Marxismo e Igreja: desinfeta isso, Francisco!

Os membros da ala marxista da Teologia da Libertação estão serelepes desde a eleição do Papa Francisco. Dizem que ele fará reformas na Igreja, como se essas reformas fossem realizar o sonho deles de transformar a Igreja num antro de heresias.

Forçando a maior barra, os iludidos vermelhos tentam desesperadamente associar o pontífice à sua ideologia podre. “Francisco não é um adepto declarado da TL”, dizem, “mas na sua opção preferencial pelos pobres, vemos que ele está de acordo com a nossa ideologia”.

Reação do baby sauro ao ouvir isso…

baby_sauro

Em primeiro lugar, o Papa Francisco crê na organização hierárquica da Igreja. Bem diferente da TL, que ensina que quem deveria determinar os rumos da Igreja deveria ser “o povo”, e não o clero. Veja que gente doida: nesse sentido, nem mesmo o Papa Francisco deveria ser reconhecido como uma autoridade religiosa!

Em segundo lugar, enquanto esteve à frente dos jesuítas na Argentina, Bergoglio pedia aos sacerdotes que não se envolvessem com ativismo político, mas se dedicassem exclusivamente a seu o trabalho nas paróquias.

Em 2005, o então cardeal Bergoglio escreveu sobre o que ainda restava da TL, no prólogo do livro de um amigo seu:

“Com a derrubada do império totalitário do ‘socialismo real’, essas correntes ficaram afundadas no desconcerto, incapazes de um restabelecimento radical e de uma nova criatividade. Sobreviventes por inércias, embora haja ainda hoje quem as proponham anacronicamente”.

– Guzmán Carriquiry, “Una apuesta por América Latina. Memoria y destino históricos de un continente”, Editorial Sudamericana, Buenos Aires, 2005

Em terceiro lugar, quando esteve aqui no Brasil, por ocasião da JMJ, o Papa Francisco citou o marxismo infiltrado na Igreja como algo mau, que pode deter ou levar a missão ao fracasso. Falando aos bispos do CELAM, ele disse que não devemos interpretar o Evangelho “fora da própria mensagem do Evangelho e fora da Igreja”. Ora, e o que o pessoal da TL faz é justamente isso: reinterpretar o Evangelho à luz dos ensinamentos de São Marx!

Deixo vocês com esse trecho do discurso no encontro com o Comitê de Coordenação do CELAM no Centro de Estudos do Sumaré (grifos nossos). Com a palavra, o nosso Papitcho:

papa_franciscoAlgumas tentações contra o discipulado missionário

A opção pela missionariedade do discípulo sofrerá tentações. É importante saber por onde entra o espírito mau, para nos ajudar no discernimento (…). Limito-me a mencionar algumas atitudes que configuram uma Igreja “tentada”. Trata-se de conhecer determinadas propostas atuais que podem mimetizar-se em a dinâmica do discipulado missionário e deter, até fazê-lo fracassar, o processo de Conversão Pastoral.

1. A ideologização da mensagem evangélica. É uma tentação que se verificou na Igreja desde o início: procurar uma hermenêutica de interpretação evangélica fora da própria mensagem do Evangelho e fora da Igreja.

Existem outras maneiras de ideologização da mensagem e, atualmente, aparecem na América Latina e no Caribe propostas desta índole. Menciono apenas algumas:

a) O reducionismo socializante. (…) Trata-se de uma pretensão interpretativa com base em uma hermenêutica de acordo com as ciências sociais. Engloba os campos mais variados, desde o liberalismo de mercado até a categorização marxista.

Fonte: Site do Vaticano

Resumo da mensagem do Papa: marxismo influenciando o pensamento e as ações da Igreja? Desinfeta essa praga!

sheldon_spray

*****

Quer saber o que é Teologia da Libertação? Clique aqui.

 

41 comments to Marxismo e Igreja: desinfeta isso, Francisco!

  • Thiago

    Obrigado pelo texto. Ele inicia uma reflexão que gostaria de colocar aqui que é a seguinte: Como ser pelos pobres sem mudar a política dos países. Como ser pelos oprimidos sem interferir diretamente no que ocorre em nosso país.

    Essa é uma dúvida tenho e que até hoje não encontrei resposta.

    • Thiago,
      Na verdade, o engajamento social e político dos católicos é algo necessário e positivo. O problema é que a linha dominante da TL dá um embasamento marxista para esta atuação. Ora, pra ser católicos e politicamente ativos, buscando lutar pelos pobres, não precisamos das ideias demoníacas de Marx. Basta-nos os valores do Evangelho e as orientações da Doutrina Social da Igreja!

    • Outra observação importante, Thiago: no caso específico em que o bispo Bergoglio orientava seus pares a não se envolverem com ativismo político, havia uma razão especial. Naquela época, padre envolvido com política deveria, quase que necessariamente, apoiar os comunistas.

      Então, o problema não é o ativismo político, mas se esse ativismo nos desvia ou não dos valores do Evangelho.

  • B. Johan

    Essa sujeira toda é disseminada na pastoral da juventude em todo o país, isso é um fato. Pessoas que não tem vergonha de usar uma camisa do maldito che guevara dentro da Igreja, mostrando-o como exemplo.

    Compartilhei no facebook só para ver se alguns dos meus ‘companheiros’ de setor juventude, da arquidiocese, abrem um pouco a cabeça e deixam entrar algum conhecimento útil e significativo.

  • O Papa Francisco, pela linguagem que ele escolheu em sua comunicação com o mundo, sofre esse perigo de ter seu discurso raptado pelos hereges… O grande Paulo VI sabe bem o que é isso…

  • Rune Rodrigues

    Sobre essa aproximação que os marxistas tentam com o Papa, este vídeo do Michael Voris chamada “O Sequestro do Papa” pode contribuir na discussão:

    http://www.youtube.com/watch?v=BvnfHQxzH3E

    A TL marxista perdeu espaço nos últimos anos, e agora querem usar o Papa Francisco para retomá-lo….

  • Gêneto eugenio

    Boa tarde!!!
    Tá difícil, a toda hora vem um com chatices para o meu lado.Ontem tive mais uma vez que explicar o óbvio a um amigo que insiste em ser o intelectual progressista herege católico protestante não praticante(sem vírgula mesmo)UMA MALA…

    Veio ou caiu como uma luva o post de hoje pois foi exatamente isso a nossa conversa;Invenções aos dizeres do Papa a última foi essa análise ( http://www.brasildefato.com.br/node/23898) nem sei porque fui lá no site e a li;sempre a mesma coisa.

    E então na última pergunta a pérolas das pérolas na qual meu amigo se agarra dizendo:_ “Pois é, estes dogmas fantasiosos, que mais parecem fábulas, permite a voz monárquica de um homem conservador como JP II a impor uma injustiça irracional como essa contra as mulheres. Se ler o evangelho, verá que a igreja deveria impedir os homens de ordenarem. As mulheres foram fiéis a cristo, enquanto os discipulos deram no pé.”

    1ºRi pra C…aramba!!!
    2ºRespondi usando as palavras do Papa Francisco falando sobre a Fórmula Definitiva usada por Beato João Paulo II.
    3°Fiquei sem tréplica(será que aceitou minha resposta???).

    Bom gente é isso ai “A LUTA CONTINUA COMPANHEIROS”(credo!!!)

  • Thiago

    Obrigado “O Catequista” pela resposta.

    Agradeço também a todos que postaram aqui mostrando algum ponto de vista.

    E aproveito para deixar outra questão que seria … O ativismo político é positivo, independente da linha que siga. Traduzindo em miudos …. eu posso fazer algo que siga o evangelho, mesmo que aquele que me apoia vá contra o que o mesmo diz ?!

  • Luiz fernando

    Vi em algum comentário, a preocupação em fazer algo sem entrar em contato com a atividade política: Impossível, pois como afirma Aristóteles, o homem é um animal político por natureza, e depois, a Igreja, através dos ensinamentos de Cristo, nos convida a sermos sal, luz e fermento no mundo. A participação política é um dever de todos, claramente reconhecidos os papeis de cada um na sociedade. Com exceção dos padres, que tem a obrigação de servir a Deus, no altar, no anuncio e na caridade, os leigos devem exercer seu apostolado no mundo, inclusive nas relações políticas.

  • Victor Picanço

    Infelizmente, as PJs foram sequestradas pelos comunistas, os quais também têm muita influência sobre a CNBB.

    Temos um papel importantíssimo: não deixar o discurso do Papa Francisco ser instrumentalizado pela TL através de uma hermenêutica enviesada. É nosso dever dar a correta interpretação aos ensinamentos do Santo Padre, impedindo que os comunistas imprimam neles o tom que querem (ressaltando que eles são os queridinhos da mídia anti-católica).

  • Gabriel

    Pe Paulo critica traducao brasileira do Missal Romano e diversos outros aspectos do Rito de Paulo VI… Quando os catequistas farão um post sobre esse tema liturgico tão importante e em evidencia pelo processo de traducao da 3ª edicao típica que a CNBdoB atualmente está fazendo???? (:

    http://padrepauloricardo.org/episodios/o-missal-de-paulo-vi-e-a-reforma-da-reforma-liturgica-de-bento-xvi

  • Sindei

    Não entendi o que a imagem da Xuxa no final do post colocando a frase “Xuxa desinfeta isso” justamente ela (a Xuxa) contrata de uma emissora que quer ver afundar em nosso pais tudo que é mais sagrado em nossa fé católica, desde a família até a vida em seu inicio que muitos insistem em querer dar fim através do aborto e a Globo não perde a chance de levar isto as massas através das porcaria de suas novelas: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/merchandising-pro-aborto-na-novela-paginas-da-vida-da-globo-mente-mistifica-doutrina-e-demoniza-a-religiao-e-um-atentado-ao-bom-senso-aos-fatos-e-a-educacao-dos-telespectadores/

    E dá-lhe criança esperança.

    • Não tem nada pra entender, Sidnei. Poderia ser a imagem do Mussum com um aerosol, do Steve Wonder, do Tom Cruise…
      A ideia era botar a imagem de alguém usando aerosol, qualquer fulano. Achei a imagem da Xuxa a botei.

  • Leniéverson

    Também não entendi, mas…..

    • Ok…
      O que vocês não me pedem chorando que não não faço… de mau humor? 😉
      Troquei a imagem da Xuxa pela do Sheldom.
      A catolicidade continua baixa, mas estou sem opções. Abstraiam, please.

      • Sidnei

        Você pode ter mudado isto com mau humor, mas que deixou a nós com um pouco mais de bom humor, isto nos deixou, obrigado!. Não conheço o dito cujo em que substituístes a Xuxa, mas que ficou muito melhor ficou, porque da vida e das idéias da Xuxa nós sabemos e muito, e garanto, que muitas delas não são nem católicas e nem cristãs, nem ela e nem a emissora em que trabalha, alias, deveriam colocar (se já não colocaram) a influencia nefasta que as novelas da Globo estão fazendo na cabeça do povo como o link em que indiquei, sobre a coluna do Reinaldo Azevedo que fala sobre a apologia ao aborto nas suas (Globo) novelas, e diante disto, será que devemos ainda colaborar com o Criança Esperança, já que é uma campanha patrocinada por uma emissora escancaradamente pro: aborto; casamento gay; adultério; fornicação; tudo que é safadeza, e por aí afora?.

      • Jotacê

        Ah, mas a imagem o Sheldon ficou mais legal. E ao menos ele é maluco, mas engraçado.
        Uma Feliz Saturnália adiantada para todos vocês do blog (quem acompanha o seriado sabe do que estou falando…).

      • Bender

        Olá pessoal blog,leio muito os textos de vocês, gosto muito do site,e gostaria que vocês me respondessem a estas perguntas:Pra vocês o governo do PT é melhor do que foi o governo do PSDB? Será que vale a pena deixar de votar num partido que fez “algumas coisinhas” apesar de tudo (PT), pra votar num partido que nunca fez nada pelo Brasil(PSDB)? Não tenho preferencia política, mas gostaria que o blog deixasse sua opinião sobre isso. Grato.

  • Raphael

    Olá O Catequista e A Catequista, boa noite!

    Vcs é que são felizes e não sabem. Por acaso, existem algum contador entre vós? Então tá, olha o que o meu conselho, o de contabilidade do RJ oferece como palestrante em um evento oficial da classe:

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=561017040620013&set=a.204515909603463.58196.189938811061173&type=1&theater

    Em palestra magna, sobre ética e moral, é mole? E ainda, com o slogan adicional: “Um evento para vc e sua família”. Não sei se é pra rir ou chorar! :/

    • Sidnei

      Eu sou contador e tudo que posso dizer a vocês contadores aí do RJ é: “Lamento muito” por levarem um traste deste para uma palestra sobre contabilidade, pois se fosse aqui em SC em que o CRC de SC tivesse uma ideia de gerico desta de trazer um babaca como este ou o Luis Carlos Prates e até mesmo a Marta Suplichique, eu não colocaria o pé em um evento deste nem com uma arma apontada em minha cabeça, podem atirar, mas que não marco presença para ouvir uns babacas anti católicos como os citados acima, mas não marco mesmo.

  • Srs. veja esta notícia:
    http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=8&id_noticia=223473

    Triste.

    Estou lendo um livro bem interessante, que retrata a história da Igreja no Brasil no final dos anos 60.

    O Radicalismo Católico Brasileiro
    de Ulisse Alessio Floridi, SJ
    edição de 1973

  • fran

    olá,
    Encontrei esse site por acaso em um outro blog, e fiquei fascinada! e também com muitas duvidas, sobre assuntos que nem me passaram pela cabeça, como desse artigo! Mas qual é na verdade o posicionamento da igreja católica em relação ao socialismo?

    • Oi, Fran!
      O socialismo já foi condenado de forma dura e enfática pela Igreja, por meio dos pronunciamentos oficiais de 10 papas. Falamos sobre isso neste post:

      Promoção: torne-se comunista e ganhe uma excomunhão!
      http://ocatequista.com.br/archives/7605

      Bem-vinda ao blog! Qualquer dúvida, estamos à disposição.

      • Bender

        Mas um dos argumentos usados pelos simpatizantes do socialismo é que os antes dos portugueses chegarem, os índios viviam muito bem no “modo socialista”, segundo eles, ou seja, o socialismo funcionava com os índios. Isto é verdade?

        • Bender, antes de tudo, caso você deseje estudar o assunto e realmente saber do que se trata o socialismo, recomendamos aqui alguns livros:

          Uma bibliografia para o cristão entender o que é Comunismo e se proteger dele
          http://ocatequista.com.br/archives/13806

          Imagino que você me faça essa pergunta porque pensa que uma sociedade socialista é uma sociedade “sem classes”, onde todos compartilham tudo, onde não há propriedade privada, e onde não há ricos e pobres: todos possuem as mesmas condições materiais. Mas socialismo não é isso. Onde quer que o socialismo tenha se implantado, ele criou uma classe de favorecidos ultra-poderosos – os agentes do Estado e os funcionários públicos – e outra classe de pessoas totalmente dependentes do Estado, em todos os aspectos de suas vidas – ou seja, todo o resto da população.

          Para poder criar e manter essa sociedade, o Estado precisa ser forte, mais forte que tudo, para poder se impor. Assim, precisa, necessariamente, enfraquecer as instituições nas quais, naturalmente, as pessoas confiam e dependem: a família e a Igreja. Por isso, o socialismo é, essencialmente, ateu; historicamente, persegue a Igreja Católica com toda a ferocidade. E, onde não consegue esmagá-la, se infiltra nela, para destruí-la por dentro (leia Gramsci).

          E, com tanto poder e privilégios, todo o esforço que essa classe ditatorial faz é para se manter no poder e ampliar sua força ainda mais. Ou seja, o socialismo nunca chega a realizar a utopia comunista, porque nenhum Estado que alcance tamanho gigantismo e poder aceita entregar tudo em nome de uma ideologia. O socialismo, portanto, é para românticos tolos e cegos para a realidade do pecado original.

          Os índios não eram socialistas, eles eram simplesmente nômades e extrativistas. Nesse modo de vida, realmente, é impossível que nasça o conceito de propriedade privada, até porque, ninguém produz nada, somente se tira da natureza o que ela oferece. Quando um local está bastante explorado, toda a tribo migra e se instala em outra área. Porém, numa sociedade industrial, tal modo de conceber a vida é impossível. Quem quiser viver de acordo com o mesmo esquema dos índios, deve renunciar a toda tecnologia médica, toda tecnologia de comunicações, toda tecnologia de transportes, toda tecnologia de engenharia, toda tecnologia informática etc., e viver cada dia de sua vida como um homem das cavernas.

  • fran

    Obrigada, sanada minha dúvida!
    Já estou desfrutando das riquezas desse blog! Parabéns

  • Luciene

    A Teologia da Libertação que não liberta aproveitadora como sempre. Aliás, nunca houve um sistema tão hipócrita, manipulador, sedutor (infelizmente sabe ser) quanto o Comunismo. Lamento ter contribuído, um dia, para que chegasse ao poder. Tempos de cegueira.

    Gostei da imagem do Dr. Sheldon Cooper, personagem do The Big Bang Theory, no final.

    Vida longa ao Santo Padre. Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo.

  • Na realidade, a PJ está bem mais fraca do que no passado. Hoje ela é ainda influente em certas regiões do país, mas o que vejo é um crescimento de grupo de jovens mais ligados aos valores cristãos, como adoração ao Santíssimo Sacramento, veneração da Virgem Maria e etc.
    A TL é uma verdadeira babaquice revolucionária. Esses padres ligados à essa corrente tem idéias prá lá de esquisitas.

  • Guilherme

    Boa tarde galera!!

    Gostaria de pedir que fizessem um novo post a respeito da notícia que está correndo em muitos sites do meio católico, que o Vaticano e inclusive o Papa, se abriram aos ideais da Teologia da Libertação. Esta notícia ganhou grande força com a visita de um dos principais defensores desta Teologia, o teólogo Gustavo Gutierrez que acaba de lançar um livro sobre este assunto, livro apresentado em um encontro com o Papa Francisco organizado pelo prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé.

    De acordo com as fontes que li, este livro vem para mudar uma “visão” deturpada da Teologia da Libertação, que segundo o mesmo livro, foi atrelada a uma imagem marxista quando na verdade não é.

    Fica essa dica, acho que seria interessante, é um assunto atual e de grande importância para o futuro da igreja.

    Abraço galera!

    • Dáltoni

      A paz de Jesus, prezados catequistas e historiador!
      Gostaria que comentassem sobre o Pe Óscar Romero, de El Salvador. Vi um filme sobre a vida dele há alguns anos e não identifiquei ressalvas. Porém é a única fonte que obtive contato sobre a pessoa. E o que me deixou com a pulga atrás da orelha, foi justamente após o filme o comentário do padre que me indicou o filme. Ele disse que o Pe Óscar Romero, era um mártir e que estava sendo injustiçado (detalhe é que este padre que me indicou o filme era recém-ordenado e com algumas idéias da TL).
      Levanto esta questão devido à notícia que recebi nesta manhã sobre a beatificação do Pe Romero.
      http://g1.globo.com/mundo/noticia/2014/08/papa-suspende-proibicao-a-beatificacao-de-bispo-salvadorenho.html
      Podem nos ajudar? Pe Óscar Romero, TL e santo?
      Deus abençoe!

      • Sidnei

        Estou achando o pessoal aqui do catequista, muito quietinhos com as últimas atitudes do Papa Francisco com relação ao pessoal da T.L., além desta notícia de que ele suspendeu a proibição (se é que havia) da beatificação de Oscar Romero, ele também fez esta lambança reintegrando este pe. (http://www.ofielcatolico.com.br/2002/03/papa-francisco-reintegra-sacerdote.html?showComment=1408449506188) que é esquerdista até o pescoço. Também espero algum comentário do pessoal do catequista a respeito destas atitudes do Papa Francisco que parecem estar, a cada dia que passa, se achegando demais, se já não esta, com este pessoal da T.L. e aí vem a pergunta que não vai querer calar: a final, a T.L. foi condenada ou não?, deve ser aceita ou não?, se o Papa a promover devemos obedecer?, e aí como ficam todos os posts e comentários que foram feitos contra a T.L., devemos ignorá-los todos e agora passar abraçar ao Frei Beto, Leonador Boff, e toda esta turma , graça aos nosso papicho que quer ver eles todos reintegrados a Igreja, mesmo contrariando aos papas anteriores que tanto combateram esta teologia?. Nessas hora que penso: que besteira foi o Papa bento XVI ter renunciado.

        • Sidnei, graças a Deus não somos o Frates, nem nunca seremos. Tem católico por aí falando demais, e falando muita merda. Nem sempre é possível termos clareza sobre as intenções do Papa, nem sempre convém dar opinião sobre tudo. O silêncio de Maria é a melhor coisa a fazer na maior parte das vezes. Vamos observar e ver os resultados. Estamos com uma lista enorme de temas pendentes, que os leitores nos encomendam sobre catequese, e nosso tempo para produção de conteúdo é curto. Temos assuntos muito mais relevantes nesse momento do que picuinhas e suposições.

          O Papa Francisco já se pronunciou claramente contra o marxismo infiltrado na Igreja, e suas atitudes como cardeal apontam coerência nesse sentido. Confiamos nele.

        • Kaline Alckmin

          Também sou intrigada com o papa Francisco. Não é porque é papa que garante que não irá fazer besteira, e aliás, já deu muitos sinais. E seu discurso e posicionamento contra o marxismo não são refletidos nos seus atos. Só cego não vê!

          É lógico que ele não irá dizer: o marxismo é um bem para a Igreja, pois ele mesmo se excomungaria e seria uma palavra para não deixar dúvidas, mas quando não se pode ser enfático com aquilo que almeja dadas as circunstâncias de que o marxismo é incompatível à Igreja, é muito mais cômodo falar coma boca que detesta mas mostras com suas ações que ama, e assim, o marxismo vai continuando a se infiltrar mais e mais na Igreja. Fumacinha fedorenta essa que entrou no CVII e não quer mais sair.

  • Marisa

    Preciso de ajuda. Alguém sabe me explicar qual a relação existente – inclusive jurídica – entre a Santa Sé e a CNBB. Agradeço muito.

  • Olá, gostaria muito de saber se alguém poderia me ajudar em uma dificuldade. Estou cursando pedagogia a noite e trabalho de dia e sou catequista aos sábados. Não tenho muito tenho muito tempo pra estudar e ainda com o pouco conhecimento que tenho eu tenho que lidar com os professores marxistas na minha faculdade e aprender melhor a santa doutrina da Igreja… enfim,muita coisa. Gostaria que alguém se possível me desse alguma dica ou soubesse como poder conciliar e ainda tirar proveito das coisas que estudo. Desde já agradeço 🙂

  • Obrigado catequista, vou procurar conhecer essas obras

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>