Maçonaria: me engana que eu gosto – parte 2

maconaria_convite

Ao serem questionados sobre o ingresso de católicos em suas Lojas, praticamente todos os maçons dizem que não tem grilo. Garantem que um católico não será levado a trair sua fé e, para reforçar a tese, citam o nome de uma penca de padres e bispos (de santidade altamente duvidosa) que foram maçons.

Alguns maçons mais honestos reconhecem que a Igreja proíbe que os católicos se envolvam com a maçonaria, mas sugerem que isso poderá mudar no futuro, de acordo com o que der na telha de um novo Papa.

Mas a verdade é que é tão possível que a Igreja um dia aprove que católicos sejam maçons, quanto que permita que católicos pratiquem o islamismo. É uma oposição insuperável, não importa quantos séculos se passem.

Um católico ser maçom faz tanto sentido quanto…

…um cara ser fã da banda System Of A Down e, ao mesmo tempo, curtir Restart e Justin Bieber;

…o incomparável bailarino Mikhail Baryshnikov criar e dirigir as coreografias do grupo É o Tchan;

…um judeu ingressar no partido do Ahmadinejad.

Católicos e maçons cultivam valores e crenças comuns? Sim: a existência de Deus, a imortalidade da alma e a necessidade de agir solidariamente. E PAROU POR AÍ. De resto, tudo o que a maçonaria professa é puro veneno para uma alma cristã.

grande_arquiteto_universo_blake

“O Ancião dos Dias”. Obra de Willian Blake que representa o G.A.D.U.

Isso pode não ser percebido por um católico que conhece pouco a sua fé, e assim acaba acendendo uma vela pro Deus Uno e Trino e outra pro tal do G.A.D.U. (não, não é a Maria Gadú, mas sim o Grande Arquiteto do Universo, uma “força superior criadora”).

O G.A.D.U. é um deus genérico venerado pelos maçons, que pode ser qualquer coisa que cada maçom achar que ele é. E tudo o que é qualquer coisa, no fim das contas… acaba não sendo nada! Um maçom acha que G.A.D.U. é Alá? Beleza. Outro acha que ele é Oxalá? Maravilha. Outro maçom ateu imagina que ele é só um símbolo de um mundo melhor? Tá valendo.

Ainda que pouco se saiba sobre os rituais e símbolos maçônicos, é certo que eles são fortemente sincretistas e esotéricos, especialmente inspirados em crenças Orientais antigas (como a mitologia egípcia).

A maçonaria moderna se identificou plenamente com o Iluminismo e, na maçonaria francesa, isso chegou ao extremo. Em 1877, o Grande Oriente da França decidiu que a crença em Deus não era obrigatória para os seus membros, e por isso essa Loja não é reconhecida por outras Lojas influentes.

A maçonaria possui “degraus de iniciação”: quem está acima na hierarquia da ordem sabe mais do que quem está abaixo. Conforme o maçom evolui nos graus da organização, mais ele se aproxima de se apropriar dos segredos da maçonaria.

O espírito maçônico caracteriza-se por algumas ideias principais. Veja a seguir quais são elas, e como elas se chocam contra a fé católica.

Negação da salvação dependente da graça

Para a maçonaria, com esforço próprio, o homem pode progredir moralmente e espiritualmente, sem necessidade da graça de Deus. Ou seja, cada pessoa pode alcançar a pureza de alma pelos próprios esforços e salvar-se a si mesma (a charge abaixo traduz bem essa ideia).

maconaria_construcao

Indiferentismo religioso

Cada maçom pensa o que quiser de Deus. Nenhuma religião foi revelada (ensinada) por Deus, mas são todas (inclusive o cristianismo) somente tentativas humanas para refletir sobre a verdade. Todas as religiões podem ser igualmente boas.

Relativismo

Na maçonaria, cada um pensa o que quiser da vida, em nome da “liberdade de fé e de consciência”. A verdade é relativa, e a moral “evolui” conforme o que a maioria as sociedade pensa. Não há dogmas, já que é impossível ao homem conhecer a plena verdade.

Naturalismo

A natureza e a razão humana estão acima de todas as coisas (a senhora Razão é o grande ídolo da maçonaria, na verdade). Não existem milagres, pois tudo o que a razão humana não explica não é digno de crença pelos maçons.

Laicismo

Os maçons não defendem a ideia de laicismo positivo, que garante que os membros de todas as crenças (e os não-crentes) possam atuar com igualdade e liberdade no campo político. O que eles querem é confinar os religiosos à esfera privada, negando-lhes o direito de influenciar com suas crenças e valores a vida pública. É a tirania dos não-crentes.

Engraçado… Os ateus e os sem religião podem defender seus valores (ou sua falta de valores) na vida pública, mas os religiosos não podem? Que lógica é essa? Desde quando ter fé desqualifica uma pessoa para atuar politicamente? Já falamos sobre isso aqui no post “Igreja e Política. Pode, Arnaldo?”.

Fundamentada nesses princípios, pouco a pouco, a maçonaria leva os seus membros a questionarem e relativizarem os ensinamentos de suas religiões, pois o espírito maçônico, naturalmente, deve prevalecer. E, seduzidos pelas vantagens de ter uma rede de contatos com gente de prestígio na $ociedade, muitos católicos preferem ignorar essas questões, e permanecem na maçonaria.

Como se tudo o que já foi dito não bastasse, como poderia a Igreja, uma Mãe, aprovar que seus filhos prestem juramento a uma sociedade de intenções secretas, correndo o risco de se tornarem instrumentos de estratégias que eles mesmos desconhecem?

maconaria_piramide_olho

A pirâmide com o “Olho que Tudo Vê” é um típico símbolo maçônico. O ditado “Novus Ordo Seclorum” (“Nova Ordem das Eras”) nos remete à intenção de estabelecer uma Nova Ordem Mundial. Como vemos, a inversão de valores e a hostilidade ao cristianismo crescem a passos largos. THANK YOU, FREEMASONS!

Os católicos devem estar abertos a dialogar com os maçons e estabelecer com eles laços de amizade e respeito. Mas diálogo não implica em ceder nos prontos centrais de nossa fé, realizando missas em comemoração ao aniversário de fundação de uma loja maçônica, por exemplo.

Em 1738, o Papa Clemente XII fez a primeira condenação pontifícia da maçonaria. Hoje, quase 200 anos depois, a posição não mudou muito. A diferença é que não há mais a pena de excomunhão (a não ser que o tal maçom, efetivamente, conspire contra a Igreja). De 1846 a 1903, os Papas publicaram 350 (!!!) intervenções contra a maçonaria.

“Permanece portanto imutável o parecer negativo da Igreja a respeito das associações maçônicas, pois os seus princípios foram sempre considerados inconciliáveis com a doutrina da Igreja e por isso permanece proibida a inscrição nelas. Os fiéis que pertencem às associações maçônicas, estão em estado de pecado grave e não podem aproximar-se da Sagrada Comunhão.”

Cardeal Ratzinger, Congreg. para a Doutrina da Fé. 1983

Católico que se torna maçom é desinformado ou vacilão! A exceção é o meu Tio Xerxes, que é um maçom de responsa: constrói paredes, faz chapisco e aplica reboco como ninguém!

*****

Ainda há muita coisa interessante pra falar sobre esse tema – as conspirações e a perseguição maçônica à Igreja ao longo da história, os maçons famosos etc. Isso tudo ficará pra um futuro Catecast.

Obra de referência para pesquisa: Maçonaria e a Igreja Católica, de João Evangelista Martins Terra (bispo emérito de Brasília).

UPDATE com errata:

O Pe. Anderson Alves, da Diocese de Petrópolis, nos explicou que os católicos que ingressam na maçonaria e se recusam a deixar esta sociedade estão SIM excomungados, pois essa pena não foi suspensa pela Igreja. Afinal, além de estar em pecado grave, a pessoa está renegando implicitamente a fé católica.

O documento da Congregação para a Doutrina da Fé de 1983, que não cita a excomunhão, não anula o documento anterior desta mesma Congregação, publicado em 1981 (ver aqui). Esse documento foi assinado por J. Ratzinger e João Paulo II, e deixa claro que a pena de excomunhão permanece. Para anular esse parecer, seria necessário a publicação de outro documento dizendo isso explicitamente, o que nunca foi feito pela Igreja.

84 comments to Maçonaria: me engana que eu gosto – parte 2

  • Sidnei

    “Ainda muita coisa interessante pra falar sobre esse tema – as conspirações e a perseguição maçônica à Igreja ao longo da história, os maçons famosos etc. Isso tudo ficará pra um futuro Catecast.”

    Só não demorem, pois estou ansioso para ver quantas vezes os maçons perseguiram a Igreja, pois o que se mais lê por aí, é que sempre foi a Igreja que perseguiu os maçons, mas a verdade é bem outra.

  • “Agora é desnecessário colocar as seitas Maçônicas em julgamento. Elas já estão julgadas; seus fins, seus meios, suas doutrinas, e sua ação, são todos conhecidos com indisputável certeza. Possuídos pelo espírito de Satanás, cujos instrumentos eles são, eles ardem como ele com um ódio mortal e implacável a Jesus Cristo e Sua obra; e eles se esforçam por todos os meios para derrubá-la e acorrentá-la. Esta guerra no momento presente se desenrola mais do que em qualquer outro lugar na Itália, na qual a religião Católica se enraizou mais profundamente; e acima de tudo em Roma, o centro da unidade Católica, e a Sede do Pastor Universal e Mestre da Igreja.” (Leão PP. XIII, Encíclica DELL’APOSTOLICO SEGGIO n•2)

    OBS: recomendo a leitura inteira desta encíclica. Ela explica bem por que os tradicionalistas odeiam tanto o Vaticano II. Eles tem absoluta certeza que o Vaticano II foi convocado para legitimar as aspirações maçônicas. O link é este:

    http://www.vatican.va/holy_father/leo_xiii/encyclicals/documents/hf_l-xiii_enc_18901015_apostolico-seggio_po.html

    • Felipe

      O problema que os tradicionalistas querem ser mais tradicionais que a Igreja… Já vi pessoas que rejeitavam Papas e etc… Sinceramente, parei de prestar atenção neles.

  • Matheus

    Ridículo! Todos os argumentos são incrivelmente manipulados. Tem-se é que se deixar de ser radicalista e entender que a busca de uma satisfação espiritual é estar bem com sigo e fazer o seu templo, trabalhar em seu ego e sua existência, aprimorá-lo cada vez mais, não ficar perdendo tempo atacando as pessoas que acharam um lugar confortável para o fazer, que inclusive vai de encontro com vossos preceitos. Fazemos trabalhos sérios e não procuramos benefício algum referente à eles, estes que podem refutar todos os argumentos chulos enumerados acima. Vocês devem deixar de ser esses alienados religiosos, radicalistas ludibriados por essa organização construídas sobre mentiras. Estudem algo com embasamento e credibilidade antes de criticar, além disso, aconselho a fazerem o mesmo pra vossa instituição que ostentam com tanto esmero, esse castelo de vidro que um dia há de cair, ‘assim como o ar que eu respiro, tão certo como o amanhã que se levanta,
    tão certo como eu te falo e podes me ouvir’. Só tenho pena de como os redatores dessa matéria foi leviano a ponto de tentar construir uma imensa mentira, assim como ele já foi ludibriado por alguém ou algo, no caso uma organização, querendo enganar as mentes fracas que os segue. Saiba que oro por todos vcs ao meu Grande Arquiteto Do Universo, para que vossas mentes sejam libertas de tamanha manipulação. Que Deus Grande Todo Poderoso, vos perdoe por isso, ou será que vosso Deus é tão vil a ponto de lhe dar o poder da escolha mas se vc escolhe o que ele não quer, segundo vcs msm, irão sofrer por toda a eternidade, que ridículo….Aff. não desperdiçarei meu tempo com esses tolos.

    • Matheus,
      Não estamos atacando ninguém, estamos apenas defendendo a fé católica, e buscando compartilhar com nossos irmãos a verdade anunciada pela Igreja.
      Creio mesmo que há muitos maçons solidários, que promovem ações desinteressadas para o bem do próximo. Assim como há evangélicos, espíritas e ateus que fazem o mesmo.

      Entretanto, o que estamos dizendo aqui – e que você não consegue refutar, só xingar – é que ou o sujeito é maçom, ou ele é católico. Os dois não dá para ser! As ideias que fundamentam a maçonaria são absolutamente contrárias aos princípios católicos, isso não tem jeito. A sua própria fala, recheada de hostilidade contra a fé da Igreja, deixa isso mais do que claro:

      – “Vocês devem deixar de ser esses alienados religiosos, radicalistas ludibriados por essa organização construída sobre mentiras.”
      Você diz que a Igreja Católica foi construída sobre mentiras e ludibria os fiéis. Onde está o seu ecumenismo? Onde está a tolerância maçônica para com todas as crenças?

      – “… esse castelo de vidro que um dia há de cair”
      Que bonito! Você deseja ardentemente e profetiza (wou, temos um profeta!) a destruição certa da Igreja Católica. Que bão! E ainda assim tem a coragem de dizer que um católico pode mesmo ser maçom?! Se deu conta da sua incoerência? Quer dizer, um católico deveria, sem problemas, ingressar em uma instituição infestada de gente que almeja o fim da sua religião. Faz sentido… Pois, sim.

      – “…ou será que vosso Deus é tão vil a ponto de lhe dar o poder da escolha mas se vc escolhe o que ele não quer, segundo vcs msm, irão sofrer por toda a eternidade, que ridículo”.
      Eu tenho que lhe dizer o mesmo que você recomendou a nós aqui: não fale do que você não sabe. Pelo visto, você acha a crença no Inferno uma grande bobagem (olha aí, pessoal, de que forno estão saindo os católicos liberais!), e acha que ter livre arbítrio é o mesmo que poder matar, estuprar, roubar e depois desfrutar uma linda vida eterna, sem sanções. Não vou te explicar isso aqui, porque vc não parece interessado em saber, mas, que fique registrado: você não entende nada do que a Igreja ensina sobre livre-arbítrio, e critica sem saber.

      Bem, se tiver algum argumento, estamos aqui para dialogar. Mas se continuar com mi-mi-mi, piti e xingamentos… O Grande Arquiteto do Universo vai ficar bravo com vc, pois não estará fazendo bonito o seu papel de maçom.

      • Tenho certeza que nem maçom é. Esse aí deve ser um comuna que se mascara pra fazer arruaça (criticar e destruir).

        No máximo, é um cara de 14 anos da DeMolay.

        • Miguel Rafael

          Irmão, tenho alguns amigos na Ordem DeMolay e gostaria de saber o que argumentar para convencê-los que aquilo é um caminho vazio… Gostaria de saber alguns pontos que comprovem isso, de que um Cristão não deve ser DeMolay e que o que eles pregam está errado, ao mostrar isso pra eles… Desde já agradeço e peço que se ainda não houver que O Catequista faça um post sobre a Ordem DeMolay, paz e bem a vocês!

          • danton

            da uma olhada nesse link, é do site de uma comunidade católica, e tem um artigo intitulado “Católico pode ser Demolay?” vale a pena dar uma olhada!!!!

            http://www.comunidadesiao.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=995:catolico-pode-ser-demolay&catid=105:juventude&Itemid=82

          • Miguel,
            Para mostrar aos seus amigos porque um católico não pode ser Demolay, você pode usar o mesmo conteúdo deste post, sobre a maçonaria. Afinal, os princípios que fundamentam a maçonaria e a Demolay são os mesmos, já que a Demolay é ligada à maçonaria.

            Se quiser saber mais sobre a Demolay, recomendo que leia os artigos do blog Ecclesia Una sobre este tema:

            http://beinbetter.wordpress.com/tag/ordem-demolay/

          • Miguel, só vi seu comentário hoje, peço mil perdões a ti. Vamos lá:

            1) Também tenho conhecidos que fazem parte da Ordem DeMolay e sem dúvida nenhuma um católico não deve ingressar naquele grupo já que é um grupo de formação maçônica, com instrumentos de persuasão acurados no sentido de buscar destruir a fé da Igreja.

            2) É preciso que você demonstre a história da franco-maçonaria e seu desejo de New World Order através da destruição da Civilização Cristã e da Igreja que a moldou.

            3) Demonstrar o combate incessante dos Sumos Pontífices contra a maçonaria, principalmente recomendo a leitura de Leão XIII e São Pio X sobre este assunto.

            4) Apresentar as vidas dos grandes santos que vivendo uma filiação perfeita à Igreja, chegaram a uma glória incomensurável.

            5) Relatar as aparições de Nossa Senhora sempre atentando contra aquela instituição.

            6) Mostrar como a DeMolay nasceu da maçonaria e dela tem seu sustento.

            Feito isso, a menos que ele não seja alguém que se sujeita à verdade, a conversão tem muitas chances de acontecer.

        • marcos

          KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!

          • marcos

            desculpa, gente! eu ri dos “argumentos” do nosso amigo, e das respostas dadas pelA Catequista e pelo Cadu – “cara de 14 anos” é muito boa!!!

      • Rafael Russo

        “Bem, se tiver algum argumento, estamos aqui para dialogar. Mas se continuar com mi-mi-mi, piti e xingamentos… O Grande Arquiteto do Universo vai ficar bravo com vc, pois não estará fazendo bonito o seu papel de maçom.”

        MORRI DE RIR… MADRUGADAS SUPER ANIMADAS COM “O CATEQUISTA”

    • Paulo Ricardo

      Ora, mas você já desperdiçou gênio.
      Só me diz uma coisa: por que um maçom entra num blog católico para falar essas sandices?
      Eu já fui de um dos grupinhos como o seu, não me impressionou.

    • augusto

      “assim como o ar que eu respiro, tão certo como o amanhã que se levanta, tão certo como eu te falo e podes me ouvir”

      Quer dar ataque de piti, falando coisas que estamos cansados de ouvir dos gayzistas, das feministas, e neo-ateus, esteja à vontade, mas não vem roubar as nossas músicas não! Nem pra ser anti-católico vc consegue ser criativo.

      Nos chamar de alienados não prova NADA! Afinal de contas, o que impede VOCÊ de ser alienado?
      Eu quero argumentos!

      “, esse castelo de vidro que um dia há de cair,”

      Essa aí é sua fé, semelhante à de um torcedor de futebol. A nossa é “As portas do inferno não prevaleceram contra ti”.
      Esteja à vontade para acreditar no que quiser.

      “saiba que oro por todos vcs ao meu Grande Arquiteto Do Universo,..”

      “Aff. não desperdiçarei meu tempo com esses tolos.” Bela maneira de “orar por nós, hein?” (ta serto)

    • augusto

      O que dá raiva é que a Igreja Católica CONSTRUIU a civilização ocidental: universidades, hospedarias, hospitais, método científico, procedimentos investigativos, renaScimento comercial,TUDO ISSO tem o carimbo da Santa Sé. O Vaticano tem 20 prêmios Nobel, 30 crateras da lua têm nomes de Jesuítas. Ao nosso lado temos bravos nomes como São Moises Negro, Santo Expedito e São Jorge. Somo pioneiros da participação da mulher no meio público, com Santa Hidergalda e Santa Edwiges. Temos em nosso meio cientistas e pensadores célebres como Padre George Lemaitre, Padre Landall, Nicolau Copérnico, Gregory Mendell, Nicolas de Orosme, etc.

      • É verdade Augusto. Dói muito reconhecer que a Igreja de Cristo, Construtora da Civilização Ocidental seja a mais odiada instituição do mundo hoje.

        Todavia isso não me surpreende. Ao contrário só confirma as palavras sagradas.

      • Cláudio

        Isso deve doer mesmo!(Bem no cotovelo!rs)
        Mas será que esse que postou lá em cima sabe disso? rs

    • Daniel

      “não desperdiçarei meu tempo com esses tolos.”

      Você poderia ter seguido seu próprio conselho e ter resumido seu comentário fútil e sem fudamento algum a essa simples frase.

    • Arlindo

      Caro Matheus,os catolicos foram perseguidos por maçons.Vocês ajudaram a destruir a ordem catolica do mundo Ocidental que existia e vem se queixar de nos não os aceitamos.Na verdade é a maçonaria que rejeita o catolicismo.Como os comunistas,se infiltram em nossa paroquias e tentam influenciar seus rumos.Alguns ramos conspiram diretamente contra Igreja Católica.Devemos tolerar vocês,não devemos alimentar odios,mas sabemos muito bem que a Maçonaria é um óbice ao catolicismo e o Catolicismo um obstaculo aos objetivos da Maçonaria

  • João Pedro

    E os rosa-crucianos? Vira e mexe aparece uma atualização do centro da ordem da rosa-cruz de Nova York no meu face(n me perguntem como, eu não sei), e tambem já vi aqui num ônibus em Volta Redonda uma propagando deles, a doutrina é a mesma? E o pessoal do Skull and Bones? e o grupo Bilderberg?

    • Paulo Ricardo

      Bom, João Pedro,

      Eu já fui da AMORC (Antiga e Mística Ordem Rosa Cruz). Esse é o “ramo” mais difundido da Rosa Cruz aqui no Brasil. Não cheguei a ser membro de templo, o que equivale ao primeiro grau, mas cumpri os três graus de átrio, que seriam uma preparação para adentrar ao templo. A AMORC foi fundada por um indivíduo chamado H. Spencer Lewis nos EUA e não faz parte da tradição rosacruciana européia. Está para a maçonaria e para os rasacruzes tradicionais como as igrejas pentecostais estão para o protestantismo tradicional. De uma forma geral, enquanto a tradição maçonica vem da França e da Escócia, essa rosacruz americana possui uma gradação menor. Enquanto na maçonaria existem 33 graus de templo, na rosacruz são apenas doze. Um dos graus da maçonaria, inclusive é chamado de “cavaleiro da rosa vermelha e da cruz de ouro”. Esse negócio é muito complexo para explicar num comentário de blog, até mesmo para um post, seria preciso um blog só para isso, no mínimo. Mas espero que tenha podido lançar uma luz sobre o assunto.
      Já o grupo Bildeberg é um grupo de magnatas que se reúne em segredo e, dizem, decidem entre quatro paredes o destino da humanidade. Medo….

    • Paulo Ricardo

      Fernando Pessoa, para adicionar uma curiosidade, comprou uma briga feia com Salazar por conta da maçonaria, de quem era defensor ferrenho, muito embora não se saiba com certeza de que ele era membro da mesma. Existem livros inteiros de Fernando Pessoa sobre o assunto que, hoje, estão soterrados numa subcultura misticóide.

  • Jonah

    Quer saber se uma pessoa é maçon ou não? Basta prestar atenção aos adesivos no carro ou ao boton que carregam na camisa…kkkk…Hoje em dia a maçonaria mais se parece com um clube do whisky do que uma organização secreta(acho que o clube do whisky é mais secreto que eles). E quanto ao carater do maçon há controvérsias…

  • Paulo

    Amigos, espero dar uma pequena contribuição para o tema. A maçonaria moderna (dita especulativa) foi formada por protestantes aficcionados por ocultismo (isso pode parecer estranho hoje, quando os protestantes são gente que fala “deutermômetro” e “acropalípis” e vão na igreja fazer sessão de desencapetamento forte, mas na época, os “inteliquituais mudernistas” eram os protestas…). Esse povo desencavou os ritos das religiões de mistérios do antigo egito (isis e osíris) e da grécia (elêusis), juntou com todo tipo de “ciências ocultas” (hermetismo, astrologia, cabala, alquimia, etc…), acrescentou a filosofia gnóstica e bateu no liquidificador… Deram então uma roupagem bíblica à ordem, fazendo remontar suas origens lendárias à contrução do templo de salomão. Um de seus maiores idealizadores foi Elias Ashmole. Mais tarde foram fundadas as lojas e compostos os rituais dos diversos ritos.
    Apesar dos maçons especulativos proclamarem-se descendentes das antigas corporações de ofício medievais, é pouco provável que haja qualquer linhagem direta, menos provável ainda que os pedreiros livres executassem qualquer dos rituais maçônicos modernos. A mesma coisa se diga em relação aos cavaleiros templários.
    Ocorre que a maçonaria é, de fato, incompatível com a fé cristã, pois seu conjunto de crenças, em especial por causa dos elementos gnósticos, acabam por divinizar o ser humano, o que se choca de frente com a doutrina da Redenção, pilar central do cristianismo.

  • Renato Pinheiro

    Seria o caso escrever um post de esclarecimento sobre a questão religiosa no Brasil? Eu gostaria de ter algumas fontes de pesquisa nesse assunto.

    • Oi, Renato!
      A Questão Religiosa que o ocorreu no 2o Império é um tema fascinante. Estamos guardando prum futuro Catecast, porque tem muitos detalhes, e não quero me alongar mais em textos sobre a Maçonaria. Acho que um podcast vai satisfazer melhor a curiosidade de todos (talvez eu mude de ideia e escreva outro post, rs, mas por enquanto não está previsto). Até porque, quero falar tb de outras conspirações maçônicas que resultaram em grandes prejuízos para a Igreja e para os fiéis, como foi o caso dos mártires Cristeros, no México.

      Por enquanto, te indico o pequeno livro de D. Martins Terra, que citamos no fim do post. Ele descreve muito bem a Questão Religiosa.

  • Vicente Alberto

    Fui batizado na Igreja Católica, fui católico praticante. Aos 22 anos fui iniciado na Maçonaria. Por uns oito anos permaneci católico e maçom, sem sentir incômodo algum. Aos poucos fui me afastando da Igreja, não por causa da Ordem, mas porque entrei em conflito com alguns dogmas.
    Hoje penso que o verdadeiro católico (“firme e sincero” não deve se ligar à Maçonaria, afinal a Igreja proíbe e, se a pessoa escolhe estar em uma instituição, deve seguir suas regras.
    Aliás, quem pensa que ser católico e fácil, basta lembrar o rol de coisas proibidas: votar em partidos de orientação socialista, quase todos os métodos contraceptivos, etc.
    Por outro lado, com 26 anos de Maçonaria devo dizer que a maioria dos membros que conheço são católicos. Devo também refutar uma informação do autor de que a Maçonaria está em decadência. Pelo menos no Brasil ela vem aumentando e muito. Sem falar nas ordens para-maçônicas (De Molays, Filhas de Jó) que tiveram uma expansão enorme nos últimos anos.

    • Vicente,
      Seu comentário é bastante didático e só confirma tudo o que dissemos aqui sobre a incompatibilidade entre catolicismo e maçonaria.

      Você diz que não se afastou da Igreja por causa da Ordem, e provavelmente acredita nisso pq não viu sua fé ser atacada de modo claro e frontal nesse ambiente. Não é como uma igreja protestante, que diz em alto e bom som que a Igreja Católica é a prostituta do Apocalipse. Não… a fé de um católico é minada pela maçonaria em doses homeopáticas. A apostasia entra por osmose.

      Não tenho a menor dúvida de que o relativismo e o naturalismo que caracterizam o espírito maçom o levaram a duvidar dos dogmas católicos. Afinal, a maçonaria é, essencialmente, anti-dogmática.

      Tem razão quando diz que ser católico não é fácil. Mas não buscamos facilidades, buscamos somente a verdade. Pq Jesus nos ensinou que estreita é a porta que leva à salvação, e largo é o caminho que leva à perdição.

      Interessante a sua informação de que a maçonaria não está em decadência, ao menos no Brasil. Mais uma razão para que alertemos fortemente nossos irmãos católicos, evitando que sejam seduzidos.

      • Karen Medeiros

        Olá Vivi! A impressão que tenho é que a maçonaria realmente está crescendo, como disse o Vicente. Aqui no Rio, esses dias meu noivo descobriu que tem um crente-maçom trabalhando com ele. Ele disse que o motivo de tanto “segredo” é que os maçons mantém inúmeras obras de caridade, mas é contra o código de ética deles que as pessoas saibam de onde vem o dinheiro…
        Em SC, onde moram meus pais, há algum tempo descobri que não é difícil “esbarrar” com um maçom. Eles são discretos – em geral – mas observar o anelzinho no dedo não falha. Tive um chefe maçom e tinha medinho dele. Sempre muito gentil e controlado. Mas essa história de tudo ser tão secreto… Jesus, meu Salvador e Senhor, andava pelas ruas e falava para todos ouvirem. Em tempos de relativa paz, acho que tanto segredo não cheira bem. É só uma impressão.

        Aproveito para tentar esclarecer uma dúvida: o avô de uma amiga era maçom. Pela típica curiosidade infantil, ela logicamente perguntava para a avó sobre “essas coisas”, mas a avó sempre dizia que mulheres não entravam na maçonaria. No entanto, existem uns grupos correlatos frequentados por mulheres. Uma amiga, na faculdade, apareceu um dia com uma bolsa de um congresso das tais filhas de jó, mas ao perguntarmos (até então ela era a católica mais fervorosa que eu conhecia) ela preferiu sair da sala a responder… mas pelo que li aqui, uma mulher também não poderia pertencer a estas associações, correto? Você saberia explicar a diferença entre homens e mulheres na maçonaria? Existem ex-maçons ou de fato, certos juramentos obrigam a pessoa a permanecer na associação o resto da vida? Muito obrigada, muito interessante o post!

        • Oi, Karen!
          A grande maioria das lojas maçônicas não aceita mulheres entre seus membros. Entretanto, a maçonaria não é unificada, há ritos diversos, e então foram abertas algumas lojas que aceitam mulheres (mas creio que sejam poucas).

  • Paulo

    A MAÇONARIA É A “SINAGOGA DE SATANÁS”.
    A maçonaria pertence às sociedades secretas de origens antiquíssimas, reporta inicialmente ao Éden, e foi apropriada por muitos dos influentíssimos judeus dominadores da economia mundial, de práticas ocultistas, idéias materialistas e teológico-subjetivistas, portanto secular arquiinimiga da Igreja.
    A constituição atual data de 1723, promulgada pelo protestante presbiteriano James Anderson; pretendia derrubar nos tempos da Revolução Francesa a monarquia e a Igreja, instaurando um reino igual à Nova (Des)Ordem Mundial-Nova Era-NWO, senão ela mesma, em que o homem se “ilumina e transcende-se” – os ILLUMINATI – possuindo condenação formal do S Padre Clemente XII já em 1738, sequencial e unanimente, inclusive pelo S Padre Bento XVI, ratificada em 17/02/81 pela CDF, impondo sobre os católicos exclusão automática da Igreja sob qualquer associação ou participação em suas assembléias e cultos – cânon n° 2335 – pois existem incompatibilidades doutrinárias contrastantes.
    É sabido a maçonaria é uma coligação de muitas seitas secretas não tão determináveis, mas subsidiada por partidos comunistas e alguns da ala protestante, dos que se infiltram na Igreja, tornando-se aparentes membros com intuito de a implodir, comportando-se similarmente à esquerdista Teologia da Libertação que é de base marxista; até o NY Times já denunciou assedio de maçons e protestantes contra ao papado.
    A maçonaria insinua um deísmo subjetivista; é uma doutrina ultra relativista e racionalista, admitindo apenas proposições aceitas pelo empirismo científico como no social-comunismo e aproxima-se do protestantismo; paradoxo com a fé tradicional da Igreja católica transcendente que crê em nova vida, ressurreição da carne, futuro novo aos que morrerem em Cristo para a eternidade; aliás, muitos pastores influentes são maçons, denuncias recíprocas até deles.
    Inadmite a Verdade Única, Deus, mas um outro – Grande Arquiteto do Universo – G.A.D.U., de modo vago, subjetivo, e há desacertos quanto à cosmologia: a visão do mundo deles não é unitária, idem relativo-subjetivista.
    Também aqui sua doutrina diverge com a Igreja por admissão de crenças secretas anexas à Nova Era-NWO – self service de religiões ocultistas à escolha do cliente – por se incluir na diversidade espiritista, umbandista, mediúnica e em suas extensas ramificações esoteristas. Em Mt 6,24: Ninguém pode servir a dois senhores: com efeito ou odiará um e amará o outro. Em Rs 17,16…Abandonaram todos os preceitos do Senhor, seu Deus… Serviram a Baal.
    Por outro lado, correlaciona-se com seitas e religiões orientais holísticas de meditações transcendentais como a Yoga, Seicho-no-ie etc., em que se configuram panteísmo e deísmo subjetivistas exacerbados que, por meio de práticas meditacionais transcendentais apropriadas, as pessoas auto realizam-se plenamente, incompatibilizando-as idem.
    Convém notar que as práticas religiosas acima admitem que o homem auto liberta, embora se pautem em itinerários, cultos e doutrinas com suas peculiaridades, sem exceção, desembocam todas ao final num mesmo local: nas extensas ramificações esotéricas em suas diversidades, constituindo-as por isso todas em seu âmago vinculadas ao satanismo.
    Agregar-se um católico à maçonaria formalmente definida pela Igreja como “Sinagoga de Satanás” é tornar-se maçon que se diz católico, o qual por aderir sob qualquer pretexto apostasia-se, exclui-se da Igreja no ato; é associar-se para a eternidade ao corpo místico de Satanás, o qual é o patrocinador e instigador da seita; aliás, era praticada pelo satanista e pai dos comunistas Karl Marx que afirmava: “nada há de absoluto, definitivo e sagrado” e “Quero me vingar d’Aquele que governa lá em cima”, etc.

  • Eduardo

    Dou meus parabéns ao pessoal do ocatequista e concordo com tudo sobre esse artigo. Vcs estão fazendo um grande serviço avisando aos “católicos” maçons que eles estão excomungados. Quem sabe algum deles abandona essa seita e volta ao seio da Igreja. Que Deus queira isso.
    Só pediria que fizessem uma matéria sobre quem segue a nova era. Sei que a nova era é um monstro de milhares de cabeças, como é o agnosticismo, mas acho importante, já que muitos católicos abandonaram a Igreja para seguir esse tipo de religiosidade.

  • Rubia

    Gostei muito dos comentários e explicações, principalmente do Vicente e do Blog Católico; Concordo plenamente, mas não me tira a preocupação e dificuldade de agir diante de tal… Qdo e envolve familiares e pessoas q. amamos!! Tenho q. respeitar o livre arbitro que Deus nos deu, mas tbem não posso condenar… Deverei agir seguindo os passos de Jesus… O q Ele fez com a mulher adúltera… Com o pedido de uma mãe por sua filha… Vejo tantos na fila da comunhão!!! E os filhos na catequese, grupos de Jovens, ECC dentre outros; repulsaremos todos da casa do Senhor?! Podemos negar a comunhão a quem estende a mão para receber?! Vamos divulgar a doutrina e dogmas da nossa Igreja; Acredito muito no Papa Francisco, ele com sua serenidade e iluminado pelo Espirito Santo conseguira levar esta mensagem a todos!!! Rezemos todos pelo Francisco e Nossa Igreja. Amém

  • Victor Picanço

    Quando tinha 18 anos, fui convidado a entrar na Ordem Demolay e só não passei a ser membro do grupo por pressão da minha namorada, que naquele momento fez forte pressão contrária (mesmo não sendo uma pessoa muito religiosa). Só posso crer que isto foi providência divina, pois se realmente tivesse integrado a Ordem, dificilmente estaria na Igreja hoje.

  • Luis Filipe

    O problema é: Ateus não podem ser maçons. É necessária a crença em algum deus(es).

  • Ivan Ricardo"

    Bom,
    Falarei aqui como DeMolay e Filho de Maçom.
    Considerei o titulo muito provocativo, e bem para falar a verdade conheço muitos maçons que são catolicos professam sua fé incondicionalmente
    inclusive ajudam a Igreja em todas as suas necessidades quando digo todas nao me refiro somente as finenceiras. Concordo que nosso circulo é fechado mas por questões tradicionalistas fui muito julgado por não aceitar dogmas mas isso é inerente a minha condição mas nem por isso deixo de frequentar minha missa aos domingos ir aos encontros de jovens o fato de ser DeMolay nunca me impediu de nada, meu pai é evangelico sempre me deixou livre para escolher e isso me ensinou uma lição muito maior do que simplesmente tolerancia me ensinou respeito.
    Entendo que vocês estao defendendo sua fé sua doutrina, enfim, concordo tambem que muitos que defenderam a maçonaria utilizam os mesmos argumentos que a igreja é intolerante e tudo mais mas intolerancia é questao de opiniao ponto .
    Gostei sim de alguns argumentos utilizados pelos irmaos catolicos mas não se apeguem no argumento “Maçonaria é coisa de Satan” poxa vamos manter o nivel argumente com coerencia eu em toda minha vida jamais venerei qualquer outro Deus se não o unico e vivo Deus que nos ceus habita e ele ja me deu provas mais que suficientes de que ele existe.
    E sobre maçom ser rico e tudo mais gostaria de dizer que nunca fui rico sempre tive o suficiente para viver e mesmo quando nao tinha eu dividia com quem nao tinha pois sei que Deus me supriria na imensidao de seu espirito de bondade, Grande arquiteto do Universo é o nome que maçons dao a Deus pois ele construiu o mundo em que vivemos de maneira magistral é apenas uma colocação antiga que segue o tradicionalismo maçom nao um nome generico.
    Bom peço desculpas se mesmo assim ofendi alguem do Blog mas me senti um pouco ofendido com alguns argumentos e deixo uma ideia a todos independente de religiao ou doutrina que sigam deixem que Deus diga a cada um o caminho a ser seguido deixem que ele julgue (apesar de voces do blog nao estarem julgando ninguem que fique claro) porque fazendo este tipo de comentario em texto abrem-se discussoes que jamais serao sanadas e somente gerarão mais discussao e intolerancia deixem os fanaticos com seu fanatismo independente de lado eles um dia saberao que o ceticismo nao vale a pena.

    um grande abraço a todos e que Deus ilumine vossas vidas eternamente.

    • Ivan,
      Sim, muitos maçons são católicos, e são sinceros quando dizem que pensam não haver uma profunda incoerência nisso. Isso ocorre justamente porque a maçonaria leva a pessoa a apostatar de sua fé em doses homeopáticas; não é como uma religião explicitamente anti-católica, em que você vai entrar lá e vão te dizer horrores da doutrina da Igreja. Não! É muito mais sutil o modo como a maçonaria leva um católico a renegar a sua fé.

      A realidade é que a maioria dos maçons não têm real clareza do que a maçonaria realmente é, e se tornam instrumentos de estratégias que eles mesmos desconhecem. A sociedade não é secreta e organizada em graus à toa. Só os maçons dos graus mais elevados é que estão realmente por dentro.

      Ademais, é interessante como um católico que se diz devoto e sincero pode ignorar o fato de que a Igreja já emitiu mais de 350 intervenções contra a maçonaria. Se isso não é virar as costas para o que ensina a Igreja, eu não sei mais o que é.

      Nem entramos nesta questão aqui de que “maçonaria é coisa do capeta”, não tenho conhecimento suficiente para afirmar se isso é verdadeiro ou falso. Mas nem precisamos entrar nesse mérito: conforme demonstramos aqui, a base ideológica da maçonaria é profundamente anti-cristã.

      Você se diz ofendido, mas o fato é que não apresentou nenhum argumento que refutasse as questões que apresentamos aqui, em especial sobre as ideias iluministas que estão na essência do espírito maçônico e que contrariam o cristianismo.

      Grande abraço, também desejamos que Deus te ilumine muito!

    • marcos

      Caro Ivan. Sou um católico bem “pouca coisa” e minha opinião vale muito pouco. sou somente leitor do blog, e as vezes comento.
      Mas gostaria de mostrar pelas suas próprias palavras que há conflito entre Igreja e Maçonaria até mesmo em seu comentário. Vejamos.
      Em um ponto vc diz o seguinte:
      “fui muito julgado por não aceitar dogmas mas isso é inerente a minha condição mas nem por isso deixo de frequentar minha missa aos domingos ir aos encontros de jovens”. Aqui, apesar de admitir não aceitar dogmas, vc se coloca como católico que frequenta missa dominical e encontros de jovens.
      mais abaixo, no entanto, vc diz: “Entendo que vocês estao defendendo SUA fé SUA doutrina”, atribuindo à fé e a doutrina ao interlocutor, ou seja, a equipe do blog e/ou autor do post. Assim, no inicio, vc se poe como um católico, e mais abaixo, vc não se apropria da fé como sua, mas apenas a fé de quem que escreveu o post. É,convenhamos, uma forma de rejeição, de não aceitação da fé. FICA EVIDENTE QUE, NO SEU INTERIOR, VC NÃO SE APROPRIA DA FÉ. E isso se deve, provavelmente, aos ensinamentos maçons, que, como bem disse A Catequista, mina sua fé, e sua capacidade de aceita-la.
      não escrevo para ofende-lo (se o fiz, desde já peço que me perdoe, e mesmo ignore minhas palavras, se isso não lhe trouxer proveito espiritual), mas para que possa refletir sobre a incompatibilidade entre as duas instituições e suas doutrinas/filosofias.
      grande abraço, e insisto, se achar que pode valer a pena, REFLITA.

  • Fernando Rodriguez

    O Prof e filósofo Olavo de Carvalho, indica a leitura dos livros de Rene Guénon para se saber tudo sobre a maçonaria. Segundo o Prof, ninguém entende do assunto como ele. Fica a dica para Catecast sobre o tema.

    Um abraço.

    Fernando.

  • Elaine Magalhães

    Ola. Eu quero tirar uma dúvida. Já li sobre a Maconaria e pelo que li, os rituais deles que tem ligação com o esoterismo, são satanicos. Isso é verdade? Aproveirando, não sei se já falaram, mas poderiam falar sobre Satanismo e Nova Ordem Mundial. Vlw. Bjs

    • Harun Salman

      Elaine, só se pode dizer que a maçonaria é satânica em sentido lato, porque a maçonaria, como é hoje, pelo menos, é uma força dispersante e anti-católica. Em sentido estrito, de que os rituais maçônicos invocariam Satanás, não, isso a maçonaria não é. Na verdade, os maçons contemporâneos estão mais próximos daquela mentalidade cientificista e atéia do século XIX. Maçonaria não é algo para ser levada a sério, nem como ameaça. A não ser enquanto oportunidade para um bando de revolucionários de botequim brincarem de “compreender os planos do Grande Arquiteto”. Abraço!

  • LUIZ DASCENZIO

    Concluindo o assunto Sobre religião crença e fé.
    Deus nos criou como filho, deu seu proprio filho para nos ensinar e nos salvar.
    Deus tambem nos deu livre ablito, podemos fazer o que queremos, agir da forma que quissermos,as descissões que tomamos hoje é que vai definir o nosso futurro,
    Pra isto é que Jesus vira para jugar os vivos e os mortos, portanto nos vamos respoder pelas nossas conseguencias.

  • Matheus Franco

    Amigos…do mesmo jeito que existem podres da maçonaria, existem tbm em todas as igrejas…
    Ou vocês acham que todos nós somos perfeitos?
    Estamos buscando a perfeição, para isso, primeiramente precisamos respeitar o próximo em suas decisões…
    O importante de tudo é ser feliz e fazer o bem sempre.
    Abraços.

    • Matheus,
      Onde quer que haja ser humano, certamente haverá coisas erradas, e isso não exclui nenhuma comunidade religiosa. Entretanto, não estamos falando aqui de pessoas, mas sim de doutrina. E o que a maçonaria ensina, em sua essência, são coisas totalmente contrárias à fé cristã.

      Muitos maçons, é bem verdade, são homens dignos, generosos e bem-intencionados. O problema é que teimam em não confiar no magistério da Igreja, que já condenou veementemente a participação de católicos na maçonaria.

      Além do mais, é bem possível que a maioria dos maçons não entenda bem onde estão metidos. Muitos deles nem se dão conta de que estão sendo instrumentalizados por uma organização de que sempre trabalhou para destruir a Igreja e seus valores. Somente os maçons de graus mais altos têm real noção das intenções reais da maçonaria.

  • Matheus Franco

    Você já pensou em algo como tudo isso parecer uma “guerra”?
    Igrejas de um lado e sociedades secretas do outro?
    A igreja Católica também tem segredos, assim como a maçonaria tem os seus.
    E acredito que os segredos sao os mesmos, um complementa o outro..
    Só acho…
    Abraço.

  • Harun Salman

    Não, Matheus. Os segredos, quando há, são de natureza diferente. Os segredos nos membros da Igreja, quando existem, são geracionais e periféricos à Tradição. Os segredos da maçonaria são institucionais e uma questão de estratégia intrínseca. Nem podia ser diferente, pois não se tratam de instituições equivalentes. Uma chegou primeiro e tem a garantia de Deus de que sobre ela “as portas do inferno não prevalecerão”. A outra chegou bem depois e é uma resposta humana à descrença na primeira, resultado de uma confusão entre a Igreja e seus filhos. Um abraço!

  • Jardel Amaral

    Pesquisando, percebi que protestantes e sedevacantistas compram a ideia de que o Papa João XXIII foi iniciado ou pertencia a uma ordem secreta, fez várias profecias sendo que esta tudo provado no livro “As Profecias do Papa João XXIII”, de Pier Carpi. Como ainda vai demorar um pouco para chegar o post do Papa Bom na serie dos Papas, e o que achei na rede não inspira confiança, gostaria de saber de vocês como e porque surgiu tanta conspirata entorno deste Papa.

    Abraços…

    • Meu amigo Jardel,

      Guardada as devidas proporções, o que acontecia com João XXIII era, mais ou menos, a mesma coisa que acontecia com nosso Papa Francisco. João XXIII era um bom homem e santo, e era pelo que sei de sua biografia – veja que não sou um especialista do estudo do período dele a frente da Igreja – o tipo de pessoa que não podia abrir a boca que virava polêmica. Além disso tem o fato de que a esquerda mundial, a partir da Itália, abraçou-o como sendo “seu Papa”. Como disse, qualquer semelhança com Francisco NÃO é mera coincidência. Os sedevacantistas associam João XXIII a esquerdalha, e consideram o CVII um crime contra a tradição. Veja, o conservadorismo é o único baluarte que impede a destruição desse mundo, mas o conservadorismo pelo conservadorismo é tão rançoso, covarde, canceroso quanto o marxismo boçal que vemos por aí. Precisamos ter muito cuidado e não abraçar uma ideia por ela, correndo o risco de sairmos do relativismo e cair de cara no maniqueísmo do “eu contra eles” dos sedevacantistas. Quanto às denúncias desse livro que você citou, nada posso te falar, nunca o li e desconheço o seu conteúdo.
      Por outro lado há este livro aqui:

      http://www.paulus.com.br/loja/joao-xxiii-biografia-oficial-para-beatificacao-do-papa-bom_p_940.html

      Sobre a vida de São João XXIII. Sou a favor de se ler sempre o contraditório, por mais asco que ele nos provoque, para chegarmos a uma conclusão, que, admito, muitas vezes não é isenta. Mas só em falar isso você está sendo honesto, o que é mais que se pode dizer de quem destrata de graça e dos comunas em geral, que tem a desonestidade intelectual como virtude.
      Particularmente, meu amigo, e isso é uma conclusão pessoal MINHA, não do blog ou dos meus colegas colaboradores, considero que João XXIII tinha sim um pezão na esquerda, para além, não vi nada que pudesse corroborar sequer uma investigação mínima que seja de sua pertença ou não a uma ordem secreta, isso baseado em livros porque embora eu escreva e divulgue parte do meu trabalho intelectual nela; não tenho quase nenhuma confiança na internet.
      Espero ter sido de alguma ajuda.
      Paz e bem.

  • Jardel Amaral

    Muito obrigado pela ajuda Paulo Ricardo

    Realmente em pleno surgimento da TL não é de se admirar que um papa tenha uma simpatia pela esquerda, e sendo um Papa bem popular não só a esquerda mas todos querem uma palavra ou um gesto do Papa para servir de endosso(mesmo distorcendo a verdade)à suas ideologias.

    Agradeço também pela dica do livro vou procura-lo para saber mais… quanto ao livro que fala das profecias, só li alguns trechos, mas o ar de ocultismos e anonimatos em que o autor da obra diz ter recebido como fonte de pesquisa faz entender o porque da obra ser tão bem recebida por esotéricos, ufologistas e adventistas.

    Um grande abraço e que Deus continue abençoando vocês do O catequista e todo este excelente trabalho.

  • EDNA CRISTINA DE JESUS

    Uma vez entrei numa igreja católica e vi o símbolo da pirâmide com um olho,em um dos vitrais da igreja.Eu achei estranho porque ouvi dizer que é simbolo do diabo.Mas também já ouvi dizer que este simbolo é o olho de Deus e que na verdade foi a maçonaria que copiou os simbolos cristãos.Queria que me tirassem esta dúvida.

    • Sidnei

      Edna, o símbolo que você viu na igreja talvez não tenha sido uma piramide, e sim um triangulo, pois para ser uma piramide tem que a haver 4 faces, ou pelo menos, você terá que olhar duas das faces dela, caso contrário, não tem como definir que o que você viu era uma piramide, caso contrário era somente um triangulo, que é um simbolo da SANTÍSSIMA TRINDADE e que o olho que esta no centro dela ou aima dela, chamado de: “O olho que tudo vê” também é um símbolo da SANTÍSSIMA TRINDADE, pois evoca a onisciência divina de cada pessoa da SANTÍSSIMA TRINDADE. Portanto este símbolo do triângulo com o olho que tudo vê no centro antes de ser um simbolo maçônico é sim um simbolo cristão, foram os maçons que a tomaram para si entre um monte de outros simbolos que eles tem, para se identificarem entre si, mas não se preocupe quando entrares em um igreja e ver este símbolo novamente, lembre-se sempre que antes de ser um simbolo da maçonaria, este simbolo pertence a nós, cristãos, que cremos na SANTÍSSIMA TRINDADE, representado pelo triangulo e na onisciência de cada pessoa da SANTÍSSIMA TRINDADE representada pelo olho que esta no centro do triangulo.

  • Marcio Antonio

    Tudo ótimo mas o que fazer quanto temos maçons (ou maçônicos) atuando dentro da Igreja, como Padre,Bispos, coordenadores, Diáconos, membros de conselhos etc?

    Eles acabam impedindo o crescimento de muitos na Fé e na ação da Igreja, pois são verdadeiras barreiras como os antigos Farizeus… perseguem os bons e sempre querem os primeiros lugares etc.

    O que fazer para tirá-los de lá? Pois sabem bem o que tem nos documentos da Igreja como o CDC eta…

  • Madalena

    Obrigada, Sidnei, sempre achei que o triângulo e o olho fossem símbolos eminentemente maçons.
    O blog está excelente, agradeço cada contribuição, nossa Igreja só cresce assim.
    Que Deus abençoe cada colaborador e comentarista. Paz e bem a todos.

  • luiz alberto

    É melhor não questionar, se o catolico não conhece a sua doutrina da igreja, catolico ele não é.

  • Leniéverson

    Aproveitando essa oportunidade e esse tema: Eu sempre tive uma curiosidade. Um católico pode frequentar, participar, ser membro de um Rotary Club?

    • Gillian Freitas

      Sim. Rotary e Lions Club são associações filantrópicas de caráter civil internacional. É fato que muitos maçons participam, mas elas não têm qualquer caráter religioso ou secreto.

      • Mas é ali que se buscam os membros. Não posso provar, mas é bem provável que é destas entidades que se busca o peixe, afinal, tem que ter um anzol com uma istca. E se ali existem maçons participando, não estão ali atoa.

  • Ricardo

    Gostaria de descordar de um ponto do texto:

    “Outro maçom ateu imagina que ele é só um símbolo de um mundo melhor? Tá valendo.”

    Um dos critérios para entrar na maçonaria é acreditar em Deus, sndo assim, exixte um “maçom ateu”.

  • Ricardo

    Corrigindo o post acima: sendo assim, não existe um “maçom ateu”.

  • Cicero Donizeti Rozendo

    Sou católico e como foi dito e basta a todos nós que professamos nossa fé…,Proibido e documentado que a MAÇONARIA não deve ser seguida por todos que dizem CATÓLICOS e ponto final!!

    Se não concorda não é ou nunca foi CATÓLICO de verdade !!!

    Um Papa disse uma grande verdade,quem deixou de ser católico…,nunca foi católico!!

  • Maçonaria, uma entidade tão benevolente, que deixa cada um acreditando em seu deus, e se um católico participar, que acredite em Deus, não tem problema. O negócio fica feio a partir do 15º grau. Dali para frente é apresentado o lindo lúcifer, ou melhor, o G.A.D.U., depois lúcifer, o belo anjo da querida rebeldia.
    E maçom que é maçom, adora a satanás literalmente. Se não fosse assim, de onde viria o hino a satanás de Giosué Carducci.
    Acessando este link pode-se verificar o poema inteiro, lembrando que o blog é satânico, então, se a Viviane ou o Alexandre quiserem cortar este comentário, fiquem a vontade, apenas referenciem que existe um poema dedicado todo a satanás.
    http://coabposo.blogspot.com.br/2008/10/inno-satana-giosu-carducci-traduo.html

  • Marcia

    Toda a esquisitice já começa pelo falo simples fato: na igreja católica tudo é aberto para todos, nada é tão misterioso, oculto. Já na maçonaria, existem algumas condições para se entrar, e nada é feito as claras. Isso me leva a crer, que não é coisa boa. Sou católica, mas não precisa de fé para chegar a essa conclusão.

  • Duarte

    Boas catequista. Eu sei que essa coisa toda dos maçons tem muitas controvercias e eu nao sou propriamente um fã dessa instituiçao secretissima. eu sei que o que voces dizem esta certo e estou de acordo com iso, mas como católico ha necessidade de fazer troça do outros com as bandas desenhadas i afins tendo pedido jesus para amar os inimigos?

  • Ana Elisa

    Gostaria de saber qual é a relação do Rotary com a maçonaria, além de ter sido fundado por um maçom. Qual a posição da igreja perante o Rotary?

  • cunha

    Amigo do site a Catequista adorei seu site, que o Deus de Abraão, de Isaque e Jacó dê for forças e virtudes na sua seara terrena e o papa Francisco dê bênçãos sobre seu coração. Fraternalmente um irmão.

  • Eric Duarte

    Hoje vemos no Brasil uma onda liberal, em termo políticos, e eu creio piamente nos conceitos católicos sobre a verdade.
    Mas acreditar na pouca intervenção do Estado na escolhas individuais, seja ela fé ou o que será feito com o seu dinheiro entre outras coisas, é Anti-Católico ?
    Gostaria de um Post nesse sentido, eu particularmente compartilho de muitas ideias semelhantes ao Liberais, pelo menos no que diz respeito a política.

  • Amanda Furtado

    Olá Catequistas!
    Salve Maria!

    Vocês já tem este catecast sobre a maçonaria? Muito interessante. Eu não sabia sobre nada disso da maçonaria.

    Muito obrigada! Deus abençoe!

    Amanda

  • Guilherme

    Sou católico e sou maçom, gosto muito dos textos do site, mas posso dizer que os argumentos colocados no site sobre maçonaria não são verdade. Por favor, não argumentem que é que eu não vi tudo, pois já vi e li os textos principais da maçonaria. Quanto ao argumento que é uma sociedade fechada, quantas os são, tais como o Rotary citado no comentário. Suas reuniões são fechadas apenas a membros. E quanto ao nome dado a Deus, exitem vários, apenas o denominamos de Grande Arquiteto do Universo, como podíamos chamar de Todo Poderoso, Senhor dos Céus e da Terra, etc. Ser maçom não exclui ser católico, nem o contrário é verdadeiro. Tenho consciência da minha fé. Quem acha que tem mais consciência da minha fé, que atire a primeira pedra. Obrigado

  • Templario

    Boa tarde a todos!!! Vou me ater apenas a resposta do Guilherme… Os Landmark’s apresentam que mulheres não podem entrar na maçonaria e TODOS defendem isso com usas espadas. Sendo assim, o Maçon obedece as ordens de sua potencia ” Grão Mestre” .

    Agora pq não obedecer a ordem PAPAL?

    Pq não o convem?

    é claro , simples e objetivo , não pode ser católico e Maçon, é só decidir em qual ficar e pronto.

  • Templario

    Boa Noite! 90% dos maçons que dizem que não problemas ser maçom e católico , não são católicos praticantes ou não passaram do grau 3 – Mestre.

    Nos graus filosóficos são apresentados os verdadeiros motivos da maçonaria existir, o que ela já fez e faz no mundo.

    É o pior é apresentando Jesus de Nazaré como um livre pensandor.

    Vc como católico aceita isso?

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>