Os Caçadores de Treta #3 – Tretas sobre o Véu!

Oi Povo Católicoooooo!

Qual é afinal o significado do véu? Pra que ele serve? Por que ele deixou de ser usado? O que significam suas cores?

VeuLiturgico

Hoje em Os Caçadores de Treta você vai conhecer uma das maiores tretas da história recente da Igreja e se surpreender com o real motivo pelo qual a tradição do véu se perdeu.

Dá play aí embaixo e divirta-se muito!

Gostou? Então não deixe de se inscrever em nosso canal do Youtube! Basta um único clique e você irá ajudar os vídeos de O Catequista a alcançar muito mais pessoas!

Ah… e se quiser nos mandar suas tretas, fique a vontade!!! Envie para treta@ocatequista.com.br!

18 comments to Os Caçadores de Treta #3 – Tretas sobre o Véu!

  • Daniella Maria

    Eu vi uma senhora usando o véu por aqui e me apaixonei pela idéia de usa-lo durante as missas também. Perguntei se era necessário ser consagrada ou pedir permissão ao padre e e ela me explicou sobre o uso piedoso do véu. Não encontrei lugar aqui em Niterói para comprá-lo (onde a Vivi comprou este lindo véu do vídeo?), mas encontrei o que minha mãe usou em sua primeira comunhão, que embora esteja um pouco amarelinho quando dobrado, conservou um leve cheiro de rosas.
    Obrigada aos catequistas por esse vídeo.

  • Victor Picanço

    Excelente vídeo! Que cada vez mais as católicas se conscientizem da conveniência do uso do véu não apenas na missa, mas ao entrar em qualquer Igreja.

  • Jessica Santana

    Oi Catequistas! Eu tenho uma pergunta que sempre me inquieta sobre o véu. Pra usá-lo, a mulher deve estar de saia ou vestido? Já vi gente na minha paróquia ser apontada por usar véu e calça. Queria saber o que vocês acham disso.

    • Jessica, não há problema algum em usar o véu com calça. Quem diz o contrário são pessoas que julgam a calça como uma peça necessariamente imodesta para as mulheres, em toda e qualquer situação. São pessoas que tomam uma notificação do Cardeal Siri de 1960 contra o uso da calça feminina como uma lei dos dez mandamentos, que ainda está em plena atualidade e vigor. Aff…

      O Papa Francisco, durante uma homilia em uma missa recente na capela de Santa Marta (9 de junho) chamou a atenção contra a rigidez excessiva daqueles cristão que dizem: “é isso ou nada”. Segundo ele, Jesus, por meio do catolicismo, “sempre sabe caminhar conosco, nos dá um ideal, nos acompanha em direção ao ideal, nos liberta da rigidez da lei e nos diz: ‘Mas, faça até o ponto que você consegue fazer’”. Isso é catolicismo. O farisaísmo, bem diferente disso, é pegar a lei de Deus e inchá-la com preceitos humanos, tornando tudo mais complicado, mais difícil de ser cumprido, e desanimando os pequenos.

      Então, digamos que uma menina vai à missa com uma amiga, e acha bonito a amiga estar de véu. A amiga diz: “Tenho mais um véu aqui, você quer usar?”. Um fariseu, vendo a cena, nota que a menina que está pegando o véu emprestado está usando calças, e diz: “Ei, mas o véu deve ser usado com saia ou vestido!”. Entende? Esse infeliz, em vez de se alegrar porque uma filha de Deus está encantada e se interessando em aderir a um piedoso costume, coloca dificuldades, deixa tudo mais difícil! Que gente infeliz, Senhor!

      Em suma: o véu deve acompanhar uma roupa recatada. Ponto. Se a calça for recatada, maravilha.

      • Sidnei

        Vive, eu até entendo o que o Papa quis dizer com o “é isso ou nada”, mas muitas pessoas viram nestas falas do Papa contrariando ao próprio Cristo que disse: “Dizei somente: Sim, se é sim; não, se é não. Tudo o que passa além disto vem do Maligno.” (Mat. 5,37), ou em outra passagem que Jesus diz: “Aquele que é fiel nas coisas pequenas será também fiel nas coisas grandes. E quem é injusto nas coisas pequenas, sê-lo-á também nas grandes.” (São Lucas 16, 10).

        A minha dúvida é: como responder a estas pessoas que o Papa está contrariando estas passagens do Evangelho com a frase: “é isso ou é nada”, pois é sabido que realmente, tem coisas que são fúteis em discutir, como este exemplo que você trouxe, que se usar uma mulher quer usar o véu, ela tem que usar com vestido ou com saia comprida.

        Sua última frase, já resolveu toda a questão, as com relação a questões mais complexa, como o homossexualismo, a segunda união, as uniões estáveis, a contracepção, e por aí afora, será que teremos que relaxar nestas questões também?, será que não podermos dizer que se o Papa disse: “é tudo ou nada”, então em certos casos podemos aceitar numa boa as uniões homossexuais, a segunda união os casais que vivem juntos sem receber o sacramento do Matrimônio, o uso dos anticoncepcionais.

        Nós entendemos as falas do Papa, mas que vai ter gente distorcendo elas para o bem ou para o mau, isto vai haver, e é por isto que as vezes me preocupo com as falas do Papa, pois elas as vezes não são suficientemente claras e podem dar margem a ns interpretações, sobre tudo, parecendo em querer relaxar a fé e a moral católica. Espero estar engano quanto a isto. Obrigado.

      • Jessica Santana

        Obrigada pelos esclarecimentos, flor. Foi muito útil. Vou ficar atenta as tretas que acontecem por aqui.

  • cristina

    Se quiserem adquirir tem véus lindos. Comprei para mim e minhas filhas lá.

    http://www.iesusdominus.com.br/p/venda-de-veus.html

  • Izabella

    Resposta ao Padre Pedro Cunha. O uso do véu.
    https://www.youtube.com/watch?v=mIIA8O9Ns1Q

  • Natalia

    Se a mulher for casada somente no civil, ela pode usar o véu preto?

    • Não há uma norma rígida sobre isso. Quanto à cor, é apenas uma convenção informal. Eu, mesmo sendo casada, de vez em quando vou com véu branco à missa, quando não encontro o meu véu preto (às vezes ele some, rsrs). Então, acho que pode sim, não há problema.

      • Natalia

        Entendi! Obrigada Vivi!
        Perguntei pois vi em algumas páginas católicas no facebook que o uso do véu exige regras e tudo o mais, aí fiquei meio confusa..

  • Luana

    E quando o padre reclama e não aceita?

  • Clara França

    A postagem é antiga, não sei se vocês me respondem. Mas no vídeo , vocês são categóricos: Mulher católica usa véu em missa, sim” Essa é a mensagem final? Não há opção? Eu ainda acho a definição de Paulo de mulheres usarem o véu “por causa dos anjos” tão vaga! mesmo com as explicações da Catequista, ainda me soou vaga. Os cabelos da mulher chamam TANTA ATENÇÃO assim, a ponto de desconcentrar meio mundo?

    OK, O véu é uma tradição de 1900 anos, mas o ato de circuncidar judeus também não é? Deus ordenou que os hebreus para se diferenciarem dos outros povos, que circuncidassem os meninos mais velhos e isso se perpetuou até o primeiro concílio da Igreja, que houve uma ampla discussão para determinar se ainda era obrigatório a circuncisão para os católicos ou não. Decidiu-se que NÃO. Uma tradição foi quebrada!

    No CV II realmente NÃO HÁ nada falando sobre o uso do véu, nem a sua obrigatoriedade, nem sua abolição. Isso abre as portas para a OPÇÃO.A santidade é um caminho diverso para cada um de nós pela simples razão de cada ser humano ser diferente! Eu quero ter a opção de NÃO USAR VÉU! Tive meus cabelos coloridos de rosa, uma cor fantasia e mesmo assim as pessoas não me olhavam espantadas. Como uma garota de cabelos normais vai chamar mais atenção? Chega de sexualização do corpo da mulher! Eu vim pra missa para ORAR e conversar com Deus não pra sair sensualizando com meu cabelo. Eu quero que as mulheres tenham a OPÇÃO de usar véu e não usar.

    • Clara, como explicamos no vídeo, por causa das confusões midiáticas e da falta de pulso firme do clero, por volta de meados dos anos 70, o uso do véu passou a ser facultativo. Então, há a opção de não usar.

      Quanto a São Paulo, ele não só fala da questão dos anjos, como da importância de as mulheres testemunharem, no culto divino, que reconhecem com humildade o seu papel na Igreja e na família. E, ainda que as palavras de São Paulo possam parecer vagas – a despeito de todas as explicações que demos – creio que a humildade cristã é justamente crer e seguir o testemunho dos santos, ainda que não o tenhamos compreendido 100%. Isso é fé.

      Sobre a circuncisão, a sua comparação é descabida, porque esse costume era um evidente prenúncio do batismo. A circuncisão, na Antiga Aliança, fazia as vezes do batismo, que veio com Cristo. Então, no primeiro Concílio de Jerusalém, conforme descrito no livro de Atos, a circuncisão foi formalmente declarada como dispensável. O mesmo não ocorreu com o véu, que não só não foi dispensado na Nova Aliança, como foi veementemente declarado como obrigatório por um dos principais líderes da Igreja, São Paulo.

      Não precisa usar caps lock, Clara. Você pode continua a não usar véu. Só não entendo porque tanto clamor contra um simples pano sobe a cabeça, a ser usado durante uma horinha, em um único dia da semana. O sacrifício é tao grande assim? Oxi…

    • Clara, recomendo que você leia o livro “A Mulher Eterna”, de Gertrud Von Le Fort, que mostra como o catolicismo entende a feminilidade. É uma romancista que ganhou o prêmio Nobel de literatura (não por esse livro, mas por outro).

      • Clara França

        Viviane, você é tão atenciosa! Eu realmente acho belíssimo uma garota de véu. Mas sinto que eu não preciso dessa manifestação externa de fé. Aqui na minha cidade, Natal, eu realmente nunca vi nenhuma garota ou mulher usando véu e se eu decidir usar, vou chamar bem mais atenção e desviar as pessoas da missa. E é aquilo, tenho fé, mas tenho cérebro! E por isso escolhi não usar véu. Bjos!

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>