômenos de visão, o recurso a médiuns escondem um desejo de ganhar para si os poderes ocultos. Essas práticas contradizem a honra e o respeito que , unidos ao amoroso temor, devemos exclusivamente a Deus”. (Catecismo da Igreja Católica, 211). Confira também o 2117, sequencia desses vetos acima, notando-se que essas práticas são as mesmas de todos os tipos de ocultismos e eventuais manifestações esoteristas, sendo diabólicas; em certos casos de sessões espíritas em evocação de mortos, Satã imita até a voz de determinadas pessoas falecidas para enganar. Textos bíblicos: Ex 22,18; Dt 12,13;18, 9-14; 32,12-18; Lv 19,26.31; 20, 6.27; Hb 13,9 e muitos mais.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Arlindo Filho 04-01-2015 13:14
Um mundo sem Deus,terá demonios por senhores.Superstições escravizam ,uma sociedade tomada por elas logo ,por meio delas,regulará cada passo do individuo.Veja o caso dosgregos e romanos antigos,tudo era feito em torno de tais superstições
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Edymara 03-01-2015 23:54
No meu livro do curso de inglês tinha uma atividade que era pra "ler a mão de um colega". ¬¬ Acabei não fazendo porque minha parceira seria uma evangélica que bateu o pé e disse que "não faria esse ritual de jeito nenhum" e aí a gente acabou só estudando o vocabulário. Mas se eu tivesse feito o exercício, mesmo sem acreditar em nada do que saísse e achando tudo isso uma grande besteira, eu teria pecado? Achei que essa história de "Como que botam um ritual desses como exercício num livro?" mais um caso de "capeta everywhere" protestante, mas gostaria que vocês me respondessem.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 04-01-2015 09:50
Edymara, não sei bem como foi proposto o exercício, então fica complicado dar um parecer seguro. Se foi como brincadeira totalmente despretensiosa, até pode ser lícito um cristão topar (tipo como se fantasiar de cigana cartomante para uma festa à fantasia). Mas se houve da parte do professor alguma intenção intenção de sugerir que realmente se poderia fazer adivinhações com base na leitura de mãos, o cristão que participa disso peca - ainda que ache tudo uma besteira - pois está compactuando com o paganismo alheio.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Edymara 04-01-2015 16:02
Entendo, Vivi. Seria pecado se, como por exemplo, a pessoa não acredita em vidente, mas inventa de ir em cartomante "por curiosidade", pra ver como é, certo? Não acho que tenha sido o caso do exercício, o objetivo mesmo pareceu ser praticar o vocabulário e a estrutura gramatical, tanto que, ao fim, a professora perguntou pra quem fez se tais pessoas acreditavam nisso ou não.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Beatriz 02-01-2015 16:39
Oi, Catequista! Amei o post como sempre. Vim aqui tirar um dúvida (pra variar haha) O que a Igreja fala sobre a existência de dinossauros? Quer dizer, há ossadas e tudo mais... como é que o criacionismo se posiciona em relação a esse fato?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 02-01-2015 21:13
Oi, Beatriz! A Igreja não condena a teoria de evolução das espécies. Já escrevemos três posts sobre isso: Glória ao Acaso nas Alturas! http://ocatequista.com.br/archives/438 Criação X Evolução – quem nasceu pra Chita, nunca chega a Jane. Ou não… http://ocatequista.com.br/archives/13014 Papa elogiou teoria do Big Bang… há mais de 60 anos! http://ocatequista.com.br/archives/14255
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Júnior Almeida 02-01-2015 16:36
Ótimo post como sempre. Como disse o Padre Paulo Ricardo num curso "faz mal ao ser humano saber ou tentar saber do futuro!" Muitas saudades da Liga também. Aguardando ansiosamente seu retorno. Salve Maria!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Heloisa Araujo 02-01-2015 15:25
Muito bom o post, como sempre! Eu, por uns 15 anos da minha vida, seguia "religiosamente" o horóscopo, fui a 2, 3 cartomantes, frequentava sessões de médiuns e tudo mais que poderia haver, e sabe o que tudo isso me causou? ANSIEDADE! Uma ansiedade, uma busca incessante por "segredos" sobre o futuro! Tão ingênua e boba, tadinha! GRAÇAS A DEUS, voltei para o caminho que NUNCA deveria ter saído: Igreja Católica! Obrigada por todos os posts do catequista que me ajudaram e MUITO na minha conversão! beijos
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Fábio Rodrigues Ribeiro 02-01-2015 14:00
[mode zueira paulista on] Catequista, é você jogando truco? [mode zueira paulista off]
Responder | Responder com citação | Citar
-1 # A Catequista 02-01-2015 21:06
Tá falando da foto lá em riba? Não me zoa não que eu boto teu nome na macumba! ;-)
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Higor Evangelista 02-01-2015 13:22
Muito bom! como sempre . De fato é necessaria a catequese da maioria da população católica, que desconhece estes fatos e se deixam seduzir pelas facilidades de se alcançar seus Desejos, ignorando os planos de Deus. Se faz necessaria uma ampla catequese e de pessoas como voces e alguns padres que falam a verdade e não se deixa intimidar por esse mundo! P.s. o que aconteceu com a liga dos blogueiros, sinto muita falta! Dominus Vobiscum!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 02-01-2015 13:47
Higor, a Liga está em recesso. Voltaremos em fevereiro. Que o Senhor esteja contigo!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 02-01-2015 11:40
Coisa mais absurda em cada final de ano são estes adivinhos que adivinham tudo, para o novo ano, desde a morte de pessoas famosas até a desastres naturais, mas será possível que ninguém se toca no óbvio: qual o ano que não morre gente famosa e há desastres naturais!!!, se eles falassem quem seriam os famosos que iriam morrer e aonde ocorreriam estes desastres, a história seria outra, agora, dizer coisas jogadas ao vento, como se estivesse revelando tudo, tudo, tudo o que irá acontecer e o que é pior, ainda tem os trouxas que acreditam nisto, aí é para estourar a boca do balão. Fazer previsão de que gente famosa irá morrer em 2015 e que haverá desastres naturais até eu faço, e faço mais uma previsão, eu tenho 50% de certeza que até o final deste ano eu estarei vivo, pois os outros 50% só DEUS sabe, pois se não sabemos nem do que vai acontecer conosco até o fim deste ano, imagine o resto do que irá acontecer ao redor do mundo.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # David A. Conceição 02-01-2015 11:02
Lucas, A moderna astronomia teve origem na pagã e supersticiosa astrologia. A moderna química na gnóstica e panteísta alquimia. Desprezamos ambas? Aliás, a astrologia, mesmo de origem pagã, e a alquimia, mesmo de origem gnóstica, foram explicadas pela ciência da época ainda na Idade Média e adotadas pelo cristianismo. Santo Tomás e os escolásticos não condenaram a astrologia e a alquimia, em si mesmos, e sim apenas o que nelas tinha de pagão e gnóstico. Foi essa astrologia purificada [ A astrologia do Olavo ], e essa alquimia purificada, que deram origem à astronomia e à química. Em qualquer cultura e religião há as sementes da verdade e elas, de direito, pertencem à Igreja Católica. Santo Tomás dizia que devemos atentar à verdade, venha de onde vier, dita por quem seja.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # David A. Conceição 02-01-2015 10:55
Mais tosco do que a consulta aos astros é a tentativa de comunicação com os "ETs". O único extra-terrestre que eu gosto e me dá boas risadas é o Roger do American Dad.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Farias 02-01-2015 10:43
Post muito bom, como de costume. Mas sobre o assunto lembrei de uma " descoberta " de um colega de trabalho, também católico: Olavo de Carvalho, além de filósofo é também astrólogo.... É uma pena.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Igor César de Almeida 26-12-2016 18:35
Ele acreditava muito nesse tipo de coisa quando era perenialista. Hoje em dia não mais.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Tato Diego 02-01-2015 17:23
Lucas, Confesso que já me questionei a mesma coisa e descobri que isso de chamar Olavo de Carvalho de "astrólogo" são criticas vindo dessa galera principalmente do youtube e facebook. Deixando claro que não concordo com tudo que o mesmo fala. Visitei a página de Olavo no facebook e ele dá um resposta muito esclarecedora sobre ele ser Astrólogo. Trabalhei de astrólogo por dois anos, entre 1978 e 1980. Por achar que a técnica astrológica, embora não totalmente desprovida de valor, não entregava os bens que prometia, larguei a profissão há 33 anos. Daí as Genizahs e os Ghiraldellis tiram a conclusão altamente científica: “Olavo de Carvalho não é filósofo, é astrólogo.” Com muito mais razão, tendo em vista o maior tempo de prática, deveriam concluir também que: Fernando Pessoa não foi poeta, foi astrólogo. Henry Miller não foi escritor, foi astrólogo. Johannes Kepler não foi astrônomo, foi astrólogo. Carl G. Jung não foi psiquiatra, foi astrólogo. Sto. Alberto Magno não foi frade nem filósofo, foi astrólogo. Mohieddin Ibn ‘Arabi não foi filósofo, foi astrólogo. Francis Bacon não foi filósofo, foi astrólogo. Roger Bacon não foi frade nem cientista, foi astrólogo. Giordano Bruno não foi filósofo, foi astrólogo. Tommaso Campanella não foi escritor, foi astrólogo. Geoffrey Chaucer não foi escritor, foi astrólogo. Nicolau Copérnico não foi astrônomo, foi astrólogo. William Drummond não foi poeta, foi astrólogo. Abraham Ibn Ezra não foi rabino nem filósofo, foi astrólogo.. Marsilio Ficino não foi filósofo, foi astrólogo. Philip Melanchton não foi teólogo protestante, foi astrólogo. Galileu Galilei não foi matemático, foi astrólogo. Hipócrates não foi médico, foi astrólogo. André Breton não foi poeta, foi astrólogo. Raimundo Lulio não foi filósofo, foi astrólogo. John Napier não foi matemático, foi astrólogo. Carl von Reichenbach não foi químico, foi astrólogo. O Papa Silvestre II não foi papa, foi astrólogo. William Butler Yeats não foi poeta, foi astrólogo. E assim por diante. A erudição dos meus críticos me deslumbra cada vez mais. https://pt-br.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10151961854002192
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade