Publicidade
Quinta, 30 Outubro 2014 01:27

Papa elogiou teoria do Big Bang... há mais de 60 anos!

Postado por

Nesta semana, a mídia anunciou, como se fosse uma coisa revolucionária e muito inusitada, que o Papa Francisco disse que a teoria do Big Bang (que explica a origem do Universo) e a Teoria da Evolução (que explica a origem das espécies) não se opõem à doutrina da Igreja.

O tom de “oh, que coisa incrível!” das manchetes, somado à falta de conhecimento das massas sobre a Igreja, refletiu o sentimento de surpresa geral. Mas gente... em 1951, há mais de 60 anos (!!!), o Papa Pio XII já havia acolhido com extrema simpatia a Teoria do Big Bang, afirmando que ela era perfeitamente compatível com o ensinamento da Igreja sobre a criação do mundo pelas mãos de Deus. Maravilhado com a então chamada "Hipótese átomo primordial", ele disse:

“Realmente parece que a ciência moderna, olhando para milhões de séculos atrás, conseguiu se tornar testemunha daquele primordial Fiat lux, pelo qual do nada irrompe, com a matéria, um mar de luz e radiação, enquanto as partículas químicas dos elementos se separam e se reúnem em milhões de galáxias.” (...)

“...com a concretude própria das provas físicas, a contingência do universo e a fundamentada dedução sobre a época em que o cosmo saiu das mãos do Criador. A criação no tempo, então; e, portanto, um Criador: Deus! É essa a voz, ainda que não explícita e nem completa, que Nós pedíamos à ciência, e que a atual geração humana espera dela.”

- Discurso de Pio XII. 22/11/1951. Tradução: blog Tubo de Ensaio

Como vocês veem, Pio XII não só aprovou a Teoria do Big Bang, como se empolgou com ela além da conta. Ele chega até mesmo a dizer que essa teoria era praticamente a prova científica da existência de Deus. Ao ouvir isso, o “pai” da teoria, o Padre – é isso mesmo, PADRE – Georges Lemaître fez chegar aos ouvidos do Papa um apelo do tipo: “Menos, Santidade... Meeeeeenos!”.

Quanto à teoria da evolução das espécies, o mesmo Pio XII, em 1950, já havia dito que, desde que mantida a devida prudência, a “o magistério da Igreja não proíbe que nas investigações e disputas entre homens doutos de ambos os campos se trate da doutrina do evolucionismo” (Encíclica Humani Generis).

E nunca é demais lembrar que a base genética da teoria da evolução é baseada na obra de Gregor Mendel, um monge católico - sim MONGE!

Temos que ser justos e dizer que ao menos a Folha de São Paulo publicou uma matéria bem ponderada, apresentando o parecer positivo de papas anteriores sobre essas teorias, como Pio XII, São João Paulo II e Bento XVI.

Voltando às declarações do Papa Francisco. Sobre a teoria da evolução e o Big Bang, ele afirmou:

"Quando lemos, no Gênesis, o relato da criação, corremos o risco de imaginar que Deus seja um mago com uma varinha mágica, capaz de fazer todas as coisas. Mas não é assim. Ele criou os seres e deixou que se desenvolvessem segundo as leis internas que Ele deu a todos, para que se desenvolvessem, para que chegassem à sua própria plenitude. Ele deu autonomia aos seres do universo ao mesmo tempo em que assegurou Sua presença contínua, dando o ser a toda realidade. E assim a criação avançou por séculos e séculos, milênios e milênios, até se tornar aquilo que conhecemos hoje, porque Deus não é um demiurgo ou um mágico, mas o Criador que dá o ser a todos os entes. (…) A evolução na natureza não contrasta com a noção de criação, porque a evolução pressupõe a criação dos seres que evoluem." (...)

"O início do mundo não é obra do caos que deve sua origem a um outro, mas deriva diretamente de um Princípio supremo que cria por amor. O Big Bang, que hoje é visto como a origem do mundo, não contradiz a intervenção criadora, mas a exige."

- Discurso do papa Francisco. 27/10/2014. Tradução: Tubo de Ensaio

Conforme já havíamos explicado em um post anterior (leia aqui), o Gênesis não deve ser lido como um livro que traz um relato literal da criação. Ele é um livro de verdades teológicas. Assim, quando diz que Deus esculpiu o homem do barro, isso é uma verdade teológica, não científica. Ou seja, Deus pensou o homem em cada detalhe e o criou, mas o seu corpo pode ter se formado por meio de um processo gradual, pautado nas leis que Ele mesmo estabeleceu para reger a natureza.

Quer dizer que o Papa Francisco acredita que a espécie humana veio do macaco? Não! A teoria da evolução não diz que o homem “veio do macaco”; na verdade, homem e macaco teriam surgido a partir de um ancestral comum. E isso não abala em nada a revelação bíblica de que o homem foi feito "à imagem e semelhança de Deus". Afinal, essa verdade não reside nos atributos físicos humanos, mas sim no espírito, na liberdade e no intelecto (explicamos isso no post "Jávé: Homem ou Mulher?").

O interessante é que o papa Francisco, nessa declaração, rejeita a tapada ideologia evolucionista pregada pelos ateístas, que usam as teorias de Darwin para defender que tudo surgiu do acaso. Como bem disse Bento XVI, “Não somos o produto casual e sem sentido da evolução. Cada um de nós é fruto do pensamento de Deus. Cada um de nós é querido, cada um de nós é amado, cada um é necessário” (Homilia em 24/04/2005).

bebado

 

3777 Terça, 09 Maio 2017 19:52

Comentários   

0 # luiz 30-04-2016 21:36
Os cientistas que acreditavam em Deus eram teistas ou deistas? Se eram teistas cristãos qual a posição teologica deles catolica ou protestante? Será que eles tinham uma mesma unidade doutrinária? Sendo teistas eram trinitarianos? Criam na Terra Jovem, Terra Antiga, Design Inteligente ou Evolução? Luiz
Responder | Responder com citação | Citar
0 # José Manuel 16-11-2015 19:49
Deus é o centro de tudo. _ Porque o Ser humano por mais ateu que ele seja na hora da morte e clama (chama) pelo nome: Deus me ajude e ainda repete: Pelo amor de Deus afaste esse cálice de mim, por mais simples que o cidadão seja ele entendera essas palavras.
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # arthur josé 10-11-2014 09:56
O genesis é simplesmente uma forma de simplificar os acontecimentos"
Responder | Responder com citação | Citar
+1 # Nilceia Pedroso 01-11-2014 06:26
O homem assim como os animais jamais evoluíram em suas espécies eles apenas se adaptaram, não existe este acaso de Big Bang a verdade é que Deus criou o mundo como ele é, os fósseis de animais e peixes só vem confirmar o que a ciência pode provar sobre a criação quando ocorreu a maior catástrofe terrestre do planeta 'o dilúvio'.Como criacionista que sou dou o exemplo do relógio, não preciso saber como funciona sua engrenagem e nem conhecer o relojoeiro para chegar a conclusão que o relógio foi criado! O Criacionismo não diz quem criou a vida ou o universo, mas os mesmos não teriam vindo à existência de forma aleatória como nos impõe sem nenhum embasamento cientifico. As leis da termodinâmica demonstra que a lei natural de todo sistema é a desordem, o evolucionista tem apenas hipóteses não comprovadas cientificamente. Isaac Newton matemático, físico, astrônomo, filósofo, considerado o cientista de maior influência na história, pai da mecânica clássica, afirmou"Deus criou todas as coisas por número, peso e medida". Newton era criacionista, Leonhard Euler, James Clerk Maxwell, Louis Pasteur, william Thomson, e muitos outros como George Washington,e uma lista com mais de 300 nomes de cientistas de renome foram criacionistas todos concordam que a criação não poderia existir do acaso e sim de uma mente inteligente e complexa. sugiro a leitura do livro 'Como Tudo Começou" do Dr. Adalto J. B. Lourenço, formado em física pela Bob Jones University (EUA) mestrado em física pela Clemson University(EUA) realizou pesquisas no Max Planck Institut für StrÖmungsforschung(Alemanhã). Palestrante sobre o tema premiado e reconhecido internacionalmente.
Responder | Responder com citação | Citar
+3 # Osmar Nascimento 31-10-2014 21:46
Sou professor de matemática do Magistério Superior. Apenas curiosidades que não vemos por aí: A Igreja SEMPRE incentivou a Ciência: - A Igreja Católica instituiu e fomentou o sistema universitário: Univ. de Oxford, Cambridge, Paris, Bolonha e as escolas médicas de Salerno (Vide Imperador Carlos Magno, Santo Agostinho, São Tomás de Aquino); - O Pai da Genética é Gregor Mendel, um monge agostiniano; - O Pai da Teoria do Big Bang é o Pe Lemaître; - A prática do uso de antisséptico básico e de anestésicos em cirurgias foi introduzida por Teodorico de’Borgognoni, um frade dominicano e um dos cirurgiões mais importantes do período medieval; - O Pai da Teoria Atômica moderna é um sacerdote jesuíta chamado Ruggiero Giuseppe Boscovich; - O Pai da Citologia (estudo das células) é o padre Jean-Baptiste Carnoy; - O entendimento inicial da Lua se deu graças aos estudos de Albert Curtz, um sacerdote jesuíta (aliás, 35 crateras da Lua levam o nome de astrônomos jesuítas); - O Pai da Geologia (estuda a composição, a estrutura e a evolução da Terra) é o Beato Nicolau Steno; - O primeiro motor elétrico foi construído pelo monge beneditino Andrew Gordon; - O Pai da Egiptologia é o Padre Athanasius Kircher. Ele também é inventor da Lanterna Mágica, dispositivo criado para projetar imagens na parede por meio de um sistema de lentes e luz, considerada a invenção que inspirou o Cinema e a Animação; - O Padre Roberto Landell é o pioneiro do Rádio no Brasil, tendo inventado também o telefone sem fio e o telégrafo sem fio; - O Pai da contabilidade moderna é o monge franciscano Luca Bartolomeo de Pacioli; - Padres/monges/jesuíta grandes MATEMÁTIOCOS (e/ou recebeu apoio da Igreja): Newton, Cauchy, Euler, Bernoulli, Laplace, Lagrange, Fourier, Gauss, Bolzano, Weierstrass, Riemann, Cantor, Copérnico, Dirichlet, Kepler, Marin Mersenne – influenciou Descartes, Galileu, Fermat, Pascal e Torricelli - Aristóteles... A Igreja Católica por meio da Academia Pontifícia de Ciências (do Vaticano), 1603 , é a instituição com o maior número de prêmios Nobel do mundo. “Não há nenhuma instituição no mundo que fez mais pelo avanço da astronomia ou que destinou mais recursos a esse estudo do que a Igreja Católica.” - Professor Heilbron (historiador agnóstico!), Univ. da Califórnia, instituição não muito torcedora da Igreja Católica. Fé e Ciência SEMPRE em harmonia!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Bárbara 08-04-2017 19:17
Sou física, professora de música e cristã. Sobre seu relato, pergunto: e Giordano Bruno? E Galileu Galilei? Será que foram inventados? E a Santa Inquisição, também é fruto da imaginação de alguns?

Digamos que eu tiraria a palavra "sempre" do seu relato. Aí, ficaria perfeito, pois de fato esses padres e monges que citaste realmente contribuíram para a Ciência. Mas infelizmente, existiu um período terrível, onde incontáveis injustiças contra os cientistas foram cometidas pela igreja, e que espero que nunca mais se repitam. Ou estou enganada?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 09-04-2017 15:01
Sim, você está enganada. O Osmar não deve retirar o "sempre" de seu relato, pois a Igreja jamais, em nenhum momento, perseguiu cientistas por suas teses científicas.

Giordano Bruno, bem diferente do que dizem por aí, não foi morto por suas teses "científicas", mas sim por suas heresias, como dizer que Jesus não era Deus. Já publicamos um post sobre isso, recomendo que leia:

http://ocatequista.com.br/blog/item/14815-giordano-bruno-martir-ou-mala-sem-alca

Galileu Galilei, por sua vez, é o ÚNICO caso de condenação de um cientista pela Inquisição por causa de suas teses científicas. O detalhe importante, que quase ninguém diz: a Igreja não tinha nenhum problema com o heliocentrismo , nenhum! O problema foi a postura arrogante e imprudente de Galileu a respeito da interpretação das Escrituras. Explicamos isso aqui:

http://ocatequista.com.br/blog/item/13412-desvendando-a-treta-de-galileu-galilei

"Mas infelizmente, existiu um período terrível, onde incontáveis injustiças contra os cientistas foram cometidas pela igreja...". Não, Bárbara. Isso é totalmente falso, apenas uma ideia comum divulgada para as massas, pela TV, escolas e filmes. Mas quem se dedica a ler os livros de historiadores sérios e renomados - inclusive historiadores não-católicos - chega à conclusão que a Igreja jamais perseguiu cientistas - à exceção do caso Galileu.

Se quiser, estamos à disposição para lhe indicar uma rota de estudos, com base em livros de pesquisadores de fama internacional.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rafaella Gabriel 31-10-2014 14:43
Realmente é muito complexo, mas ajudou bastante. Obrigada!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Rafaella Gabriel 31-10-2014 11:30
Em uma formação para catequistas em minha paróquia aprendi que vinda de Jesus para nossa salvação deve-se ao pecado de Adão, que trouxe a morte (salário do pecado) ao mundo. E sendo esta falta de Adão eterna, apenas um ser eterno poderia pagar por ela. De certa forma, a teoria de que a criação não foi bem como esta em Genesis, não contradiz essa afirmação? Me deu essa dúvida agora...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Farias 31-10-2014 14:37
Tenho um certo medo dessas formações para catequistas. Digo pelas que frequento, onde tentam de uma forma sobre-humana equiparar celebração da Palavra com a Santa Missa. Ou dizer que na vida da comunidade a figura do catequista é mais importante do que a do Padre...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 31-10-2014 11:59
Não, não contradiz. Afinal, aquilo que viria a ser a espécie humana pode ter evoluído até chegar em um ponto em que Deus pensou: "Agora está no ponto!". E assim Adão pode muito bem ter sido o primeiro da espécie a quem Deus infundiu o seu sopro (a alma). Bem, essa é só uma hipótese de como as coisas poderiam se encaixar. O assunto é complexo e esquenta a mufa dos teólogos. Para te ajudar na reflexão, indico o melhor blog que temos sobre Ciência e fé católica - o TUBO DE ENSAIO. Veja os posts: Uma nova hipótese para a existência histórica de Adão e Eva http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/tubo-de-ensaio/uma-nova-hipotese-para-a-existencia-historica-de-adao-e-eva/ Esquenta a controvérsia sobre a existência de Adão e Eva http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/tubo-de-ensaio/esquenta-a-controversia-sobre-a-existencia-de-adao-e-eva/ E segue a discussão sobre o poligenismo e o Pecado Original http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/tubo-de-ensaio/e-segue-a-discussao-sobre-o-poligenismo-e-o-pecado-original/ Pedras no caminho da compatibilidade entre catolicismo e evolução http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/tubo-de-ensaio/pedras-no-caminho-da-compatibilidade-entre-catolicismo-e-evolucao/
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Thaise Gomes 31-10-2014 08:55
É uma pena que a falta de conhecimento faça com que a maioria aceite a opinião midiática. O curioso é que ouvi a análise dos Papas sobre a criação do mundo e evolução das espécies por meio de um professor acadêmico, quem nem católico é!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paulo Ricardo Costa 31-10-2014 01:06
Teologia é filosofia não é coisa para cientistas naturais. Longe de seus kits de química eles só passam vergonha. Sou um cientista social, sei do que estou falando.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 30-10-2014 23:38
Está muito bem observado: o homem criado “do pó da terra” é “uma verdade teológica, não científica”! Acerca disso, eu gosto de dizer também que, embora seja verdade que, HISTORICAMENTE, o homem não foi criado dessa maneira, como quem faz um boneco de barro, também é verdade que “somos pó e ao pó voltaremos”. E, então, eu interrogo os incrédulos: é ou não é verdade que, como seres vivos da natureza que somos, o nosso corpo é terra e à terra há-de voltar? Vejam lá, então: o Génesis não ensina mentira nenhuma; diz, mas é, grandes verdades de uma maneira diferente! E diz mais: reparem que o Génesis também diz que Deus fez os animais do pó da terra (Gn 2, 19); mas não diz que lhes insuflou nas narinas o sopro da vida, como diz do homem (Gn 2, 7)! Portanto, os autores sagrados foram inspirados sim, não para dizer uma verdade histórico-científica, mas para dizer outras verdades não menos verdadeiras nem menos importantes: que, biologicamente, como serem corpóreos, somos pó, tal como qualquer animal; mas temos um “sopro” divino que os animais não têm. Somos, portanto, animais também, mas com uma alma imortal e uma dignidade que os outros animais não têm. A ciência pode responder ao “como” as coisas surgiram; a Bíblia não tem essa preocupação, caso contrário, o redactor final não juntaria no mesmo livro dois relatos da criação diferentes (Gn 1, 1 – 2, 4; e Gn 2, 4 – 3, 24); mas, se a ciência explica o COMO, a Bíblia explica o PARA QUÊ da criação, que é uma coisa que a ciência, por si só, nunca conseguirá explicar.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Aninha Sousa 30-10-2014 23:24
Ótimo post! Me viciei no blog, parabéns!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex Hoffmann 30-10-2014 22:03
Existe um vídeo onde o Prof. Felipe Aquino fala exatamente sobre isto, sobre a teoria do big-bang. https://www.youtube.com/watch?v=RUi8Z_PXv-0 Se não fosse a Mão de Deus, em sua criação, isto não estaria mais aqui, já teria virado poeira, pois o universo por si só não se sustenta, criatura é criatura, nada mais, o que é da criatura sem seu criador? Some, desaparece. Portanto, até o presente momento, só Deus pra segurar tudo isto bonito e funcionando, apesar dos pecados que cometemos. Tudo para o Louvor de Deus. Amem.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Jorge Felippe 30-10-2014 20:23
Para acrescentar: o Evolucionismo faz parte da Teologia Católica, desde que Deus seja o Lógos, o criador da matéria inicial, caótica, donde terá procedido a evolução. Quando Deus quis que o homem aparecesse na face da terra, realizou outro ato criador, infundido a alma espiritual no organismo do primata evoluído ( que não é o macaco, seria um homem sem "consciência", razão) "Dom Estevão Bettercourt".
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 30-10-2014 17:18
Acho que o comentário do sujeito abaixo - que eu não sei direito quem é, mas tem quase 2,5 milhões de seguidores no Facebook - resume bem o quadro de preconceito e indigência mental da massas, especialmente quando o assunto é catolicismo. felipe
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Christiane 03-11-2014 08:39
Felipe neto... famosíssimo pelos seus vídeos no youtube "Não faz sentido". Depois que ficou famoso, virou formador de opinião de grande parte da juventude de mente rasa deste país, o que é um numero bem considerável.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Padre Orlando Henriques 30-10-2014 23:47
Parece que não há mesmo maneira de lhes fazer entender que a Igreja nunca entendeu assim as coisas. Nem à "martelada" lhes entra! Esses tipos são brutos todos os dias! E querem fazer-nos passar, a nós católicos, por tão brutos como eles, como se nós lessemos a Bíblia, a ciência e a realidade da mesma maneira ingénua e simplista que eles.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Leniéverson 30-10-2014 19:11
Deve ser um desses ateus de carteirinha.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Miguel 30-10-2014 17:12
Eu creio que as pessoas fazem certa confusão no que concerne à Teoria da Evolução. Há duas vertentes bem notáveis no discurso evolucionário. Um deles é a evolução de adaptação, que é perfeitamente compatível com a crença e Deus. Nela um ser vai evoluindo e se adaptando ao meio ambiente. As transformações ocorrem sempre dentro da mesma espécie. Por exemplo, há várias raças de cachorro, mas são todos cachorros. Nunca um cruzamento irá gerar um animal de outra espécie. É o chamado muro das espécies. O que não está comprovada é a evolução de mutação, na qual um ser se transforma em outro ser com características totalmente diferentes. Não há evidências de uma espécie se transmutando em outra, nem seres de transição que deveriam existir até hoje. Outra coisa que carece de comprovação é que o mecanismo da Seleção Natural, baseado no acaso cego, é capaz de produzir vida e complexidade. Mas tudo isto recai num pensamento simples: O caos não gera organização e complexidade funcional. E o inanimado não gera vida.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Lucas Casagrande 30-10-2014 16:14
Para quem estudou um pouco de apologética, em especial os argumentos acerca de existência de Deus, não há como não perceber que a empolgação de Pio XII ao constatar as implicações metafísicas da teoria do Big Bang (ou mais especificamente de um modelo de universo finito) tomam forma no famoso argumento cosmológico defendido por W.L Craig. De fato os neo-ateístas da mídia e universidades ao tentar criar a contradição Big Bang - Fé estão cavando a própria cova (intelectualmente falando)pois os ateístas sérios fogem da teoria do Big Bang como o diabo da Cruz. Basta ver as mirabolantes especulações necessárias para sustentar modelos como o universo que se auto-cria de Hawking.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Templário do Papa 30-10-2014 15:58
eu sou criacionista , de qq forma não acredito no big bang
Responder | Responder com citação | Citar
0 # victor 30-10-2014 14:06
eu como católico posso não acreditar na evolução, mesmo depois que o papa disse isso?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 30-10-2014 14:30
Pode. O Papa não ensina, com a autoridade de Pedro, verdades científicas, mas somente verdades morais e teológicas.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # victor 30-10-2014 16:16
obrigado
Responder | Responder com citação | Citar
0 # adriano 30-10-2014 13:54
É interessante também perceber que O Santo Padre não disse que a teoria X ou Y está correta, como deram a entender certas mídias. Na verdade, ele afirmou que a HIPÓTESE evolucionista e a HIPÓTESE do Big bang podem ser compatibilizadas com a fé cristã: são coisas bem diferentes! Vejam só essa parte do discurso: "O Big Bang, que hoje é visto como a origem do mundo, não contradiz a intervenção criadora, mas a exige." Traduzindo: o Big Bang, HIPÓTESE QUE HOJE EM DIA É TIDA COMO VERDADEIRA, mesmo ela, pode ser compatibilizada com a fé cristã. Mais ainda: ela exige a intervenção de um Deus Criador. Essa posição (de tomar as teorias científicas como hipóteses) sempre foi a da Igreja Católica. Vejam o artigo do filósofo da ciência Karl Popper, "Três pontos de vista sobre o conhecimento humano", que está no livro "Conjecturas e Refutações", do mesmo autor. É um material interessante pra entender a ciência.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Alex 30-10-2014 11:53
Queria enviar uma mensagem para o blogueiro deste site, mas não acho nenhum email ou formulário de contato. Existe algum ? Abraços
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 30-10-2014 11:58
Sim! Nossos contatos estão aqui: http://ocatequista.com.br/archives/2503
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Vinicius Galvão 30-10-2014 11:51
Obrigado por fazerem uma nota em relação a isso! Foi por causa dessa noticia que tive uma discussão faz pouco tempo tentando explicar que não existe essa dualidade de Fé vs Ciência!Parei a discussão quando ela chamou historiador do calibre de Thomas Woods de contador de estorias...Pois é, o povo ainda tem muito preconceito com a igreja católica ainda achando que ela é um atraso para a ciência, quando é o ao contrario.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Mirela 30-10-2014 10:53
Só uma coisa, melhor comentário sobre o assunto até agora! Parabéns!
Responder | Responder com citação | Citar
0 # André 30-10-2014 10:46
Muito legal, mas ainda restou algumas dúvidas... Então a Igreja aceita que pode ter existido uma "grande massa" que explodiu e gerou tudo, inclusive a vida? Essa grande massa seria "gerada" por Deus? Após essa explosão, a terra foi criada já com o homem ou, após a "locação" da terra, Deus criou o homem? Muito complexo! haha
Responder | Responder com citação | Citar
0 # O Catequista 30-10-2014 11:40
Oi André! A Igreja aceita sim a teoria do Big Bang, como ela é. E entende que o que quer que tenha acontecido ocorreu porque Deus permitiu e segundo as regras que ele criou. É importante notar que nada da ciência moderna contradiz a Igreja no momento em que tudo a ciência pode fazer é descrever como as coisas ocorrem e não porque foram feitas dessa forma...
Responder | Responder com citação | Citar
0 # André 30-10-2014 11:44
Na questão da evolução. É ou não aceitável que viemos do macaco? Em que momento houve a ruptura entre o macaco e o homem?
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Paulo Ricardo Costa 31-10-2014 01:01
A teoria da evolução é só isso: uma teoria. Na verdade, é tautologia pura. A evolução é incapaz de explicar a existência de estruturas complexas, por exemplo. Outra coisa, onde estão as espécies transitórias? Alguém conhece alguma? O elo perdido do homem e do símio - aprendam, macacos estão longe de nós, nossos parentes genéticos próximos são o bonobo, o chimpanzé, o gorila, o orangotango e o gibão, que não são macacos - seria uma dessas espécies. Em todo reino animal tem essa confusão dos diabos, por conta dessa cachorrada do Sr. Darwin. Mas pensar além disso é demais para quem respeita professor de segundo grau.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # A Catequista 30-10-2014 11:56
André, leia o texto de novo. Já explicamos lá que a teoria da evolução não afirma que "o homem veio do macaco".
Responder | Responder com citação | Citar
0 # André 30-10-2014 12:03
Eu fiz a pergunta pois na publicação "Criação X Evolução – quem nasceu pra Chita, nunca chega a Jane. Ou não…" vocês recomendam um outro blog no qual coloca uma linha cronológica começando pelos hominoides e finalizando com o sapiens sapiens. Ai ficou a dúvida..
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Carlos Augusto 30-10-2014 10:42
Bom dia a todos! Mais uma vez ótimo post. Concordo com o Marcos sobre o que disse sobre a mídia. A mídia faz mais um deserviço a sociedade ao publicar este tipo de coisa como algo totalmente novo. Hoje mesmo um colega meu de trabalho veio me perguntar sobre o que eu achava sobre nosso querido Papa Francisco, pois (na visão dele)ele estaria sendo um Papa revolucionário, por esta afirmação sobre o Big Bang. Felizmente Deus me iluminou e consegui explicar basicamente o que vocês aqui do blog deixaram ainda mais claro. Muito obrigado por vocês cada vez mais nos ajudarem a sustentar a nossa fé. Fiquem com Deus.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Miguel 30-10-2014 10:38
Se for analizar bem, até a Teoria da Relatividade de Einstein só funciona com o Big Bang do padre Lemaitre. Na Relatividade Geral Einstein encontrou dificuldades em explicar porque os astros permanecem em suas órbitas, quando, pela lei da gravidade, deveriam cair uns sobre os outros. A Lua deveria despencar sobre a Terra e esta, sobre o Sol. Mas isto não acontece. O físico propôs uma explicação através de um artifício teórico, uma constante de repulsão entre os corpos celestes, a Constante Cosmológica. Mais tarde ele admitiu que ela era inviável e que sua criação fora seu maior erro. Na verdade, os planetas mantém suas órbitas porque retém a energia original da grande expansão que foi o Big Bang. Numa analogia simples, é o caso de uma bicicleta hipotética que recebeu uma poderosa pedalada. Ela permanece em pé e andando até que esta energia se consuma. Então, a Teoria do padre tem facetas muito mais importantes que se imagina. E há um consenso geral que ela tem resistido e se fortalecido a cada novo experimento, como a explicação mais sólida para a origem do Universo. Abraço.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Marcos Mendes 30-10-2014 09:38
Meios de comunicação que ao invés de informar a população, desinformam cada vez mais. Cara, eu ainda me pergunto se notícias como esta seriam por "inocência" ou por maldade mesmo, qual a dificuldade em enxergar as boas obras da Igreja cara? Por exemplo, o nome do Padre Georges Lemaître eu NUNCA escutei nas aulas de física do colégio, agora Teoria do Big Bang virou até seriado (que por sinal até gosto de assistir)de tão famoso que é o nome. Qual o problema em dar créditos aos membros da Igreja cara? O cara era padre sim, mas também era um puta cientista (vide a teoria do maluco), será que ninguém percebe que isso não denigre apenas a Igreja, mas também toda a ciência em si? Por fim, ótimo post mais uma vez, que Deus dê cada dia mais forças para vocês continuarem a corrigir os desserviços prestados a sociedade.
Responder | Responder com citação | Citar
0 # Sidnei 30-10-2014 13:18
Marcos, não é apenas com Lemapitre que os cientistas e a mídia em geral varrem para de baixo do tapete quando o assunto é fé e ciência, Gregor Mendel, pai da Genética também tem o mesmo destino. Certa vez esta assistindo na TV uma reportagem sobre a teoria do Big Bem e pasmem, em nenhum momento foi citado o Pe. Geroges Lemaitre, isto me pareceu preconceito da braba contra a Igreja, eles tem medo de que se mostrar que a Igreja nunca foi contra a ciência, e houve membros delas que foram até grandes cientistas, todas a guerra que que eles fazem contra a Igreja caem por terra. Adoram cuspir na cara da gente sobre a inquisição, caso Galilei Galilei, e por aí afora, mas quando é para citar o pessoal da Igreja que contribuíram para a ciência, aí eles se fazem de cegos, surdos e mudos. Seria bom que o pessoal do Catequista elaborasse algumas postagens como a dos papas, pessoas ligados a Igreja Católica, religiosos ou não, das mais diferenças áreas (politicas, cientificas, econômicas), que ajudaram a desenvolver com seus estudos e ações a desenvolver o mundo ocidental tal como conhecemos hoje, ficaríamos abismados quantos católicos que são relegados ao esquecimento, tudo por que foram católicos, mas que são varridos para de baixo do tapete, para que ninguém saiba que sim, a Igreja ajudou e muito a construir a civilização ocidental cristã tal como conhecemos hoje.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade