Autor do livro que diz que Jesus casou com Madalena é o maior 171

evangelho_madalena

Aposto que você tem algum amigo ou parente Maria-vai-com-a-mídia que te alfinetou nas redes sociais com essa notícia:

madalena_manuscrito

As Marias-vai-com-a-mídia são assim: acreditam automaticamente em tudo o que leem em sites de notícias, especialmente quando se trata de conteúdos que atacam o cristianismo. Agora essas criaturas estão batendo pino! Uma hora juram que Jesus nunca existiu, porque um escritor americano disse isso (veja no site Terra); de um dia pro outro, mudam de ideia e dizem que Jesus se casou com Maria Madalena, porque ouviram falar sobre um tal manuscrito apócrifo.

Josés e Marias-vai-com-a-mídia, decidam-se! Ou bem vocês dizem que Jesus não existiu, ou bem dizem que Ele existiu e se casou. Por que ficar pendulando entre duas teses contraditórias não dá!

Em primeiro lugar, essa polêmica é pra lá de requentada. O manuscrito em questão – o chamado “Ecclesiastical History of Zacharias Rheto” – é conhecido há mais de 200 anos, tendo sido analisado por vários estudiosos, que o descartaram como insignificante. A “novidade” é que dois estudiosos lançarão neste mês um livro – “Lost Gospel” (O Evangelho Perdido) – com uma nova interpretação sobre o manuscrito, dizendo (na verdade, inventando) que o texto traz revelações bombásticas sobre a vida privada de Jesus.

Em segundo lugar: poucas pessoas estão se dando conta de que se trata de um “evangelho pirata” produzido 500 anos – 500 anos!!! – após a morte de Jesus! Isso me lembra tipo… Uma revista de fofocas do século IV!

Em terceiro lugar, notem o desespero da dupla de autores livro: o tal manuscrito fala que um cara chamado JOSÉ casou com uma mulher chamada ASENETH, e eles tiveram filhos. Tá, e onde entra Jesus e Madalena? EM LUGAR NENHUM! Os autores simplesmente inventaram uma teoria de que os nomes “José” e “Aseneth” seriam como códigos para se referir de modo velado a Jesus e Madalena. What!? 

Véi… olha bem pra nossa cara e vê se na nossa testa tá escrito “OTÁRIO”.

olha_cara

Quarta informação: um dos autores do livro, Jacobovici, é o maior 171! Ele pagou um mico colossal e foi desmoralizado em 2002, quando produziu um documentário para o Discovery Channel sobre o que seria uma descoberta bombástica: o “Ossuário de Tiago”, que provaria que Jesus teve irmãos. O cara tava se achando, até que autoridades israelenses provaram que o ossuário era uma fraude. Fué, fué, fué, fué, fuéeeee…

Mas a criatura não desistiu. Jacobovici fez outro documentário, desta vez sobre a tumba de Talpiot. Outra vez ele tentou provar que Jesus não ressuscitou, e teve filhos, esposa, irmãos… E outra vez o vexame foi tremendo! Dezessete arqueólogos renomados desceram a lenha no documentário, entre eles, Joe Zias, que classificou o filme como “cientificamente desonesto”; já Willian Dever disse que era um “golpe de publicidade”. (Fonte: Washington Post)

Em seguida, Jacobovici produziu um documentário para o History Channel, em que garantia ter encontrado os pregos que transpassaram Jesus na Cruz. E levou mais um toco da comunidade arqueológica! A Autoridade de Antiguidades de Israel disse que a coisa mais comum é encontrar pregos naquela região, e que as afirmações de Jacobovici não possuem embasamento em pesquisa (Fonte: Time)

Agora, deixamos a palavra com quem entende do assunto. Apresentamos um resumo do artigo Mais um “Evangelho Perdido” é encontrado, do historiador Júlio Cesar Chaves. No blog Apocryphya Gnostica, ele faz um interessante trabalho que desmistifica notícias falsas sobre complôs eclesiásticos e “evangelhos secretos”. Fala aí, Júlio!

*****

Mais um “Evangelho Perdido” é encontrado

Por: Julio Cesar Chaves

natal_simone

Com a chegada do Natal, a possibilidade de surgir uma notícia bombástica e estapafúrdia sobre Jesus, de preferência envolvendo Maria Madalena, sempre aumenta. Natal e Páscoa são as datas prediletas para isso. Pois então, eis que me deparo com a seguinte notícia:

“Manuscrito de 1500 anos comprova que Jesus teve filhos com Maria Madalena, dizem pesquisadores”. A notícia foi publicada no site do jornal “O Globo” e quem quiser conferir, pode clicar aqui.

Na matéria em questão, é dito que um manuscrito de 1500 anos foi encontrado na Biblioteca Britânica e que esse mesmo manuscrito, segundo especialistas, conteria um texto chamado “Evangelho Perdido” e comprovaria que Jesus e Maria Madalena teriam sido casados e tido dois filhos. O texto estaria escrito em aramaico e teria sido traduzido pelo professor Barrie Wilson e o escritor Simcha Jacobovic.

Analisemos as inconsistências da notícia:

Primeiro, ainda não se sabe nada sobre a origem desse manuscrito, nem como foi feito para ele ser datado. Depois dos casos escabrosos do “Evangelho da Esposa de Jesus“, uma falsificação comprovada e que foi discutida em detalhe aqui no blog, e do “Evangelho de Barnabé” e do “Evangelho Secreto de Marcos”, o mínimo que se espera é que as autenticidades do manuscrito e do texto sejam comprovadas.

genoinoAlém disso, é dito que o manuscrito tem cerca de 1500 anos (o que faria dele um manuscrito fabricado por volta do ano 500, digamos), mas nada é dito sobre data de composição original do texto.

Outra inconsistência bem simples, que qualquer um pode entender: seria lógico atribuir rigor histórico a um único testemunho textual, conhecido por meio de um único manuscrito copiado quase 500 anos após a morte de Jesus? Acho que eu nem preciso responder essa pergunta aqui, né?!

Para fechar com “chave de ouro”, a matéria cita obras de ficção para dizer que outros já tinham levantado a possibilidade de Jesus e Maria Madalena terem sido casados. Ora, obras de ficção não são fontes históricas nem historiografia. Não se pode basear o estudo histórico nesse tipo de literatura. Usar o Código da Vinci para estudar o Jesus histórico seria como usar o filme “Bastardos Inglórios” para estudar a 2a Guerra Mundial.

Enfim, a matéria do Globo diz que o texto será lançado pela Editora Pegasus na quarta-feira. Se tivermos informações precisas sobre a questão depois disso, escrevo aqui novamente.

Aliás, não consegui entender se a matéria fala da editora Pegasus internacional (Pegasus Press) ou da editora nacional com o mesmo nome. De qualquer modo, vale dizer que nem uma das duas se notabiliza por publicar obras acadêmicas. Uma descoberta desse porte mereceria ser publicada por uma das grandes editoras de estudos bíblicos, como, por exemplo, a Brill ou a Oxford University Press, não?

Sem querer ofender, mas isso seria mais um indício de pilantragem?

Enfim, algo me diz que até o Natal, ainda vamos ouvir falar disso. Atenção para as cenas do próximo capítulo.

julio_chavesJulio Cesar Chaves é historiador especializado em cristianismo antigo e doutorando em Ciências das Religiões pela Université de Laval (é… o homi não é pouca coisa não!). Para visualizar seu Currículo Lattes, clique aqui.

28 comments to Autor do livro que diz que Jesus casou com Madalena é o maior 171

  • Vagner L. Glicério

    Vou compartilhar esse post e o post do Julio Cesar imediatamente, porque o que vai ter de CATÓLICO com crise de fé ao ler essa notícia não está no gibi…

  • É brincadeira, viu… Porque não acham um escrito dizendo coisas sobre Hitler ou sobre Lutero e fazem sucesso em cima?
    Vi um link que dizia que Jesus tinha sido casado com Maria, também conhecida como… ‘SUA MÃE’!
    Casaram Jesus com uma Maria, mas alguém que só leu metade do título acabou causando um relacionamento incestuoso entre mãe e filho. Que vergonha alheia mais profunda!

  • Fico contente em poder ajudar.

    Precisando, estamos aí.

  • Sidnei

    Um sujeito desses se quer se aparecer deveria colocar uma melancia no pescoço ou pintar o traseiro e se pendurar em um poste, e não querer avacalhar com a fé alheia. Engraçado que não aparecem obras assim de Buda, Maomé, Confúcio, porque será?, será que um sujeito desse é cabra macho o suficiente para criar alguma obras que vai contra Maomé por exemplo?.

  • Johnny

    Excelente post. Já favoritei aqui pra usar quando amigos começarem a falar sobre o assunto.

    E o Blog do Julio é excelente, mais um pra eu favoritar e ler sempre.

  • tereza

    Isso mesmo Lucas, o impostor seria eternizado pelo ISIS

  • Marjory Pereira

    O que mais gostei foi “O Manuscrito parece Genoino”!
    The zuera never ends!

    Paz e bem!

  • Paulo Mariano

    Muito bom Julio! Sou catequista e atuo em várias outras pastorais e movimentos e me deparei com esse link sendo compartilhado por vários “amigos” e sendo distribuido por vários outros sites… Pesquisei aqui fontes e matérias sobre o assunto e não achei nada, mandei mensagem pedindo ajuda as universitários e não obtive resposta, tudo isso ontem e, hoje pela manhã me deparo com essa ótima matéria que ajudou a acabar com mais essa “balada da nova heresia” que estava bombando nas minhas redes sociais.
    Parabéns Você é 10!

  • Alguém tem contato com os “artores do livrio”? Se alguém conseguir contato, me passa que eu quero dizer pra eles que aqui em casa tem um pedaço de couro e nele está escrito um monte de coisa que eu não sei ler, tem até uns desenhos engraçados de anjos, demôniso. Eu moro perto de Israel (meu vizinho) que me deu o pedaço de couro. Eu também achei uns pregos velhos e enferrujados quando fui virar a terra pra fazer a minha horta. Eu os convidarei para vir aqui tomar um café e conversar com o Israel, ele é um homem bem ponderado (foi preso 4 vezes por porte ilegal de arma, latrocínio seguido de morte, assassinato, assassino de aluguel, aliás o couro que me deu provavelmente é de algum altor de livro besta que ele matou)kkkk.

    É só uma piada, mas eu acho que os dois acreditam que o aladim existe, que o gênio mora na lâmpada, e pior ainda, é a tchurminha que apesar de dizer que é católica, acredita que o papai noel do shoping center é real, ele mora lá por essas épocas do ano, e centa no colo dele pra sentir se o saco é de verdade, kkk. Outra piada, mas é que eu não aguentei, eu tinha que fazer esta. (pior que até eu já cheguei a querer acreditar nessas bobiças, kkk)

    Acho que o couro é do maiomé porque tem uns dizeres assim: Ala, Ala, Ala a tomada desligada. Mais uma piada, não deu pra segurar novamente.

  • Sueli Rossetto

    Excelente matéria. Não passa de um golpe publicitário.
    Não há embasamento histórico nenhum. É um tipo de gente que se deixar, vende até a mãe…

  • Rodrigo Castellani

    Simcha Jacobovic já foi preso e processado por falsificação de artefatos arqueológicos.

  • Alan

    Por favor, poderia se possível ver este vídeo e comentar? Obrigado.

  • Tudo isso e uma grande provacao da nossa fe, eu nao mudo meu pensamento, eu acredito que o pai eterno enviou seu unico filho Jesus Cristo para morrer numa cruz para nos salvar e pronto isto ja e suficiente para mim nada alem disso e verdadeiro.

  • Luciana

    Já estou cansada dessas bobagens que saem na mídia. Pior é que tem gente que acredita.

  • Dou um ano e meio para vir o próximo farsante dizendo as mesmas ladainhas abjetas. A verdade é que essa gente não criaria vergonha na cara nem se tivesse levado bons tapas das mães.

  • Renan

    PIO XII: O PAPA DE HITLER: lembra-se dessa montagem da KGB para destruir-lhe a imagem, gerou, filme fez um mal imenso por décadas, com reflexos até hoje de mal informados da trapaça, sendo que depois desmascarada como iniciativa da KGB, denunciada por um dos seus mentores, o Mihail Pacepa?
    Para bater na Igreja, qualquer pau vale!

  • Elvis

    Excelente post, parabéns.
    Vocês poderiam falar mais sobre o “O ossuário de Tiago” e outros achados hipoteticamente “verdadeiros” sobre a família de Jesus. Obrigado. E desculpe o incômodo.

  • Esse tal de Jacobovich já produziu um documentário sobre o Êxodo cujo nome é “O Êxodo decodificado”. A princípio parece ser até convincente, mas a parte sobre o Monte Sinai e sua localização exata gera desconfiança, inclusive nas imagens mostras vários objetos utilizados por povos antigos que frequentavam o local para cultuar a Javé.
    Excelente post.

  • mateus xavier

    Cara, seus posts são muito bons, gosto muito de todos! agora só me tira uma duvida, vocês, os autores do site, são religiosos, tipo, do clero? kkkkkkk. Ou são católicos praticantes? sempre tive essa duvida… vocês tem tanto conhecimento e passam de um jeito tão bom… parabéns!!!

  • Concordo com o Mateus ,fui catequista por muitos anos ,fiz quatro
    anos de Teologia ,ja ha muito tempo ,agora fiz um curso medio de dois ano mais o que estou relembrando e muito bom para adquirirmos mais exporiençia aa

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>