Crisma: um tapinha não dói!

Na cerimônia do Crisma, logo após receber a unção própria do Sacramento, muitos crismandos são surpreendidos por um tapa na cara, bem dado pelo celebrante. Uns olham atônitos, com quem pensa: “Será que o padre contou pro bispo o que eu disse na confissão?”. Não, amigos. O tapa faz parte do rito (informalmente)!

crisma_tapa

Depois de confirmar o crismando com o sinal da cruz, a tradição prevê que o bispo lhe dê um tapa no rosto. O objetivo é lembrar à pessoa que ela deverá de suportar pacientemente, em nome de Jesus, os sofrimentos e injúrias. Se perseguiram o Mestre, é claro que vão perseguir também seus servos, que devem se fortalecer com a caridade e a doutrina.

O legal é quando o bispo dá um tapão, com gosto! Ou ao menos um tapa de leve, porém, que faça algum som de “pleft”. Mas, hoje, a maioria dos bispos, em vez de dar um belo tabefe, faz um carinho no rosto dos recém-crismados. Isso não lembra a ninguém a dureza da vida de soldado de Cristo. Devemos ser preparados pro bom combate espiritual, como São Paulo!

No mundo de hoje, que rejeita a face dura da realidade, talvez o sopapo do bispo não tenha mais espaço. Cristão jujuba morre, derrete se tomar um tabefe santo! E assim, a tradição da bolachada vai se perdendo. Não é essencial na cerimônia, recebe-se o Espírito Santo normalmente sem ela. Mas não deixa de fazer falta!

Conheci um bispo que era o ninja do tapão (hoje ele é emérito, ou seja, aposentado). Era tão bom no negócio, que distribuía bofetadas nos jovens até mesmo em reuniões que nada tinham a ver com a Crisma. Uma vez o Alexandre (O Catequista) deu um “matrix” pra desviar, e acabou levando um soco no estômago. Não tinha jeito de escapar! E todos os estapeados saíam sorridentes. Incrível.

Taí a prova de que, dado por um legítimo Sucessor dos Apóstolos, um tapinha não dói.

O que é o Sacramento da Crisma e como surgiu?

A Crisma é o sacramento em que o cristão recebe os sete dons do Espírito Santo. Assim, conforme a sua liberdade e o seu caminho de santificação pessoal, estará mais capacitado para testemunhar o Evangelho com ações e palavras. É o sacramento em que o cristão confirma a sua fé em Cristo e na Igreja.

Este Sacramento foi instituído por Jesus Cristo. E os Apóstolos continuaram a ministrá-lo, como está escrito nos Atos dos Apóstolos:

Os apóstolos que se achavam em Jerusalém, tendo ouvido que a Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram-lhe Pedro e João. Estes, assim que chegaram, fizeram oração pelos novos fiéis, a fim de receberem o Espírito Santo, visto que não havia descido ainda sobre nenhum deles, mas tinham sido somente batizados em nome do Senhor Jesus. Então os dois apóstolos lhes impuseram as mãos e receberam o Espírito Santo.”

– Atos 8,14-17

 

57 comments to Crisma: um tapinha não dói!

  • Leandro Carlos

    Olá, eu conheço um bispo que nem carinho faz, ele somente põe a mão no ombro do crismando…
    Mas eu recebi um tapa e fiquei muito do satisfeito… hehehehe

  • Leonardo de Paula

    Meu bispo, um excelente pastor, e um homem bem alto, dava um tapão no ombro dos rapazes, que fazia a galera afundar, quase…
    Pras moças ele reservava um tapinha no rosto. Mais fraquinho, mas não menos tabefe… Rsrsrs

  • Muito boa essa matéria! Não conhecia essa tradição, pois nunca vi os Bispos aqui na Diocese de Campos darem este tapa, que neste sentido parece mais um beijo amoroso de um pai!

    Não lembro se na minha época fizeram isso comigo, pois fui crismado com um ano e pouco de vida, como era costume fazer aqui na Diocese de Campos – RJ e na de Cachoeiro de Itepemirim – ES!

    Mais uma vez, meus parabéns por transmitir a doutrina católica e os nossos tesouros de uma forma tão jovem e tão divertida!

    Acompanhei os “Plantões da JMJ” que vocês publicaram aqui, ficaram ótimos!

    Fiquem com Deus!

    • Gêneto eugenio

      Muito interessante isso do Crisma ser concedido bem novinho.

      “como era costume fazer aqui na Diocese de Campos – RJ e na de Cachoeiro de Itepemirim – ES “…
      .
      Quando se deu isso de se Crismar tão novo e depois se passou novamente a ser em uma idade mais “adulta”???
      Se possível responda pra nós Catequista.

      • Gabriel

        Acho que nao era só no RJ e ES, mas em td o Brasil… Minha mae foi crismada bebê logo após o batismo, na mesma cerimônia parece…

        • É isso aí, Gabriel. Antes os sacramentos do Batismo e Crisma eram juntos. A grosso modo, no primeiro, você recebe a infusão do Espírito Santo e em outro, os Dons do Espírito. Com o tempo a Igreja decidiu que fazia mais sentido que os dons fossem recebidos na idade adulta, quando o fiel já tivesse discernimento suficiente.

          De qualquer forma, até hoje os sacramentos estão intimamente ligados. Ainda se utiliza o óleo do Crisma no Batismo. E a roupa branca utilizada no Rito da Crisma vem daí também. É como se ainda fosse a mesma roupa do Batismo (e esse raciocínio vale para a primeira comunhão também).

    • Rodrigo, eu sou da Diocese de Campos dos Goytacazes e, não me recordo de acontecer isso. Quando recebi o sacramento da Confirmação, em 1994, o então Bispo Dom João Corso, não deu tapa em ninguém, sua seriedade e postura sisuda era como se fosse tapas. Só os fortes vão entender. 🙂

  • Andréia

    Muito esclarecedor, por anos fiquei achando o Bispo (hoje emérito)um grosso, coitado!… ai que vergonha pela minha ignorância rs

    • hahahahaha… muitos pensam assim! Por isso, antes da celebração da Crisma, explico o significado do tapa a todos. Do jeito que a coisa está hoje é capaz de alguém chamar o Bispo pra briga! rs.

  • Meire

    Nossa, crismei em 99…e me lembro pouco da cerimonia(que feio pra mim) mas sei que nao ganhei tapinha ou tapão. Também, a cerimonia tava mais para um festival de flashs de maquinas fotográficas, gente pra todo lado, pais, parentes, padrinhos, catequistas mais perdidos que cego em tiroteio…

  • Lucas Farias

    Foi ler o post e sentir novamente a pesada mão de Dom Edvaldo Amaral, Arcebispo Emérito de Maceió, no meu rosto. rsrsrsrs

  • Laércio de Sousa

    Curiosamente, bem na hora do tapa, o bispo diz “A paz esteja contigo” (“Pax tibi”), não?

    A propósito, quando o bispo diz “A paz esteja contigo”, o que o crismado deve responder, segundo o rito? “E contigo também” (como se faz na minha paróquia) ou “O amor de Cristo nos uniu” (segundo a fórmula mal traduzida de “Et cum spiritu tuo” para o rito da paz)?

    • André

      Na minha crisma respondi “e contigo também” , acho que em todo canto é assim… “O amor de Cristo nos uniu” como resposta de “a paz esteja contigo” é muito sem sentido (nao que para ” a paz do senhor esteja sempre convosco” tambem nao seja… Kkkkkk Traduçao latim-tupiguarani dos anti-liturgistas cnbbóide :/:/:/).
      Detalhe: nao recebi tapinha, tapão, nem carinho no rosto, só um toque no ombro kkkkk #tradiçãofailnaminhadiocese

      • O correto pelo Ritual da Confirmação é que a unção seja feita durante este diálogo:

        Bispo: “Recebe por este Sinal, o Espírito Santo, Dom de Deus” (enquanto se unge a fronte)

        Crismando: “Amém”.

        Bispo: “Que a paz esteja contigo”.

        Crismando: “E contigo também”.

        E aí… tome tapa!

        • André

          Por que meu outro comentário foi censurado?? ): Se o que faltou foi creditação, aqui está…
          http://oblatvs.blogspot.com.br/2009/01/dom-clemente-isnard.html
          “Resolvi então proceder por própria conta – coisa de admirar mas não de imitar – e que tanto irritou Dom Geraldo Fernandes, que chegou a ser Vice-Presidente da CNBB. Apresentei em Roma, e a Congregação para o Culto Divino aprovou nossa versão. Nossa sorte é que no momento não havia na Congregação perito em língua portuguesa. Desta forma obtivemos apuração da simplificação do Cânon Romano, que tinha sido apresentada pelos franceses e negada… Nós simplesmente havíamos copiado a proposta francesa.” (Dom Isnard)
          Espero que o blog nao se cale diante do clamor pela transparência no processo de traducao do Missal, precisamos corrigir esse sacrilégio ADMITIDO pelo próprio bispo responsável!! Façam como o SalveALiturgia, mobilizem-se, peçam ao Paulo Ricardo pra escrever um post mostrando as deficiências da nossa traducao (ou seria adaptação???) do Missal se comparado ao original em latim… Liturgia é um tema que, embora essencial, o público jovem nao tem muito conhecimento, nem recebe o enfoque necessário nas catequeses de Crisma da imensa maioria das paróquias, garanto com conhecimento de causa!!!

  • Alexandre Ferreira

    eu tomei um suuuper-tapão kkk

  • João

    Ouvi de um bispo na minha cidade, que ele diminuiu a intensidade dos tapinhas, depois que um crismando peso-pesado ajoelhou em cima do dedão dele.
    Ele achou que fosse algum tipo de vingança 😉

  • João Roberto

    O Bispo aqui dá um tapinha no ombro só.

  • eu recebi um bom tapa na testa, e adverti meu irmão que ele levaria um também, só não sabia o porquê. rsrs

  • Luís Felipe

    D. José Vaz e D. Rafael Cifuentes. Eu tinha medo de chegar perto deles…

  • Gustavo Coelho

    “Cristão jujuba” é muito bom… Rs!
    Excelente post! Recomendamos a leitura aos nossos crismandos. Abraços e paz!

  • O Ritual da Confirmação prevê o seguinte, para o momento da unção do crisma:

    “26. O diácono apresenta ao bispo o santo Crisma. Cada confirmando se aproxima ou, se for oportuno, o bispo se aproxima de cada um. Colocando a mão direita sobre o ombro do confirmando, a pessoa que o apresentou diz seu nome ao bispo, ou o próprio confirmando o declara.

    27. O bispo, tendo mergulhado o polegar no Crisma, marca o confirmando na fronte com o sinal-da-cruz, dizendo:

    N., RECEBE, POR ESTE SINAL,
    O ESPÍRITO SANTO, O DOM DE DEUS.

    O confirmando respode:
    Amém

    O bispo:
    A paz esteja contigo.

    O confirmando:
    E contigo também.”
    (cf. PONTIFICAL ROMANO. Tradução portuguesa para o Brasil das edições típicas. 3ª reimpressão. São Paulo: Paulus, 2008).

    O tal “tapa”, como podemos ver, sequer é prescrito pelo ritual. O que se conclui ser um gesto simbólico que não tem a necessidade de ser realizado, o que justifica a atitude dos bispos citados que não o fazem mais.

    Abraços!

  • Arthur Silva

    Não recebi tapa nenhum! O bispo nem me fez nada, só o rito e pronto!

  • Carlos

    O saudoso Dom Carlos de Niterói mandava uns pescotapas bonitos. Rs…
    Era comum ainda comentar: “vai fazer a vontade de Jesus ou seguir a Madona e o Michael Jackson? Heim?”

  • Edymara

    Na minha Crisma, o bispo disse: Eu vou dizer “Recebe, por este sinal, o Espírito Santo, dom de Deus.” e vocês vão me responder o que?
    Crismandos: Amém.
    Bispo: Aí eu vou dizer: “Que a paz esteja contigo” e vocês vão falar o que?
    Crismandos: Contigo tbm.
    Bispo: Pois bem. Vamos começar. E quem não responder, o tapa vai ser com gosto.
    xD

  • RICARDO

    Importante dizer que o tapa do bispo serve para despertar o crismando para sua missão de cristão.

  • Luiz Fernando

    Sou Católico, Catequista, tenho 16 anos e sempre tive algumas dúvidas sobre p alguns questionamentos de amigos evangélicos, (Estudo em um colégio evangélico, dai-me fooooorças Senhor! hahahahhahahaha) sobre “Igreja de Cristo” (Como se a Igreja Católica tivesse se auto denominado Igreja de Cristo, mas na verdade a Igreja são todos os cristãos), e sobre a questão de que Deus é o unico moderador. – Sei que todas essas perguntas estão completamente erradas e tenho noção de como respondê-las, mass sempre tenho dificuldade em respondê-las da maneira correta! Se vocês pudessem me esclarecer isso hahaha – Sei que já há um post sobre Igreja, mas sobre Cristo ser o único moderador eu acredito que não tenha! Se vocês puderem me ajudar 😀 Que a paz esteja com vocês! O Blog, aliás, é minha pagina inicial, rezo por vocês sempre! Obrigado 😀

  • Juro que pensava que vcs estavam de férias! rs.
    Irei ver os posts anteriores.
    Quando fiz a Crisma não recebi esse tapa na cara, porque quem a celebrou foi um sacerdote.

  • Ana Cláudia Marques

    Engraçado, eu fui crismada e, juro, não me lembro do tal tapinha…
    Agora, uma perguntinha: o que vem a ser ‘cristão jujuba’?

  • Bem, eu acho que tudo nesse mundo muda e a igreja também mudou algumas coisas. Penso que o sacramento do crisma hj está melhor, pois jovens e adultos que se preparam para esse sacramento, já tem uma certa noção do que querem, já sabem o que significa e tbém do compromisso com Deus, com a igreja e a comunidade cristã. Eu fui crismada quando batizei e nem sabia o que estava acontecendo naquele momento comigo. Hoje eu já sei o significado. Sou catequista de crianças e adultos, cada turma no seu horário. Sinto-me feliz em estar preparando meus irmãozinhos, levando a eles a palavra de Deus. Amém.

  • Anthony Raphael

    Na minha paroquia já teve Crismando que levou um tapinha de cada lado. Na minha crisma eu recebi de um lado e fiquei muitíssimo feliz. Meu Bispo dava um tapa com vontade, só que agora estamos com um bispo novo e esse a primeira turma de crismandos receberá o sacramento só na Páscoa.

  • Carla Duran

    É possível depois de adulto receber o sacramento da crisma?

  • Jacqueline

    Nossa eu ri com este post… kkkkkkkkkk O rapaz fez um matrix e levou um no estômago… ahahahahaha

  • Lucas Borges de Almeida

    Poxa, não tomei tapa!! :/

    P.S.: chorei de rir da porrada na boca do estômago… HUIAHIHAIHAUIHAUIHUIHUIAHIHAIHAUIHAUIHUIHUIAHIHAIHAUIHAUIHUIHUIAHIHAIHAUIHAUIHUI

  • Wesley Miranda

    Eu sou crismando da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro da Arquidiocese de Fortaleza, fiquei com dor na bariga de tanto rir quando li o post kkkkk. Espalhei aqui no meu grupo de Crisma, falei para alguns amigos e vcs precisavam ver a cara deles quando souberam da notícia. Eu,pelo menos, estou esperando pelo meu tapa.

  • Viver os Sacramentos é viver em Cristo, deixar ser conduzido pelo Senhor da vida

    Viver os Sacramentos é viver em Cristo, deixar ser conduzido pelo Senhor da vida

  • Lima Júnior

    Muito bom saber disso.Não sabia dessa tradição. Aos 19 anos,irei crismar em novembro deste ano.

  • rodrigo moreira dias

    fui crismado e levei amigos irmaos um soco do bispo thau

  • Jonathan

    Ri alto com a forma como a Catequista contou a história do Bispo Ninja.

    Lembrei de uma história: Um indivíduo totalmente desinformado dessa tradição, ao receber o tapão do Bispo, se virou a ele e gritou: “OW! Cê tá ma-lu-co?!”.

    Quando me contaram, eu não sabia se ria, ou se chorava…

  • Natalia

    Boa tarde!
    O vídeo do padre dando tapa na cabeça das crianças, se enquadraria nesse rito?
    Esse vídeo está rolando na internet, e provavelmente fazendo a alegria daqueles que gostam de criticar a Igreja.
    Fico imaginando a quantidade de protestantes e “contra-religião” que devem estar falando horrores depois desse vídeo. Coisas do tipo “é por isso que não gosto de padre” “é por isso que não vou pra igreja” “é por isso que o catolicismo não presta” Ou ainda “por causa disso, resolvi encontrar Jesus!” Rs.

  • gustavo

    Ah doido, ainda bem que pegaram leves nesses tapas! Ainda mais hoje, onde a acolhida anda deficitária demais em certos locais, nem precisa de um tapa físico, já é tanto tapa por má vontade e mau tratamento, mais um seria dose.

  • Sérgio

    Isso me lembrou o filme “Cruzada” (de 2005) que quando eles ordenavam um cavaleiro templário eles levavam um tapa na rosto para que não se esquecessem.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>