A Igreja primitiva já era chamada de “Católica”. Durmam com essa!

buy promaxum


promaxum price


online promaxum


purchase promaxum


cheap promaxum


order promaxum


promaxum cost


promaxum


promaxum mg

meu_corassaum

Amigos, este post é uma continuidade do post de ontem, em que começamos a responder algumas questões levantadas por um irmão evangélico.

*****

Lucas F., você pediu uma evidência de que a Igreja Católica não seria apenas uma dissidência, uma seita que se separou da Igreja primitiva. Ok! Uma boa ideia é consultar os padres dos séculos I e II.

Vejamos o que disse certo bispo da igreja primitiva: Santo Ireneu de Lyon. Ele viveu entre o ano 130 e 202, e é considerado santo não só pelos católicos, mas também pelos luteranos, que celebram a sua festa no dia 28 de junho. Ou seja: convocamos um cara que tem moral com os protestantes tradicionais.

Na obra Adversus Haereses, Ireneu descreve a linha de sucessão apostólica de São Pedro a Santo Eleutério, o Papa de sua época. Em seus escritos, fica claro que a Igreja primitiva possuía um pastor universal, o bispo de Roma. E da Igreja de Roma provinha o conteúdo de fé com o qual todos os cristãos deveriam concordar.

3,2 – “Mas visto que seria coisa bastante longa elencar (…) as sucessões de todas as igrejas, limitar-nos-emos à maior e mais antiga e conhecida por todos, à igreja fundada e constituída em Roma, pelos dois gloriosíssimos apóstolos, Pedro e Paulo, e, indicando a sua tradição recebida dos apóstolos e a fé anunciada aos homens, que chegou até nós pelas sucessões dos bispos. (…)

“Com efeito, deve necessariamente estar de acordo com ela, por causa da sua origem mais excelente, toda a igreja, isto é, os fiéis de todos os lugares, porque nela sempre foi conservada, de maneira especial, a tradição que deriva dos apóstolos.”

3,3 – “Os bem-aventurados apóstolos que fundaram e edificaram a igreja transmitiram o governo episcopal a Lino, aquele Lino que Paulo lembra na epístola a Timóteo. Lino teve como sucessor Anacleto. Depois dele (…), coube o episcopado a Clemente, que tinha visto os próprios apóstolos e estivera em relação com eles, que ainda guardava viva em seus ouvidos a pregação deles e diante dos olhos a tradição. (…)

“Eleutério, em décimo segundo lugar na sucessão apostólica, detém o pontificado. Com esta ordem e sucessão chegou até nós, na Igreja, a tradição apostólica e a pregação da verdade. Esta é a demonstração mais plena de que é uma e idêntica a fé vivificante que, fielmente, foi conservada e transmitida, na Igreja, desde os apóstolos até agora.”

Ireneu de Lyon, em Adversus Haereses. Fonte: Veritatis Splendor. Testemunhos Patrísticos sobre a sucessão apostólica.

Acho que o grande Ireneu foi bem claro, mas vamos resumir em tópicos:

  • a igreja de Roma, por ter sido fundada por Pedro e Paulo, tem a origem mais excelente;
  • o bispo de Roma é quem herda as chaves dadas por Cristo a Pedro (ou seja, “a tradição apostólica e a pregação da verdade”, além do pastoreio universal);
  • a igreja de Roma é a que conserva, de maneira especial, o ensinamento dos Apóstolos (olhaí a infalibilidade);
  • as comunidades cristãs andam seguramente na fé dos Apóstolos se permanecem fiéis à igreja de Roma.

Tudo bem até aqui? Certo.

marty

Então, a pergunta agora é: a igreja de Roma se esfacelou, se perdeu no tempo? Não! A linha sucessória de bispos romanos descrita por Ireneu continuou sem interrupções até os dias de hoje. As sandálias de Pedro passaram para os pés de São Lino (o segundo bispo de Roma), depois para outro, e para outro, e para outro… até chegar nos pés do nosso amado Papitcho Francisco.

Isso não é algo que precisamos aceitar pela fé: é um DADO HISTÓRICO! No site do Jornal O Globo, tem um infográfico ses-sa-cio-nal que mostra todos os papas da História (clique aqui para ver). Tá ali a prova de que as chaves que Pedro recebeu de Cristo passaram de mão em mão, numa linha ininterrupta. E hoje, é um tanto constrangedor admitir que somos guiados por um argentino, mas… Francisco, tu és Pedro!!!

Muitos desses bispos de Roma – que depois o povo passou a chamar de Papa (papai) – foram grandes santos; outros não foram nem mesmo bons cristãos. Mas todos eles, ao ensinar para toda a Igreja sobre questões de fé e moral, foram infalíveis. Por que Jesus prometeu que as portas do Inferno jamais prevaleceriam sobre a Igreja.

Em 1950, arqueólogos descobriram um sinal bombástico e comovente da veracidade dessa afirmação: os ossos de São Pedro foram encontrados numa cripta subterrânea da Basílica de São Pedro, no Vaticano. O altar central fica justamente acima do ponto onde está o túmulo. Sim: sobre Simão Pedro, Jesus edificou a Sua Igreja!

tumulo_pedro

Depois disso que expomos, é ilógico negar que a Igreja Católica é a mesma igreja de Roma citada por Ireneu de Lyon. Ainda assim, vamos mostrar também o testemunho de outro bispo da Igreja primitiva, que foi evangelizado diretamente pelo Apóstolo João: Santo Inácio de Antioquia. Cristão venerável e acima de qualquer suspeita, ele entregou sua alma no Coliseu, devorado por leões (ano 107).

No Prólogo de sua Carta aos Romanos, Santo Inácio escreveu: “Roma preside a Igreja na caridade”. Ok… Agora passemos à sua “Epístola aos Erminenses” 8,2… Conta pá nóis como era chamada a igreja de Roma, Santo Inácio!

“Onde está Cristo Jesus, está a Igreja Católica.”

– Inácio de Antioquia (bispo e mártir no ano 107)

O que posso dizer diante disso? Me dá vontade de gritar, bem ao modo do puxador de samba do Salgueiro: “Pimba! Pimba! Ai que lindo, que liiiiiindo!”

Esse é o documento mais antigo que usa a expressão “Igreja Católica”. O segundo mais antigo é de um certo Marcião, irmão da igreja de Esmirna, escrito lá pelo ano 150. Ele relata para a igreja de Filomélio como se deu o martírio de São Policarpo, que era discípulo de João e bispo de Esmirna:

“A Igreja de Deus que vive como estrangeira em Esmirna, para a Igreja de Deus que vive como estrangeira em Filomélio e para todas as comunidades da santa Igreja católica que vivem como estrangeira em todos os lugares.”

– O Martírio de Policarpo. Texto da igreja primitiva de Esmirna, escrito lá pelo ano 150

Mas será que podemos botar fé nesse documento? O renomado historiador Jacques Lebreton garante que sim: “O historiador das origens da religião cristã não poderia desejar um texto mais autorizado” (J. Lebreton, Histoire du dogme de la Trinité, t. II, Paris, 1928, p.200). Aliás, esse texto foi lido e altamente recomendado em um culto evangélico pela pastora e cantora golpel Ana Paula Valadão.

nao_acredito

Sim, acredite. Mesmo ela reconhece que a Igreja primitiva já era chamada de “católica” pelos cristãos (tem vídeo).

Lucas F., espero que tenha ficado bem claro que a Igreja Católica não é uma dissidência da Igreja primitiva, mas sim a sua continuidade. Ela é a Esposa única (Jesus não é polígamo), a guardiã de Sua Palavra e a legítima herdeira de Seus bens. Fechamos com a bela observação de Ana Paula Valadão, na sua pregação sobre o martírio de Policarpo:

“Irmãos, naquela época não tinha igreja protestante. Glória a Deus, aleluia! Vamos aprender dos nossos pais.”

– Ana Paula Valadão

Sim! Vamos acolher a palavra dos primeiros padres, Ana Paula. Eu, você, o Lucas F. e o mundo inteiro! Temos coragem para isso?

Grande abraço, e que a Virgem Maria sempre te guarde, Lucas F.!

73 comments to A Igreja primitiva já era chamada de “Católica”. Durmam com essa!

  • Vinícius

    Se a Ana Paula sabe da verdade, o que ainda faz no protestantismo?

    • André Fernandes

      Ganha dinheiro, Vinícius… /:

      • Toma o Meu Like (y)
        (mesmo fora do Facebook)

      • Carogus

        Quem sabe é instrumento de Deus entre os evangélicos.
        Se um católico for lá falar será que irão escutar?
        É mais fácil um evangélico ser, ao menos, ouvido e como a função de convencer é do Espírito Santo (e não nossa!) daí que Ele pode fazer a parte dEle entre os que Ele quer para si.

        • Junior

          Pregar a separação do Corpo místico de Cristo? “Profetizar” que a Igreja fundada por Ele vai cair? Não me parece muito vindo de Deus não…

          • João Carlos

            Junior, nenhum de nós têm capacidade de saber quais são os planos de Deus! Nem eu nem você e nem ninguém. E se for esse o plano dEle? quem garante que não é? você?
            acho que não.. procure esperar mais em Deus e julgar menos.. o julgamento corrói a alma do cristão! Abraço.. Deus abençoe!

  • Thiago Puccini

    SEN-SA-CIO-NAL.

    Só isso a dizer!

  • Gêneto eugenio

    Amém!!!
    Bom dia!
    Como falei ontem, agora só basta querer de todo coração tendo a humildade de admitir a verdade.
    .
    .
    .
    Obs.Catequista!!! Santo Ireneu de Lyon deve ter tido muitos Lucas F. pela frente né não…
    ABRAÇÂO!!!

  • Juliano

    Bom dia, muito legal. Mais uma excelente aula. Na verdade, o Lucas F. está procurando a verdade, e isso é bom; o pior é aquele que se nega à enxergá-la. Eu acredito que nossa Santa Igreja sofre, muitas vezes, em perder fiéis, por conta de alguns erros nas ações pastorais. Nos anos 80, íamos à missa e, por vezes, escutávamos algum padre dominado pela Teologia da Libertação lá no Altar, e isso começou a afastar os fiéis menos convictos, pois eles procuravam acolhimento, paz de espírito; não gostavam de escutar temas como violência rural, reforma agrária, sindicalismo. São temas importantes, a doutrina social da Igreja pede isso, mas existe o momento certo de atacar certos temas, não no Altar Santo. Se é para se abordar um tema político, ele deve ser feito com muita sensibilidade pelo Padre. Hoje em dia os Padres nos recebem na porta da Igreja com um sorriso no rosto, a maioria deles são carinhosos com as crianças e jovens. Jesus pregou o amor, e as pessoas procuram isso indo à Missa. A maioria dos católicos que pulam fora da barca para navegar em outras águas acreditam em Nossa Senhora, no Santos, na Eucaristia, mas acabam sendo cegadas por “pastores” mal intencionados contra a Igreja Católica, mas que, infelizmente, sabem ser acolhedores com essas pessoas. Mas vamos rezar e pedir ao Espírito Santo que ilumine ainda mais a ação pastoral da Santa Igreja, para que não se perca mais nenhum fiel, aliás, que não se perca mais nenhum e, além disso, que tenhamos de volta os irmãos católicos na Barca de Pedro. Abraços a todos!!

    • Bruno Sina

      Verdade Juliano, é exatamente o que aconteceu, eu vivi a mesma experiência! A TL afastou muitos fiéis, que viram o Altar ser transformado em palanque político.

  • Renato Louro

    Algo interessante também para se falar de Santo Irineu, que é ele foi um Bispo da ‘3a geração’. Em outras palavras, Ele conheceu pessoalmente São Policarpo de Esmirna que foi discípulo direto de São João Apostolo. Ou seja, ele praticamente presenciou toda esta sucessão.
    Quando lemos a Lista de Santo Irineu pode parecer algo que já meio se perdia no tempo porque já haviam 12 papas nesta listagem. Na verdade isso se deu porque os 1os papas foram todos mártires. A sucessão ali foi muito rápida. Bastava um papa assumir para dali a poucos anos sofrer o martírio.

  • Faaala povo “bitolado”!!! rsrsrs

    Apenas para enriquecer as observações já apresentadas, indico-lhes um site, chamado “Catholic-Hierarchy” (http://www.catholic-hierarchy.org/), o qual tem o cadastro de todos os Bispos e Dioceses da Igreja Católica no mundo inteiro. Basta você achar o nome de qualquer Bispo, e o site te fornece toda a biografia do mesmo, inclusive com a sucessão apostólica.

    Aí, com tudo documentado, fica até ridículo negar uma coisa dessas…

    No mais, mais uma vez, vocês estão de parabéns!!

    Um grande abraço e fiquem com Deus!!!

  • Excelente! E aqui vai um complemento:

    “Niceia I, O Concílio Difamado”
    http://youtu.be/IztQHK8kjIE

  • Melhor texto desta semana.
    É sempre muito legal quando, sem perder o estilo literário próprio deste blog, são citadas as fontes autorizadas do assunto que está sendo argumentando. Melhor ainda, quando falamos de fontes patrísticas.
    Parabéns!!!

  • Lucas Farias

    Um dos melhores posts que já li nesse blog. Me fez apaixonar ainda mais pela Santa Igreja. Os textos de Santo Irineu e Santo Inácio então… Sen-sa-cio-nal !!

    Muuito bom também foi ver no link enviado pelo Alex a Sucessão Apostólica do meu Pastor, Dom Fernando Saburido.

  • Johnny

    FANTÁSTICO. Escolascaram total.

  • Uma bela postagem, bem rica e sortida, meus parabéns.

  • Fernando Henrique

    Parabéns, pessoal! Muito bom! Isto é a nossa Santa Igreja..

  • Lucas Baqueiro

    Eu penei pra encontrar, no site sugerido pelo Alex (que eu adoro pesquisar) alguma linha sucessória ininterrupta, até os dias de hoje, que não “começasse” pelo cardeal Scipione Rebiba. Alguém pode me ajudar?

    • Renato Louro

      Olá Lucas,
      Talvez eu não seja a pessoa mais indicada para responder. Não sei muito da história sobre linhagem episcopal mas fiz uma pesquisa rápida pois fiquei com a mesma curiosidade que você.
      1o – respondendo pontualmente sua pergunta, pesquise por: Bishop, -Rebiba, -died

      2o – não espere encontrar uma linhagem episcopal documentada até os apóstolos. Ao que tudo indica não havia muita preocupação em documentar a linhagem episcopal dos bispos ou seja ‘quem consagrou quem’ da mesma forma que se documenta sucessão de quem deteve o pontificado ocupando o posto de Bispo de Roma.

      3o – Mais de 90%/95% dos bispos de hoje tem a sua linhagem tendo o cardeal Scipione Rebiba como tronco. Parece que em grande parte isso se deve pela intensa atividade do Papa Bento XIII com 139 bispos ordenados. De fato o papa Bento XIII também teve sua linhagem passando pelo mesmo Scipione Rebiba.

      4o – Além de Bento XIII, seus dois imediatos sucessores, Papa Bento XIV e Papa Clemente XIII, também tiveram sua linhagem episcopal em Scipione Rebiba. Isso acaba explicando essa hegemonia na linhagem episcopal de hoje.

      Novamente, não sou nenhum especialista neste assunto. Se alguém puder me corrigir, por favor! :)

  • Lindo, lindo!!!
    Se eu fosse de outra “religião”, teria me convertido neste momento! É impressionante, não tem erro!
    Feliz demais por ter encontrado vocês!

    Maria, esteja com todos nós…

    PS.: (Em ritmo de protesto)Cadê o Lucas F.? Cadê o Lucas F.?
    Nenhuma pronúncia até agora? Não, né? Acho que não restou nenhuma dúvida!

    Paz e Bem

  • Kleverlande

    Ótima postagem, já li muito sobre as origens da Igreja e sobre os primeiros Padres, mas esse post pela sua linguagem cômica foi inovador para mim.

  • Se o cara mesmo assim nega tais fatos e vim com: “só acredito no que tem na Bíblia” vai mostra o quanto a fé dele é tudo, menos a verdadeira!

  • Daiane

    Nossa excelente post, mais uma vez vcs deram uma ótima aula.. Estava a um tempo querendo saber mais sobre esse assunto, vcs me esclareceram muito.. Obg.

  • “Eu não creria no Evangelho se a isso não me ordenasse a autoridade da Igreja Católica.” Santo Agostinho.

  • Joao

    Coloquem aí que essa frase “Onde está Cristo Jesus, está a Igreja Católica.”, é final do século 1, importante!

  • Alberto Magno

    Este blog parece interessante, mas senti falta do “About”. Quem é o responsável por ele?

  • Muto prazer em conhece-los. Deus abençoe o trabalho de vocês. Grande abraço.

  • Texto 10 !
    Fala sério , nossa religião tem uma história belíssima , e como não dizer que é de fato histórico e religioso que é a verdadeira Igreja de Cristo ?
    Se algum protestante ler , tenho certeza que pelo menos um será convertido rs
    A paz de Jesus e o amor de Maria !

  • Jotacê

    Só para “adendar” a citação à Ana Paula Valadão, ao final do texto: se ela deu o braço a torcer, é devido ao fato das evidências serem REALMENTE irrefutáveis, e ela não teve como fugir diante da verdade. Digo isso pois a dona Valadão não é, nem de longe, aquele tipo de “protestante esclarecida”: durante a JMJ, a cavalgadura, em sua conta no Facebook, destilou veneno contra o Papa e os católicos em geral, por pura dor-de-cotovelo… Então, o “testemunho” dela é ponto para nós, católicos, por esse motivo.

  • Os protestantes, já diz protestam nem sempre que protesta ta certo? né. O problema que os nossos irmãos separados nasceram no século 16, com Martim Lutero ex-padre, que era alcoólatra, alienado e onde matou um colega com ainda era monge, não era convertido a JESUS CRISTO, pois usou a lei criminal da época para não ser julgado. Entre na net e verás. E a tal reforma protestante que eles adoram falar, n foi bem assim Martin Lutero era devoto de Maria,a verdade que destruíram os protestantes a s novas modernas religiões evangélicas, onde não existe DEUS.

  • Paulo

    Gente, se quiserem mais uma dica, olhem o texto do versos 37 e 38 do Cânon Muratori que é uma cópia tardia em latim (Século IV, outros afirmam VII) de original grego (primeira língua geral da Igreja Primitiva) escrito na mesma época do Pastor de Hermas (cerca de 150 dC):

    “[37] ueru ad filemonem una et at titu una et ad tymotheu duas pro affecto et dilectione [38] in honore tamen eclesiae catholice in ordinatione eclesiastice descepline scificate sunt.”

    Tradução:

    “Além disso, [Paulo escreveu] uma carta a Filemom, uma a Tito e duas a Timóteo em amor e afeição. Essas, porém foram santificadas para a honra da Igreja Católica no que tange à regulamentação da disciplina eclesiástica.”

    O texto traduzido completo pode ser encontrado aqui:
    http://porquecreio.blogspot.com.br/2012/04/o-fragmento-muratoriano.html

    Detalhe, no referido Cânon Muratori há mais outras passagens que se referem ao termo “Igreja Católica”.

    A propósito, a história da formação do Cânon bíblico (tanto AT quanto NT) pode deixar muitos irmãos separados perplexos…O próprio fragmento Muratori dá algumas pistas sobre como era o NT no século II..Lendo a História Eclesiástica de Eusébio de Cesaréia (recomendadíssimo) que elenca os cânones de Irineu e Orígenes, vendo os livros dos Códex Vaticano, Sinaitico e Alexandrino (os mais bem conservados e mais antigos – Séc. IV – disponíveis hoje em dia), podemos ver que nossa Bíblia permanece muito pouco alterada, pois saíram alguns livros (Pastor de Hermas, Didaqué, Clemente 1, etc), mas permaneceram os atuais…Já a deles…tsc tsc tsc

  • Jose Roberto

    E se a Igreja Católica não tivesse unido com o Estado?

    Teríamos uma única Igreja?

    Um único Magistério?

    Um único Chefe?

    Um único …,? etc. etc.

  • JONAS

    Tudo é lógica, é só pensa um pouco para saber que Cristo formou uma só igreja, que pena que os protestantes não aceitam.

  • Cleves Aguiar

    Também é importante lembrar que Jesus Cristo falou diretamente s São Francisco de Assis nos tempos difíceis do cristianismo:

    “REFORMA A MINHA IGREJA!”

    Precisa de mais alguma coisa? Foram palavras do próprio Cristo.

    • Reforma minha Igreja, não é a mesma coisa de querer destruira separar o corpo, fazer outra. São FRancisco é o exemplo de reformador continuou Catolico e chamando a Igreja para pobreza ele é o exemplo da reforma excelente depois de São Francisco Oficialmente a Igreja tem 2 tipos de Padres os que como são Francisco fazem voto de pobreza total aos que recebem salario para se manter em condições minimas.

      Naquela epoca foi nescessarios aguns Padres estavam esquecendo o seu oficio, e a honrra de ser sarcerdote em troca de honrras humanas.

      A Igreja sempre foi a mesma quem peca são as pessoas, o joio, quando faço uma reforma em uma casa, a casa continua a mesma só que mais bela, Lutero e seus reformadores sairam para outra casa Costruir não houve reforma por parte deles apenas disperssão, separação heresias, discordia, e cada uma fez sua propria casa segundo suas interpretações.

      Portanto São Francisco exemplo de reformador, os demais de destruidor.

  • Laiza Mothe Vieira De Souza

    Meu Deus estou emocionada! cada vez me orgulho mais de fazer parte da Igreja de Cristo!

  • Quem persegue os cristão católicos, perseguem o próprio Jesus Cristo. Muitos que ainda vivem na ignorância, no orgulho, no fanatismo, não conseguem enxergar o caminho da verdade, que é o próprio JESUS CRISTO, EU SOU O PÃO QUE DESCEU DO CÉU. QUEM COMER DESTE PÃO TERÁ A VIDA ETERNA.

    No pentecostes no senáculo, estava reunidos quem? Maria santíssima e São Pedro e os demais apóstolos reunidos, e o Espirito Santo desce sobre eles e estão todos motivados a levarem a boa nova de Jesus a toda a criatura. Anos depois Jesus aparecem ao perseguidor dos cristãos, Saulo é tocado pela luz de cristo, passa ser perseguido pelos fariseus e judeus.

    Mas são Paulo e São Pedro tiveram a coragem de ir ir a Roma. pais pagão, se converte ao cristianismo se torna a sede da igreja católica, onde está o pastor
    da igreja universal a igreja católica.

    • Elisabeth

      Estou encantada e muito feliz por encontrar esse site abençoado, que trabalho bonito, agradecendo a Deus por ter me feito nascer dentro de um lar Católico. Mas é uma pena saber que mesmo com todo esse material disponível, comprovando a autenticidade de nossa Igreja, não vai converter os nossos irmãos protestantes, porque a maioria deles ou continuam onde estão por causa dos altos salários de “pastores” ou mesmo por causa de vaidade, de não dar o braço a torcer e reconhecer que estão errados. Mas tomara que sirva para alguns, se um se converter já vai ter valido a pena. Vou tentar mostrar isso para minha futura nora, quem sabe ela reconhece onde está a verdade, se puderem me ajudar nas preces eu agradeço. Parabéns pelo trabalho evangelizador, paz e bem para todos. Salve Maria.

  • Tarso

    Vamos orar pelos nossos irmãos de outras denominações do Cristianismo, e também por aqueles que nos perseguem. Rezemos pelos que seguem outras religiões e doutrinas, pessoas de todas as raças e credos, que viveram há muitos séculos, ou que partiram há pouco (como aquela pessoa que você viu no jornal ou na internet). Lembremos também dos pagãos, fornicadores, hereges, os que cultuam outros deuses, adivinhos, necromantes, enfim, por todos os pecadores para que se convertam, porque todos esses pecados, mesmo os mais graves e mortais, têm perdão, com exceção do pecado eterno, aquele contra o Espírito Santo, que dá o perdão (não aceitar o perdão Dele, num estado de orgulho inestimável) .

  • Kelly Camila

    “Onde está Cristo Jesus, está a Igreja Católica.”
    – Inácio de Antioquia, bispo e discípulo de São João

    ok, Então Jesus só esta na igreja católica?
    E o versículo de Mateus 20:18 “Porque onde dois ou três estão reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” Versão católica

    versão evangelica:Mateus 18:20
    Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.

    E só queria mostrar q não tem tanto valor assim a frase acima, se o PROPRIO JESUS CRISTO fala onde ele estaria presente.

    Sei que vcs vão falar q onde há dois que vivam o evangelho em sua essencia, que na visão de vcs é exclusivamente da igreja catolica,mas gente na boa. O maior mandamento da biblia é amaras o Senhor teu Deus de todo teu coração e de toda a sua alma, e o segundo AMARAS O TEU PROXIMO COMO A TI mesmo.
    Gostei muito da ideia central do seu site ” A catequista”, que eu vejo como “discipular/esclarecer/ensinar” sobre a bíblia e outros assuntos como o post de Jesus, e não o gasparzinho .
    Parabéns, mas me desculpe, eu acho muito sarrista o demais post que envolvem polêmicas com evangélicos, isso em partes, demonstra desrespeito.
    Por isso só espero que vc pondere mais as brincadeiras e sarros. Ainda que sua ideia também seja defender a IGREJA CATÓLICA como única, vc não precisa usar ilustrações são desrespeitosas, acredite seus argumentos já são válidos.

    • Oi, Kelly! Vamos lá…

      “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”.
      Certo, certíssimo. Mas lembre-se de que os versículos da Bíblia, para serem interpretados corretamente, devem considerar a Bíblia COMO UM TODO. Se bastasse se reunir no nome de Jesus para ser verdadeiro cristão, poderíamos dizer que os espíritas, que guiam suas vidas por “revelações” e conselhos de “espíritos”, são verdadeiros cristãos, e Jesus está no meio deles, quando eles fazem suas reuniões. Afinal, os espíritas se dizem cristãos, e sempre oram a Jesus. Como evangélica, creio que você não pode aceitar que essa afirmação esteja correta, não é mesmo?

      Então, não basta somente dizer que é cristão. É preciso estar em comunhão com aqueles que Jesus elegeu como colunas de Sua Igreja. Jesus consagrou seus apóstolos como líderes da Igreja, e quem não os escutasse desobedecia ao próprio Deus. Ignorar os líderes da Igreja de Cristo é ignorar o Cristo:

      “Se recusa ouvi-los, dize-o à Igreja. E se recusar ouvir também a Igreja, seja ele para ti como um pagão e um publicano” (Mt 18,17).

      “Aqueles que vos ouve a mim ouve, os que vos rejeitam a mim rejeitam” (Lc 10,16).

      Bem, não faria nenhum sentido que essa liderança, essa referência de autoridade espiritual, tivesse fim com a morte dos Apóstolos. É claro que essa missão de liderança foi assumida pelos sucessores dos Apóstolos; quando cada um deles morria, outro assumia o seu lugar. Foi assim com Matias, que assumiu o lugar de Judas Iscariotes. E então, eu lhe pergunto: onde estão os sucessores doa apóstolos nas comunidades evangélicas? Eles receberam a unção de “pastores” de legítimos sucessores doa Apóstolos, ou se “auto-ungiram”?

      Agora, na Igreja Católica, os bispos são os legítimos sucessores dos Apóstolos. Isso é um fato e historicamente comprovado. E quem os rejeita, rejeita Aquele que os consagrou.

      Por fim, peço que você note uma coisa: em toda a história da Salvação, Deus sempre elegeu um homem – apenas UM! – para ser seu representante máximo no meio do povo. E assim tivemos Abraão, Isaac, Jacó, Moisés, os demais profetas e, finalmente, Seu próprio Filho. Porém, bem sabemos que Jesus já não é mais visível para nós, não dá pra trocar umas ideias com Ele. Então, Ele deixou seu representante visível aqui na Terra, que é Pedro (isso tá na Bíblia, certo?). Só a Pedro Ele pediu: “apascenta as minhas ovelhas”. E aí, morreu Pedro… não há mais quem apascente as ovelhas?

      Para que você possa entender melhor a questão da primazia de Pedro e da sucessão apostólica, lhe recomendo esses posts:

      Pedro é o maior dos Apóstolos. Sabichão Irônico discorda.
      http://ocatequista.com.br/archives/10495

      Fora da Sucessão Apostólica, pastor e bispo é tudo made in Paraguay
      http://ocatequista.com.br/archives/10517

      A Igreja primitiva já era chamada de “Católica”. Durmam com essa!
      http://ocatequista.com.br/archives/10535

      Sim, você tem plena razão quando diz, Kelly, que o maior mandamento é amar a Deus, e o segundo é amar o próximo. E lembre-se de que Jesus ensinou tb que a Verdade nos libertará. Então, por mais que não seja simpático dizer que a Igreja Católica foi a única fundada por Cristo, e as demais foram fundadas por instrumentos da divisão, isso é a verdade. Verdade histórica. E dizer a verdade é sempre caridade.

      De qualquer forma, nem todos os protestantes têm consciência dessas coisas, e trazem em si muito de católico (por mais que neguem e não saibam disso). Então, a Igreja Católica afirma que os meios de salvação também podem ser obtidos em comunidades evangélicas, ainda que de forma gravemente deficitária. A recepção dessa graça varia de acordo com o grau de culpabilidade da pessoa ao negar a verdadeira Igreja. Muitos o fazem por falta de conhecimento, não por maldade, e Cristo leva isso em consideração.

      Sobre o tom zombeteiro de nossas postagens, nós da equipe do blog pensamos neste espaço como um local onde os católicos aflitos e acuados por todos os lados pudessem desabafar, e nada melhor do que desabafar com zoação. Então, além de abordar os temas teologicamente, nossos posts funcionam como um alívio cômico para o drama que os católicos vivem em seu dia a dia: são achacados na escola, na universidade e no trabalho por ateus e protestantes malas (certamente, nem todos os ateus e protestantes são malas; alguns são gentis e inteligentes, como vc).

      É isso. Gostamos de responder aos ataques alheios à nossa fé com humor e, sim, com insolência! É só uma forma de fazer rir a quem já apanha muito, e tem que aguentar muito desaforo pela vida afora.

      Abraço!

  • Rafael Lara

    A Enciclopédia Britânica, que é protestante, também elenca, de forma memorável, a sucessão apostólica.

  • Matheus Oliveira

    Caros, uma dúvida: como lidar com o reconhecimento tardio (1950) da Assunção de Maria? Pelo menos nos primeiros quatro séculos de cristianismo, não há testemunhos de Pais da Igreja defendendo este dogma tal como ele foi proclamado; sendo, portanto, razoável afirmar que os primeiros cristãos desconheciam uma suposta assunção corpórea da Virgem aos céus. Mesmo um devoto de Maria como Agostinho não cogitou, até onde eu sei, a legitimação de qualquer doutrina semelhante a esta – uma vez que sequer o dogma da Imaculada Conceição era admitido por ele:

    “Além disso, ao expor o Evangelho de acordo com Lucas, ele [Ambrósio] diz: ‘Não foi a coabitação com um marido que abriu os segredos do ventre da Virgem, mas sim o Espírito Santo que infundiu a semente imaculada em seu ventre inviolado. Pois o Senhor Jesus SOMENTE, daqueles que são nascidos de mulher, é santo, uma vez que Ele não experimentou o contato da corrupção terrena, em virtude da NOVIDADE de Seu nascimento imaculado'” (Sobre a graça de Cristo e sobre o pecado original, II, 47).

    Como um católico deve enxergar essa realidade onde o Magistério precisa recorrer ao desenvolvimento da doutrina (Newman feelings!) para justificar dogmas sem respaldo na Patrística e, consequentemente, entre os apóstolos?

    A Paz de Cristo!

    • Matheus, a Paz de Cristo!
      Os testemunhos patrísticos não chegaram até nós de modo exclusivamente escrito, mas também por Tradição oral. A partir de dado momento, o Papa achou necessário formalizar essa crença, que esteve desde sempre incluída no depósito de fé da Igreja. De qualquer forma, a Assunção de Maria é uma extensão lógica e coerente do dogma da Imaculada Conceição, amplamente testemunhado nos escritos patrísticos. Nós já falamos sobre isso nestes posts:

      Imaculada Conceição e Assunção – dogmas que exaltam Jesus Cristo
      http://ocatequista.com.br/archives/10790

      A Virgem Maria teve o seu dia de Bela Adormecida
      http://ocatequista.com.br/archives/10763

  • Nenhum cristão seja ele católico os puritano ou pentecostal ou seja lá qual for a linha do cristianismo que ele siga , não pode negar que foi a pedro que Cristo entregou a igreja , porem mesmo tendo recebido do próprio Cristo foi pedro o primeiro a nega-lo!!!! pedro foi apenas mais um personagem na história do maior ser humano da terra o Cristo

    • Leandro, Pedro era pecador, e tinha plena consciência disso. Tanto que, ao reconhecer Jesus como Messias, pediu para que Jesus dele se afastasse, pois era pecador. Jesus bem sabia dos grandes limites de Pedro, mas ainda assim o escolheu para ser a pedra sobre a qual sua Igreja seria fundada. E mesmo após Pedro tê-lo negado três vezes, Jesus sabia que Pedro o amava mais do que os demais Apóstolos. E o confirmou como pastor soberano de seu rebanho nesta terra:

      “Era esta já a terceira vez que Jesus se manifestava aos seus discípulos, depois de ter ressuscitado.
      Tendo eles comido, Jesus perguntou a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes? Respondeu ele: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros.
      Perguntou-lhe outra vez: Simão, filho de João, amas-me? Respondeu-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros.
      Perguntou-lhe pela terceira vez: Simão, filho de João, amas-me? Pedro entristeceu-se porque lhe perguntou pela terceira vez: Amas-me?, e respondeu-lhe: Senhor, sabes tudo, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta as minhas ovelhas.” (João 21, 14-17)

      O centro da fé cristã não é Pedro, porque Pedro é um servo pecador. O centro é o Cristo, nosso Deus vivo. E seguir a Cristo inclui seguir àquele que Ele deixou como seu representante visível aqui na Terra, bem como a seus legítimo sucessores.

  • Andréa

    Obrigada, muito obrigada por existirem. Amo vocês de coração. Toda vez que leio um texto aqui me encho de forças. Deus abençoe todos vocês.

  • Renimary

    Amei toda a explicação sobre a nossa amada SANTA IGREJA, que DEUS continue instruindo vocês, pra nos explicar as coisa de DEUS. Voces não são dez.são 10000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

  • Renata

    ARRASOU! E ainda aprendi mais um pouco sobre a Igreja de Deus! ;D

  • Stanley

    “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Falta só ela criar vergonha na cara e vir pra verdadeira, una e santa Igreja Católica!

  • Juraci

    Acho que a esperança é: Haverá um só pastor e um só rebanho

  • clylton rodrigues

    Parabéns pelo texto, demonstra conhecimento e muita pesquisa. só não tirou dez pela falta de repeito (os desenhos) com os membros de denominações que professam a fé protestante. você postou uma matéria séria e informativa mas a utilizou para ridicularizar a fé de outras pessoas, e isso só afasta aqueles que querem se chegar. utilize melhor essa bela sabedoria que Deus lhe deu.

    • Clyton, obrigada por suas palavras!
      Bem, nós da equipe do blog pensamos neste espaço como um local onde os católicos aflitos e acuados por todos os lados pudessem desabafar, e nada melhor do que desabafar com zoação. Costumamos dizer que isso aqui é como um papo de boteco! :-)

      Então, além de abordar os temas teologicamente, nossos posts funcionam como um alívio cômico para o drama que os católicos vivem em seu dia a dia: são achacados na escola, na universidade e no trabalho por ateus e protestantes malas (certamente, nem todos os ateus e protestantes são malas).

      É isso. Gostamos de responder aos ataques alheios à nossa fé com humor e, sim, com insolência! Sobre a nossa forma de abordagem, já falamos sobre isso nestes posts:

      Católicos brutos também amam
      http://ocatequista.com.br/archives/3609

      São Paulo ensina: com amor, uma voadora no baço não dói
      http://ocatequista.com.br/archives/10979

  • marcos

    vi o vídeo e tenho uma pergunta: Cadê a “sola scriptura”?!?

    e, depois desse vídeo, como dizer que seria invenção “nossa” que a Igreja primitiva já se denominava Católica?!?

  • marcos

    e como fica a parte do “mesmo antes do martírio, ele ja fora constantemente VENERADO”?!?!?!?!?!

  • Salvador

    Texto simplesmente demais! Pude esclarecer já algumas dúvidas lendo o post, mas se possível, gostaria de saber mais sobre o túmulo e os ossos de São Pedro, fiquei muito curioso sobre o assunto

  • Robson Sposato

    Inácio de Antioquia não foi o primeiro a fazer uso da expressão “Igreja Católica”. O autor da carta aos Hebreus já a utilizava muitos anos antes dele (Hebreus 12:23). De acordo com os registros da Igreja da Síria, Pedro foi o fundador da igreja e seu primeiro bispo, entre 37 e 67 d.C., ano do seu martírio. Sendo assim, como ele poderia ter sido bispo de Roma? (ou o primeiro Papa, como queiram…)

    • Sidnei

      Robson você aceita um registro extra bíblico de que Pedro foi o fundado da Igreja naquela região, mas não ceita outros registros que apontam que São Pedro esteve em Roma, estabeleceu sua sé lá e lá foi martirizado, de uma olhada nesta postagem aqui do catequista: http://ocatequista.com.br/archives/10535

      • Sidnei

        “da assembléia festiva dos primeiros inscritos no livro dos céus, e de Deus, juiz universal, e das almas dos justos que chegaram à perfeição,” Heb. 12, 23 – Nesta passagem não esta se falando de Igreja Universal = Católica, mas que DEUS é o juiz universal.

  • Sidnei

    Correção:

    Robson você aceita um registro extra bíblico de que Pedro foi o fundador da Igreja naquela região, mas não ceita outros registros que apontam que São Pedro esteve em Roma, estabeleceu sua sé lá e lá foi martirizado, de uma olhada como na postagem acima descrita. Aonde você quer chegar?.

  • João Pedro Strabelli

    Cliquei no link da Globo para ver o infográfico e deu Página não encontrada.

  • Elias

    IGREJA UNA SANTA CATÓLICA E APOSTÓLICA. ISSO NÓS PROFESSAMOS. ISSO É A NOSSA FÉ. E TÚ? QUAL A TUA HISTÓRIA? Ó NOSSO FILHO DESERTOR.

  • Lohan

    “Segundo a Bíblia: a Epístola aos Hebreus (12,22-24) fala da Igreja Celestial, que é a Jerusalém Celeste. O texto bíblico diz que as almas dos justos aperfeiçoados estão no rol da Igreja triunfante: “À Assembleia Universal, que é a Igreja dos Primogênitos arrolados nos Céus, e a Deus, Juiz de todos; aos espíritos dos justos aperfeiçoados”. O ponto fundamental aí é notar que a tradução do manuscrito original em grego diz kαθολικός eκκλησία, que se pronuncia katholikón ekklésia, e quer dizer, exatamente, Igreja Católica. Na próxima vez em que alguém lhe perguntar onde é que está escrito na Bíblia que a Igreja de Jesus Cristo é a católica, você já sabe o que responder…”

    http://www.ofielcatolico.com.br/2001/02/a-igreja-catolica-foi-fundada-por.html

    bjssss

  • Eleide Santos

    Ótima explicação. Obg.

Deixe uma resposta

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>