Catolicast 13 – Até aqui nos ajudou o Senhor!

INTERROMPENDO O SEU BANHO DE SÁBADO!!!!!!!!!!!! Pera… hoje é quarta! Ah… então tá tranquilo.

Reunimos aqui Waldir Quaresma, Tháina Goulart e Vitor Quintes para celebrar 1 ano desse apostolado!

Catolicast13

Nesse Catolicast: Conheça um pouco da história do catolicast, conheça nossas vidas, conheça os números (reveladores) do Catolicast, aprenda a fazer diferença em um apostolado, saiba que SIM, vc pode fazer um apostolado com o que você gosta! E vida longa e próspera ao Podcast!!! #diadoPodcast

 

CLIQUE NO PLAYER PARA OUVIR!

[display_podcast]

 

LINKS IMPORTANTES:

6 comments to Catolicast 13 – Até aqui nos ajudou o Senhor!

  • Carlos

    Desculpe lá minha franqueza meus irmãos. Vocês prestam um serviço inestimável à igreja e ao mundo, mas cuidado com o estilo. Um estilo jovial e atraente certamente é bacana para lidar sobretudo com a moçada mais nova. Mas se adaptar aos jovens não é ficar falando feito um retardado mental.Me perdoem se a expressão é forte demais, mas com toda sinceridade , ouçam novamente vocês mesmos , especialmente o inicio do programa, e digam francamente se não passa a impressão de uma coisa meio babaca, meio debiloide: refiro-me ao tom de voz esquisito, arrastado, parecendo que fumaram algum troço meio tóxico.Simpatia e beleza são fundamentais para comunicar a Palavra de Deus.O tom de voz tem que transmitir saúde, bem estar, bonomia. Ficou esquisitão, falo da forma , pois o conteúdo é nota 1000! Bom, vai ver que é uma percepção muito subjetiva e particular minha. Se a maioria dos ouvintes gostarem dessa forma, retiro o que eu disse e já não está mais aqui quem falou. Mas confesso que o primeiro impacto que tive ao ouvir o inicio foi: !Eca que meleca é essa?”

    • Carlos

      Mas também foi só hoje. Nos outros programas, a simpatia foi total. Hoje é que ficou meio boboca o começo do programa. Mas isso não tem nada demais, digo, não é coisa desanimadora. Fui radialista (e meu programa era gravado) e às vezes eu me ouvia e pensava: “Eca! Isso ficou muito ruim!”

      E depois eu ia corrigindo essas coisinhas e melhorando a performance. Me perdoem se fui ofensivo. É que acho que as coisas de Deus tem que ser muito bem feitinhas, no conteúdo e na forma.

  • Oi Carlos, mt obrigado pelo feedback, ele é mt importante para nós. Fizemos um catolicast mais “descontraído” pelo fato de estarmos comemorando 1 ano de existência, o q é uma vitória, primeiramente pra Deus e depois pra nós. Temos outros episódios em que falamos de forma mais séria e bem direta ao assunto, onde o assunto a tratar é mais sério, um exemplo: não podemos brincar falando de Nossa Senhora de Fátima, ali o assunto a todo tempo foi tratado com mt seriedade. Mas enfim o primeiro catolicast (q não está no ar por problemas técnicos) tá horrível, e com edição e som mt ruim, esse catolicast comparado com o outro é música clássica… rsrs.
    Enfim, mt obrigado pelo seu feedback, mês q vem tem mais um catolicast, dessa vez com um tema mais sério. Conto com suas orações!

    • Carlos

      Sua resposta foi muito humilde e madura. Eu vim cá olhar se tinha resposta ao meu comentário , certo de que ia levar uma voadeira no pé do ouvido, pois sei que fui meio malcriado.

      Mas olha só: alegria, descontração, jovialidade, humor, tem que ter mesmo! A fé em Cristo nos dá exatamente isso : o dom da alegria que contagia! Absolutamente nada contra isso! Deus me livre de uma evangelização sisuda!

      Eu tava falando é justamente da forma dessa descontração, não da descontração em si que é necessária mesmo!

      Mas também eu nem sei se isso é sugestão que se dê, pois tem um troço da espontaneidade de cada pessoa. Se é o jeito espontâneo e natural do locutor, o fato de soar simpático ou antipático à mim, acaba sendo muito pouco relevante e secundário.

      O máximo que posso dizer – buscando ser positivo, propositivo e prático (e assim redimindo meu primeiro comentário atrevido e negativo) – é o seguinte: todo grande gênio (ou mesmo um pequeno realizador bem sucedido) em qualquer campo de atividade (arte, ciência, técnica etc.) sempre começou imitando alguém, e isso em nada impediu sua originalidade e personalidade própria. Muito pelo contrário, ajudou. Pois é assim que se forma uma originalidade: você conhece um, pega dele algo que lhe cativa, conhece outro e imita um pouco dele também, até que desse mosaico vai surgindo seu próprio estilo.

      Daí eu faço duas sugestões bem práticas :

      1) Pesquisar sobre comunicadores bem sucedidos (de rádio e web rádio) que atraem a simpatia dos ouvintes com seu humor descontraído e inteligente e se inspirar um pouco neles a partir do traço que mais cativar vocês. Isso não é falta de autenticidade . Pelo contrário , se você consegue identificar traços que o cativam naquele comunicador, é porque tais traços correspondem ao que mora no seu coração, houve alguma identificação.
      2) E tá rolando um curso na web. Não sei ainda quanto custa, mas assim que me sobrar um troco eu vou fazer esse curso. Minha experiencia em rádio e teatro, me faz desconfiar de que é um curso muito bom para ajudar na comunicação. As poucas dicas que o cara tá postando de graça na rede (youtube) já estão me ajudando e muito. O curso é para qualquer pessoa que se comunique com o público, não é coisa só para cristãos. Mas como o professor é um católico fervoroso , eu acredito que isso traz um plus para o curso dele. Eis o link do curso: http://encontresuapropriavoz.com.br/

      https://www.youtube.com/watch?v=GUKWAFnMQC4

      • Carlos

        E assim, são aspectos de algum modo técnicos, que de modo algum substituem a autenticidade e verdade de uma comunicação pessoal. Ao contrário, recursos técnicos devem estar a serviço de uma comunicação autentica, se não sai forçado e artificial.

        E é justamente essa ênfase na personalidade que me chamou a atenção no curso que menciono acima, pois nunca vi nenhum curso de comunicação e mesmo de oratória, enfatizando isso.

        Talvez não seja bom o site fazer – sem querer- propaganda de um curso que é pago.

        Mas eu acho que se tratando de um site visitado por muitos catequistas, evangelistas e pastoralistas, vale à pena divulgar essa ferramenta que ajuda a melhorar a comunicação da Palavra de Deus.

        Para entender melhor a proposta , tem um dialogo entre o autor/professor do curso e o Olavo de Carvalho que é muito bom, aqui: https://www.youtube.com/watch?v=3nKBR7p4yag

  • Priscila Silveira

    Gostaria de comentar sobre a estatística da quantidade de ouvintes, cidades e tal….
    Sim, Vitor assistiu as aulas de estatística!=P
    Parabéns, gente!Deus abençoe!
    =)

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>