Ideias de jerico no “Cerco de Jericó”

burro

Em diversas paróquias pelo Brasil afora, virou modinha promover o “Cerco de Jericó”: sete dias e sete noites em que os fiéis se reúnem na Igreja para orar, ouvir pregações e adorar o Santíssimo Sacramento.

A inspiração vem do capítulo 6 do livro de Josué, que fala do episódio em que o povo de Israel orou seis dias e sete noites em torno das muralhas das intransponíveis de Jericó. No sétimo dia, deram voltas em torno da cidade com a Arca da Aliança; ao toque das trombetas e diante dos gritos dos israelitas, a muralha veio abaixo, e eles puderam continuar seguindo rumo à Terra Prometida.

Então, a ideia do “Cerco de Jericó” repaginado é derrubar “a muralha dos males espirituais” que prejudicam os cristãos: os pecados, a inveja, os vícios etc. Até aí, tudo bem. O triste é que, em vez de um Cerco de Jericó, o que se vê em nossos templos são verdadeiros CIRCOS de jericos.

O povo entra na igreja, e o circo tá armado: muralha cenográfica diante do altar e sacrário ambulante em forma de Arca da Aliança. Às vezes, tem até fiel fantasiado de israelita que toca shofar (tipo um berrante) pra muralha cair. Ô grória!

As paróquias com mais verba capricham no espetáculo. A igreja fica toda escurinha para favorecer os efeitos com canhão de luz e laser. E tasca fumaça de gelo seco, chuva de papel prata e fogos de artifício. Ô bença!

Vejam o vídeo abaixo e gritem comeeeeego! GRITA comunidade, clama que Zizuiz vai derrubá esses tijolo endemuniado de isopô!!!

Qual a diferença entre a Cruz de Cristo e um porrete? Pro padre do vídeo abaixo, parece que não há nenhuma… E ele ataca o isopor com tamanha força que a cruz se quebra (esse vídeo eu achei no blog Apostolado Tradição em Foco com Roma. Basta ver o primeiro minuto).

É de doer o coração. Estão expondo o Senhor ao ridículo. Apresentam o Santíssimo ao povo como quem mostra uma mulher barbada ou um anão malabarista perneta no picadeiro. Isso não é catolicismo, é palhaçada protestante da pior qualidade. Essa é mais uma brilhante criação das…

…ORGANIZAÇÕES NEOPENTECOSTAIS TABAJARA!

Os católicos estão imitando as seitas mais toscas, dos crentes que se amarram em brincar de ser povo do Antigo Testamento. Daqui a pouco algum padre vai promover o “clamor de Jonas”. É só encomendar uma baleia gigante, mandar o pessoal entrar lá dentro e clamar por libertação. Tá repreendido!

Bispo MACEDO e o peixe de Jonas. Mutcho lindjo!

Bispo MACEDO e o peixe de Jonas. Mutcho lindjo!

Que os crentes façam essas coisas, é até compreensível. Sem Tradição Apostólica, sem santos, sem Eucaristia… O culto deles é tão pobre de sentido que precisam inventar coisas mirabolantes e apelar pra emoção barata. Mas nós, aderindo a essas coisas esdrúxulas, mostramos que ignoramos a maravilha da Boa Nova. O que pode ser mais tocante do que saber que podemos nos alimentar com o Corpo de Cristo, o Pão do Céu?

Mas, se é pra brincar de povo do Antigo Testamento, vamos fazer isso direito. Listo algumas sugestões…

  • Que tal voltamos a fazer sacrifícios de animais sobre ao altar? Será e-mo-ço-nan-te a reação das criancinhas quando elas verem o cordeirinho fofinho ter o pescoço degolado pelo sacerdote.
  • As leis do Ocidente não permitem o apedrejamento de pecadores, mas podemos recorrer a um ritual simbólico, tacando pedras de isopor em nossos irmãos vacilões. Será muito educativo!
  • Abaixo a carne de porco e os frutos do mar. Tire de vez da sua vida o bacon e o pastel de camarão. Tá amarrado!
  • Todos os homens deverão cortar o prepúcio. E não reclama, porque hoje em dia tem anestesia.

Agora, sem brincadeira… Acho até que o moderno “Cerco de Jericó” pode ser espiritualmente frutífero, se realizado de forma reverente e modesta. O problema é que o pessoal abusa, é muita falta de noção! Junto com a muralha de isopor, a gritaria e os “defeitos especiais”, derruba-se a Sagrada Liturgia.

Entendo que existam padres e leigos ansiosos por manifestar seus “dons” de cenografia, artes cênicas e pirotecnia… Mas, por misericórdia: reservem esses showzinhos e teatros para as festas no exterior da Igreja ou no salão paroquial. Não esculhambem mais o santo templo e a Santa Missa! Ou então, assumam-se logo como evangélicos, e vão promover essas bizarrices em outras bandas. Isso aqui é a Igreja Católica, mermão!!!

Depois de tantas cenas tristes, é preciso um consolo. Admirem, então, essa ilustração de Santa Teresinha do Menino Jesus, ainda criança, jogando pétalas de flores ao Santíssimo Sacramento, na procissão de Corpus Christi. Quanta singeleza e doçura! Os santos nos mostram como Jesus merece ser adorado.

santa_teresinha_2

 

86 comments to Ideias de jerico no “Cerco de Jericó”

  • rita de cassia f de souza

    Que pena que muitos fieis estao preocupados com numero e nao com qualidade. Fazem qualquer coisa para atrair um grande numero de fies.Sera que esta correto???Onde fica jesus que sempre pregou a simplicidade???Estamos fugindo do caminho e isso é perigoso.

  • Clara Hermínia

    Na verdade, não diria que aconteceu um “abuso Litúrgico”, e sim uma “ignorância Litúrgica”:

    “porque meu povo se perde por falta de conhecimento; por teres rejeitado a instrução, excluir-te-ei de meu sacerdócio; já que esqueceste a lei de teu Deus, também eu me esquecerei dos teus filhos.
    Quanto mais se multiplicaram, mais pecaram contra mim, transformaram em infâmia o que era a sua glória.”
    Oséias 4:6-7

    O que falta para nós católicos é entender que não basta só “aceitar a Jesus”, é preciso “ser discípulo” e ninguém é aquilo que não conhece, nós precisamos conhecer mais de Liturgia, Comunhão, Adoração, Fé e tomar muito cuidado, para não acabar-mos errando por ignorância.

    Parabéns ao “O Catequista” pela matéria, que o Espírito Santo o conduza e abençoe!

  • vanessa

    O meu Grupo de Oração faz o cerco de jericó todos os meses da forma mais modesta dentro da capela em adoração a Jesus sacramentado, os frutos são, muitas pessoas curadas, que passam a amar a vida de oração pelo que vivem nos 7 dias.

  • Eduardo

    na minha paróquia ano passado, nós fizemos o primeiro cerco de jericó. Tinhamos um muro sim, mas ele não ficava na frente do Altar e sim de lado. A Missa aconteceu como o manda igreja através dos ritos, as Missas demoraram mais que o habitual. No momento da adoração o padre usou todos os paramentos e seguiu com os objetos litúrgicos. Não tinhamos a tenda (acho que esse é o nome) quando se caminha com Jesus em procissão, até mesmo pelo tamanho da igreja e pela quantidade de pessias.
    Estou descrevendo tudo isso, pra saber se está correto. Eu faço parte de um grupo de oração e ficamos responsáveis em organizar o cerco de jericó e por causa disso quero saber se tem alguma coisa errada.
    Esse show pirotécnico não fazemos e que o nosso desejo é de não desobedecer a amada igreja.
    Desde já agradeço a publicação, pois vocês nos deixaram em atenção pra não comertemos esses erros.
    Deus os abençoe abundantemente! A todos um dia feliz.

  • Vivian

    Matéria muito boa criticando o que é auto-criticável, se essa palavra existe, o neopentecostalismo. Mas achei desnecessária a chacota com os protestantes, afinal nem todos compactuam com essa palhaçada que ocorre na Universal e derivadas. Nem todos os protestantes têm fé sem sentido ou não têm tradições. Temos sim, nossa tradição é a mesma que a dos católicos, algumas praticas apenas são diferentes, mas o Cristo é o mesmo, ora! Assim como nem todos os católicos são bem informados sobre o “papel” dos santos. Generalizou demais isso ae. Eu mesma, protestante, leio Santo Agostinho e acho uma das melhores leituras possíveis sobre cristianismo.

  • Elizete Zanellatto

    Aqui nunca vi esse tipo de encenação! As pessoas fazem o cerco sim, mas sem fantasias, apenas a oração!

  • Kaline Alckmin

    Parece que esse povo não conhece suas raízes açorianas. Festa do Divino e Terno de Reis são tão teatrais quanto o Cerco de Jericó, que é caçoado aqui, e nem por isso ridicularizados, pelo contrário. Talvez daqui uns 500 anos tenham mais respeito.

    Já dizia o poeta que cultura não é relativa quanto ao espaço de tempo, mas sim quanto ao espaço de humanidade em uma mente.

  • SOLANGE

    SOU CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA E CARISMÁTICA, GRAÇAS A DEUS!MAS DISCORDO INTEIRAMENTE DE ESTRATÉGIAS PARA CHAMAR O POVO, OU ELEVAR A FÉ!!!!!!NÃO PRECISAMOS DISSO…OS VERDADEIROS CARISMÁTICOS ABOMINAM ESTE TIPO DE COISA! QUEREMOS ADORAR AO SENHOR, QUEREMOS SIM CURAS E LIBERTAÇÕES….VERDADEIRAS E NÃO TEATRO!!!!!E AS EQUIPES DE MÚSICA ENTÃO…. QUE ARREBENTAM COM NOSSOS OUVIDOS!!!!!!!!!ACORDEMOS… RENOVAÇÃO CARISMÁTICA NÃO É ISSO!!!!!!!

  • Álvaro Teixeira

    Todos sabemos que isso é em grande parte culpa da RCC, braço declaradamente pentecostal da Santa Igreja. Só não vê quem não quer. Na tradição não há esse tipo de coisa ridícula, por definição.

  • Pra descontrair… Vejam um grupo de evangélicos fazendo a derrubada das muralhas com dancinha girocóptero:

    https://www.facebook.com/video.php?v=421037978053237

    • Sidnei

      Coisa de maluco. Mas se bobear, os Bispos, o Vaticano não ficar de olho, vai ter catolicrente querendo fazer a mesma coisa dentro dos templo católicos, estes cercos de jerico já é uma amostra disto.

    • Kaline Alckmin

      O reteté? É uma manifestação, não sei do quê, porque não estudei nada do caso, mas reparem que as pessoas não saem do lugar, nem ficam tontas depois de parar com o rodopio!

  • Roberto Gouveia

    Irmãos, me encontro assustado demais com tudo isso que vi, chegou a hora de nossos bispos tomarem uma providência, porque se continuar, é dai pra pior. Triste tudo isso.

  • Pedro

    Meu Deus! Não sabia que chegava a tanto! A quantidade de erros litúrgicos nesses vídeos, os desrespeitos! No primeiro vídeo o padre ergue o ostensório sem o véu umeral, no segundo uma mulher começa a pisar isopor na igreja! Tirando o fato de estarem usando casula fora da missa! O que estão ensinando nos seminários hoje em dia? Ainda reclamam e dizem que seguir o Missal é tradicionalismo e blá, blá, blá… Misericórdia!

  • bruno

    uma pena que o modernismo e o relativismo estão tão presente na cabeça de alguns padres e fiéis e pra piorar ainda cantam músicas protestantes diante do santíssimo e nas santas missas. Queria entender pq a cnbb não faz nada contra isso

Deixe uma resposta

  

  

  

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>