Catecine – “Sócrates”, um filme pra turbinar o cérebro

socrates_chato

NÃO, ele não ele não era nada chato, mas achamos esta tirinha hilária!

Salve Povo Católico!

Nosso filme de hoje é básico para quem se interessa em entender o pensamento cristão, suas raízes e a importância da filosofia na vida dos ocidentais. Essa pequena obra-prima nos mostra um dos gigantes que caminharam sobre a Terra antes da vinda de Deus Salvador. Sim, apesar de ser um senhor baixo e gordinho (como São Tomás de Aquino), Sócrates foi um gigante.

Dirigido pelo super gênio cinematográfico Roberto Rossellini, o mesmo que dirigiu o filme de Santo Agostinho (veja aqui), “Sócrates” é um bom início para aqueles que consideram o filósofo ateniense hermético e difícil demais de entender.

Antes de ser um filósofo, Sócrates era um pedagogo. Sua filosofia baseava-se no eterno inquirir; pergunta após pergunta, ele procurava despertar nas pessoas a vontade de conhecer, de entender o mundo em que estavam inseridas. Isso sim era professor, não o Sr. Paulo Freire.

Rossellini não viaja na maionese nesse filme, nem cria uma infância/adolescência de super-herói ou de gênio superdotado, tão ao gosto do cinema pipoca americano. O que vemos é um Sócrates em seus últimos dias, às vésperas do julgamento que levou-o a uma condenação cruel de morte.

A base literária para o desenvolvimento do roteiro do filme são os célebres diálogos socráticos:

  • “Apologia de Sócrates” – para quem não sabe (e olha, deveria, por amor de Cristo, saber) é o discurso de defesa proferido pelo filósofo durante seu julgamento;
  • “Críton”, em que um dos seus discípulos tenta convencer o mestre a cair fora (prestem atenção nos momentos finais deste filme);
  • e “Fédon”, com seus últimos ensinamentos antes de ser obrigado a tomar veneno (cicuta, para ser mais exato).

A importância de Sócrates para a humanidade é ímpar. A filosofia cristã tem seus alicerces fortemente fincados no pensamento tomista; este, por sua vez, vem de Santo Agostinho, que por sua vez vem de Santo Ambrósio; que provém de Aristóteles, que vem de Platão, que vem de Sócrates. Em resumo, o pedagogo sujismundo grego é o cara que segura a linha da pipa.

socrates_dvd_rossellini

Uma observação: os nomes que citei no parágrafo anterior compõem a coluna vertebral da filosofia. Tudo aquilo que está fora da “linha da pipa” que Sócrates segura é qualquer outra coisa, menos filosofia.

Onde comprar o DVD?

Comprem e assistam o filme sobre o velho filósofo. Em seguida, aproveitando o gancho, com o cérebro aquecido, já rotacionando sem precisar mais dar tranco, mergulhem na leitura e se percam no conhecimento.

Fiquem com Deus.

11 comments to Catecine – “Sócrates”, um filme pra turbinar o cérebro

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>