Lutero e suas 95 teses. Um Che Guevara de batina?

lutero_95_teses_2
“Quando vou para cama, o diabo está sempre me aguardando.”

Martinho Lutero (em um dia bom)

E aí meus amigos, continuemos nossa viagem pela vida e obra do monge maluco.

O evento considerado como pedra fundamental do protestantismo foi a fixação no pórtico da Igreja do Castelo de Wittenberg das 95 teses criticando a ortodoxia católica. Esse ato de rebeldia, segundo a Tia Teteca, teve como motivador a venda de indulgências realizadas em território chucrute; os “comerciantes” seriam monges dominicanos liderados pelo frade dominicano Johann Tetzel, sob ordens do famigerado Cardeal Arcebispo de Magdenburgo – Albrecht von Hohenzollern.

Já escrevi isso em outro post, e repito aqui: historiador marxista e pilantra (pleonasmo) sempre reduz tudo a grana. Então, neste caso, o argumento financeiro é o seguinte: o Cardeal Albrecht, para “pagar” um dos muitos títulos que conseguira da Santa Sé, teria adquirido junto à Casa Fugger (banqueiros famosos na Alemanha, espécie de família Salles que comia strudel) a quantia de 10.000 mil ducados; uma grana preta.  E, para quitar a dívida, nosso amigo cardeal estaria fazendo esse comércio nefasto.

O frei Tetzel, como bom puxa-saco, fez a vontade do Cardeal Albrecht. A Tetzel é atribuído um discurso, pra dizer o mínimo bizarro, realizado na Praça de Juterberg:

“Considerai que todos os  que se arrependem e confessam, e que tiverem contribuído, receberão a remissão total de todos os seus pecados . Ouvi as vozes de vossos caros parentes e amigos mortos dizendo: ‘tende piedade de nós, tende piedade de nós, estamos num horrível suplício, do qual podeis nos libertar por uma ninharia. Lembrai-vos de que sois capazes de redimi-los, pois tão logo a moeda no cofre cai tilintando, a alma no purgatório sai voando.’ Não ireis, então, por alguns trocados, receber estas bulas de indulgências, através das quais sereis capazes de guiar uma alma imortal e Divina para a Pátria do Paraíso?”

Alguns camelôs da Central do Brasil (Rio de Janeiro), no trajeto Central-Japeri, soam menos fajutos.

Ao que parece, Tetzel, além de pilantra, era muito burro, pois, sendo religioso dominicano, não sabia exatamente o que eram indulgências. Muitos dos nossos leitores desconhecem exatamente o que sejam indulgências e como funciona a sua concessão. Por conta disso, fazemos agora uma breve esclarecimento.

O que é a indulgência?

Nada mais é que o perdão, DADO POR DEUS,  das penas temporais devidas pelo pecados que cometemos. Vejam que para que a indulgência seja concedida é necessário que o pecado tenha sido CONFESSADO E PERDOADO. Como falei, esse perdão é DIVINO; DESSARTE, NÃO PODE SER VENDIDO NEM COMPRADO. Deus não está nem aí pra contas a pagar do cardeal Albrecht.

Todo pecado carece, mesmo após a confissão e o perdão ministrado, da penitência. É na penitência que provamos nosso arrependimento e nossa disposição em não mais pecar. Deus no perdoou através da confissão mas, pelo bem da justiça e reparação do dano causado, devemos pagar a penitência. Diante disso, a conclusão óbvia que chegamos é que o monge Tetzel e Cardeal Albrecht, além de serem dois sem-noção, são simoníacos (comerciantes de bens espirituais).

Quem quiser saber mais sobre indulgências, acesse o nosso post “Perdão X Indulgência – Você sabe a diferença?“.

Afixação das 95 teses, a lenda

crente_2Voltemos agora a Lutero. Vocês lembram que eu falei que Lutero havia, tal qual “The King Of The Black Cocada”, afixado suas heresias no pórtico da Igreja de Wittenberg? Pois bem, esse tipo de atitude é bem ao feitio do fraudulento historiador Janus. Esta versão dos fatos consta na sua obra – ainda mais fraudulenta do que ele – intitulada “O Papa e o Concílio”. Este livro foi traduzido para o português e prefaciado pelo Maitre à Penser Rui Barbosa (possuo um exemplar), que depois veio a se arrepender deste vacilo. Barbosão, quando tomou tino e caiu na real, renegou a obra.

Bem, afixar as 95 teses no pórtico do templo é uma atitude que, para o leigo, o desavisado ou o burro panfletário, demonstra que Lutero era um cabra macho, macho o suficiente para afrontar a Igreja e dar tapa na cara de Satanás. Mas será que este ato realmente aconteceu?

Afixação das 95 teses, a verdade

Historiadores modernos e não panfletários, como Gottfried Fritzer (“O que Lutero Realmente Disse?” – Ed. Civilização Brasileira, 1971. Para variar, fora de catálogo), Erwin Iserloh e Klemens Houselmann afirmam que essa afronta nunca aconteceu e que, além da fraca obra de Janus, a origem dessa lenda seria um relato de um criado puxa-saco do próprio Martinho Lutero.

Na verdade, suas 95 teses teriam sido apresentadas para discussão segundo a tradição universitária. Lutero era boçal, pedante e safado, mas era professor de uma universidade. A tese desses historiadores, que mostra um tipo com reflexões intelectuais e teológicas a serem discutidas é mais condizente com o contexto social, religioso e acadêmico no qual Lutero estaria inserido. Vamos refletir: seria mais lógico, realmente, que ele seguisse os trâmites estabelecidos ou a imagem construída por Janus e seus asseclas, que o transformaram num Che Guevara de batina?

E o Papa nesta história?

Até agora falei das figuras fuleiras (hoje estou realmente pleonástico) de Lutero, Tetzel e Albrecht, mas ainda não escrevi uma única palavra sobre o que o Papa da época – Leão X – falou a respeito falou sobre a questão da venda de indulgências, nem esclareci qual foi o seu papel nesse circo de horrores. Estou contextualizando e apresentando os fatos históricos, antes de mais nada.

A Resposta – a verdadeira, e não a versão que a “Tia Teteca de Saião” ensina na escola dominical aos seus crentinhos – estará na nossa próxima postagem desta série. Também falaremos do Papa mecenas que foi o último a ver a cristandade una na Europa Ocidental.

Fiquem com Deus e perseverem na fé.

48 comments to Lutero e suas 95 teses. Um Che Guevara de batina?

  • Nossa!! Então Lutero não afixou as teses em Wittenberg? Cara essa eu não sabia. O que sei sobre Leão X Paulão, é que ele mandou uma comissão ler as teses de Lutero e analisar o herege: resultado: 42 aceitas, 47 HERESIAS e o monge então queima em praça pública o pedido do Papa de retratação junto com o Direito Canônico da época e assim começa o protestantismo.

    Obviamente que sei que o pensamento protestante vem de antes de Lutero com Wycliff e Hans, mas foi a partir da queima da bula que o “movimento” começou politicamente.

    • Na continuação eu falarei um pouco mais de Leão X. Não está entre os Papas mais queridos, mas não esqueçamos que era um Médici e o esporte preferido dos historiadores que se dedicam ao estudo da história moderna (usando o corte temporal clássico) é o “onanismo voluntário” nos Médici. Esse drama histórico aqui está longe do fim.

  • Cristiano Estolano

    Boa tarde!

    Primeiro comentário meu: O site é demais! Já li muitos artigos, gostei de todos os podcasts…

    Nossa! O frei Tetzel deve ser um dos ídolos do Macedo ou do Soares, porque o discurso é O MESMO!

    Tenho uma pergunta para quem fala alemão: Tetzel em português é Betto? 😀

    Cristiano

  • Layara

    Nossa estou amando o site. Tem ajudado muito em minha formação pessoal e no amor a Santa Igreja. Esse post de hoje é muito propicio já que hoje 30 de novembro aqui no Distrito Federal é “feriado” do dia do evangélico.

  • Marcelo

    Gente, gostei muito do texto porém não entendi essa parte:

    “Lutero era boçal, pedante e safado, mas era professor (outro pleonasmo)”

    Fico triste pois sou professor e sinceramente não sei se possuo esses adjetivos…

    Paz e Bem!

    • Oi, Marcelo!
      Peço desculpas pela confusão. Paulo Ricardo, na verdade, estava fazendo uma piada com seus colegas de profissão (os historiadores). Afinal, como ele explicou no post anterior, Lutero era, de certa forma, historiador (Bacharel em História Sagrada). O Paulo Ricardo então, pensou que todo o mundo entenderia a piada…

      Bem, já alteramos esta parte do post, pra não gerar confusão e não cometer injustiças. Paz e Bem!

  • Ficou bom o texto, mas se forem fazer um outra continuação, sugiro que tratem do conteúdo das 95 teses contrastando com o que os protestantes acreditam, principalmente na tese onde ele defende as indulgências e diz que seja anátema quem falar das indulgências apóstolicas.

    Outra coisa interessante é que segundo a lenda Lutero fixou as teses no dia 31 de outubro ou seja no dia da festa de todos os santos, dia de festa onde praticamente todas as igrejas estão abertas e todos os padres estão em atividades, logo como é que Lutero iria achar uma Igreja fechada neste dia para fixar teses? E ainda mais um catedral onde o fluxo de pessoas era intenso, imaginou uma catedral fechada no dia de festa? E ele como ainda era padre não tinha o que fazer não?

    É realmente interessante essa coisa que pensam que Lutero era um revolucionário que conta sua valentia fixou teses na porta de uma Igreja, quando na realidade isso era bem comum no debates teológicos ou quando o cara queria alguém para debater sobre um ponto de vista. Inclusive isso ocorreu outras vezes quando ele foi refutado pelos doutos do Papa.

    Para dar complemento a essa séria de matérias sugiro a vocês darem uma olhada nesta matéria feita pelo Rafael Rodrigues e publicada em nosso site, mostrando que Lutero metia o pau nos livros do Novo Testamento, dentre outras blasfêmias:

    http://www.apologistascatolicos.com.br/index.php/apologetica/deuterocanonicos/531-lutero-tinha-o-mesmo-canon-biblico-que-seus-seguidores-protestantes

  • André

    Paulo, tenho uma dúvida de cunho político. O que você acha desse partido que se delineia, Novo Arena?? Assim que conheci ele, festejei descontroladamente, e quanto mais lia sobre a ideologia assumidamente conservadora, a luta pela volta do ensino de latim na escola e etc, mais imaginava que a política brasileira estava prestes a se salvar… Mas, antes que eu me ofereça como fundador do primeiro comitê em meu estado, queria ter CERTEZA que é um BOM partido de direita e não mais um DEMoninho!! Fiquei com muita pena, a priori, do caráter leigo deles, não assumiram a Doutrina Social da Igreja e o rosto da fundadora nacional me cheira a agnosticismo ou algo do tipo… Não queria inserir na minha veia desde SEMPRE apartidária a militância a um partido que não seja digno de contar com meu apoio…

    PS.: a propósito, tente sempre, por favor, colocar muuuitas fontes nesses posts sobre lutero (minúsculo mesmo), vou usá-los como base pra um seminário de história a ser apresentado a um prof marxista (pleonástico, também, eu) e só não vejo como ele tirar ponto caso eu esteja bastante munido com um escudo denso composto de historiadores renomados…

    • Paulo Ricardo

      Caro André,

      Eu tenho as mesmas dúvidas que você. O que mais temo é que a Nova ARENA venha a atrair malucos inconsequentes como neo-nazistas, conservadores radicais e dementes de outro tipo que se consideram órfãos da direita. Eu estou no aguardo ainda, as esplicações sobre a seleção de membros não me convenceu. Acho mais prudente aguardar os acontecimentos. A princípio parece ser uma voz do tipo neo-con, por isso o descolamento da Igreja. Os neo-cons estão para o conservadorismo, mais ou menos, como a canção nova está para a Santa Igreja.

      • Eu também li sobre a reformulação da ARENA e também não fiquei muito animado ao ver a fundadora não, porém tem agora uma outra agremiação que pode nos ajudar a salvar a Banânia, é o CONS (Conservadores do Brasil) eles tem um design legal e assumem claramente a direita filosófica liberal. Eles não assumem a DSI mas sim o Cristianismo, apesar de obviamente ter orientação católica o movimento, rezemos.

      • André

        Vixe, fiquei com medo agora kkkkkkkkk Foi comparar logo com a “catolicíssima” Canção Nova… Aguardarei mais um pouco mesmo!! Mas tenho pena que no RN ninguém tenha montado comitê ainda =/
        Conheço esse outro embrião de partido, Cadu, mas foquei na Arena porque é a única que tem chance de se consolidar oficialmente em médio prazo (leia-se pleito de 2014)…

        • Receio irmão que nem a ARENA consegueria esse feito, demoraria mais tempo pra que ela se consolidasse como partido e sem falar que a esquerda ia tentar barrar os caras no STE.

          • Paulo Ricardo

            Iriam não, meu amigo, já estão tentando, o embrião mal replicou e já tem esquerdão babando na gravata doido pra enquadrar todo mundo que se ligue a ARENA como nazista, ou pior, iguais a eles. Muito embora eles não tenham a menor ideia do que sejam. Não sei se isso que escrevi é tautologia ou loucura mesmo.

          • E o pior Paulão é que se os nazistas se aproximam de alguma ideologia, é com certeza da ideologia esquerdista.

  • Daniel Pires

    Paulo, essa nova “arena” está cheia de esquerdistas. Nego defendeu aborto na comu fechada deles, fui argumentar e fui atacado. É aquele tipo de “direita” que só é direita pra não querer dividir seu dinheiro com quem é pobre, de resto fecham com os progressistas em tudo.

    • Então só resta mesmo, como diria o Cérebro para o Pink, o seguinte: “vamos voltar para a gaiola e planejarmos para amanhã o que fazemos todas as noites – Tentar dominar o mundo.”

      • Daniel Pires

        Isso Jesus já fez, só tá observando quem é homeboy Dele antes de botar moral nesse negócio. To esperando Ele voltar pra esculachar geral dos encapetados dando safanões e dizendo “Eu não quero saber de você abrindo a boca pra falar mal do meu serviço salvífico! Quem manda nesse lugar aqui SOU EU!”. Jesus vai lavar nossa alma infinitamente melhor que o Cpt. Nascimento lavou.

      • André

        Daniel, iria responder esse seu primeiro comentário dizendo que esses abortistas talvez fossem um núcleo isolado e que o cerne do partido pudesse ser mais cristão, endireitado… Mas, antes disso, tive uma gratíssima surpresa ao stalkear o Face da nossa amiga cibele e ver o que ela conservadoramente postou: https://fbcdn-sphotos-d-a.akamaihd.net/hphotos-ak-snc7/374677_302455169786206_19848635_n.jpg… Tchau, Arena, até nunca mais… Irei votar em você muitas vezes, admito, pra fugir de petralhas e tucanos, porém nunca mais irei com sua cara!! O Brasil continua sem Direita, acho que é a sina perpétua de um país que condecorou Ernesto Guevarra =/

        • Daniel Pires

          Acho que alguem colou isso no mural dela. Ela é católica, até onde sei, e uma das ultimas coisas que compartilhou foi uma foto cristã: Cibele Bumbel Baginski compartilhou a foto de JESUS CRISTO.
          16 de novembro

          E no album dela nao tem essa foto ateista boçalissima ai.

          • André

            Daniel, na verdade ela compartilhou (do mesmo modo que também compartilhou esse de Jesus recentemente):
            Cibele Bumbel Baginski compartilhou a foto de Ivan Morales.
            10 de dezembro de 2011
            É antigo, mas eu achei rapidamente… Se vc não conseguir, me peça pra tirar um print. (cogito um processo de conversão recente, será??)

  • Helena

    Parabéns aos catequistas,

    O blog de vocês é único. Trabalho excelente.

    A Igreja precisa muito de vocês. até agora, de tudo o que li, senti muito forte a iluminação do Espírito Santo de Deus. A ponderação, o arrojo, a espirituosidade,o nível de conhecimento, a coragem em dizer a verdade, os critérios de julgamento, tudo em ótima medida. Por fim, o Amor a Jesus como fonte de inspiração.

    Tudo isso senti nesse site. Obrigada e Parabéns.
    Quem sabe vocês dois não poderiam organizar um bom núcleo político que defendesse realmente os interesses cristãos na política brasileira?

    • Obrigado pelos elogios, Helena.

      Quanto a questões políticas, é uma seara na qual, particularmente, não sei se me arriscaria. Só posso falar por mim, teria muitos problemas e acho que também causaria muitos. Precisaria de muita orientação do Espírito Santo para seguir esse caminho.

  • Gizelle Aparecida Galvão

    Eu não entendo a tamanha implicância com a Canção Nova…não dá para entender!! A Canção Nova com padres Santos e um teológo Santo como o Prof. Felipe Aquino, que tira tantas dúvidas de nós Católicos e falam como vc,Paulo, sobre a verdadeira história da Igreja. Um Pe. como o Paulo Ricardo, Pe. Roger Luis, Pe. Fabrício andrade e tantos outros maravilhosos que lutam pela fidelidade da Igreja Católica que tanto Amamos. O que a Evangelização da Canção Nova te incomoda? Vários evangélicos são sócio dela pela seriedade e fidelidade com o Santo Padre e as leis de Deus, sabia? Gostaria muito que vc pudesse me dar uma resposta para eu entender. Agradeço desde já. Amo esse site e somente isso que me incomoda. Abr

    • Oi Gizelle, muito obrigada pelas suas palavras carinhosas.
      Não posso falar pelo Paulo Ricardo, mas me parece que ele tem algumas reservas quanto à Canção Nova.
      Pessoalmente, reconheço o valor positivo que a Canção Nova para a evangelização, bem como toda a RCC. Entretanto, como qualquer movimento da Igreja (inclusive o que eu participo), a Canção Nova é composta de homens, que acabam escorregando no quiabo de vez em quando. Então, não podemos deixar de apontar os abusos litúrgicos, por exemplo, e a associação das lideranças da CN com políticos marxistas, inclusive, favoráveis ao aborto.

    • A coisa mais abominável que eu vejo na canção nova são aqueles programas em que está tudo muito bom, está tudo muito bem e então entra um fulano ou fulana e começa a cantar igual a Aline Barros. Fico com muita vergonha disso. Conheço a tradição musical gospel, de onde ela veio e aquilo que estão fazendo É gospel, spiritual, conforme a tradição do canto americano. A Igreja não precisa disso, há coisas melhor por aí, não precisamos ficar ROUBANDO a tradição musical dos presbiterianos. Isso, pra mim, é rebaixar-se ao nível deles. Prefiro o cantochão, a tradição musical a essa porcaria. Sem contar que é muito chato e repetitivo. Um cantor gospel é exatamente igual a outro cantor gospel. E não me venha dizer que aquilo é a nova evangelização. Evangelização é evangelização e passar a mão na tradição musical dos protestantes é cair na mesma roubalheira que eles aplicaram a Igreja a 500 anos.
      Com relação aos demais, acompanho muito a programação da Canção Nova, só mudo de canal quando começa a cantoria das Alines na telinha.

      • Paulão, o carisma da música católica de hoje não precisa ter opositores, respeito a opinião sua com certeza, cada um pode ter a sua, mas acho que não há motivos pra querer parar com as músicas modernas que grandes bandas católicas fazem, muitas dessas bandas, como a da Shalom, Amor e Adoração, etc, estão também aproximando o tradicional com o moderno, e é sim bonito.

      • Daniel Pires

        “Um cantor gospel é exatamente igual a outro cantor gospel.”

        Tu o disseste. Aquele apelo melodramático que trata Deus como uma paixonite ou Jesus como um macho alfa, ou aquelas porcarias de auto ajuda nas músicas dos protestantes me dão nojo. Eu prefiro ouvir É o Tchan que ouvir esses lixos musicais – NÃO precisamos disso. Um Requiem de Mozart vale infinitamente mais que todas essas músicas juntas.

  • Gizelle Aparecida Galvão

    Eu concordo com o Cadu. Eu acho tão bonito termos músicas modernas e que fazem com que jovens se sintam em casa. Nesse sentido eu acho que podemos nos modernizar, mas não nos ritos de Missa, pois gosto mais do tradicinal como vc, Paulo!! Eu não gosto da Aline Barros, mas Amo a Eliana Ribeiro, Amor e Adoração, Aline Brasil, Anjos de Resgate e etc. Amo também as músicas tradicionais da Santa Igreja. Gostar de um estilo não impede de gostar do outro!! Quanto aos políticos que são a favor do aborto, eu estive no PHN e o Gabriel Chalita estava. A Canção Nova tirou o programa dele justamente pela incoerência do mesmo e não vejo apoio a ele não…só que se ele resolve ir até lá não poder ser barrado, concorda? Eu não quero por exemplo ele e ninguém ligado ao PT na minha casa, mas se vierem serão bem recebidos. Eu nunca vou convidar político marxista, abortista, a favor de união homossexual para vir até minha casa, se vierem, eu recebo bem. Deus manda agirmos assim.
    Graças a Deus Paulo eu desde pequena qdo não entendia nada de politíca eu já não gostava do PT. Deus já me mostrava o lixo que é esse partido!! Detesto o PT. Não gosto do Lula, Dilma e Marta Suplicy. Aliás, sendo do PT eu já crio uma certa antipatia…rsrsrsrs. Tira essa birra do seu coração, Paulo!!! Rsrsrsrsrs

    • Não é birra. Infelizmente eu sei do que estou falando, Lutero, do buraco infernal onde quer que esteja, está morrendo de rir. Você move-se apenas pela emoção, eu me movo pela ciência. A ciência de saber o que é o spiritual, de, infelizmente, saber o que os Dungas da vida estão fazendo. Para você pouco importa? Ok!!! Só não me peça para sair por aí cantando como um presbiteriano maluco. Mas seus comentários me motivaram a continuar meu trabalho. Aguardem os próximos catemusics onde vou falar sobre o que é o gospel e o spirtual, suas origens e fazer um comparativo com a verdadeira música litúrgica. Obrigado a vocês por me motivarem a continuar nosso trabalho

    • Daniel Pires

      “Eu acho tão bonito termos músicas modernas e que fazem com que jovens se sintam em casa.”

      Os jovens quais???? Eu sou jovem e ODEIO essas músicas sentimentalóides. Eu vou na Igreja pra me conectar com Deus, não pra brincar de Xou da Xuxa de Chessus. Na minha fase agnóstica esse tipo de coisa só me afastava da Igreja, pois via esse pessoal como fracos sentimentalistas irracionais. Minha visão não mudou muito, só consigo dissociar esse pessoal da Igreja de Cristo agora.

      O jovem tem que se adaptar à Igreja, não a Igreja ao jovem.

      • Eu também sou jovem Daniel mas gosto da músicas e graças a Deus minha fidelidade a Igreja só aumenta. Música Litúrgica eu concordo, deve ser mais tradicional; não precisa ser só gregoriano, mas precisa sim levar ou a oração ou a contemplação e sim muitas músicas da CN não levam a nem um nem outro; porém fora da Liturgia não vejo problema algum: numa pregação, catequese, oração enfim fora da Liturgia, na minha humilde opinião não vejo problema.

        Agora o que não é legal é tentar abolir um carisma, nos diz o Catecismo nos números 799, 800 e 801 o seguinte:

        ” 799. Extraordinários ou simples e humildes, os carismas são graças do Espírito Santo que, directa ou indirectamente, têm uma utilidade eclesial, ordenados como são para a edificação da Igreja, o bem dos homens e as necessidades do mundo.

        800. Os carismas devem ser acolhidos com reconhecimento por aquele que os recebe, mas também por todos os membros da Igreja. De fato, eles são uma maravilhosa riqueza de graças para a vitalidade apostólica e para a santidade de todo o Corpo de Cristo; desde que se trate de dons verdadeiramente procedentes do Espírito Santo e exercidos de modo plenamente conforme aos impulsos autênticos do mesmo Espírito, quer dizer, segundo a caridade, verdadeira medida dos carismas

        801. Nesse sentido será sempre necessário o discernimento dos carismas. Nenhum carisma dispensa a referência e a submissão aos pastores da Igreja. «A eles compete, de modo especial, não extinguir o Espírito, mas tudo examinar para reter o que é bom», de modo que todos os carismas, na sua diversidade e complementaridade, cooperem para o «bem comum» (1 Cor 12, 7).”

        Ou seja os carismas são bons e devemos abraçá-los com amor mas eles devem servir a Igreja e o carisma das músicas novas podem ser acolhidas desde que ajudem a toda a Igreja.

  • Gizelle Aparecida Galvão

    Eu não sei o que seria de mim sem a Canção Nova com suas pregações e adorações ao Santíssimo Sacramento que muitas vezes me tiraram do burado. E hoje eu não sei o que seria de mim sem esse blog maravilhoso que me ensina tanto + tanto, que não tenho palavras para agradecer e pagar todo conhecimento adquirido aqui. Ah, também ao professor Felipe Aquino com seus programas e livros. Falando nisso eu vou começar a ler: Inquisição – Uma história que não é contada. Vc leu: Porque Sou Católico? É maravilhoso!!!! Muito obrigada por seus conhecimentos que são tão bem passados por aqui, viu? Agradeço do fundo do meu coração!! Eu achei esse site por Graça de Deus e não largo mais. Ah, já largou o cigarro? Rezo por vc e minha mãe laragarem td dia…rsrsrsr Deus é mais!! Abr

  • Gizelle Aparecida Galvão

    Daniel, eu penso diferente de vc e do Paulo. Eu acho o que o Dunga faz, SENSACIONAL!!! Tenho algumas preferências em termos de tradição. Quem disse que eu vou a Igreja para brincar de Xou da Xuxa? Vou adorá-lo e louvá-lo, pois isso me engrandece e me mostra o lugar pra onde quero ir, ou seja, o céu!! Amo estar na Canção Nova e poder adorá-lo carismaticamente, ok? Mais respeito, rapaz!! Não precisamos concordar com ninguém, mas respeitar, sim!! Eu falei que EU AMO, eu não disse pra ninguém amar como eu. Não acho certo fazer críticas a Canção Nova, pois ela é Católica como nós e muita séria. Guardem seus comentários pra vcs. A Igreja precisa ser avivada mais do que nunca!! A Canção Nova é Avivada e pede a Deus para toda Igreja ser Avivada. Nós precisamos do Avivamento. A Igreja precisa falar com os jovens na “língua dos jovens”, como na Renovação Carismática e Canção Nova. Precisamos atraí-los para a Igreja, ou seja, pra Jesus. Paz e Fogo pra vc Daniel!

    • Daniel Pires

      “Guardem seus comentários pra vcs.”

      Tipo, “calem a boca, isso aqui é censura do xou da xuxa”? Nós vamos nos manifestar da maneira que acharmos melhor, sempre de acordo com as leis da Igreja. Em momento nenhum a gente te proibiu de se manifestar a favor da CN, por que deveríamos ser proibidos de nos manifestar contra os abusos que ali acontecem?

    • E você, minha cara? Guardou seu comentário para você? Acho que não, isso foi uma tremenda contradição. Você perguntou, eu respondi, o Daniel idem. Aquilo ali é a linguagem do jovem moderno? Plástico, boçal, idiota? Se é continuo com a tradição.

  • Gizelle Aparecida Galvão

    Ah, eu também sou jovem Daniel!! Eu acho que as músicas da Canção Nova me levam a rezar a Deus, Cadu?
    Sempre me emociono com as músicas na Canção Nova. O Dunga mesmo fez uma pra comunhão que é MARAVILHOSA!! Ele estava com um problema sério de coluna e qdo acabou de compor a música ele se curou totalmente…foi muito ungido pelo ES!! Abr Cadú.

    • Gizelle, estou dizendo que na Santa Liturgia músicas animadas, com palmas, showzinho das bandas etc, NÃO DEVEM EXISTIR pois a Igreja mesmo assim diz, procure os posts aqui que falam da “dança litúrgica” e tudo o mais porque é longa a discussão.

      Agora, FORA DA LITURGIA, não vejo nenhum problema. As músicas da CN ajudam a rezar? Algumas delas sim. Ajudam a contemplar? Algumas delas sim. TODAS SÃO APROPRIADAS PARA TODAS AS HORAS? NÃÃÃÃÃO, e novamente esta não é a minha opinão mas a da Igreja.

  • Cadu, Giselle, Alexandre, Viviane, Paulo Ricardo (novo amigo de Facebook kkkk, bom a discussão aqui tá bem interessante. Quanto a Canção Nova, é uma obra de Deus, mas com ressalvas, dentre elas é o fato de não ser incriticável. Eu gosto de algumas canções da comunidade, inclusive eu sou um ex-vocacionado, mas lá existem alguns abusos litúrgicos, a exemplo do que aconteceu com a missa “sertaneja”. Foram uma sucessão de erros sem tamanhos. Quanto as canções animadas ou mais agitadas, não vejo problemas em ser tocadas. O Sacrossanctum Concillium, não especifica o ritimo das letras, apenas diz que ela deve estar intimamente ligada a ação litúrgica.

    • Leni, a paz!

      Irmão eu admiro pra caramba a CN. Gosto do seu método, é uma Comunidade genuinamente católica na sua essência e raíz, tem um papel fundamental na Nova Evangelização que nos pede o Santo Padre, enfim, é uma benção para a Igreja.

      Concordo plenamente com você que mesmo ela sendo uma obra divina ela tem abusos que não podem ser tolerados e que precisam ser corrigidos e uma delas é exatamente as músicas animadas NA LITURGIA. A Sacrossantum Concilium não é o Missal Romano nem a Instrução-Geral do mesmo Missal, todavia ela nos pede músicas que levem a contemplação e a oração e temos que admitir que certas músicas que eles produzem são inadequadas para a Santa Missa.

      Eu, por exemplo, adoro músicas que fazem a gente dançar cantar etc, mas não na Santa Missa. O altar não é lugar para se dançar nem para se dar show e graças a Deus que a CN entende isso e está sendo mais rigorosa com a fidelidade ao Missal na Santa Missa, mas precisa ir mais além ainda! Oremos pra que eles se mantenham firmes e não cedam a desobediência, sei que eles são muito fiéis ao Santo Padre e a Sã Doutrina.

      Certa bonum certamen fidei!

  • Quero deixar aqui bem claro o seguinte meus amigos. Não sou contra música animada (lembram-se do post sobre o Fratello Metallo?), nem nada. Sou contra a apropriação do Gospel/spiritual. Essa tradição é dos protestantes, deixem nossos irmãozinhos apóstatas com suas coisas, vamos trabalhar para corrigir os erros, não imitá-los. Imitar apostasia É apostasia. Quanto a questão da música ritualística o que Leniéverso e Cadu falaram faço minhas suas palavras.

  • Gizelle A. Galvão

    Concordo com vocês!! Eu não soube me expressar Paulo…quando falei dos comentários eu quis dizer sobre alguns comentários e não todos!! O Cadu e o Lenieverson estão certos. Eu Amo a Canção Nova sim, mas ela erra e tem de ser corrigida. O que acho errado no seu comentário é o tom de deboche (que eu sinto, se estiver errada me perdoe!!)e nas duras críticas que são feitas por vc. Pra corrigirmos alguém ou mudar algo que está errado precisamos fazer com Amor e Caridade. Olhe na Bíblia qdo Davi foi corrigido e lhe mostrado seus pecados e qto mal ele fez? Foi com Amor. Isso que não concordo em vc…devemos corrigir e mostrar Canção Nova seus abusos, mas com Amor e Caridade. Certo!! Eu mesma estou vendo alguns abusos da Canção Nova por vc me mostrar e realmente existem sim. Vamos com caridade tentar mostrar a eles e rezar pra que Deus mostre aos padres e consagrados que algumas situações estão desagradando a Deus, né? Me desculpe pelas minhas palavras duras no comentário anterior, pois eu não soube me colocar pra vc e o Daniel.

    Ah, tenho visto alguns cantores Católicos se portarem como evangélicos mesmo. Concordo com vc que alguns estão querendo ser como o Gospel/ Aline Barros que fazem teatros, mudam o tom de voz para orar e qdo cantam com a voz de choro e fazer caras e bocas pra Deus…e realmente isso me embrulha o estômago!! rsrsrsrs…
    Eu vi isso em uma cantora Católica que Amo que é a Aline Brasil e outras duas e isso acabou comigo!! lembrei das palavras do Paulo na hora e me senti igual a ele. Fiquei até com um pouco de raiva da situação, viu?

    Estou ficando como vc, viu Paulo? Posso começar a me preocupar? Kkkkkk…

    Abraço amados. Paz e Fogo!!!

    • Paulo Ricardo

      Minha cara,

      Eu vejo muito a Canção Nova. Tem um programa que passa de manhã em que eles falam do evangelho que eu acho ótimo para uma nulidade teológica como eu, mas sempre tem nesse mesmo programa um sujeito convidado “whatever” que parece um fugitivo do festival “Promessas” da Rede Esgoto de Tele-vidão. Por um momento eu esqueço que estamos falando do Evangelho e os pensamentos que me vem a cabeça dirigidos ao Sr. “cantadô” não são nada cristãos. Antes eu não resistia e trocava de canal. Hoje, mais resignado, tiro o som espero ele terminar sua “ária”.

  • Bruno

    Em relação ao Novo-Arena, é óbvio que é só um engodo, por que vcs acham que eles foram parar na mídia?
    Como uma garota com um pircing e cabelo rosa pode ser considerada conservadora no sentido strictu da palavra, foi a mesma coisa que fizeram a globo colocar o prof RIcardo Augusto Felicio para desmentir o aquecimento global, uma falácia que já tinha sido descoberta a anos e só agora deixaram um cara falar a respeito no meanstream da mídia> o programa do Jô.
    Com tanta gente séria estudiosos sérios e pessoas realmente capacitadas foram dar a voz a uma garota que não tem nada de agnóstica, deve ser Wicca, ou seja o que é pior uma Gnóstica.
    Vcs já esqueceram da velha tática do napoleão, se quer acabar com algo basta substituir, e substituiram.
    Substituiram para acabarem com algo que eles estão morrendo de medo, Carta Capital, Le Monde, O Globo, Jornal do Brasil, todos falaram mentiras durante muito tempo mas não conseguiram enganar a todos durante todo o tempo.
    As pessoas estão acordando para a realidade.
    Difícil não é carregar a biblia debaixo do braço é carregar a Cruz em cima do ombro sabendo que vc vai morrer.

    Att

  • julio cesar

    comunismo=fascismo=nazismo=racismo
    vocês pegaram muito pesado ao comparar lutero com che guevara pois che era um sujeito doente à serviço de algo demoníaco(comunismo)enquanto lutero foi apenas um reformador religioso

  • Julio Bacelar

    Essa palavra “APENAS” foi usada com Ironia ????

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>