Liga dos Blogueiros Católicos – Episódio 14 – 21/06/2014

Oi Povo Católicooooo!!!!

Mais um episódio da Liga dos Blogueiros Católicos! Neste vídeo, veja como um juíz pode fazer uma religião deixar de existir de uma hora pra outra, descubra um diácono mais do que entediado na reunião de fundação do grupo de juristas contra a intolerância religiosa, entenda porque não houve sinais religiosos na coroação do Rei Felipe VI da Espanha, entenda como o Islã está dominando o ensino no Reino Unido, comemore conosco a recusa da Fundação Bill Gates em financiar o aborto, descubra onde afinal o Fuleco foi se esconder, aprenda com as nossas dicas culturais e segure o riso, se puder, com o nosso “novo mascote” o Toleco.

 

Perdeu a nossa transmissão ao vivo?  Não tem problema! Assine o nosso canal no Youtube e fique por dentro desta e de muitas outras novidades!

1 comment to Liga dos Blogueiros Católicos – Episódio 14 – 21/06/2014

  • Quando Jesus diz “Dai a César o que é de César e a Deus oque é de Deus” não estava de forma alguma separando a Religião do Estado. Pelo contrário apenas definido os deveres do cidadão em relação a um e outro. No caso, cabe ao Estado receber impostos e Deus adoração absoluta, INCLUSIVE DO ESTADO. Pois toda autoridade vem de Deus como afirma São Paulo e o próprio Jesus a Pilatos: “Nenhum poder teria sobre mim se do Alto não te fosse dado.” É obrigação do Estado católico defender e incentivar Religião revelado por Deus, no caso a Católica. Por isto todos os papas até Pio X condenaram um Estado indiferente à verdadeira religião. A separação entre Igreja e Estado criou uma situação terrível para um governante cristão. Ele deve agir como se fosse duas pessoas. Sancionar a lei do Aborto ou casamento gay como governante e ir a missa como católico. Desta forma se condenar, pois um Estado de maioria católica pode eleger um governante cristão e seu deve como católico e cristão governar conforme as leis da Igreja. Não deve o Estado perseguir as outras religiões, mas tolerar estas tendo em vista evitar um mal maior, ou seja, a perseguição religiosa de pessoas individuais por causa de sua religião. Mas nunca favorecer de forma absoluta doutrinas falsas. No caso a educação deve sim ser Católica nas Escolas de um Estado Cristão, garantindo-se apenas aos alunos de outras religiões a não assistir as aulas de religião. Mas nunca um Estado Católico deve contratar um professor espirita ou umbandista para ensinar erro dentro de sus Escolas. Que os pais destes alunos ensinem sua religião em casa ou em sues templos. É desta forma que o Estado adora a D na pessoa de seus governantes e cumpre a ordem d Jesus dando a Deus o que é de Deus. A adoração absoluta na Religião revelada por Deus.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>