A Pornografia que Salta aos Nossos Olhos

pornografia_internet_cristaos

Anos 1980. Um cara que desejasse ver uma revista ou filme de sacanagem teria que se deslocar até uma banca de jornais ou locadora e apresentar a sua cara de tarado diante do jornaleiro ou balconista. Também teria que dispor de algum dinheiro. Bem, não era nenhuma missão impossível, mas era necessário se mover, se expor, pagar.

Agora estamos no século 21. E então, como ter acesso a imagens pornográficas? É fácil: o sujeito não precisa levantar o traseiro do sofá, não precisa sair de casa, não precisa (se tiver alguma vergonha na cara) passar qualquer constrangimento diante de vendedores e, em muitos casos, não precisa nem pagar! As imagens obscenas vêm até ele, ainda que não tenha buscado por elas, como baratas que invadem uma cozinha.

Todos já devem ter passado mais de mil vezes pela experiência de, após lançar uma palavra ou expressão pra lá de inocente no Google, se deparar com cenas de nudez e sexo (apesar do Safe Search Moderate). Expostos inadvertidamente à luxúria não solicitada, muitos não resistem a dar uma clicadinha. O demônio hoje só precisa convencer o cara a fazer um único e reles movimento – um clique no mouse – para afastá-lo de Cristo. pornografia_internet_pecado_sao_pedro

Além da Internet, há também a TV a cabo ou satélite. Mesmo que o sujeito não tenha inserido canais “adultos” em seu pacote, alguns canais regulares exibem programas eróticos a partir de certo horário. O cara tá lá zapeando, sem a menor intenção de ver nada pecaminoso, e, em um segundo, é fisgado pela pornografia. O peixe morre pelo olho!

Para piorar o quadro, a mídia e os intelectuais em geral entraram numa onda de glamourizar a pornografia, colocando-a até mesmo na categoria de “arte”. No ano passado, a Folha de São Paulo publicou no caderno “Folha Ilustrada” desenhos de Carlos Zéfiro, expondo milhares de pais e mães de família, crianças e adolescentes a cenas de bacanal, sexo oral, sexo anal e penetração (para saber mais, clique aqui).

A grande tragédia disso tudo é que uma multidão de pessoas que não tinha o hábito de consumir pornografia deixou-se ser arrastada para este vício. E, infelizmente, aqueles que deveriam estar atentos e preparados para combater a praga não tomam qualquer atitude: nas paróquias e grupos católicos, o assunto é raramente abordado – salvo algumas admoestações moralistas esporádicas –, e perde-se assim a oportunidade de ajudar os fiéis a refletir sobre o problema. Nos confessionários, entretanto, esse tipo de pecado está no TOP list. Duvida? Pergunte a um padre.

Mas, fora o risco de ir parar no Inferno, qual é o problema de consumir pornografia, ainda que ocasionalmente? Que consequências imediatas isso traz para a nossa vida? Como um cristão que caiu neste vício pode se libertar? Saiba mais no nosso segundo artigo sobre o tema: Pornografia: quem vê bunda não vê coração

21 comments to A Pornografia que Salta aos Nossos Olhos

  • Tato Diego

    Muito bem lembrado !!!

    Os sites de notícias parece que ainda estão com a mentalidade da geração “Woodstock” do paz e amor.Nao precisa ir muito longe msm se entrarmos no (globo.com,uol,terra,estadao,r7) só tem pornografia e materias que não acrescentam nada ao intelecto das pessoas, mas parece que não é apenas na mídia mas em tudo o porno parece ser “cool”, times de futebol ganham popularidade por colocarem fotos sensuais de modelos com suas camisas, falo isso pq o time da minha cidade o Brasiliense(que é péssimo) fez isso para chamar atenção dos torcedores, e conseguiu deixar seu website fora do ar por conta de videos sensuais.

    Como vcs mesmo falaram em nossas paroquias o medo desse tipo de asssunto é nitido, essa semana fui falar com a coordenadora do grupo jovem para fazer uma discussão sobre o aborto de anencéfalos colocando o ponto de da Santa Igreja e quase fui engolido por querer falar de um assunto tão delicidado, entendo que é difícil mas caramba se agente não falar para esses jovens o mundo vai acabar ensinando de mandeira errada, agora fico imaginando se tivesse falado que o tema seria “pornografia” ela iria me jogar no “marmore do inferno” rsrsrsr…

    Brincadeiras a parte muito boa a iniciativa de falar desse assunto e deixar claro para aqueles que acham que dar um olhadinha la no paparazzo não tem problema ¬¬³.

    Como diria em Oseias 4:6:O meu povo perece por falta de conhecimento.

    A paz contigo!

    • Pois é Tato,
      A covardia que assola muitas comunidades católicas não se resume só ao tema da pornografia, mas a muitos outros assuntos relevantes. Para alguns, parece que a regra é: “Isso gera polêmica? Não vou falar nada, abafa!”.

      Um cristão não pode fugir nem ter medo da verdade. Afinal, o Evangelho nos ensina: “a verdade vos libertará”. (João 8,32)
      A paz!

  • Parabéns pelo ÓTIMO texto. Dessa vez, ficou nota dez e estou curioso para os próximos posts a respeito. Acho o site de vocês fenomenal. Só, às vezes, acho que o linguajar descamba UM POUCO para o vulgar e o grosseiro. Sei que a gente que faz catequese tem que ser bem didático e coloquial, mas na escrita a coisa muda um pouco. Em alguns textos, noto um excesso de gírias e expressões que forçam demais a barra. Espero que não encarem a observação como uma “crítica”, é apenas uma observação, mesmo porque sou fã de vocês e acho esse trabalho que vocês desenvolvem supimpa :P. No caso dessa matéria, por exemplo, achei tudo perfeito! Principalmente, por ser um assunto muito sério e que, se não for analisado com o devido cuidado, pode descambar para a vulgaridade pura e simples. Abração a todos, a paz de Cristo!

  • Chegando atrasado como sempre mas não deixo de maracar presença ne Vivi? Kkk. Bom eu adorei! Sinceramente eu amo fazer parte (mesmo que só um tiquinho de nada) do blog! Esse cutucar ferida é fantastico!

    Eu fico pensando Vivi o quanto de “Ah mas eu não acho errado!” que Deus deve ouvir todos os dias ao receber que falece. Quantos já se perderam a salvaçao por não respeitar os 6° e 9° Mandamentos? Quantos será que acham que viver a castidade é algo impossivel? Quantos será que estao pecando contra sua castidade de maneira grave so enquanto eu digito e o pessoal lê meu comentario aqui?

    Viver a castidade é facil? Nao. Mas é maravilhoso! É se encontrar com Deus em nós mesmos e na nossa sexualidade. Se o eros quer nos levar ao divino é preciso viver o ágape e permitir que o amor de Deus regule as paixoes e crie obediencia e cuidado pela Palavra e pela Igreja. Esperando o post de amanha! Pax et ignis!

  • Isso me faz lembrar o texto do gênesis 3,1-6 e não 3:1-6.A serpente que conseguiu fazer Eva sucumbir a tentação de comer o fruto da árvore da ciência.O que acontece com os fiéis nos dias de hoje é quase igual a narrativa genésica.O diabo presente nas novelas, filmes pornográficos, revistas idem, ir a bordéis e outras coisas.Na maioria das vezes começa assim, eu penso, “é só um pouquinho, ninguém vai ver eu fazendo isso, vou ver rápido” ou “ah!mas eu tô na Igreja, se eu ver coisas só da igreja, vou ficar alienado” ou “se eu não ver, como vou comentar com os outros?” ou “se eu ficar ‘bitolado’, todo mundo vai me chamar de carola ou careta”, dentre outras coisas.Eu concordo que os padres deveriam ensinar doutrina solida, como recomenda o texto de Hb 5,11-14.E o resultado, se percebe a olhos nítidos.

  • Karen

    Na penúltima edição da revista In Guardia, falei somente sobre o vício da pornografia e a indústria pornográfica. Li muitos artigos pra escrever o texto. Se quiser dar uma olhadinha me sentirei honrada. Na próxima edição da revista falarei da pornografia usada no matrimônio. Att. Karen

  • Isayas

    O INSTIGADO PANSESSEXUALISMO ATUAL E SUAS NEFASTAS CONSEQUÊNCIAS

    Fizeram-se exaustivos testes com hamsters famintos: de um lado alimentos e doutro fêmeas em cio; os animais sempre preferiram o alimento que é necessário à vida biológica.
    Quanto ao sexo, quantos há que nem são sacerdotes mas por causa da profissão tornam-se celibatários: pesquisadores, músicos, cientistas, etc., e vejam não se tratar normalmente por amor a Deus como religiosos, mas para desenvolverem-se no que julgam prioritário. Sublimaram-no em favor de algo considerado superior para si.
    O mundo atual explora, exacerba o sexo como se fosse algo necessário, com intuitos diversos e perversos, os comerciais e outros, como: para destruirem a Igreja, a fé cristã, alienando as pessoas por meio da desfamiliarização, transformando-as fáceis de serem dominadas por regimes socialistas – piores os que possuem militância ativa – por permitirem a pornografia generalizada na mídia, abordando-o de forma excitante, apenas com intuitos maléficos, criando pseudo necessidade do mesmo; de fato é um sentimento humano forte, mas controlável.
    Porém, quem se expuser às ocasiões dos pan-sexualismos dos BBBs da vida, concentrações de rock de bandas doidonas, de axés, etc., onde rola de tudo, assim como vídeos pornôs e novelas-sexo e a locais onde facilite tal sobreexcitação criando pseudo dependência, arrisca-se a se tornar refém desse vício infernal.
    O remédio eficaz é mesmo a participação constante e na vida eclesial, sacramental e firme devoção à Virgem Maria.
    Aliás, quem frequenta e ainda participa de desvios da fé cristã nesses empreendimentos como pagante de alguma forma, terá ainda que responder oportunamente por ter colaborado ainda mais na implantação do reino da injustiça.

    Aos arraigados nesse vício degradante e incidentes no VI Mandamento, além de a saúde e estabilidade de vida se arruinarem, a parceria com satanás para a eternidade desde já pode se formalizar.

  • Renan

    O Padre Paulo Ricardo está tocando no assunto sexualidade com mais frequência, principalmente por causa da publicação de uma irmã americana, carregada de hedonismo e relativismo.
    Sobre esse livro, seria interessante uma postagem! Até por que a Igreja já advertiu a freira.

    Um vídeo que Pe. Paulo fala bem sobre o assunto:
    http://padrepauloricardo.org/episodios/um-padre-disse-que-posso-me-masturbar-e-agora

  • Karina

    Hoje, infelizmente, você não precisa entrar em nenhum site específico para ter acesso à pornografia.

    Qualquer site “sério”, tal como globo, terra, folha, fazem certas revistas parecerem livro de criança, tamanha a exposição da nudez e do sexo.

    A parte de esportes, então… nem se fala.

    O site da Filial da Record aqui no Espírito Santo, dia desses, apresentava a seguinte disposição: Fotos de “entretenimento adulto”, seção de esportes, banner de uma casa de prostituição famosa aqui do estado, algumas notícias sobre sub-celebridades, e, enfim, láaaaaa no final, a propaganda da NOVELA BÍBLICA sobre o rei Davi…

    enfim, é a banalização do sexo contribuindo para que cada vez mais a gente possa se convencer de que somos objetos à disposição dos consumidores :'(

  • Guilherme

    Triste é que vejo muitos padres dizendo na confissão: é normal da idade.

    Como já disseram diversas vezes para mim.

    • Mas Deus seja louvado, pq você poderia usar isso para mentir para si mesmo e se conformar com seu pecado, e não o faz.
      De fato, já li um texto de Santa Teresa D´Ávila dizendo que era muito prejudicada por padres que diziam que seus pecados veniais não eram pecados, e os graves eram leves…
      Por outro lado, os excessivamente moralistas também são maus confessores. Bem confessor é aquele que se atém ao Evangelho e à Tradição.

  • Ana

    Ótimo texto! Eu sou fã desse site, acompanho diariamente!! Vocês são demais!!

    Mas tu esqueceu de falar das novelas! Que esfregam na cara dos “imbecis que ainda assistem” peito, bunda e tudo mais que for necessário,em plena 21:30 hs!! E as crianças do meu Brasil assistindo isso! #nojo!

  • Aquele link pra “para saber mais clique aqui” sobre a reportagem do Zefiro é pegadinha? Fiquei na dúvida e não cliquei pra não me passar por safadeenho. 🙂

  • kleverlande

    Sem falar na pornografia visual que invade as ruas com mulher quase pelada (não que eu não goste da fruta)para todos os lados…..Está quase impossível fugir do pecado. Virgem Maria, credo em cruz….Jesus tem misericórdia de nós!!!

  • Germano

    Olá catequista, sou pastor de um grupo de oração e pré-discipulo I da minha comunidade, estava eu procurando respostas sobre esse assunto para acompanhar meus amigos e ovelhas, e principalmente a mim mesmo, e esse foi o único site que tirou minhas dúvidas, aliás essa sessão toda é uma formação para jovens! Agradeço pois muitas vezes comunguei sem saber que não poderia, não sabia poucas coisas, mas, coisas essas essenciais. Parabéns, vou continuar acompanhando! Talvez até possamos trocar experiencias 😉

  • Diogo Lima

    Queridos do “O Catequista” queria primeiro agradecer porque vocês já me tiraram muitas dúvidas em relação a nossa fé e maneira de ver certas coisas, agradecer também pelos Crismandos que adoram os seus textos apresentados por mim. Gostaria (se não fosse pedir muito) que vocês comentassem sobre lugares que jovens podem ir, e o que fazer… Porque os Crismandos perguntam muito disso… Sempre uso aquela frase “Tudo posso mas nem tudo me convém” mas gostaria de uma explicação a mais que tenho a certeza que vocês farão. Desde já obrigado!

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>